1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Qual era o efeito das armas forjadas em Númenor?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Avastgard, 24 Dez 2008.

  1. Avastgard

    Avastgard Alwaystanding

    Começo este tópico inspirado por um outro, chamado "
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ".

    Neste tópico várias pessoas postavam simplesmente: "claro que foi a Éowyn" ou "claro que foi o Merry", até que Elwë_Singollo finalmente nos elucidou sobre as variáveis que estavam envolvidas no problema:

    Ao que respondeu Deriel:

    Do meu ponto de vista, a questão de quem foi que matou o nazgûl só pode ser respondida se descobrirmos qual era a natureza da espada que Merry estava usando. Se fosse uma espada comum, é claro que o golpe fatal teria sido o de Éowyn. Mas o que dizer de uma espada forjada em Númenor, usando técnicas élficas?

    Há um outro tópico que remete às espadas élficas
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , onde podem-se esclarecer algumas coisas. Nele, foi sugerida a possibilidade de que nas armas era inserida a vontade dos seus criadores, como pode ser visto aqui, neste trecho de uma mensagem do Duilin:

    Seria este o efeito produzido quando Merry atacou o Rei-Bruxo com sua espada númenoreana? A "vontade", supostamente nela inserida, teria potencializado o efeito do golpe normal, culminando na destruição do espectro? E, mesmo que a espada estivesse imbuída desse poder, seria ele (o poder) forte o suficiente para matar um nazgûl? Ainda pergunto: QUALQUER golpe de uma arma élfica seria capaz de destruir um nazgûl, ou este golpe deveria ser executado de forma a causar um dano potencialmente letal, como a estocada na cara que a Éowyn deu no bicho?

    Entretanto, não podemos esquecer que o tema "magia" em Tolkien é perigoso. Não devemos simplesmente dizer que "as armas éficas causavam mais dano porque eram mágicas". Isso não resolve nada. Sobre este assunto, o que disse a Sindar Princess no tópico das espadas élficas é bastante esclarecedor:

    Como disse a Sindar Princess, é importante termos em mente que a palavra "magia", ao se falar do legendarium tolkieniano, deve ser empregada com muita cautela. Por isso, como devemos entender este "poder" que era engastado nas armas élficas? Qual era o efeito que essas armas númenoreanas tinham sobre as criaturas de Sauron? Seriam tão devastadoras ao ponto de um golpe atrás do joelho ser suficiente para matar o Rei-Bruxo de Angmar?
     
    • Ótimo Ótimo x 2
  2. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Interessante esse tópico...
    Desde Melkor, que começou tudo, depois vieram os seus servidores e por último Sauron.
    Eles tinham ódio e invejam tudo o que eram criados e adorados pelos Elfos e Homens, Melkor começou com isso e passou para todos os que ele corrompeu. Isto esta no sangue das criações e corrupções de Melkor.
    Será que não é o fato de os Elfos terem um dom na habilidade de forjadura de espadas e armas que os servidores dos senhores do escuro odiassem e invejassem tanto assim a ponto de temer e ficarem vulneráveis a elas?
    O dom de forjar armas tão valorosas e gloriosas poderia a cima de tudo provocar a inveja e o ódio em Melkor e Sauron que proveniente passaram de geração para geração para todos os seus servidores. E com isso ficavam vulneráveis a elas, pois temiam estas armas forjadas pelos antigos elfos e homens de númenor.
    Quando viam que um reino estava em seu apogeu como nos reinos dos antigos Noldor e o de Númenor, as suas criações eram muito gloriosas e valorizadas por eles, e ao criar colocavam toda sua força de vontade em lhe fazer um trabalho para que este trabalho seja bem recompensado para contra os seus inimigos.
    E da glória e o apogeu de cada reino que vieram as suas mais valorosas criações, e com isso que Melkor e Sauron ficaram mais invejosos ainda! E por fim não deram nem a mínima que não viram que ficariam vulneráveis a tais armas criadas naquela época em que os elfos e homens estavam em sua plena glória e “poder” de seu reino, e que o orgulho e glória desses povos em seu apogeu era esplendido.
     
  3. Daewen

    Daewen Elener

    Acho que as armas forjadas pelos homens de Numenor levavam em suas lâminas toda a dedicação e força com que estes lutaram e com a ajuda dos Valar, derrotaram Melkor na primeira era. E isso foi se fortificando e sendo passado de pai pra filho já em Númenor. A importância de combater o mal e o desequilíbrio que Melkor e Sauron representavam. Isso é mto sensível na obra de Tolkien, ele sempre fala de equilíbrio entre o espírito e o corpo, entre as relações, entre as raças e Arda. E os homens de Númenor, os Fiéis representavam tudo isso. Aqueles que ainda era fiéis aos Valar. A Eru. E não a desordem que Melkor e Sauron propunham. Por isso acho que eles e seus servos eram tão atingidos por uma lâmina que contivesse tanta dedicação, sabedoria e lealdade.
     
  4. Avastgard

    Avastgard Alwaystanding

    Finwë e Daewen, suas hipóteses são muito plausíveis, mas eu ainda estou na dúvida com relação ao efeito que as armas produziriam nos servos do Escuro. Seria algo tão poderoso que um simples arranhão poderia causar um estrago bem maior do que o mesmo ferimento em um humano normal?
     
  5. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Como eu lhe disse a cima.

    Eu acho que, com a glória que os reinos tinham naquela época, e com toda a força de vontade em criar armas para combater as forças do mal, eram embutidos algum tipo de "força", porém esta força era a glória e a bem aventurança de cada reino naquela época como para Gil-Galad e para Númenor.

    E Sauron sempre tivera inveja da bem aventurança e poder dos reinos dos elfos e homens, ele cobiçava tudo como Melkor antigamente, e acho que essa ganância de querer ter tudo e cobiçar tudo o que os elfos e homens conseguiram na sua bem aventurança foi a sua desgraça e por fim, foi o que o deixou vulnerável a suas armas.
    Pois as armas foram forjadas na bem aventurança de cada reino, e com elas vieram toda aquela glória e apogeu de cada reino em sua determinada época.

    Conseguiu entender Avastgard?
     
  6. Lord Treville

    Lord Treville Ciências Sociais do Boteco

    Parabéns pelo tópico!
    Alguns servos do Escuro possuem proteção extra, seja com pele mais espessa, feitiço, natureza própria, etc, tal como alguns servos da luz.
    Acredito que a técnica utilizada na confeccção das armas numenorianas descende da sabedoria elfica, própria para enfrentar servos do Escuro com proteção mais elevada, mesmo aqueles que surgiram num espaço de tempo a frente tão longo, tal como o Rei-Bruxo, pois, no fim das contas, são seres formados pela mesma essencia dos antigos.
    Então, o efeito produzido por essas armas em um servo do Escuro, na minha opinião, não seria maior do que se fosse em um humano. Um arranhao causado por uma arma dessas no Rei-Bruxo, por exemplo, não seria diferente de um simples arranhão em um humano.
    A questão é que outra arma, uma simples, não conseguiria sequer provocar um arranhão.
     
    Última edição: 25 Dez 2008
  7. Thalion

    Thalion Mas que puxa!

    Bom, não podemos esquecer que os númenoreanos mantinham estreitas relações (pelo menos até eles começarem a endoidar) com os elfos de Eressëa. Dentre esses elfos, haviam muitos noldor, servos de Aulë que estavam entre os melhores ferreiros de Arda e que possuíam a tal "capacidade subcriativa" latente. Talvez eles tivessem ensinado aos númenorianos como fazer uso disso.

    Mas, alguém irá dizer, os númenorianos eram homens. Sim, eram homens, mas eram homens diferenciados dos demais, uma vez que, por sua ajuda nas Batalhas de Beleriand, foram agraciados com uma vida mais longa e coisa e tal.

    Assim, como foi muito bem dito pela Dae, todo seu amor pelos Valar e Eru acabariam "contagiando" suas armas, o que é totalmente contrário aos ideais de Sauron e Melkore os feriria no imo.
     

Compartilhar