1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Quais ritmos você mais curte?

Tópico em 'Música' iniciado por Fernando Giacon, 22 Jul 2012.

  1. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Quais ritmos você mais curte?
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Já parou para pensar quantos ritmos musicais nos temos disponíveis? Melodias ditam gerações, que por sua vez se modificam e criam novos patamares e novamente estamos sujeitos a novidades de algo que fica cada vez mais recheado de opções. Nos anos 70 brilhou a Disco Music, e foi no embalo desse ritmo que todos foram às pistas da maneira como vemos hoje. Como esquecer os grandiosos Rock's dos anos 80? E alegria da Dance Music nos anos 90? Peraí... Você não curte nada disso? Já sei! Prefere algo mais à moda viola, banhado de um bom violão e ao som de um Sertanejo, acertei? Não?! Deixe me pensar... Talvez algo mais para o Forró? Techno-Brega? Reggae? Funk? Trance? House? New Age? Afinal, quais ritmos você mais gosta?

    Por Fernando Giacon

    -Outros Tópicos no Fórum Música:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Galera, música pra mim é estado de humor, de espírito, de estima, de tudo isso! Sou bem analista quando o assunto é ritmo, pois aprendi a ter admiração por todos sem ficar com descriminações banais ou sem sentido. Talvez seja um censo meio que comum achar que o desmiolado curte Funk, enquanto que o mocinho literário ouve um Rock Alternativo. Quem? Aquela menina que está com pirulito na boca? Ah, aquela deve ser da turminha do Axé, e o que está do lado dela no carrão cheia de mina é o que curte o Sertanejo Universitário, e por isso blá blá blá. Na real? Eu não consigo ser dessa maneira.

    Já pararam que é quase IMEDIATO imaginar o perfil de pessoa pelo ritmo que ela escuta? Bora debater sobre isso também.

    Outra coisa que eu tenho a dizer, é a maneira com que esse "curtir" pode soar. Eu por exemplo não me simpatizo com Axé, eu GOSTO de Axé. Entendem a diferença? A pessoa que se simpatiza é aquela que sei lá, na festa coloca Forró pra animar os convidados, mais na real o que ela queria era por um Pagode de alto nível. No meu dia encaixo um pouco de Reggae, aí variando com o momento coloco um bom Rock melódico, enfim, eu consigo ser dessa maneira.
     
  3. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Tenho preconceito contra funk, axé, sertanejo e brega (e suas variações).

    Tirando isso gosto de tudo um pouco: samba, blues, hardcore, ska, punk, heavy metal, o suposto melodic metal, música clássica, blues, jazz, surf music, soul, R&B, pop, flamenco e por aí vai...

    Em suma, gosto de música boa, independente do ritmo.
     
  4. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Mais tipo, seu preconceito... Até onde ele vai? Conheço pessoas que tem aversão a outras justamente por moldarem características infundadas no perfil (que ela mal conhece), apenas pela música que o outro escuta.
     
  5. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Sinceramente não conheço ninguém que curte funk e brega, mas tenho amigos que curtem axé e sertanejo.

    Mas ao conhecer alguém que fala que gosta destes estilos, com certeza já imagino como a pessoa é. Pode ser errado, mas é a real.
     
  6. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Gosto muito de música clássica, rock (muitas variações), até ouço outros tipos de músicas, mas sempre estou ouvindo esses dois tipos, mas passa longe de mim gostar de: funk, axé, pagode, forró, sertanejo e samba.
     
  7. Raphael_Dias

    Raphael_Dias Usuário

    Gosto de uma porrada de coisa. Jazz, blues, rock (principalmente a década de 60 e a psicodelia - Grateful Dead é uma das minhas bandas favoritas), música erúdita, flamenco, ritmos cubanos, indianos e arábes, embora esses 3 últimos eu conheça muito pouco.

    Quanto a funk, axé, sertanejo, não me incomoda nem um pouco. Costumava achar que eram músicas inferiores, e algumas realmente são, mas é injusto dizer que é exclusivo do gênero. Hoje acho que todos os ritmos tem seus representantes bons e ruins, só que de sertanejo, funk, axé, música eletrônica, heavy metal, brega, entre outros, nem os bons me agradam. Simples questão de gosto.
    No que se refere a pessoa que escuta, pouco me importa. Exceto por aqueles cretinos que escutam em público sem fone de ouvido, e os que tem carros com aparelhagem de som de trioelétrico. Esses merecem pena de morte.
     
  8. Ligéia

    Ligéia Odi et amo

    Durante a minha infância, praticamente, eu só ouvia o que tocava em casa, que ia de Legião Urbana à Pink Floyd e alguns sons que tocavam na rádio. Quando comei a me interessar por música, no início da adolescência, tive a capacidade de My Chemical Romance para Behemoth e Belphegor, só para extravasar essa rebeldia sem causa comum da idade. Amava me estressar ao som de Slaves Shall Serve, do Behemoth.
    É claro que eu não acho que essas bandas não sejam de qualidade. É, apenas, um tipo de som que não me cativa mais.

    Mas o Metal ainda representa a maioria do que ouço. Gosto principalmente de Doom Metal e Black Metal sinfônico. Bandas e artistas de outros estilos como Star of Ash ou mesmo o Raul Seixas que comecei a ouvir há pouco tempo, são ainda muito raros dentro do que ouço.
    Isso vai mudando com o tempo, é claro, na medida em que se vai ouvindo coisas novas. Atualmente estou ouvindo muito Madame Saatan.
     
  9. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Eu curto, prazer! :)

    Gostar de Rock parece ser quase uma unanimidade pra pessoas que curtem ler e tals, confesso que gostaria de entender isso. Seria o casamento perfeito?

    Concordo cara! Independente do ritmo, a pessoa que não sabe ouvir música, seja ela a mais linda do mundo, não merece respeito ao incomodar seus semelhantes. Isso é algo que me deixa bem irritado mesmo, a falta de percepção.
     
  10. Raphael_Dias

    Raphael_Dias Usuário

    Outra coisa que me importa muito em uma música é o "estado de espírito" do músico. O que mais me incomoda nos artistas hoje em dia, principalmente os mais conhecidos pela mídia, é que eles estão pouco se fodendo para suas músicas desde que o cheque deles esteja devidamente assinado. É verdade que no palco eles estão sempre animados e saltitantes, mas estar eufórico não é o mesmo que sentir a música. Assista qualquer performance ao vivo do Jimi Hendrix, por exemplo, no youtube. Ele não é só um guitarrista cantando e fazendo música, ele é a música e o ouvinte consegue sentir isso se prestar suficiente atenção. Eu sinto falta disso na música hoje, são poucos os artistas que sentem seu trabalho e se importam, pra mim isso é mais importante que o ritmo ou gênero musical.
     
  11. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Bendito seja seu post! Disse tudo cara! É assim, o fulano rala pra chegar ao topo, se esforça e começa a ser reconhecido por isso, por seu empenho e dedicação. Quando ele atinge um patamar confortável, começam a surgir a falta... Falta de vontade, de compromisso, e se existe algum compromisso, não é com a arte em si, e sim com o dinheiro e contratos. É triste ver um artista que cantava horrores no começo de sua carreira e hoje em dia simplismente o cidadão se senta num banquinho vagabundo no meio do palco, e acha que está bem daquele jeito.

    Bonito mesmo é aquele que faz as coisas com garra, pela arte em si (poucos, infelizmente).
     
  12. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Uma coisa que isso me fez lembrar é a discussão sobre aqueles fenômenos do YT (especialmente crianças asiáticas) que muitos questionam serem gênios no instrumentos, mas fracos no feeling. Eu não tenho uma opinião 100% formada, mas em realçao aos asiáticos, sinto que é muito mais por uma questão cultural.
     
  13. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Acho que pode ser coincidência, mas nunca tinha reparado nisso, pode ser que seja verdade.

    Nos artistas de rock isso é um constante, mesmo nos mais velhos, vide Mick Jagger, nem parece que tem mais de 70.
     
  14. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Pode ser, como pode não ser. Eu sinceramente queria muito entender qual a ligação entre essas duas coisas, meio que o amante da leitura de certa forma se identifica com o Rock, especialmente o antigo e alternativo.
     
  15. Raphael_Dias

    Raphael_Dias Usuário

    Realmente, na Ásia ou você é o melhor ou deve morrer. Eu trabalho com importação, então vivo me relacionando com essa raça, principalmente chineses. Já recebi ligações de madrugada com eles preocupados querendo saber porque eu não respondi um e-mail, já vi outros sairem de casa no meio da noite para tirarem a foto do lacre de um contêiner para conferência. Um povo dedicado, mas bem louco.
    Mas voltando ao assunto, tem uma banda japonesa muito interessante chamada Acid Mothers Temple (ou algo assim), que não abusa do virtuosismo e é basicamente só sentimento, esquecem até da coerência, é uma viagem como já indica o nome.

    Quanto a relação entre ler e gostar de rock, não tinha reparado até o momento. Reparei sim no que Nêmesis falou sobre Metal e a adolescência. Lembro que no meu tempo de adolescente também gostava e tinha muitos amigos que ouviam esse gênero. Hoje me cansa, descobri isso depois que, aos 17 anos, peguei no sono ouvindo alguma banda dessas de metal mais atuais, que hoje eu nem lembro o nome, mas que na minha opinião são todas iguais.
     
  16. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Poderia muito bem chegar aqui e pagar de eclético, mas sei que o buraco é mais embaixo. Tem neguinho que fala aos quatro ventos que é eclético mas, se você colocar um É O Tchan! o cara dá a cria.

    Gosto de Keane, John Legend, Nightwish, Audioslave, Coldplay, Guns N' Roses, Metallica, Megadeth, Red Hot Chilli Peppers, Cidade Negra... Não sei até que ponto dá pra definir um estilo musical disso daí; mas é isso aí (mesmo porque essas são as bandas que eu tenho um número de maior de músicas preferidas; afinal de contas, gosto de algumas músicas de Britney Spears, Justin Bieber, Zezé Di Camargo & Luciano, Skank etc.)
     
  17. Pescaldo

    Pescaldo Penso, logo hesito.

    Rock só é unanimidade pra quem gosta de ler porque ele é unanimidade de forma geral. É um estilo que quase todo mundo gosta de uma ou outra coisa, nem que seja um pop rock.

    De todos os estilos, também é o que mais se ajusta a todos os outros.
     
  18. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Baby, baby, baby, Oohh
    :rofl:

    Concordo. Fora que o rock tem diversos subgêneros. Folk, celtic, hard, ska, punk - acaba indo tudo para o mesmo saco quando geral fala que gosta de rock.
     
  19. Pescaldo

    Pescaldo Penso, logo hesito.

    Não é o tópico, mas Justin Bieber é muito talentoso.

    Chimbinha também é.

    O problema é que ambos usam o talento deles para o mal.
     
  20. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    É verdade, o falso eclético. Eclético de verdade mesmo, tem que ser que nem eu. Tenho CD's de Funk e de Axé, mais ao mesmo tempo tenho os de Ópera e House.

    Pra mim não tem hora pra ouvir, na minha casa tem espaço para todos os movimentos, e eu gosto de ser assim pois me dá uma gama maior até mesmo pra fazer amizade com as pessoas.

    Concordo, é um estilo que abraça todo mundo. :)
     

Compartilhar