1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Propulsão por Eletricidade

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Logan Mcloud, 4 Fev 2003.

  1. Logan Mcloud

    Logan Mcloud Usuário

    falem veios... como eu sou um cara muito louco e tenhu um projto de um gerador de eletricidade muito bom eu estive pensandu eu alguma forma de se propulcionar uma espaço nave com APENAS eletricidade..... bem hoe h dia se usa combustivel solido para se propulcionar essas espaçonaves.... eh bm simples a forma como funciona... pela segunda ou terceira lei de newton toda açao gera uma reaçao de igual modulo em sentido contrario..... bem se vc cuspir pela janela de um onibus espacial vc vai faze-lo rodar... pode apostar nisso... bem eh mais ou memos es o principio da propulçao no espaço... agora...... e se vc nao tem nada para cuspir como vc faz??? eh essa aminha questao...... tentem arrumar um jeito de propulcionar a nave por meios proprios (nao vale velas de captura de fotons) eu tenhu uma ideia quero ver se alguem consegue pensar outra ou a mesma



    abraços Dwarf

    postem aki qualquer ideia q tiverem... e eu vou dizendo as q sao passiveis de serem executadas ou nao e o pq......
     
  2. Inho

    Inho Usuário

    Eu já vi algo do tipo no Halliday - Fundamentals of Physics. Ele chama de rail gun. A Nave seria montada, ou colocada entre duas barras paralelas de metal. Em seguida envolveria-se a nave com uma fina camada de um material que se desfizesse facilmente em contato com energia elétrica (tipo, ele esquenta muito e muito rápido e vira gás). Essa cobertura ia estar em contato com as barras.

    Na hora do lançamento, uma grande descarga elétrica entraria por uma barra, passaria pela cobertura, e sairia pela outra barra. No mesmo instante, ligar-se-ia um campo magnético na área de lançamento.

    Bem, tendo carga elétrica em movimento sob ação de um campo magnético, surgirá uma força que pode muito bem ser direcionada, calculada, medida e tudo mais.

    Essa é a idéia, mas não é minha.
     
  3. Logan Mcloud

    Logan Mcloud Usuário

    bem mas ai vc tem u mm prob eu falei APENAS com eletricidade.... aki nessa teoria vc se utilizaria de outra coisa .... eh como cuspir para tras ...... so q com eletricidade..... entendeu o meu ponto????


    abraços Dwarf
     
  4. Mentor

    Mentor Usuário

    hum.... Só com eletricidade? Você quer dizer sem peças móveis :mrgreen: ? Sem ejeção de massa? Interessante...

    Se você conseguir gerar um campo magnético extremamente grande, poderia tentar modulá-lo de maneira a gerar forças de repulsão/atração com o campo magnético da Terra ou do Sol, assim como fazem aqueles trens com levitação magnética com os magnetos nos trilhos....

    O único problema é que o campo magnético gerado pela Terra é muito pequeno.... Você teria que por exemplo criar um tipo de "Base de Lançamento" gerando um campo, e a sua nave outro, e então seria lançado... Fica o problema pra freiar depois.... :mrgreen:



    Ah, e comentando o primeiro post, combustível líquido também é usado para movimentação, não só sólido!


    E outra coisa, já tem muitos motores elétricos sendo testados para acelerar satélites e pequenas naves e sondas... Mas eles usam gases, que são ionizados e acelerados. Inclusive tem uma nave, a "Deep Space 1" que usa um motor iônico desse tipo, um "Gridded Ion Thruster", testado e aprovado...
     
  5. Logan Mcloud

    Logan Mcloud Usuário

    muito bom meu vei ... vcmesmo viu um dos defeitos da sua teoria...... e tem outrto ... o campo gravitacional teria q ser tao grande q provavelmente a nave implodiria.......


    abraços Dwarf
     
  6. Inho

    Inho Usuário

    Quer dizer que você tem um projeto onde uma nave poderia se projetar apenas com eletricidade, sem precisar de nada externo a ela? Tipo, o gerador ia estar dentro dela ou fora? Ou tanto faz?

    Cuspir pra trás, só que com eletricidade? Só que cuspir pra trás é ejeção de massa... e o Mentor disse que era sem ejeção de massa.

    Ah meu, nem sei...se precisar saber algo mais do que um recém-formado do ensino médio sabe, eu desisto.
     
  7. Mentor

    Mentor Usuário

    Bom, eu lembrava de ter lido em algum informativo Científico sobre "Cabos Espaciais" ou "Space Tethers" no original e enfim achei!

    Trata-se do seguinte: Imaginem um satélite em órbita, e ligado a ele um cabo condutor muito comprido, com alguns quilômetros de extensão, a tendência desse cabo é ficar estendido perpendicularmente à superfície da Terra. Veja a figura:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O campo magnético da Terra induz uma tensão nesse cabo, pois ele o está atravessando em velocidade orbital, e essa tensão pode chegar a centenas de volts por quilômetro. Veja:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Isso foi testado pelo ônibus espacial em 1996, na missão STS-75 da Columbia. No caso era um satélite chamado TSS 1R, ele foi afastado até cerca de 16Km, quando o cabo partiu :evil: e o satélite foi perdido. Mas mesmo assim o teste foi um sucesso, porque ele conseguiu gerar cerca de 3500 Volts!!!!


    Bom agora o mesmo processo pode ser gerado para mover o satélite: no caso se nós forçarmos uma corrente elétrica no sentido oposto ao que a indução criaria, a interação entre corrente e campo magnético cria uma força que fará o sistema se mover.


    Os sistemas com cabos admitem outras possibilidades, como por exemplo os sistemas para transferência de momento. Funciona como um tipo de pêndulo:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Também com algumas modificações dá pra usar esse sistema para levantar cargas da Terra até a orbita e depois baixá-las novamente!!!

    Esse sistema permite várias "assistências" e existe até um projeto de um sistema que permitiria a tranferência de cargas da orbita terrestre até a LUA!!!!


    Quem quiser saber mais pode acessar esse site aqui:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    foi nele que eu peguei essas informações. E sobre a missão da Columbia é só procurar pelo número na missão no Google.
     
  8. Logan Mcloud

    Logan Mcloud Usuário

    caraio muito bom!!!!!! cara muito bom mesmo... valeu pela explicaçao!!!!


    abraços Dwarf
     
  9. Mentor

    Mentor Usuário

    Esses sistemas são incríveis mesmo, mas só tem um probleminha: a resistência do cabo.... No site tem algumas explicações sobre o que nós temos hoje, que ainda não dá pra fazer muita coisa, mas no futuro, quem sabe?

    E a técnica de levantar cargas com o pêndulo é ótima, pra falar a verdade eu já tinha lido em dois livros de ficção científica do Arthur C. Clarke alguns exemplos disso.
     
  10. Edureis

    Edureis Usuário

    existe um motor eletrico que impulsiona ions para fora da nave a aceleração inicial é pequena , apenas alguns milimetros nos primeiros momentos , mas essa aceleração é acumulativa , podendo chegar a velocidades proximas da luz , desde que se espere o tempo nescessario para a aceleração , esse motor vai ser (ou já foi) testado em um satelite que devera sair do nosso sistema solar (como as sondas viking)

    é impossivel um motor sem emissão de particulas ( motores magneticos movimentam eletrons nem que sejam por indução) movimentar qualquer coisa no espaço ( sem emissão seria nescessario atrito , que é inexistente)
     
  11. Luck®

    Luck® Usuário

    Existe um projeto da NASA para propulsionar algo usando um faixo de laser. O objeto a ser propulsionado tem como se fosse uma cuia atras e ao receber este faixo de laser ha uma ionizacao superficial dentro desta cuia, e ao acontecer isso ha um "estalido" e os ions vao pra tras e o objeto vai pra frente.
    Nao sei se eh mais ou menos isso q vc perguntou, acredito q vc esteja procurando um meio de propulsionar uma nave com eletricidade com o aparato a bordo neh?
    Bom, mais ai entra uma questao de viabilidade neh? Pois seria muito mais facil, menos caro, mais aproveitavel e abundante se usassemos o vento solar (nao o vento em si, q se constitui em particulas emitidas pelo sol, mas pelo transferencia de momento do foton), por exemplo, mas ai so haveria possibilidade de viajar pelo sistema solar (daria pra sair, mas seria c/ velocidade constante apos um ponto dentro do nosso sistema solar).
    Bom, tenho certeza q nao respondi satisfatoriamente sua busca, mas to tentando.. :D
    [[[[[[]]]]]]]'s
     

Compartilhar