1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eleições 2006 Propostas para a Saúde

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Tonho Hammond, 10 Out 2006.

  1. Tonho Hammond

    Tonho Hammond Molusco

    [FONT=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif]Alckmin faz mal para a saúde[/FONT]
    Durante o debate entre os candidatos a presidente, o candidato tucano-pefelista disse que tornou-se médico para cuidar das pessoas e por isso entrou na política.
    Palavras bonitas. Mas não correspondem à prática do PSDB e do PFL na saúde pública. Estes partidos não defendem o SUS (Sistema Único de Saúde).
    Os governos tucanos e pefelistas, a exemplo do governo FHC e do governo Alckmin, não investiram na saúde pública. Os avanços do SUS, durante estes governos, ocorreram graças ao movimento sanitarista, os partidos de esquerda e os movimentos sociais.
    Durante o Governo Lula, pelo contrário, houve investimentos concretos no fortalecimento do SUS. Os avanços na Saúde foram evidentes:

    1. De 1998 a 2002, durante o governo FHC, o Piso de Atenção Básica ficou congelado em 10 reais per capita. De 2003 a 2004, o Piso de Atenção Básica aumentou de 10 para 15 reais per capita, ou seja, teve 50% de aumento. Este recurso é repassado diretamente para todos os municípios brasileiros, e seu aumento possibilita investir na qualificação da atenção básica. O governo do Estado de São Paulo, dirigido até há pouco por Alckmin, não repassa diretamente nem um tostão para os municípios investirem na Atenção Básica.

    2. Durante o governo Lula, os municípios ampliaram de 16 mil equipes de Saúde da Família para 26 mil equipes. O custeio da equipes é feito com recursos federais (40%) e recursos municipais (60%). O governo estadual de São Paulo, dirigido pelo PSDB e pelo PFL, não participa do financiamento do Programa Saúde da Família na maioria dos municípios paulistas.

    3. Durante o governo Lula, os municípios ampliaram de 4.260 equipes de saúde bucal em 2002 para 13.200 em 2006. O governo Alckmin não repassou um tostão para os municípios investirem na Saúde bucal.

    4. A assistência farmacêutica foi uma prioridade definida pelo presidente Lula em todas as suas dimensões: desenvolvimento, produção, controle da qualidade e regulação de preços de medicamentos, disponibilidade e orientação de uso correto para a população. O governo Federal ampliou os recursos nesta área de R$ 1,9 bilhões, em 2002, para R$ 4,2 bilhões, em 2006, para assegurar distribuição gratuita de medicamentos na rede pública, ou seja, o aumento foi de 120%! O ministério da Saúde aumentou o repasse para os medicamentos da atenção básica. Mas o governo Alckmin ficou com 25 milhões de reais dos municípios, e não repassou para o Dose Certa.

    5. O governo Lula aumentou o valor da consulta médica realizada nos serviços públicos: passou de R$ 2,55 para R$ 7,55, em 2003. O governo tucano-pefelista do estado de São Paulo se apropriou desta diferença. Isto representa um milhão e duzentos mil reais mensais, que foram retirados dos municípios que custearam estas consultas.

    6. O governo Lula criou a Rede de Cardiologia para atendimento de alta complexidade, e vai repassar 23 milhões de reais para o estado de São Paulo estruturar o atendimento. Os usuários do SUS de todos os municípios paulistas terão acesso ao atendimento especializado.

    7. O governo Lula fortaleceu o SUS, que é muito provavelmente a política pública mais generosa e democrática deste país. Segundo o IBGE, 80% da população brasileira conta com um serviço de saúde de referência no SUS. Cerca de um 1 milhão e oitocentas mil pessoas procuraram diariamente os serviços de saúde do SUS, 98% são atendidas, sendo que 86% consideraram o atendimento recebido como bom ou muito bom.

    8. O governo Lula, em conjunto com os municípios, implantou a Política de Atenção às Urgências e Emergências, sendo o atendimento pré-hospitalar móvel implementado em todo país por meio da Rede Nacional Samu 192 - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Atualmente, funcionam 101 Samus, em 784 municípios brasileiros de 25 estados, com 101 centrais de regulação implantadas e em funcionamento. A secretaria estadual de Saúde do governo paulista, dirigido por Alckmin, recusou-se a participar do projeto e não contribui com um tostão para financiar o transporte de pacientes graves pelo Samus.

    9. O Sistema Nacional de Transplantes, maior sistema público de transplante do mundo, ampliou em 33% sua produção no período 2002-2005. Em 2005, foram realizados mais de 15 mil transplantes de órgãos e tecidos.

    10. O governo Lula, em conjunto com os municípios, instituiu o repasse de recursos financeiros para a instalação e custeio dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO). Até então, não havia uma política para o financiamento das ações especializadas em saúde bucal no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Foram implantados 420 CEO e outros 247 CEO já foram credenciados. Além disso foram implantados 135 Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias e produzidas 249.793 próteses dentárias (dentaduras e próteses parciais). O governo do estado de São Paulo, dirigido por Alckmin, não repassa um tostão para os municípios investirem nos CEOs e nos laboratórios de Prótese Dentária.

    11. O ministério da Saúde do governo Lula, em conjunto com os municípios, ampliou a Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador - Renast, com 110 Centros de Referência em Saúde do Trabalhador em 2006. Em 2002, no final do governo FHC, existiam apenas 17 Centros. O governo do Estado de São Paulo, dirigido por Alckmin, não repassa um tostão para os municípios investirem nos Cerest.

    12. O governo Lula aprofundou a Reforma Psiquiátrica Brasileira, criou o Programa "De Volta para Casa", beneficiando 2.400 egressos de hospitais com ajuda financeira à família, e com a criação do Programa de Geração de Renda para usuários dos serviços de saúde mental, com 237 projetos em todos os estados do país. Em conjunto com os municípios, ampliou o número de Centros de Atenção Psicossocial - CAPS, de 424 para 882; ampliou as Residências Terapêuticas, de 160 para 480 módulos. O governo do Estado de São Paulo, dirigido por Alckmin, não repassa um tostão para os municípios investirem nos CAPS.

    13. Durante o governo FHC, o Ministério da Saúde promulgava 2300 portarias por ano, ou seja, cerca de 10 portarias por dia útil, tratando de temas que desrespeitavam a autonomia de estados e municípios. O governo Lula pactuou com os municípios (Conasems) e com os Estados (Conass) uma nova forma de abordar a Saúde e fazer a gestão do SUS, mais democrática e solidária, que está colocada no Pacto da Saúde, que deverá ser aprofundado no segundo mandato do presidente Lula.

    Como se vê, Alckmin é mesmo um "tucano": bom de bico. Mas seu governo não investiu na Saúde, não defende o SUS e boicota as ações corretas do governo federal. A verdade é uma só: o governo Alckmin faz mal para a Saúde.


    recebi por email do boletim da campanha do Lula - e não, eu não sei quem me cadastrou e garanto que não fui eu quem o fez.

     
  2. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    Re: Propostas para a Saúde.

    A maior catástrofe da saude brasileira ainda não foi resolvida, o saneamento básico, e nenhum dos dois candidatos sequer fala disso, enquanto tivermos um saneamento básico do nivel de Burkina-Fasso todo o resto são meros paliativos.
     
  3. Hobbit Bonzinho

    Hobbit Bonzinho Usuário

    Re: Propostas para a Saúde.

    Alckmin vai vender o Aerolula e construir 5 (whatever) hospitais :)
     
  4. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Re: Propostas para a Saúde.

    :rofl:

    E o custo de manutenção dos 5 hospitais vai ficar acumulado junto com as suas despesas de viagem.

    Mas privatizando uma coisinha ali e outra aqui tudo se resolve. :g:
     
  5. elfah

    elfah Usuário

    Re: Propostas para a Saúde.

    :rofl:

    Ó céus, vocês são demais. Sério. Eu amo isto tudo aqui. :grinlove:

    wow, esta letra escura está um terror! Mf!
     
  6. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Re: Propostas para a Saúde.

    Nossa, eu tive que copiar o texto e botar no Bloco de Notas pra poder ler. Só traduzindo...

     
  7. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Re: Propostas para a Saúde.

    tapa na pantera! :rider:
     
  8. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Re: Propostas para a Saúde.

    Pois é. Poderia se coloar aqui que tópicos criados pelo Tonho fazem mal à vista.
     
  9. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Re: Propostas para a Saúde.

    a proposta do Alckmin no debate (reprisou hoje no horário eleitoral) é ótima: "saúde pra trabalhador, saúde pra família". /grilos.

    =/
     
  10. Shazan

    Shazan siscapuliu

    Re: Propostas para a Saúde.

    Acho que um obeso manguaceiro comedor de picanha como o Lula não é a pessoa mais indicada pra resolver o problema da saúde.

    E daí que foi nonsense?
     
  11. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    Re: Propostas para a Saúde.

    Pior que foi isso mesmo :rofl:

    Tipo, o cara que narra: Propostas de Alckmin para a Saúde:
    -"Saúde pra trabalhador, saúde pra família".

    Prpostas de Alckmin para a segurança:
    -"Eu vou resolver o problema da segurança".
     
  12. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Re: Propostas para a Saúde.

    :doh:
     
  13. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    Re: Propostas para a Saúde.

    Churchill = manguaceiro + comedor de carne + obeso :lol:
     
  14. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Re: Propostas para a Saúde.

    :rofl:

    Prefiro um manguaceiro comedor de picanha do que um lobo em pele de cordeiro que esquece até mesmo o que defendeu na constituinte de 88, coisas como a nacionalização do subsolo brasileiro e importantes consquistas trabalhistas que ainda não haviam sido rtegulamentadas pela vigente constituição de 46.

    E de certa forma o Sr. Alckmin e o Sr. José Jorge são os responsáveis pela constituição de 88 ser considerada por muitos como menos democrática do que a de 46.
     
  15. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Re: Propostas para a Saúde.

    também é nonsense um político geração-saúde que faz cooper e malha e come comida orgânica ferrar com a saúde de todo mundo que votou nele.

    Ou como dizem os americanos: "I prefer Clinton who fucked only the intern, than Bush who wants to fuck everyone". (Eu prefiro o Clinton que fodeu só a estagiária, do que Bush que quer foder todo mundo)

    Em outras palavras: Lula pode foder com a própria saúde (o que não garante que ele fode a dos outros), mas que Collor-jetski cuidava da própria saúde e fodeu com a saúde de todo mundo fodeu sim. (Alckmin? Não sei... de repente ele fode também. FHC só não fodeu porque como eu disse em outro post, Serra fez milagre: já que não tem dinheiro, quebra os lobbies farmacêuticos e as patentes americanas.)
     
  16. Sarcasmo

    Sarcasmo Funfamento

    Re: Propostas para a Saúde.

    Eu fico chocado ao ver isso. Como um cara fala que vai resolver algo se ao menos não diz como?

    O engraçado é que tem gente que vota nele, mas tb votam em Garotinho e Clodovil, fazer o que...
     

Compartilhar