1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Proibição de propaganda externa na cidade de São Paulo

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Uncle, 14 Dez 2006.

  1. Uncle

    Uncle Sou cool

    Bom, não achei nenhum tópico sobre o assunto.

    Como sabem, foi aprovada em Setembro último uma lei em São Paulo que proíbe qualquer tipo de propaganda nas ruas da cidade: outdoors, telões e até mesmo distribuição de flyers em lugares públicos. A lei entra em vigor dia 1º de janeiro, ou seja, menos de 1 mês.

    As multas pela não-retirada das propagandas são caríssimas, e o prazo para a "limpeza" está curto, então está toda essa discussão.

    Se a lei vai funcionar, só veremos em janeiro... mas é isso.

    Depois expresso minha opinião...

    Qual a de vocês?
     
  2. Knolex

    Knolex Well-Known Member In Memoriam

    Notícia desatualizada, desde semana passada tem liminar caçando essa decisão.


    Eu sou contra. Deve-se haver limitações para evitar o abuso, mas eliminar toda a comunicação externa é algo imbecil, sem propósito e drástico. São Paulo já é feia, tirar algumas coisas que mascaram essa feiúra pra que?

    Mas sério, eles iam manter apenas os mobiliários urbanos, e com isso as licitações por esse espaço valeriam muito mais e ia rolar muita grana por trás. Não faz sentido, até pq calcularam (tem no Blue Bus o cálculo) e viram que a prefeitura ia deixar de arrecadar alguns milhões com essa lei.
     
  3. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Acredito que uma limitação poderia ser feita, mas extinguir essa forma de publicidade não dá.
     
  4. Uncle

    Uncle Sou cool

  5. ShidoSan

    ShidoSan Traí o mov. vegetariano véio

    Tirando os outdoors, acho que é valido sim, pelo menos acaba com um pouco da poluição visual e da sujeira espalhada pela cidade.
     
  6. Eö Calmcacil

    Eö Calmcacil Tirem as crianças da sala!

    Na minha opinião, isso é mais um radicalismo de administrações que não conseguem impor as regulamentações do setor. Mas há quem pense diferente...

    Isso não dura 3 meses.
     
  7. jean

    jean Shhhzup!

    Mais uma vez o estado burocrata metendo-se onde não deve. Beleza!
     
  8. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Olha o corporvativismo.

    Eu sou totalmente a favor dessa lei. Nâo é imbecil e sem propósito embora seja sim drástico. O primeiro propósito é a poluição visual. Não é pq são paulo é feia q temos de torná-la ainda mais. Esse sim foi um comentário imbecil. Segundo atrapalha o projeto de urbanismo de qualquer cidade. Terceiro a propaganda de folhetos/flyers na rua são agressivas e importunam o transeunte. Vou além... há anos eu fico imaginando se era possivel fazer uma lei proibindo isso.

    Quanto aos outdoors eu achava que seria legal definir alguns poucos lugares onde ele seria permitido. Do jeito que está hoje não devia mesmo.

    Além disso os cartazes são uma espécie de praga, pregado por todos os lugares

    No caso de propaganda em Taxi e caminhões eu acho desnecessário a proibição.
     
  9. Minduim

    Minduim Suburban Kid w/ Biblical Name

    Eu concordo plenamente com o Fingolfin. Apesar dessa nova lei prejudicar muita gente da minha área de atuação, a medida é válida. Não dá pro pessoal das agências que fazem comunicação visual externa ficarem olhando só pro próprio umbigo, dizendo que vai dar prejuízo, que vai tirar emprego, etc. Deve-se pensar que isso é uma ação que vai beneficiar a cidade e a maioria da população. Eu só acho o prazo para a retirada dos cartazes, outdoor's muito curto, acho que poderia ser prorrogado até o final do ano que vem pelo menos.
     
  10. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Assim, de forma drástica, eu sou contra. Mas poderia sim haver uma regulamentação mais justa de onde e como se colocar banners e outdoors.
     
  11. Knolex

    Knolex Well-Known Member In Memoriam

    Eu concordei com limitações, Fingol, discordo é da proibiçõa. Mas um detalhe que esqueci de comentar é que, quanto à distribuição de folhetos, isso sim sou a favor de proibir. Ou limitar ao extremo (Ex: Uma festa X que vai acontecer. Para a entrega dos flyers, teria que pedir a permissão já dizendo o local - em frente à faculdade y, barzinho Z, etc - a tiragem dos flyers e o horário em que isso aconteceria). Não seria o fim definitivo dos folhetos, mas pelo menos não teríamos mais a cada 2 metros alguém entregando papelzinho de financeira, puteiro e "compro ouro".
     
  12. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Eles não querem deixar São Paulo parecida com Hong Kong.


    Vou na corrente do Knolex, Concordo em restringir mas acho que proibir é, além, desnecessário, um empecilho para o comércio.
     
  13. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Eu acho essa lei uma puta frescura. Regulamentar flyers, vá lá. Agora, proibir out-doors? Ah, vão catar coquinho!

    É que nem aquela lei imbecil de proibir propaganda de cigarro.
     
  14. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Eu acho imbecil fazer a Camel mudar o mascote... mas proibir propaganda de cigarro eu sou a favor. Desnecessário é colocar o povo cancerígeno ali.
     
  15. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Acho que a influência direta, como amigos, balada, etc. estimula muito mais um jovem a fumar do que um cowboy no deserto no pôr do sol...
     

Compartilhar