1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Professora é punida após falar sobre bebedeira na internet

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Lu Eire, 8 Fev 2012.

  1. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    Uma professora primária da Grã-Bretanha foi punida depois de divulgar na internet comentários sobre festas e bebedeira.

    Elizabeth Scarlett, de 50 anos, foi repreendida pelo Conselho Geral de Professores do País de Gales, onde leciona, depois de postar os comentários em sua página no Facebook. Ex-alunos viram os comentários.

    Louise Price, uma das investigadoras que trabalhou no caso de Scarlett afirmou que a professora disse na web para ex-alunos que era uma "pessoa muito diferente" da que apresentava na sala de aula.

    "Ela disse que era 100% safada e que era festeira", acrescentou Price.

    "Ela usou o Facebook para discutir livremente quais eram seus alunos favoritos; ela falava dos melhores sites para comprar brinquedos eróticos; falava de preferências sexuais e trocava mensagens sobre bebidas com um menor de 11 anos", acrescentou Price.

    "Você deveria aparecer para me ver ou, ainda melhor, podemos sair para beber ou dançar. Sou uma pessoa muito diferente fora da escola, gosto de festa - a vida é para ser vivida", escreveu a professora no site para um ex-aluno.

    "Não sou professora aqui. Sou igual a todo mundo, eu bebo, falo palavrão... mas não conte para ninguém", escreveu Scarlett.

    Sem aulas

    A professora parou de dar aulas na escola primária onde lecionava no País de Gales. Ela não compareceu à audiência que julgou seu caso e alegou que os comentários de teor sexual foram divulgados por seu ex-companheiro, que teria invadido sua conta no Facebook.

    Mas, os membros do conselho que examinaram o caso não conseguiram ter certeza se foi ela ou outra pessoa que postou os comentários e, por isso, ela foi repreendida pelos outros comentários divulgados.

    A punição oficial dada pelo conselho vai permanecer nos registros profissionais da professora nos póximos dois anos. Os futuros empregadores de Scarlett serão informados sobre o episódio.

    Em uma declaração, Scarlett afirmou que apelou para o site depois do fim de um relacionamento.

    "Achei muito viciante. Estava me consolando depois de romper com meu companheiro e as visitas diárias ao Facebook eram uma boa distração. Até onde eu sabia, tinha um perfil no Facebook com a configuração mais fechada possível, não percebi que todo mundo podia ver meus comentários", afirmou.

    Ao todo, Scarlett tinha 81 amigos no Facebook, incluindo 32 ex-alunos sendo que 12 deles tinham idades entre 11 e 17 anos.

    Depois do episódio, Hadyn Blackey, da Universidade de Glamorgan, afirmou que é comum as pessoas perderem a perspectiva quando se envolvem muito em redes sociais.

    Blackey trabalha com orientação tecnológica para escolas e alunos e recomendou que professores tenham contas separadas em redes sociais. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC


    FONTE:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O Estadão tá que tá hoje...
     
  2. Pescaldo

    Pescaldo Penso, logo hesito.

    Minha opinião varia muito quanto a esse tipo de assunto. Não vejo problema nenhum uma professora ter alunos adicionados no Facebook e coisas do tipo. Eu mesmo tenho vários.

    Contudo, há o exagero quando ela, deliberadamente, convida um aluno pra sair por aí. Isso sim é bizarro. De resto, sobre comentários eróticos e coisas assim, eu, atualmente, apesar de não ver com bons olhos, não reprimiria oficialmente de forma alguma.
     
  3. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Se beber, não acesse a internet. Navegação perigosa!:hahano: Aposto que ela tomou uns golos a mais quando postou no face...
     
  4. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Facebook é uma merda. Essa professora é uma idiota (discutir sextoys com pré-adolescentes é crime....). Cachaça é legal.
     
  5. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!


    O Facebook é a terra de ninguém, mas a cachaça boa mesmo é a de Salinas-MG. Beba com moderação.Até porque a garrafa custa mais de 350 "pilas":p
    :sim:
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    eu tenho ex-alunos, chefe, coordenadora etc. no facebook, não rola ficar aloprando, não. mas assim, tem mais de 10 anos que eu já aprendi que se beber, não devo usar o computador.
     
  7. Calib

    Calib Visitante

    A tia é trouxa. Bem feito pra ela.
     

Compartilhar