1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Procon-SP denuncia 19 sites que deixam de entregar mercadorias

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 3 Mai 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Oito sites ainda continuam em operação; veja o passo a passo para fugir de golpes

    O Procon-SP identificou 19 lojas virtuais que vendem produtos pela internet, mas não entregam. A entidade só conseguiu chegar aos sites de e-commerce após denúncias de consumidores que compraram mercadorias, pagaram e não receberam o produto.

    Os sites também não possuem endereços eletrônicos oficiais e, de acordo com o Procon-SP, oito deles ainda continuam no ar. Veja a lista dos "sites sujos" em
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    A entidade informou que enviou notificações a essas empresas para resolver os problemas, mas as correspondências retornam com informações dos Correios como "mudou-se" e "endereço inexistente".

    Depois das tentativas frustradas, o Procon-SP denunciou o caso ao DPPC (Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania). O objetivo é avaliar a adoção de medidas, pelo órgão policial, no seu âmbito de atuação.

    O Procon-SP recomenda que, com a facilidade de contratar serviços e fazer compras sem sair de casa, o consumidor tome cuidados básicos para evitar fraudes, golpes e uso indevido dos dados pessoais. Para se prevenir dos crimes virtuais, basta seguir o passo a passo abaixo:

    - antes de fechar a compra, faça pesquisa no site do Procon-SP (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) e veja se a empresa tem registro de reclamações;

    - desconfie de preços abaixo da média do mercado;

    - verifique no site o registro ”.br” e os dados da empresa, tais como, razão social, endereço, CNPJ. Se o domínio for “.com” ou “.net”, cheque onde o site está hospedado através dos seguintes sites: “whois.domaintools.com”, “who.is”, “whois.com”; fique atento se o site estiver hospedado fora do Brasil;

    - desconfie de sites que exigem depósito em conta corrente de pessoas físicas ou depósitos em caderneta de poupança;

    - consulte as redes sociais para verificar se existem registros de reclamações;

    - verifique o endereço físico da empresa, telefones, e-mails e quais os procedimentos para reclamação, devolução e garantias;

    - guarde todos os dados das compras: o nome do site, itens adquiridos, valores pagos, número do protocolo da compra ou pedido;

    - exija sempre nota fiscal da compra.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar