1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

PriorIdades

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por JLM, 18 Mai 2011.

  1. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    Faz tempo que deixei de ir a shows. Não sei se foi uma evolução ou um retrocesso, mas o fato é que gradualmente passei a me sentir cada vez mais peixe fora d’água, mais observador dos que se divertiam ao redor que propriamente alguém disposto a se divertir com aquela bagunça toda. Talvez a velhice seja isso: saímos do palco enquanto atores mais novos repetem os nossos papéis e nos contentamos em assistir o teatro da vida lá da plateia. Lembro que costumava sair com uma turma grande de amigos. Havia os porres, as brigas, as transas e as ressacas homéricas. Com o tempo a disposição diminuiu, a turma se espalhou, as saídas escassearam, a vontade cessou. Nas lembranças ficaram os companheiros de porre, a insuperável Luanna, a pudinzinho de pinga, que sempre acabava eu ou ela apoiando o porre do outro. O menos mal socorria o outro levando para casa, tentando convencer os pais que faziam cara que acreditavam que aquele vômito todo era por causa de uma mera coxinha estragada. À noite, com as luzes apagadas, lembro dela chegar pé ante pé até mim e sussurrar que tava muito mal e perguntar como eu estava. Se aconchegava em mim e acabávamos dormindo depois de rir das besteiras que tínhamos feito ou visto o outro fazer. O último show no qual fui foi em consideração a um amigo das antigas. O cara montou uma banda e me presenteou com um ingresso. A Luanna também estava lá com o marido. Trocamos olhares nostálgicos, que silenciosamente relembravam bons momentos. Acho que ela continuou com o mesmo pique nos shows, eu é que em algum momento perdi o interesse.
     
  2. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    Ou sentiu o fígado.
     
  3. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!


    Ou sentiu a idade.
    "Acho que ela continuou com o mesmo pique nos shows, eu é que em algum momento perdi o interesse. "
     
  4. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    apesar d ambas serem justificativas válidas, ñ foi em nenhuma delas q pensei.
     
  5. Brontops

    Brontops Usuário

    Gostei.

    Tem uma pegada menos "bem-humorada" que seus outros textos.

    Não gostei do título, preferia algo relacionado a questão do tempo e da maturidade... mas não consegui pensar em algo melhor... O nome de Luanna me incomodou. Sei que, no mundo real, é comum este tipo de coisa, mas dois "enes" me soou desnecessário...


    Abs
     
  6. Haleth

    Haleth There's no such a thing as a mere mortal

    J, em geral gosto das coisas que vc escreve, mas esse seu texto... :think: Sei não, tá mt qualquer coisa, coisa qualquer. Deu a cara mas não disse a que veio. =/
     
  7. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    claro, deixei o desfecho subentendido. adoro escrever finais assim, ñ explícitos.
     

Compartilhar