1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Preferido da infância!

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por imported_Amélie, 31 Mar 2008.

  1. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Gente, adorei essa ideia de falar dos infantis!

    Mesmo pq foram eles que nos trouxeram para o lindo mundo das letrinhas :cheer:

    E aí, qual foi seu livro preferido de infância?

    Se puder coloque a capa do livro (se achar) e conte pq ele era tão legal!

    O meu:

    Não achei a figura do livro, mas se chamava "Na Terra de Mentirinha" - da Maria Mazzetti...

    Justificativa: Foi um livro que minha prima tinha e com o qual aprendi a ler... Contava a história da Dona Geladeira que era colega de classe da Dona Gillette, mas as duas não se davam bem pq a Dona Gillette era muito magrinha e metida, e odiava a Dona Geladeira pq ela usava chapéu de cebola e sapatos de casca de banana... Um sarro! :)
     
  2. imported_Cleo

    imported_Cleo Usuário

    "Lindo mundo das letrinhas" =P

    O livro da minha infância? O Menino do Dedo Verde, de Maurice Druon.

    Sei que não entendi tudo o que havia para entender do livro, mas marcou.

    Lembro que era uma edição muito velha, com a capa caindo e as folhas amareladas, que minha mãe havia pego emprestado com a minha tia.

    Talevez seja esse o motivo de ter marcado. Mamãe lia para mim :grinlove:
    Deveria ter uns sete anos, ela só lia um capítulo por vez, por mais que eu 'chorasse' para ela ler mais...dizia que era para eu pensar e sonhar com ele, porque se acabasse rápido eu iria esquecer rápido também.

    Então, quando chegamos no penúltimo capítulo, lembro bem, eu não esperei o dia seguinte. Quando ela não estava em casa fui lá a li o final.
    Quando ela foi ler para mim, me peguei chorando ainda no começo, não sei se era porque sabia o iria acontecer ou porque estava escondendo dela que já havia lido.

    Não achei a capa daquela edição, mas tem uma imagem do Tistu o do Sr. Bigodes

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  3. Eu li bastante Coleção Vagalume, Karas e outros livros que caiam na mão quando era criança, mas lembro que um dos que eu mais gostava e que achei perdido na casa ma minha avó um dia foi A Bolsa Amarela, e só agora fui descobrir que é da Lygia Bojunga Nunes (que, aliás, é minha parenta distante XD)

    É a história de uma menina que um dia fica com uma bolsa amarela e velha de tudo que sobra das roupas antigas que uma tia avó sempre dá - a bolsa sobra mesmo, já que a menina é caçula e não tem querer nenhum - e aí ela começa a guardar tudo na bolsa: nomes, um amigo galo, um alfinete torto, uma guarda chuva quebrada, e principalmente suas três vontades: de ser grande, de ser menino e de ser escritora.

    Não sei porque eu gostava tanto, acho que era porque eu sempre quis ser escritora também. E, de qualquer jeito, o livro é lindo! :grinlove:

    Outro dia até vi na livraria com uma capa nova e fiquei morrendo de vontade de ler de novo, só pra lembrar :rolleyes:
     
  4. Marco

    Marco may the force be with... wait

    Ah, eu nem posso dizer outra coisa além de Monteiro Lobato e o Sítio do Pica-pau amarelo.
    Foram tantas aventuras, A Chave do Tamanho, O Minotauro, Reinações de Narizinho, Aventuras de Pedrinho, Emília no país da gramática. Tantas tardes sentado no quintal com Quindim, Rabicó e cia. Ê tempo bom!!!!
     
  5. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Cara, a Bolsa Amarela era demais mesmo!!!! Que saudades desse livro! Ela tinha um galo de briga, lembra??? Alias, a Lygia Bojunga Nunes escrevia livros deliciosos... Como não lembrar também do Sofá Estampado?!?!?!?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  6. Ô! Era um galo bonzinho (não lembro se o nome era Ernesto ou Alfredo) que era de briga mas não queria brigar e um outro galo aposentado que só queria saber de briga. Nossa, eu adorava :P

    Mas não consegui ler mais livros dela, só esse... =/

    E poxa, será que só eu nunca li Monteiro Lobato?
     
  7. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Os Contos dos Grinn :dente:

    Tinha um livro com vários deles lá em casa, um livro de capa vermelha, que eu sempre pegava para ler e reler até cansar :g:
    Tinha um outro livro com capa quase igual, só que verde, com contos brasileiros, mas eu preferia o dos Grinn :grinlove:
     
  8. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Esses eu li até dizer chega!!!! Eu gostava das Reinações de Narizinho, da Viagem ao Céu e da Geografia de Dona Benta... O que era mais legal é que ele trazia umas referências de Mitologia para crianças... Muito bom!
     
  9. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Esqueci de dizer: Morria de medo da Cuca!!!!!
     
  10. Lethaargic

    Lethaargic Usuário

    Eu lia muito Monteiro Lobato, adorava :D A maioria dos meus colegas
    odiava, não sei por que, sempre achei ótimo. Também li todos de uma
    coleção que eu não lembro o nome (memória boa, hehe) que tinha
    A Droga da Obediência, A Droga do Amor, e outros três. Vou dar uma
    pesquisada aqui, e procurar os meus livros antigões pra ver se descubro
    o nome do autor e da coleção. Outra coleção que eu li foi a da Turma dos
    Tigres, que eu achava o máximo porque eles davam as pistas e você tinha que 'ajudar' a desvendar os mistérios. Vinha com uma 'pastinha' com os pertences de detetive, aquilo tomava o meu tempo sempre! Li uns tantos outros, mas não lembro o nome.. Acho que esses foram os que mais marcaram mesmo!
     
  11. Lethaargic

    Lethaargic Usuário

    Haha, eu também morria de medo da Cuca!
     
  12. nanabehle

    nanabehle Usuário

    Acho que já disse isso em algum tópico, mas o livro que lembro de ter lido primeiro (sozinha) foi o Menino do Dedo verde. Meu pai tem o dedo verde, tudo o que ele planta nasce e cresce que é uma beleza ... acho que por isso eu sempre gostei deste livro xD

    Ah, pra lembrar! Hoje é o dia internacional do livro infanto-juvenil. =)
     
  13. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Era dos Karas, tem um tópico sobre isso, acho eu...

    Falando em detetives... isso me lembrou uma saudosa coleção chamada "Salve-se quem Puder" que tinham mistérios a serem resolvidos a cada página... Com um clássico "Não vire a página ainda, qual é o mistério blá blá" isso me deixava HORAS tentando descobrir...

    A capa do livro que eu tinha era
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  14. *Ceinwyn*

    *Ceinwyn* Ogra rosa

    Eu li a coleção do Monteiro Lobato quase inteira (só nao li o Serões e a História das Invenções). O tanto que gosto de História (e estou me formando nisso) e mitologia eu com certeza devo a ele. Claro que em se tratando de História ter tido excelentes professores ajudou muito, mas em se tratando de mitologia ele foi o único responsável mesmo. Eu era tão viciada em mitologia grega que aos nove anos de idade eu apresentei a história da caixa de pandora pra turma e aos 11 ou 12 apresentei a história de Eros e Psiqué! Hércules? Bah, muito comum rsrsrs....
    E aos 11, com toda a minha implicância com os Cavaleiros do Zodíaco que eu tinha, ficava corrigindo as pessoas que só sabiam de mitologia por cavaleiros. Uma chatinha, nessa parte (ainda bem que passou).
    Então, adivinhem os livros dele que mais li? Sim, foram os de mitologia grega evidente - Minotauro, Os Doze Trabalhos e História do Mundo para as Crianças.

    Outro que li, reli, reli, até a capa sair do livro foi o Jardim Secreto. Fiquei fascinada com a história das crianças que de chatíssimas ficam encantadoras por causa de coisas simples como uma corda de pular e um jardim. Como pulei corda por causa do livro! rsrs
     
  15. Anica

    Anica Usuário

    Eu não tive Lobato na minha infância, acho que meu único contato com ele foi pelo sítio na tv (e nesse caso, eu tinha medo da cuca também). Minha infância foi preenchida com Ziraldo, Ganymedes José, Stella Carr, Marcos Rey, Ruth Rocha, Eva Furnari entre outros. Acho que os três favoritos, ocupando o mesmo espaço e importância nas minhas lembranças (hehe) são O Menino Maluquinho, A Morte tem 7 Herdeiros e A fada que tinha idéias. =D
     
  16. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    A Ana Maria Machado tinha uns ótimos também... "Raul da Ferrugem Azul", e "Bisa Bia, Bisa Bel" que era lindo de morrer!!!!! Depois de grande fiquei sabendo que o doutorado dela foi orientado por ninguém menos que Roland Barthes!!!!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Da Sylvia Orthof tinha Maria-vai-com-as-outras que era demais!!!!!! A ovelhinha odiava comer jiló huhuh Os desenhos eram lindos também, uma obra de arte!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E o Alváro Cardoso Gomes escreveu "O Diário de Lucia Helena" que era tipo o mesmo livro que "A Hora da Luta" só que escritos por visões diferentes... Um era a Lucia Helena e o outro o Beto, e os dois eram apaixonadinhos um pelo outro huhuhuh, mas escreviam em diários diferentes, que viraram 2 livros...

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  17. Pips

    Pips Old School.

    "Menino Maluquinho". Fora isso teve os Karas já citado em outro tópico. Quando eu tinha dez anos meu pai fez eu ler Paulo Coelho e minha mãe "A Coisa" do Stephen King (ela também fazia eu ver filmes de terror com menos de oito anos de idade).
     
  18. Zuleica

    Zuleica Usuário

    Aiii ... Cinderela! Com suas fadas, bichos que falam e ajudam. Natureza a favor da bondade.
    Final feliz, não para todos, apenas para os bons.

    Nós ouvíamos muitas histórias, não só líamos. Os mais velhos sentavam em um banco e contavam histórias para a gente, todos sentadinhos(em semi-círculo) no chão.
    - Quem vai contar "causo" pra gente hoje, mãe?
    E se fosse a noite, sempre era um causo de dar arrepios, isso me agradava mais do que a própria história.
     
  19. Hérmia

    Hérmia Usuário

    E nada mais gostoso do q ler os clássicos de Hans Christian Andersen, alguém se lembra? Eu tinha uma coleção super chique, com a capa mostrando movimentos do personagem, era a sensação da minha sala de aula , os títulos: Polegarzinha, Peter Pan, João e o pé de feijão, Cinderela, A bela adormecida, O patinho feio, João e Maria, Chapeuzinho vermelho, A bela e a fera, A pequena Sereia, Os tres porquinhos, Rapunzel, Branca de neve, Pinóquio.....e todos viveram felizes para sempre..... AHHH, já ia me esquecendo, me lembrei do primeiro livro q me chegou as mãos.....se chamava "Brinquedos da noite" de Ieda Dias da Silva....contava peripécias de tres amigos: Rosinha, Marcelo e Marquinho , marcou e foi o primeiro de muitos....
     
  20. Ancalimë

    Ancalimë Visitante

    O livro que eu mais gostei foi o Sítio do picapau amarelo.Li várias vezes.
    E eu gostei muito do pequeno príncipe,apesar de não me lembrar muito da história.
    :)
     

Compartilhar