1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Prefeito de Guarapari diz que turista pobre não é bem-vindo

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por ricardo campos, 18 Dez 2014.

  1. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    PUBLICADO EM 18/12/14 - 04h00
    LITZA MATTOS
    Destino certo para milhares de mineiros que escolhem o Espírito Santo para aproveitar as praias todos os anos – foram 300 mil em 2013 –, uma das cidades mais procuradas pelos turistas, Guarapari pode ter novas “normas” para a entrada dos visitantes. Em entrevista à rádio CBN Vitória, nesta quarta, o prefeito Orly Gomes (DEM) disse que quer limitar o número de pessoas em casas de veraneio e receber turistas que gastem R$ 200 por dia.
    “Precisamos de pessoas que venham com dinheiro para gastar e, assim, justificar os investimentos na cidade. Seria melhor ter 100 mil turistas com melhor poder aquisitivo, que frequentassem restaurantes, bares e ocupassem hotéis, que gerassem renda para a cidade, que gastassem R$ 200 por dia”, disse.

    Com a expectativa de que entre o feriado de Natal e o Carnaval do próximo ano mais de 1 milhão de turistas passem por Guarapari, o prefeito propôs a adoção de regras para evitar a superlotação da cidade.

    “Pretendemos normatizar as casas de veraneio, assim elas gerarão impostos. O excesso de pessoas em uma única casa é o que causa transtorno, como a falta de água. As casas terão que ter alvarás e serão fiscalizadas pelos bombeiros. A metragem quadrada terá que determinar o número de pessoas. A criação de uma microempresa seria uma das possibilidades, assim as casas pagariam impostos”, explicou. As medidas ainda não valem para 2015.

    Turista. O blogueiro Rafael Câmara, 29, visita pelo menos uma vez por ano Guarapari e reconhece que a cidade já não tem suportado quase 1 milhão de pessoas em algumas épocas do ano. Porém, ele não concorda com algumas exigências do gestor. “Ele quer gente para gastar cerca de R$ 200 por dia, mas isso é quase o que é exigido para entrar na Europa – cerca de € 60 por dia (R$ 190). É completamente fora da realidade”, afirma.

    Mesmo economizando na hospedagem por ficar em um imóvel da família, Câmara diz que o destino não é dos mais baratos. “Não é uma cidade muito barata. Em um dia de praia, é possível gastar tranquilamente R$ 80, fora os outros gastos”, conta.

    Na avaliação do empresário Leonardo Diniz Silveira, 50, que também tem apartamento na cidade, as mudanças no perfil do turista “ideal” desejado pelo prefeito já estão sendo percebidas. “A cidade passou por muitas obras nos últimos anos. Os quiosques que eram antigos e ultrapassados foram derrubados, e a praia foi modernizada. A cidade em si deu uma boa melhorada e, automaticamente, melhorou o turismo”, diz.

    No entanto, Silveira também reconhece que ainda é preciso investir mais. “A cidade tem que atender todo tipo de público. Ele (prefeito) teria que se preparar para esses momentos de maior movimento porque falta água com frequência. E, de alguns anos para cá, alguns turistas têm preferido ir para outras regiões, como o Nordeste. Ele tem que agradecer ao turista que está movimentado a cidade, pois, mesmo comprando em supermercado, significa que gastei”, diz.

    Resposta
    Guarapari.
    De acordo com a assessoria de imprensa da cidade, o prefeito não poderia atender a reportagem. O TEMPO procurou o secretário de Turismo, Adriani Serpa, sem sucesso.

    Visitantes criticam falta de infraestrutura e de segurança

    O prefeito da cidade, Orly Gomes, também disse que a cobrança de taxas para os ônibus de turismo está entre as medidas que podem ser adotadas para receber um turista com maior poder de consumo.

    No entanto, Guarapari ainda deixa a desejar em alguns aspectos, como infraestrutura, segurança e opções de lazer. De acordo com o último levantamento feito pela Secretaria de Turismo do Espírito Santo, na avaliação de 807 turistas, para apenas 34,10% nada faltou ao destino escolhido durante o período de estadia na alta temporada de 2013. Enquanto 20,60% criticaram a falta de infraestrutura para atender o turista, 13,50% sentiram falta de mais opções de lazer e 8,60% esperavam mais segurança.

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Eu pensando que Minas poderia anexar Guarapari,aff. Tem que ser do DEM... depois reclamam,né.
     
    • LOL LOL x 1
  2. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Depois reclamam do que?
     
  3. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Nada não,@Grimnir . Vai pensando aí...rs.

    Ainda bem que não gosto de praia. Pensei em viajar de trem para o Espirito Santo ( Dizem que muito bom), mas vou conferir a grana primeiro...hahaha. Não posso gastar 200 por dia. Meu time cobra 400 reais preço de ingresso. Não tá fácil a vida.
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  4. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Não, não consigo pensar no que você está pensando. Só queria entender quem depois reclama do que.
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Tem outros lugares que estão indo pro mesmo caminho como Ilhabela-SP que se não me engano pretende cobrar um outro tipo de pedágio pra dificultar ainda mais a permanência dos turistas na ilha.

    De um lado até dá pra entender que não é fácil pra qualquer cidade de veraneio que na maior parte do ano tem população fixa pequena e na hora da alta temporada fica inchada e não tem estrutura pra suportar uma demanda para qual ela não está preparada

    Mas tomar medidas impopulares radicais como essa, lamentavelmente é o retrato do país em que trabalhamos quase metade do ano pagando imposto e o retorno é extremamente baixo. Aí passam a cobrar novamente como sempre.
     
    Última edição: 18 Dez 2014
    • Gostei! Gostei! x 2
  6. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    • Ótimo Ótimo x 1
    • LOL LOL x 1
  7. Thor

    Thor ἀλήθεια

    Se fosse pra boicotar cada um que fala bobagem, era pra a gente parar de torcer pro Galo...

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • LOL LOL x 1
  8. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Por isso que eu tenho nojo de pobre. Aqueles busões cheios de farofeiros que deixam a praia cheia de ossos de frango, latas de Itaipava e pratos de papel.

    :dente:
     
    • LOL LOL x 2
  9. Pim

    Pim God, I love how sexy I am!

    • LOL LOL x 5
    • Ótimo Ótimo x 1
  10. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    • LOL LOL x 3
  11. Paganus

    Paganus Visitante

    quem gosta de pobre é fila do SUS

    se fode aí, negada.

    Aqui na Baixada a gente vê muito isso, principalmente no Guarujá, aquele assalto nos preços e as cidades infestadas de turistas porcalhões e maleducados, a maioria, sim, de classe média-alta.

    Eu já adoro um turista farofeiro. São todos parças.
     
    • LOL LOL x 3
  12. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Eu já adianto que não ficarei nem um pouco surpreso se Maresias aproveitar esse enorme momento de badalação e oba-oba em cima do Gabriel Medina e que normalmente já é um lugar caro pra ficar, que mesmo fora da alta temporada não é praia pra pobre, agora vai todo mundo aproveitar pra surfar a mesma onda e jogar os preços de tudo até mesmo de uma simples copo de água mineral lá no alto da crista.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  13. Paganus

    Paganus Visitante

    welcome to capitalism
     
  14. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Guarapari! Ohh lugarzinho ruim aquele viu!!!
     
  15. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Nunca estive lá, mas sempre me falam que ela representa pros mineiros o que Praia Grande foi pros paulistas principalmente nos anos 80, quando os farofeiros reinaram absoluto :mrgreen:
     
    Última edição: 26 Dez 2014
    • Gostei! Gostei! x 1
  16. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Nas férias em praia eu quero é distância de mineiro. Já basta eu :g:
     
  17. Deriel

    Deriel Administrador

    ... assim... turista pobre não é bem vindo em lugar nenhum do mundo :g:
     
    • LOL LOL x 4
  18. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Em cidades de praia até mais pelo enorme trabalho que dá ficar limpando areia toda emporcalhada.
     
  19. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Inacreditável essa matéria.

    Por que, ruim? Gosto de alguns trechos de Guarapari porque são vazios, ou ao menos eram. Não vou lá há uns 15 anos.
     
  20. Deriel

    Deriel Administrador

    Eu falei meio brincando, mas é sério.

    Hipocrisia imensa achar que ALGUM lugar do mundo quer turista pobre. Mas certas opiniões não se expressam, pelo menos não de forma direta. O prefeito errou politicamente ao falar tão abertamente uma verdade que TODOS conhecem. Turista que não gasta só gera custos pra cidade.
     
    • Gostei! Gostei! x 5

Compartilhar