1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Por que você escreve?

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Anica, 21 Jan 2011.

  1. Anica

    Anica Usuário

    E aí, simples e direto. Para você que escreve, por que você escreve? O que te faz colocar palavras no papel?
     
  2. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    Palavras no papel? Pra quem só fica na digitação e no corretor ortográfico...

    Eu escrevia cartas com selos de um centavo. Para mim aquilo sim era escrever, porque a carta é pessoal. O escritor escreve para um público, uma multidão anônima, assim como as preces de freiras enclausuradas pedindo para que Deus conserte um mundo que elas nem conhecem, nem os acertos nem as faltas.

    Eu escrevo comentários para os escritos dos outros para que os autores saibam que alguém leu e apreciou o que escreveram, uma forma de encorajá-los a escrever mais e saciar minha compulsão por histórias. Egoísta, não?! Isso porque não estou disposto a gastar meu rico dinheirinho pra comprar os livros deles. :P

    E escrevo para contribuir com minha parte na Literatura. Mesmo que seja uma merda, pelos menos escrevi uma coisa para os outros dizerem que é uma merda que eles nem digeriram comparada as férteis adubadas obras primas dos escritores consagrados, profissionais e mortos.
     
  3. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Sabe quando vc tem aquele sonho super legal, ou muito real, ou algo bem amendrontador? Então. quando tenho sonhos que gosto e ficam na minha cabeça por dias, acabo colocando no papel. As vezes alguma idéia que surge do nada e parece interessante, mas na maioria das vezes são sonhos.
     
  4. Tayana

    Tayana Usuário

    Porque às vezes me expresso melhor escrevendo, e olha que falo muito. já cheguei a escrever um sonho numa agenda, poesias, e histórias...
     
  5. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    rodovalho, o ruim das cartas é vc ñ poder relê-las nem revisá-las, heheheh.

    eu escrevo por necessidade, prazer e vício. ñ consigo me imaginar sem escrever. é como se a criatividade e as palavras ficassem martelando na sua cabeça cada vez + insistentemente d 1 jeito q a única saída para q vc pare d pensar no assunto seja escrevendo.

    escrevo pq o trabalho com as palavras, a criação e revisão, o lapidar, o tirar aqui e botar ali, até chegar a um resultado em q vc se julgue incapaz de mudar d tão perfeito q ficou para vc, é algo orgástico. se algum leitor entendeu, ñ entendeu ou entedeu diferente aquilo q vc escreveu, é só 1 plus, 1 direcionamento para os próximos textos e revisões. mas o prazer principal vc já gozou lá qdo botou o ponto final.

    ah, basicamente, escrevo pq leio. é como se a leitura fosse o combustível da escrita. qdo viajo e leio pouco, a ânsia por escrever diminui. mas qdo leio mto, ela volta à toda e só consigo me acalmar botando tudo pra fora.
     
  6. Thorondir

    Thorondir Usuário

    De um textinho meu:

    Ou seja, não sofro de nenhuma síndrome de escritor fracassado, não sou viciado nessas drogas que o JLM citou nem nada do tipo. Só gosto de inventar histórias e juntar palavras, para depois ler em voz alta e ver que aquilo faz algum sentido.
     
  7. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Escrevo porque, para mim,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Ou escrevo por ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar para mim na terra dos homens.
     
  8. Pips

    Pips Old School.

    Escrevo para entender meu tempo e acima de tudo me entender.
     
  9. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    E quando a ex-namorada devolve todas as cartas?! :P
     
  10. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    até hj isso nunca aconteceu comigo. eu até queria q fizessem isso. mas mesmo as q terminei brigado, elas guardam com unhas & dentes as minhas cartinhas espirituosas, singelas, eróticas e sem nenhum senso de ridículo.
     
  11. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Escrevo porque não sei mais desenhar.
     
  12. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Já antes disseram que não seriam cartas de amor se não fossem ridículas.
     
  13. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Escrevo pra desabafar, na maioria das vezes, para falar sobre um momento captado no tempo que não faz sentido mencionar numa conversa, ou pra me livrar dos meus monstros
     
  14. Cassio Barros

    Cassio Barros Usuário

    Escrevo para me desafiar e me conhecer. Quero, depois de um tempo, reler o que escrevi e me identificar ali; me conhecer; me reconhecer. Quero analisar minhas angústias, minhas incertezas, minhas idéias e também a falta delas naquilo que escrevo e assim, me entender um pouco mais.
     
  15. Marcio Scheibler

    Marcio Scheibler Usuário

    Simplesmente o gosto pela escrita...
     
  16. Thorondir

    Thorondir Usuário

    Já eu prefiro não me reconhecer nos escritos antigos, me achar um juvenil e falar que eu escrevia mal pra carajos.
     
  17. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Seja lá quem for Philip Larkin, ele disse que uma das razões para escrever, obviamente, é que ninguém ainda escreveu o que você quer ler. Mas às vezes eu discordo dele, porque o Milan Kundera satisfaz todos os meus anseios literários. Tem hora que eu até me assusto, parece que ele leu a minha alma antes de escrever, rs.
     
  18. Liv

    Liv Visitante

    [2]

    Eu? Ah, é que eu adooooro aprender. Só isso!
     
  19. Jacques Austerlitz

    Jacques Austerlitz (Rodrigo)

    Eu geralmente tento escrever para organizar ideias, avançar algum raciocínio. E quando escrevo com esse propóstio, escrevo para consumo próprio. Quando eu escrevo ficção é geralmente para expressar algum sentimento, mas não no sentido de amor / ódio / indignação, mas mais aquele tipo de pensamento que a gente não entende direito. Criar histórias, narrativas, eu escrevo mais para fins recretivos mesmo. Mas ando meio desanimado com a ideia de escrever em geral, porque escrever só me satisfaz se eu fizer enormes concessões ao que estiver escrito no final, porque nunca o que está escrito no final tem o significado exato daquilo que eu queria exteriorizar, e normalmente não chega nem perto. Raciocinar é fracassar, narrar é fracassar, expressar sentimentos é fracassar, fracassar, fracassar.
     
  20. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Essa é uma das coisas que me faz gostar tanto de escrever. A gnt começa com uma ideia, às vezes bem nítida, às vezes meio confusa do que quer fazer. Mas depois, parece que o texto, os personagens, a narrativa, ganham vida própria e saem andando faceiros por aí. Não sei se eu que sou fajuta/amadora demais e não consigo domar as palavras, ou se elas é que são indomáveis e nossa tarefa é enjaulá-las em linhas e letras. =)
     

Compartilhar