1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Poesias

Tópico em 'Idiomas Tolkienianos' iniciado por nexusnod, 2 Dez 2005.

  1. nexusnod

    nexusnod Usuário

    Cansaço de Arda

    Se o peso dos seus Problemas esta sobre o seu ombro, se o peso da vida for insuportável, se os seus olhos estão embaçados por causa da dor do mundo, se o desespero de Morgoth tomou contado seu coração e se o espirito estiver com o cansaço de Arda. Lembre-se dos Valar, pense em Eru e na Luz das duas arvores de Valinor e da beleza de Melian e que nos sempre teremos amigos, em lugares que talvez não possamos ver, mas eles sempre estarão lá para nos confortar e tornar está existência Maravilhosa e Feliz.

    :think: Marco

    Por favor colaborem, gostaria da vossa opinião
    Obrigado
     
  2. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Salve meu amigo! Belas palavras. Interessante a idéia dos poemas, creio que haja um local só para isso, deveria visitá-lo se gosta de escrever.
    Mas ficou muito legal, postarei também alguns meus aqui se quiser.
    Abraços, até mais.
     
  3. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Aiya nildonya Nexusnod! (salve meu amigo Nexusnod!)
    Belo poema, achei maravilhoso o modo como se referiu aos Valar, como se eles tivessem importância para você.
    Eu me sinto atraída e próxima a Eles, é como se na crença que tenho pudesse realmente diminuir este cansaço.
    Tenho uma opinião poderia, junto com o Mestre Aracáno Elessar ajudá-lo a passar para uma língua élfica, o que acha?!
    Mas o poema em suma esta muito bom!!!

    Namárië,
    Nai Valar laituvar le. (que os Valar os abençoem!)
     
  4. nexusnod

    nexusnod Usuário

    Meus Caros amigos a ideia è que com a ajuda de todos possamos Criar e difundir poemas sobre os valar ou qualquer tema que nos aprouver, e vcs estão certos,os valar tem uma importância muito grande para mim, e sim gostaria de passar para qualquer lingua elfica, não me incomado nada com a ajuda de todos pois todos, que postaram para mim, terão um tremenda importãncia, neste tema.
    Que os ventos de Manwë abençoem este nosso encontro!
     
  5. Feanor the Noldor

    Feanor the Noldor Legendary Noldor

    Palavras do legendario cavaleiro Garien:
    Sou como a briza do gelo,
    como os cristais da neve,
    como as nuvens que se explandecem no seu,
    como a melodia da agua nos dias de chuva,
    como a noite boa e estrelada.
    Oh Algalord , bela Algalord , os cavaleiros se honram em seu solo,
    e a coragem de um velho cavaleiro nunca morre.

    Defenderei meu povo com minha espada de emeraldas nem que me custe a vida!

    _________________________________________________________________

    Do amigo de Tolkien para vocês XD
     
  6. nexusnod

    nexusnod Usuário

    Feanor de Noldor, adorei a poesia que colacaste, aqui, seu tema e forte e com palavras consistentes, que as trompas de Oromë saudem a sua chegada nos palacias de Mandos.
     
  7. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Aiya!
    Bem, aí vai uma minha, ela é bem simples, foi feita quando conheci as obras ^^.

    Olhando perdidamente para o horizonte, através das águas oscilantes, ás vezes é possível, mesmo que em sonho divisar, o que todos desejariam um dia ver.
    A luz prateada é a esperança de que esta memória não se acabe, e a cada instante ainda espero ver, a águia e a gaivota voarem, mas não em despedida,e sim em aclamação, para um novo oeste poder brilhar, e os antigos laços serem restabelecidos...
    Doce memória doces sonhos, ilusão e esperança.`
    É bem simples, mas importante para mim!
    Namárië
     
  8. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Salve meus caros amigos poetas. Colocarei aqui um ensaio poético numa língua não muito difundida, a língua dos Antigos Númenoreanos, o Adûniaco. Espero que os agrade.

    Kadô Zigûrun zabathân unakkha... "E então / [o] mago / humilhado / veio..."
    ...Êruhînim dubdam Ugru-dalad... "...[os] Eruhíni [Filhos de Eru] / caíram / sob/perante [a] Sombra..."
    ...Ar-Pharazônun azaggara Avalôiyada... "...Ar-Pharazôn / estava guerreando / contra [os] Valar..."
    ...Bârim an-Adûn yurahtam dâira sâibêth-mâ Êruvô "...[os] Senhores do Oeste / quebraram / a Terra / com [o] consentimento / de Eru..."
    ...azrîya du-phursâ akhâsada "...mares /como cachoeiras jorravam/ para [a] fenda..."
    ...Anadûnê zîrân hikallaba... "...Númenor / [a] amada / ela sucumbiu..."
    ...bawîba dulgî... "...[os] ventos [eram] negros..." (lit. simplesmente "ventos / negros")
    ...balîk hazad an-Nimruzîr azûlada... "...navios / sete / de Elendil / em direção ao Leste..."
    Agannâlô burôda nênud... "Sombra-da-morte / pesada /sobre nós..."
    ...zâira nênud... "...saudade [está] / sobre nós..."
    ...adûn izindi batân tâidô ayadda: îdô kâtha batîna lôkhî... "...Oeste / [uma] plana / estrada / outrora / foi / agora / todas / estradas / [são] curvas..."
    Êphalak îdôn Yôzâyan "Distante / agora [está] / [a] Terra da Dádiva..."
    Êphal êphalak îdôn hi-Akallabêth "Longe / distante / agora [está] / Aquela que caiu."
     
  9. nexusnod

    nexusnod Usuário

    _x_fairy_x_, Minha cara, eu criei este tópico para voarmos nas asas de Manwë, sentarmos nos belos campos de Valinor e ouvirmos os canticos dos Elfos da Luz, Apreciarmos o som das Aguas em Aqualonde, pois nela este imprisa o canto dos Valar na criação de Arda, sinta o espirito se encrer de luz e amor, tentar tornar esta existência, mais iluminada e pura, pois o cansaço de arda nos alcança, o terror de Morgoth nos ameaça, a cegeira de Ungoliant torna nos olhos embassados, e o horror nos toma e devora.
    Esta é uma forma de lutarmos contra tudo e contra todos que nos persegue e nos priva da beleza da vida não fique assim, pois seu poema agradaria tanto Valar quanto Maiar.
    Namárië

    Aracano Elessar, nossa estou sem palavras para expressar que bela poesia vc mandou, espero que mande muito mais.
    Namárië
     
  10. nexusnod

    nexusnod Usuário

    Meus Amigos espero que gostem deste

    A Grande Jornada de Aman

    O Sol, a Lua, a Terra e o Mar, nada me satisfaz, pois o meu coração busca o Oeste, não sei o que relmente vou encontrar,, mas algo me diz que somento lá e que vou achar o que o meu ser anseia, lá no Oeste é que está o meu Lar, e o dos meu Irmãos.
    Mas a viagem e longa, dificil e com muitos perigos, ouivi dizer que lá estão os Valar e a Terra Abençoada. Muitos já desistiram, não seu se vou aguentar, mas não consigo desitir, um fogo queima no meu peito, e tudo há minha volta se torna brilhante, o Sol fica mais altivo, a Lua mais limpida, na terra as flores e os animais parecem que estão me consolando, o Ar fica todo perfumado pois não desisto de ir para o Oeste. Quando começo a ficar desanimado grito aos meus irmãos: "Vamos não podemos desistir pois somente lá no oeste é que encontraremos o amor e a Glória e a paz, Algo maior que o mundo nos espera, maior que nos mesmos. Mas sou Humano, Edain no idioma Elfico, sei que não chegarei, só continuo, pois não posso suportar a idéia, de perder tudo o que esta acontecendo a minha volta está maravilhosa energia que nos une e fortifica.

    Namárië
    Marco
     
  11. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Muito bela meu amigo Nexusnod, realmente, me sinto atraído pelo Oeste.
    Veja só, uma canção saudosista Númenoreana, em quenya:

    A Ruína de Númenor

    Dos pantânos veêm sua glória,
    Da dor, do sofrimento,
    Por sobre o campo, em direção aos céus
    vai o clangor de teu povo.

    Teu sangue em glória derramado,
    teus homens em batalha caídos,
    De suas casas apenas um,
    Húrin, o infeliz.

    Rouxinol, Rouxinol, no prado chamado,
    E no prado viu Beren, Lúthien, a bela,
    Eleva-se a esperança, recupera-se a Silmaril,
    Lúthien, a querida.

    Tua tristeza se fala em cantos,
    Seus esplendor, em lamentos,
    Em direção as estrelas, uma dádiva
    Númenor, onde sopra o vento.

    Agora os cantos, e lamentos,
    Não são ditos, não são cantados,
    Tua glória, esvaneceu ao vento,
    Teu nome, lábios não lembram.

    (Quenya)

    I-Lantale Númenoreva

    Huinéllon ná alcarilya,
    Nwalmello naicello,
    Or laire menelinna,
    Lélëa tultale lielyo.

    Sercelya alcarive ulyane,
    Nerilya mahtalesse lantainar,
    Coallon mine eresse,
    Húrin úvalin.

    Lómelinde, lómelinde lairesse tultane,
    Ar lairesse cende Veryo Tinúviel i vanima,
    Órtea i estel enmapea i Silmaril,
    Tinúviel i melda.

    Nyérelya quéta te lindasse,
    Alacarilya nainieresse,
    Elenna anna,
    Númenor íre hwestëa i súri.

    Sí lindor nainier,
    Umir quetaner umir liriner,
    Alcarilya firine súrinen,
    Esselya peu lá enyalier.
     
  12. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Aiya nildonyar (salve meus amigos)
    Poxa Aracáno, depois dessa...não tenho mais palavras...REALMENTE belo poema.
    E Nexusnod, você anda inspirado pelas doces brizas do oeste, não?!


    Irá um dia a mais, um mortal vislumbrar o que a muito foi proibido?
    Ou talvez irá os Valar ceder, o que á muito nos foi negado?
    Irá elfo maia ou vala retornar ao reinado dos homens?

    Irei montar um outro e então postarei novamente!
    que os Valar olhem sempre na nossa direção, e que a luz de Varda nos ilumine sempre!
    Namárië.
     
  13. nexusnod

    nexusnod Usuário

    _x_fairy_x_, adorei o seu poema, que a luz que provêm das Silmarils, abençoe sua vida e o seu caminho.
    Namárië
     
  14. nexusnod

    nexusnod Usuário

    Lamento a Turin

    Vida curta em os Homens,
    Vida sofrida tem os Homens,
    Mas ninguem teve uma vida como Turin,
    Videu nos Ermos,
    Sofreu calado,
    Foi pisoteado por Morgoth,
    Ser sem alma, que aos seus pês so produz miséria e dor aos filhos de Eru.
    Mas em seu tormento Turin que muitos nomes teve o enfrentou e uma sina atraiu para ele.
    Neithan (o injustiçado),Mormegil (O espada Negra), entre outros sem se ver livre de maldição que caiu sobre o seu nome
    Ele viveu, Luto e morreu, como um bravo e Orgulhoso Guerreiro,
    Matou o Pai dos Dragões (Glaurung),
    Desposou a propria irmã, Matou seu melhor amigo Beleg Arco Forte e morreu pela Lâmina de sua espada, que ainda sentia a morte de Beleg, quebrando-se para ninguém mais a empunha-la,
    Assim termina, Turin cumprindo assim a sua sina,
    Muito fez Turin, na angustia de fugir da Maldição,
    Que as bençãos de Ilúvatar dimunia a dor e o sofrimento de Turin Turambar.
     
  15. nexusnod

    nexusnod Usuário

    Aiya nildonyar (salve meus amigos)
    Queridos Amigos esqueci de fazer as correções, no português, mas já corrigi esté problema.

    Namárië
     
  16. nexusnod

    nexusnod Usuário

    Lamento a Túrim

    Vida curta em os Homens,
    Vida sofrida tem os Homens,
    Mas ninguém teve uma vida como Túrin,
    Viveu nos Ermos,
    Sofreu calado,
    Foi pisoteado por Morgoth,
    Ser sem alma, que aos seus pês só produz miséria e dor aos filhos de Eru.
    Mas em seu tormento Turim que muitos nomes teve o enfrentou e uma sina atraiu para ele.
    Neithan (o injustiçado),Mormegil (O espada Negra), entre outros sem se ver livre de maldição que caiu sobre o seu nome
    Ele viveu, Luto e morreu, como um bravo e Orgulhoso Guerreiro,
    Matou o Pai dos Dragões (Glaurung),
    Desposou a própria irmã, Matou seu melhor amigo Beleg Arco Forte e morreu pela Lâmina de sua espada, que ainda sentia a morte de Beleg, quebrando-se para ninguém mais a empunha-la,
    Assim termina, Turim cumprindo assim a sua sina,
    Muito fez Turim, na angustia de fugir da Maldição,
    Que as bênçãos de Ilúvatar diminuía a dor e o sofrimento de Turim Turambar.
     
  17. lipe

    lipe Usuário

    Não é tão magnífico qto as palavras de vocês, sábios de endor, e também não é uma poesia minha, mas sempre gostei muito dessas palavras,(imaginem como ficaria em quenya...não conheço o bastante da lingua ainda, para traduzir como essas palavras merecem,

    Não amo a espada por sua agudez,
    nem a flecha pela sua velocidade,
    mas sim o que eles defendem.
    -=Faramir=-(acho q em Ithilien)
     
  18. nexusnod

    nexusnod Usuário

    Criei esta poema para honrar, esta cidade que eu gostaria de ver, idealizada por

    Ted Nasmith Arquivo tn_sil017.jpg em imagens de uma olhada vale a pena.

    Túrgon senhor da cidade escondida,
    Seguidor de Ulmo,
    Nossa ultima defesa,
    Nossa ultima esperança,
    Túrgon escolhido para tentar salvar o todos,
    Gondolin um reflexo de Tirion a esplendida,
    Uma gosta de Luz em um mundo sombrio,
    Luz esta que irá se findar!

    Namárië
     
  19. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Pessoal, o sub-forum é de Línguas e Escritas Tolkienianas. Portanto, não faz sentido poemas em línguas que não as criadas por Tolkien.

    Aos interessados em escrever poemas em línguas "não-tolkienianas", sugiro a entrada no Clube dos Bardos. Para isso, vá ao seu PERFIL. Lá, no lado esquerdo da tela, clique em CADASTRO NOS CLUBES. Depois clique em ENTRAR NO CLUBE, especifique a razão para seu pedido e aguarde até que o moderador do clube te aceite lá dentro. É super simples. Qualquer outr dúvida entrem em contato comigo.
     
  20. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Salve meus amigos, isso mesmo, usem línguas élficas.
    Quanto a seu pedido lipe, aqui está:

    Lá mélan[yë] i calima macil an maicarya var i pilin an hortalërya var i ohtar an alcarrya.

    Não amo a espada brilhante por sua agudeza, nem a flecha por sua rapidez, nem o guerreiro por sua glória.

    Obs: queria muito agradecer ao Mestre Aracáno Elessar por sua ajuda, ao substituir "nem" por "ou", e nos demais, além de ter respeitado minhas idéias.
     

Compartilhar