1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

~~Poesias Shakesperianas~~

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Artanis Léralondë, 19 Dez 2007.

  1. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Olá!

    Se alguém aí mais gosta das poesias do dramaturgo Shakespeare, postem aqui :joy:
    que aqui o romantismo rola solto :grinlove::cerva:

    Eu gosto muito dessa...

    SER OU NÃO SER

    "Ser ou não ser – eis a questão.
    Será mais nobre sofrer na alma
    Pedradas e flechadas do destino feroz
    Ou pegar em armas contra o mar de angústias –
    E, combatendo-o, dar-lhe fim? Morrer; dormir;
    Só isso. E com o sono – dizem – extinguir
    Dores do coração e as mil mazelas naturais
    A que a carne é sujeita; eis uma consumação
    Ardentemente desejável. Morrer – dormir –
    Dormir! Talvez sonhar. Aí está o obstáculo!
    Os sonhos que hão de vir no sono da morte
    Quando tivermos escapado ao tumulto vital
    Nos obrigam a hesitar: e é essa reflexão
    Que dá à desventura uma vida tão longa.
    Pois quem suportaria o açoite e os insultos do mundo,
    A afronta do opressor, o desdém do orgulhoso,
    As pontadas do amor humilhado, as delongas da lei,
    A prepotência do mando, e o achincalhe
    Que o mérito paciente recebe dos inúteis,
    Podendo, ele próprio, encontrar seu repouso
    Com um simples punhal? Quem agüentaria fardos,
    Gemendo e suando numa vida servil,
    Senão porque o terror de alguma coisa após a morte –
    O país não descoberto, de cujos confins
    Jamais voltou nenhum viajante – nos confunde a vontade,
    Nos faz preferir e suportar os males que já temos,
    A fugirmos pra outros que desconhecemos?
    E assim a reflexão faz todos nós covardes.
    E assim o matiz natural da decisão
    Se transforma no doentio pálido do pensamento.
    E empreitadas de vigor e coragem,
    Refletidas demais, saem de seu caminho,
    Perdem o nome de ação."


    gosto desta,pois muitas vezes nós nos indagamos:Ser ou não ser? Agir ou não..e pensamos demais nas coisas que no final, não fazemos é nada :rolleyes:

    Sem Título

    Ausente andei de ti na primavera,
    Quando o festivo Abril mais se atavia,
    E em tudo um'alma juvenil pusera
    Que até Saturno saltitava e ria.
    Mas nem gorjeios d'aves, nem fragrância
    De flores várias em matiz e odores,
    Moveram-me a compor alegre estância
    Ou a colher, do seio altivo, as flores
    Nem me tocou a palidez do lírio,
    Nem celebrei o vermelhão da rosa;
    Eram não mais que imagens de um empíreo
    Calcaldo em ti, padrão de toda cousa.
    Inverno pareceu-me aquela alfombra,
    E me pus a brincar com tua sombra.


    SONHOS DE UMA NOITE DE VERÃO

    Há quem diga
    que todas as noites são de sonhos.
    Mas há também quem diga nem todas,
    Só as de verão.
    Mas no fundo
    isso não tem muita importância.

    O que interessa mesmo
    não são as noites em si,
    São os sonhos.
    Sonhos que o homem sonha sempre.
    Em todos os lugares,
    Em todas as épocas do ano,
    dormindo ou acordado.
    "Sonhos de uma noite de verão"



    :grinlove:
     
  2. Liv

    Liv Visitante

    Tudo nos livros dele é tão poético! :grinlove:
     
  3. Anica

    Anica Usuário

    Isso é muito bacana em Shakespeare, você pega as falas das personagens e tirando do contexto dá para colocá-la como poesia - e boa. Minha professora disse que as falas costumavam ser rimadas para ajudar o ator a decorar, mas seja qual for a razão, ofato é que tem muita coisa realmente linda que ele escreveu.
     
  4. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    Shakespeare consegue fazer coisas incríveis, mas em algumas palestras eu ouvi dizer que quem faia tudo na verdade era a mulher dele, ele levava os créditos, por conta de uma sociedade que reprimia as mulheres na época.
     
  5. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Ae não sabia, que legal =]
    tem mesmo umas curiosidades legais desta época :)

    Uh nossa que interessante isso o_O
    mas, será verdade???
     
  6. *Delirium*

    *Delirium* Usuário

    Eu não sabia, mas tem tudo pra ser verdade!!
    Meu professor de interpretação especialista em Shakespeare, contou

    que ao contrário do teatro moderno, em que encontramos apenas um tipo
    de texto (verso ou prosa, em linguagem mais ou menos próxima ou distante da coloquial),
    o teatro elisabetano alternava-se entre verso e prosa, segundo suas próprias convenções,
    sendo a prosa reservada à linguagem cotidiana, aos personagens cômicos ou aos de baixa
    condição social, e o verso utilizado para os personagens elevados, conferindo-lhes dignidade e imponência.

    Embora essa não seja a melhor tradução...amo essa fala do Puck...

    "Sonho de Uma Noite de Verão"

    "Se vos causamos enfado por sermos sombras, azado plano sugiro: é pensar que estivestes a
    sonhar; foi tudo mera visão no correr desta sessão. Senhoras e cavalheiros, não vos mostreis zombeteiros;
    se me quiserdes perdoar, melhor coisa hei de vos dar. Puck eu sou, honesto e bravo; se eu puder fugir do
    agravo da língua má da serpente, vereis que Puck não mente. Liberto, assim, dos apodos, eu digo
    boa-noite a todos. Se a mão me derdes, agora, vai Robim, alegre, embora."
     
  7. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Ah o Puck :lol:

    Eu acho ele divertido...fizeram uma peça de teatro aqui na escola sobre este livro de Shakespeare, ficou bem legal, e a guria que interpretou ele, fez muito bem o papel =]

    legal este trecho ^^
     

Compartilhar