1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Poemas Élficos

Tópico em 'Idiomas Tolkienianos' iniciado por // rhiann.luinloth, 2 Fev 2005.

  1. Ahn, eu estive passeando em uns sites e achei alguns poemas élficos e resolvi criar esse tópico pra quem conhecer mais ir colocando, até se alguém criou algum poema ou uns versinhos sabe. =B

    bom, então eu vou colocar um que eu gostei muito e a tradução. ;D

    Namárië, Ríanna vanima, Heriméla!
    Antanelyë men melmë ar alassë,
    ar renuvammet oialë.
    Namárië, Ríanna vanima, Ardalótë!
    Coacalinalya firnë ve lícuma súrinen,
    nó melmemma len úva firë indommassen.
    Namárië, Ríanna vanima, Indotári!
    Sí wila Númenna rámainen laurië,
    ar nai fëalya seruva oialmaressë.


    _________________
    Adeus, bela Princesa, amada dama!
    Você nos deu amor e alegria,
    e lembraremos deles para sempre.
    Adeus, bela Princesa, Flor do Reino!
    A luz de seu lar se apagou como uma vela no vento,
    mas nosso amor por você não morrerá em nossos corações.
    Adeus, bela Princesa, Rainha dos Corações!
    Voe agora para o oeste em asas douradas,
    e que sua alma descanse em glória eterna.



    [ps] creio que se tratando de poemas é aqui mesmo que fica, estou errada? o_O
     
  2. Ancalenion

    Ancalenion Usuário

    Et marinyallo mallenna
    vantan hríveressë helka,
    nu fanyarë fuinehiswa,
    lumboinen Naira nurtaina.

    Hláranyë ringa Formessúrë,
    asúy' aldassen úlassië,
    alussa olbalissë nornë,
    alamya ve Nuru-nainië.

    Formessúrë-yalmë quéla,
    ar Númello holtan hwesta
    nísima asúya ninna,
    ar nainië ahya lírinna.

    Kénan tuilindo awilë
    Hyarmello úrima súrë,
    nu rámaryat circa-cantë,
    alir' aldannar úlassië.

    Autar i lumbor, ar Naira
    kénan anúta Númenna,
    et Rómello Tilion orta,
    ar undómess' elen síla.

    Ar lómelindë-lírinen,
    entúlan yanna ettullen,
    nu menel elentintaina,
    hrívëo lómessë sina.

    ---------------------------

    Em um dia de Inverno

    De minha casa para a rua
    Eu caminho em um frio dia de inverno,
    sob os céus cinzentos,
    O sol oculto pelas nuvens.

    Escuto o frio vento norte
    soprando através das árvores sem folhas,
    sussurrando nos ramos retorcidos,
    soando como um lamento de morte.

    O clamor do vento norte desvanece,
    e do oeste eu sinto o cheiro de um
    fragrante zéfiro soprando na minha direção,
    e o lamento muda para canção

    Vejo uma andorinha voando
    do sul, o vento quente
    sob suas asas em forma de foice
    cantando na direção das árvores sem folhas.

    As nuvens passam, e vejo
    o sol se pondo no oeste,
    e do leste a lua se ergue,
    e no crepúsculo a estrela brilha.

    E pela canção do rouxinol
    retorno para o lugar de onde vim,
    Sob os céus estrelados,
    nesta noite de inverno.

    -------------------

    Essa daqui eu acho muito boa. Foi feita pelo mesmo cara que escreveu essa que você postou. Se você der uma olhada no site do Ardalambion e ir nos links que estão no final da página você encontrará vários poemas!!

    E quanto ao lugar, eu não tenho certeza, mas acho que devia estar no Linguas & Escritas Tolkienianas, já que são poemas élficos.
     
  3. Este é pequeno e non o traduzco ao portugues (a traducción está en espanhol) é meu, espero que vos goste:

    Nai tecuvanye elenen
    “Melanyet”
    Lómesse ulesta findeo

    Escribiría con las estrellas
    “Te quiero”
    En la oscuridad sin medida de tu pelo
     
  4. Vikingaälva

    Vikingaälva Samson came to my bed

    Muito belos são os poemas, mas em qual site/livro/lugar os acharam?
     
  5. Slicer

    Slicer Não estava vivo no Dilúvio, mas pisei na lama.

    Acho que podem ter encontrado na
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Não tenho certeza, mas lá é o local de acesso a poemas mais provável na época que esses poemas foram postados aqui (fevereiro e março de 2005).


    Tenn' enomentielva!
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  6. Vikingaälva

    Vikingaälva Samson came to my bed

    hum... Muito obrigada :D
     
  7. Weon

    Weon Usuário

    Bom esse num é bem um poema mais é uma frase bem legal da Galadriel ^^

    "I amar prestar aen, han mathon ne nen,
    han mathon ne chae a han noston ne ´wilith."


    ´O mundo mudou; posso sentir na água;

    posso sentir na terra, posso cheirar no ar..´


    Se alguem souber onde eu posso encontrar mais poemas em quenya e que tenha a tradução em portugues por fafor me digam ^^
     
    Última edição: 2 Abr 2007
  8. Erundur

    Erundur Usuário

    Só para constar,

    Esta frase é de Barbárvore. PJ atribuiu ela a Galadriel no filme.

    Mesmo assim gosto muito da frase....

    EDIT:

    Mundando de assunto, existe a tradução do "poema dos anéis"?

    o único poema que sei de cor...

    "Três anéis para os Reis-Elfos, sob este Céu,
    Sete para os Senhores-Anões em seus rochosos corredores
    Nove para os Homens Mortais fadados ao eterno sono
    Um anel para o Senhor do Escuro em seu escuro trono
    Na terra de Mordor onde as sombras se deitam
    Um anel para todos governar
    Um anel para encontrá-los
    Um anel para todos trazer e na escuridão aprisioná-los
    Na terra de Mordo onde as sombras se deitam"
     
    Última edição: 3 Abr 2007
  9. Vikingaälva

    Vikingaälva Samson came to my bed

    Ah, a Galadriel tem muitos poemas bons... hehe. Tem um no livro "A sociedade do Anel" que ela canta quando eles estão saindo de Lórien acho. Infelizmente eu emprestei meu livro, e não posso coloca-la aqui. Se alguém tive-la em mãos, por favor, não exite :D

    Btw, o site que passaram ali em cima é muito bom...
     
  10. Slicer

    Slicer Não estava vivo no Dilúvio, mas pisei na lama.

    Na Gwaith-i-Phethdain tem o Poema do Anel em
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Eu encontrei também uma interessante construção feita em
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Acho que eu não preciso dizer onde encontrar na Língua Negra, né? ;)

    Quanto ao "I amar prestar aen...", essas traduções dos filmes vem sendo discutidas há algum tempo na
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , sendo que esta em especial é a mais disputada. Dêem uma olhada na
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , escrita Thorsten Renk (escritor do Curso de Quenya que está disponível traduzido na Ardalambion). Algumas coisas que ele aborda:

    • Até hoje ninguém sabe o que é aen, mas o uso do tradutor David Salo é o de menos possibilidade de estar correto segundo as evidências deixadas por Tolkien;
    • Matho, nos escritos de Tolkien, é relacionado ao tato, não a sentimentos mais abstratos (amor, estranheza, etc.) — contudo, o Thorsten nota que utiliza também matho desta forma por falta de opção;
    • Ned para "no/na" era sem dúvida a melhor opção na época que ele escreveu, mas em 2002 foi publicado vi Menel "no Céu" na tradução para S. do Pai Nosso;
    • Coe (atualizado para *cae) foi marcado na fonte (Etimologias) como "indeclinável", mas Salo mesmo assim a declina para chae. Em 2002 no supracitado Pai Nosso bo Ceven no lugar de **bo Geven mostra que possivelmente a opinião de Tolkien não mudou sobre o assunto, muito depois de 1937;
    • Gwilith é "o ar como uma região", enquanto gwelw é "ar (como uma substância), mas Salo ignorou este ponto.

    Embora, tenho certeza, as pessoas esperassem mais do David Salo por ser um estudioso, a visão dele é bem clara: não era de seu interesse ser plenamente correto e purista em suas traduções, pois sabia que isto não seria possível. Por isso decidiu fazer um fac-simile ao invés de tentar ser fiel, mas sem cometer gafes muito grandes (palavras dele).

    Quanto ao lamento de Galadriel, vamos ver se eu lembro de cabeça (preguiça de copiar e colar da Ardalambion...):

    Ai! Laurië lantar lassi súrinen
    Yéni únótimë ve rámar aldaron
    Yéni vë lintë yuldar avánier
    mi oromardi lissë-miruvóreva
    Andúnë-pella, Vardo tellumar
    Nu luini yassen tintilar i eleni
    Ómáryo airetári-lirinen

    Sí man i yulma nin enquantuva?

    An sí tintallë Varda Oiolossëo
    Ve fanyar máryat elentári ortanë
    Ar ilyë tier undulávë lumbulë
    Ar sindanóriello caita mornië
    i falmalinnar imbe met, ar hísië
    untúpa Calaciryo míri oialë

    Sí vanwa ná, Rómello vanwa Valimar.

    Namárië! Nai hiruvalyë Valimar!
    Nai elyë hiruva. Namarië!


    Acho que é isso, mas se não for sintam-se a vontade para me corrigir. ;)


    Tenn' enomentielva!
     
  11. Erundur

    Erundur Usuário

    Muito bom... Valeu.

    Perguntas:

    De quem é a autoria do poema? Quer dizer, ele é atribuído a algum personagem?

    Lendo a passagem gravada no anel, eu sempre acho que ela se refere especificamente aos 19 e seus portadores. Isto procede?
     
  12. DiegoFerrite

    DiegoFerrite Usuário

    Eu acho que o poema deixa claro que se refere aos 19 e seus portadores, mas não me lembro de Tolkien ter citado quem escreveu .

    Alguém sabe?? agora fiquei curioso também...rs
     
  13. Montgomery I

    Montgomery I Usuário

    no
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    lah tem alguns poemas com tradução
    os mais tradicionais
    Namarië
    Maykiria(acho q escreve assim¬¬')
    mto bom o Maykiria, pelo menos ao meu ver!
     
  14. Montgomery I

    Montgomery I Usuário

    fikei curioso também, alguem ai sabe se tolkien refere-se à alguem como autor?
     
  15. Tuor

    Tuor Usuário

    Não lembro onde peguei, mas já tenho há algum tempo:

    Neldë Cormar Eldaron Aranen nu i vilya,
    Otso Heruin Naucoron ondeva mardentassen,
    Nertë Firimë Nérin yar i Nuron martyar,
    Minë i Morë Herun mormahalmaryassë
    Mornórëo Nóressë yassë i Fuini caitar.
    Minë Corma turië të ilyë, Minë Corma hirië të,
    Minë Corma hostië të ilyë ar mordossë nutië të
    Mornórëo Nóressë yassë i Fuini caitar.
    -------------------------------------
    Três anéis para os Reis-Elfos sob este céu,
    Sete para os Senhores Anões em seus rochosos corredores,
    Nove para Homens Mortais, fadados ao eterno sono,
    Um para o Senhor do Escuro em seu escuro trono
    Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam.
    Um anel para a todos governar, Um anel para encontrá-los,
    Um anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los
    Na Terra de Mordor onde as sombras se deitam.
     
  16. lukazjau

    lukazjau Usuário

    eu tenho esse aki!!
    Não sei se esta certo mas...ta ae:

    "Man kenuva lumbor ahosta
    Menel akúna
    ruxal' ambonnar,
    ëar amortala,
    undume hákala,
    enwina lúme elenillor pella
    talta-taltala atalantië mindonnar?"

    a tradução seria algo como:
    "Quem verá as nuvens se reunirem,
    os céus curvando-se sobre colinas desmoronantes,
    o mar levantando-se,
    o abismo abrindo-se,
    a antiga escuridão além das estrelas caindo sobre torres caídas?"

    se tiveh algo errado me avisem por favor!!
     
  17. Tuor

    Tuor Usuário

    Lukazjau, esse aí é um trecho do Markirya, se não me engano...é bem bonito completo...mas acho que tá certo.
     
  18. Guga_theOld

    Guga_theOld Excluído a pedido

    existe algum site recitando alguns poemas élficos?
     
  19. Arcavius

    Arcavius Ezio Auditore da Firenze

  20. bart-simpson

    bart-simpson Hey ho! Let's go!

    Sobre o poema do anel em quenya...

    Essa versão (abaixo transcrita) do site <http://www.elvish.org/gwaith/ringpoemq.htm> está correta [FONT=&quot]?

    [/FONT]

    Neldë Cormar Eldaron Aranen nu i vilya,

    Otso Heruin Naucoron ondeva mardentassen,


    Nertë Firimë Nérin yar i Nuron martyar,

    Minë i Morë Herun mormahalmaryassë

    Mornórëo Nóressë yassë i Fuini caitar.

    Minë Corma turië të ilyë, Minë Corma hirië të,

    Minë Corma hostië të ilyë ar mordossë nutië të

    Mornórëo Nóressë yassë i Fuini caitar.
    Exitem controvérsias na tradução [FONT=&quot]? E existe um arquivo em áudio desse poema[/FONT] [FONT=&quot]?[/FONT]
     

Compartilhar