1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Copa 2014 Pode faltar água em São Paulo durante a Copa. Mas não para os turistas

Tópico em 'Esportes' iniciado por Fúria da cidade, 27 Fev 2014.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    São Paulo enfrenta uma situação de risco de racionamento de água próximo à Copa do Mundo. O nível dos reservatórios do Sistema Cantareira, que abastece cerca de 14 milhões de pessoas na Grande São Paulo e na Região Metropolitana de Campinas, atingiu 16,8% nesta quarta-feira, 26. Meteorologistas e técnicos acreditam que as chuvas do outono podem ser insuficientes para aumentar esse nível. O racionamento seria, então, necessário para manter o abastecimento até a próxima estação chuvosa, só no fim do ano.


    Na última vez que o Estado enfrentou um grande racionamento de água, em dezembro de 2003, o nível dos reservatórios ficou abaixo de 5%. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) admitiu, na terça-feira, que o racionamento de água na capital "é uma decisão técnica que está sendo monitorada dia a dia pela Sabesp". Por enquanto, a companhia aposta em uma campanha que dá descontos na conta para quem economizar mais de 20% de água.


    Soma-se ao problema o fato de que algumas cidades da região receberão turistas que vão acompanhar a Copa do Mundo, aumentando o consumo de água. Além da capital paulista, que é sede do Mundial, Campinas será a casa das seleções de Portugal e Nigéria. O turista, porém, não precisa se preocupar tanto. A maior parte dos hotéis com mais de três estrelas já têm dois reservatórios de água para enfrentar períodos de estiagem, segundo a Abih (Associação Brasileira da Indústria Hoteleira).


    Grandes redes de hotéis mantêm, ainda, contratos com empresas que entregam água em caminhões-pipa. O procedimento é adotado por hotéis de luxo em cidades como Guarujá, no litoral paulista. No fim do ano, é comum que haja falta d'água devido ao excesso de turistas.


    Para não secar o reservatório, Francisco Lahòz, secretário executivo do Consórcio PCJ, que engloba as bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, defende a adoção de medidas de racionamento. "Fizemos uma lista com 25 recomendações [para a Sabesp], que faz desde o uso consciente de água até fazer a distribuição com caminhão pipa em caso de racionamento", disse.


    Lahòz, no entanto, se diz otimista com relação à situação do reservatório Cantareira. "Se cada uma das 14 milhões de pessoas economizar três minutos de banho, é uma melhora bem grande para o reservatório."


    Março terá chuvas

    Desde dezembro de 2013, parte do sudeste vive uma situação climática excepcional, segundo meteorologistas. A formação de um bloqueio atmosférico nos últimos meses barrou a passagem das frentes frias no oceano, impedindo a formação de nuvens de chuva. O bloqueio já não existe mais, segundo o meteorologista Alexandre Nascimento, da Climatempo.


    A quantidade de chuva em março, segundo ele, deve até ser acima da média para o período. Isso não significa, porém, que será suficiente para recuperar os últimos três meses de seca, já que a população continuará consumindo água.


    O MP (Ministério Público) também se preocupa com a questão. Segundo a promotora Alexandra Facciolli, do Gaema (Grupo de Atuação Especial de Meio Ambiente), a Promotoria já havia pedido para que a capital poupasse água do Sistema Cantareira.


    Atualmente, entram por dia 10 metros cúbicos de água e saem 32 metros cúbicos – 28 para a Grande São Paulo e 4 para a Região Metropolitana de Campinas. "A situação é gravíssima. Precisamos reduzir o consumo para garantir a segurança do abastecimento das duas regiões", afirma a Alexandra.


    A Sabesp, responsável pelo abastecimento de água no Estado, sustenta que não há risco de falta de água. A empresa informou que contratou uma empresa especializada no serviço de indução de chuvas localizadas por meio de aviões.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ------------------------------------------------------------------------------------------------

    Essa notícia pode ser literalmente um balde de água bem fria nos planos daqueles que querem alugar um imóvel pra turistas. Se a água estiver racionada nessa época vai ser dureza.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    Não entendi a crítica no título "Mas não para os turistas.".
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Heberus Stormblade

    Heberus Stormblade Paz e Amor

    O que pude entender é que quem estará hospedado em um hotel não terá de racionalizar água devido ao estoque armazenado por estes estabelecimentos.

    O título ficou parecendo uma crítica, mas ao meu ver o que ele quer dizer é: "Está havendo racionamento, mas se você está vindo nos visitar, não se preocupe, você não precisará racionar. Paz e Amor, bro".
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    Pelo que eu entendi do texto, os hotéis já tinham duas caixas d'água e contrato com empresas de caminhão-pipa, porque 1) em hotéis, o consumo de água é bem maior que em residências e 2) eles precisam da satisfação do cliente. Não é por causa ~dos estrangeiros ricos que virão para a Copa já que o resto do mundo é mais importante que o Brasil~ como o título sugere.
    Isso não impede que os hotéis arranjem um jeito de economizar água estimulando os hóspedes com descontos - que o próprio estabelecimento receberá mais tarde - ou cobrando taxa extra de quem usar mais de N litros por dia, mas eles têm que ter um plano B quando não podem bater na porta do banheiro e falar que o cara está demorando muito.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    O hotel tendo ou não condição de armazenar mais água ele terá que busca-la de algum lugar e pagar por isso já que o consumo aumenta quando se tem ocupação plena. Indiretamente o custo vai ter que de alguma forma ser repassado em algum lugar e na hora da conta isso ficará embutido e o turista não fica sabendo disso.

    De qualquer maneira, as diárias que já não serão nada gentis no período da Copa, se essa situação se agravar só tendem a aumentar.
     
  6. Juli, fiquei com a impressão de uma manchete sensacionalista.
    Tipo, sou extremamente crítico ao governo estadual do PSDB, especialmente ao Picolé de Chuchu Geraldo Alckmin, mas achei muito nada a ver fazer uma manchete dessas, meio que jogando a responsabilidade de não chover em cima do governo.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  7. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Realmente.
    Fiquei o texto inteiro esperando que fosse aparecer alguma proposta de lei que mandasse a populacao parar de tomar banho para que os turistas possam.

    Hoteis de luxo tem essas reservas ha muito tempo. Como tambem tem geradores e nao precisam se preocupar se a luz da cidade inteira cai.
    Mas os de luxo.
     

Compartilhar