1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

PMs filmados atirando em adolescente vão a júri popular, em Manaus

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 13 Jul 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    [h=2]Apenas dois suspeitos serão julgados porque não recorreram do processo.
    Sete policiais foram identificados nas imagens e afastados da corporação.[/h]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Nas imagens, policial aparece atirando à queima roupa em adolescente (Foto: Reprodução/TV Amazonas)​

    O julgamento de dois soldados da Polícia Militar (PM) do Amazonas, acusados de atirar em um adolescente em agosto de 2010, já tem data para ocorrer. André Luiz Castilhos Campos e Rosivaldo de Souza Pereira vão a júri popular a partir das 9h do dia 7 de agosto, no Tribunal do Júri, no Fórum Henoch Reis, bairro São Francisco, Zona Sul de Manaus.

    O juiz Mauro Antony, da 3ª vara do Tribunal do Júri Popular do Estado do Amazonas, vai presidir o julgamento. Em entrevista ao G1, Antony informou que não há hora para terminar por se tratar de tentativa de homicídio.
    afirmou.

    Ainda segundo o juiz, o julgamento ocorre primeiro para Castilhos e Rosivaldo por eles não terem recorrido do processo.
    disse o juiz ao mencionar os demais envolvidos no processo.

    Além de Castilhos e Rosivaldo, Alexandre Souza Santos, Janderson Bezerra, Marcos Teixeira de Lima, Wesley Souza, Wilson Henrique Ribeiro e Wilson Cunha estão envolvidos no caso e aguardam decisão da Justiça.

    O adolescente é acompanhado pelo serviço de proteção à vítima do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE/AM), e ele e a família recebem amparo policial para evitar represálias.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Sete policiais foram identificados pelo Ministério Público nas filmagens (Foto: Reprodução/TV Amazonas)​

    Caso

    O crime ocorreu em 17 de agosto de 2010 quando sete policiais militares atiraram em um adolescente, de 14 anos, no bairro Amazonino Mendes, Zona Leste de Manaus. O ocorrido foi filmado por uma câmera de segurança particular. Nas imagens, um dos PMs armado, mais tarde identificado como André Luiz Castilhos Campos, agride, ameaça e atira por cinco vezes no tórax do jovem. A ação acontece na presença de outros policiais militares.

    De acordo com o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE/AM), o adolescente não possuía antecedentes criminais. Na noite do crime, ele teria ido a casa da namorada e a uma lan house, e foi abordado pela polícia quando voltava para casa.

    Para o responsável pelo caso na época, promotor de justiça João Bosco Sá Valente, os policiais tinham intenção de matar o jovem.
    afirmou.

    O então secretário de Segurança Pública do Estado na época, Zulmar Pimentel, anunciou o afastamento e a detenção administrativa de seis dos sete policiais envolvidos no batalhão da Polícia Militar, na Zona Centro-Sul da capital. Em março do ano passado, a Justiça decretou a prisão preventiva dos sete policiais.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar