1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Planos iniciais de Gandalf

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Eriadan, 31 Mai 2006.

  1. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    Estava pensando aqui... a comitiva se separou cedo demais: Gandalf "morreu", e quase imediatamente depois Boromir, e as outras três "pessoas grandes" foram atrás dos hobbits capturados: Frodo e Sam ficaram sem nenhum guia ou conselheiro, ou qualquer um que conhecesse bem as terras para as quais eles estavam indo e ao mesmo tempo fosse sábio e que eles confiassem o suficiente para ouvir conselhos. Os únicos que encontraram no caminho foram Gollum e Faramir, sendo o conselho do último desprezado. Gandalf não revelou quais eram seus planos assim que atravessassem as Hithaeglir, nem quando era o Cinzento nem quando já era o Branco.

    O que eu quero saber (ou ouvir a opinião de vcs, se não houver uma resposta) é: o que Gandalf pretendia, afinal? Realmente não faz nenhum sentido tentar invadir Mordor pelo Morannon, e igualmente imprudente seria tentar qualquer dos outros dois caminhos, se é que ele os conhecia. Será que Gandalf sabia de uma outra estrada? Ou tentaria alguma de suas artes para tentar fazer que passassem despercebidos à vigilância, silenciosa ou não, dos guardas de Mordor?
     
    Última edição: 31 Mai 2006
  2. Amrod Fefalas

    Amrod Fefalas Rei Sob a Montanha

    Bom, esta decisão deveria ser de Frodo, que era o portador do anel. Eu acho que que Gandalf acataria respeitosamente o que o hobbit decidisse.
     
  3. Asca

    Asca Usuário

    Acho que ele tinha tudo em mente... e vendo que a Sociedade fora rompida e os hobbits estavam distantes. Ele foi obrigado a mudar seu plano.

    E acho que ele não falou seu plano antes com medo de alguma mudança do carater dos membros (digo, um tentar impedir a trajetória assim que eles estivessem quase lá.), ou que algum espião escutasse e desse o alerta a todos.
     
  4. Laninha

    Laninha Usuário

    Talvez Gandalf não tivesse ainda um plano bem formado e ia confiar na providencia dos Valar, ou de Eru, e uma coisa que pode ser prova disso é o fato de que de repente ele resolve levar Merry e Pippin na comitiva mesmo sabendo que não eram guerreiros, mas a ajuda que eles deram em Fangorn e Isengar foi muito importante. Pode ser tambem que no fundo Gandalf sabia que esse caminho era de Frodo e ninguem mais podia além poderia encontra-lo. São só especulações minhas é claro:D
     
  5. litle

    litle Oooooooooooooola

    Eu acho que Gandalf agiu completamente às chegas, foi na cagada :D todos estavam contra el: Boromir, Denethor, Éomer Etc...
     
  6. Larissa

    Larissa Usuário

    O plano inicial dele era chegar até Valfenda para então decidir o que fazer. Ele não sabia nem que uma comitiva ia ser formada...
     
  7. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Sabe o que realmente acho? Que Gandalf já sabia realmente do final da história. Não digo que sabia exatamente como seria, mas sabia realmente que Frodo ou Sam destruiriam o anel.

    Penso assim: ele viveu em Valinor e os Valar sabem ou tem um idéia bem próxima do destino de todos. Sabemos que Gandalf era um maia queriado, tá certo que não era o preferido mas estava "bem na foto"...rs.

    Imagino que a maior função de Galdalf era de (como ele fez com Theodén) animar os corações daqueles que lutavam contra Sauron. Ele fazia a comitiva se lembrar dos valores como amizade, trabalho de equipe, respeito e desapego aos valores materiais.
    Claro que ele fez mais que isso. Lutou muito.

    Mas até imagino que ele sozinho poderia pegar o anel (bem ia ser uma luta boa porque ele mesmo disse que talvez seria levado a "arrumar as coisas do seu jeito) e destrui-lo, mas pra mim, o que até mesmo Eru e os valar esperavam é que realmente seus filhos lutassem por aquilo que é deles: Arda.

    Imagino um dos valar pensando: - Ahh quer dizer que vocês estão correndo perigo. Tá, mas a escolha é de vocês. O que querem que Sauron os domine e que Melkor seja solto? Não? Então força ai e pega esse anel e vá destrui-lo. Não eu não. Vocês são livres se no meio do caminho desistirem, bem é problema de vocês.

    É isso... See ya!!!
     
  8. Arwan

    Arwan Usuário

    Talvez ele tivesse outro caminho, mas seja qual for, não era pela passagem de Cirith Ungol.. pelo que sei ele não gostou de Frodo ter ido por lá. Mas eu não sei o que ele faria se não tivesse caído..
     
  9. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    Concordo com isso, na verdade acho esse o ponto principal. Gandalf não estava alí pra comandar, ele estava alí apenas para ajudar na medida que pudesse e fosse permitido, sem que a sua intromissão fosse muito incisiva ou soasse de modo errado. Ele não estava alí pr consertar nada, estava apenas para dar conselhos. Tanto é que em muitas situações a decisão não é dele, ele apenas aconselha. E claro que havia uma chance real de destruir Sauron, esse foi o motivo pelo qual os Valar enviaram ele e os outros Istari.
     
  10. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Concordo...

    Achar Bildo e por conseqüencia Frodo, como Gandalf mesmo disse, foi a maior sorte da vida dele. Imagino que ele tenha percebido de cara que eles não seriam facilmente corrompidos pelo Um. Claro que ele só percebeu isso depois de Bilbo achar o anel.
    Imagino tb que cada Istari tinha um função. Todos deviam achar o anel. Quis o destino que esse fosse Gandalf, mas nada impedia de ter sido outro. E o estilo de Gandalf era esse: de não se meter diretamente e sim ajudar pois os destino dos homens e elfos só eles poderiam decidir.
     
  11. Arwan

    Arwan Usuário

    Mas se Bilbo continuasse com o Anel ele seria corrompido mais facilmente que o Frodo não é? Por isso que não deixaram Bilbo ir na comitiva?
     
  12. Larissa

    Larissa Usuário

    Ele estava "cansado". O anel prolongou sua vida em anos, mas, de certa forma, ele sentiu a velhice. E ele não pediu pra ir na comitiva, ele se retirou. Só quis descansar em Valfenda e, posteriormente, em Valinor.
     
  13. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Iiii já a segunda vez hoje que estou concordando com você Larrisa..rssss
    - Não, não foi uma cantada...rsss -

    Mas a Arwan tb está com razão.

    Ele estava cansado sim porque o anel era um fardo pesado demais, e ele ficou muito tempo com ele. Me corrijam se eu estiver errado mas depois do Gollum ele foi o que mais ficou com o Um anel.

    Ele estava sendo corrompido e em pouco tempo sem o anel e um tempinho em Valfenda fizeram ele perceber isso, tanto que ele nem tentou ir com a comitiva, mas tentou pegar o anel do Frodo. (é só lembrar da cena em que Bilbo se transfomou em vampiro no filme...rsss)
     
  14. Larissa

    Larissa Usuário

    Afe, nem pensei nisso... :lol:
    O fato é que, como qualquer pessoa, ele foi corrompido pelo anel. Frodo também foi, Galadriel também foi...
     
  15. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Sim, sim, sim...
    Inclua Boromir, Saruman (esse sem mesmo ter vjamais visto o anel)...
    Esse era a função do Um... ou uma das... O proprio Gandalf disse que seria tentado também se o tivesse
     
  16. Ramalokion

    Ramalokion Mecha-de-Folha

    Opa perae!! O Um não corrompe Galadreil! Ele tenta ela, mas ela consegue superar isso!! E Saruman também não: ele foi corrompido pela própria sede de poder!

    O Un tentava as pessoas ao redor, mas nem por isso ele as corrompia sempre! Frodo foi corrompido no fim, mas foi!
     
  17. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Você está certo Ramalokion, mas é que eu escrevi errado... deveria ser tentado ao invés de corrompido no caso de Saruman e Galadriel, até mesmo de Gandalf....
     
  18. Larissa

    Larissa Usuário

    Isso! Também usei a palavra errada. :P
     
  19. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    Certo, me refiro ao "início" como a partida da comitiva de Valfenda. :)

    Quanto a às coisas que disseram aí, eu discordo de algumas. Exemplo: acho que Gandalf tinha sim um plano traçado na cabeça, pelo menos em termos geográficos: por onde ir, que lugares evitar, etc. Ele e Aragorn passavam muito tempo em Valfenda observando mapas, e há uma passagem em que se comenta que Frodo, diante disso, preferia simplesmente não se preocupar e confiar o sucesso da jornada nos dois líderes. "Líder" fica claro aí no caso como "guia", então certamente Gandalf devia saber para/por onde ir.

    Outra: acho que ele não comentava pouco sobre o caminho a seguir por não poder prever os contratempos possíveis, e, assim, não querer colocar uma trajetória definida na mente de seus companheiros, menos sábeis; e ele realmente preferia não "pensar muito longe". Lembrem-se de quando a comitiva pára próxima a Eregion, e conversam sobre a estrada. Há ali um trecho em que alguém pergunta sobre o caminho além das Montanhas Sombrias, ao que Gandalf responde algo do tipo: "Calma! É melhor as coisas serem reveladas conforme o desgaste da estrada".
     
  20. Laninha

    Laninha Usuário

    Nessa parte de que lugares evitar por onde passar até Mordor eu concordo com você, Eriadorim, mas e entrar em Mordor que era "o problema"? O proprio Frodo quando chega a hora de decidir pensa em quê o Gandalf faria e fica sem resposta. Quanto a não comentar sobre o caminho pode haver o receio do Gandalf de criar uma discussão antes do tempo não? Boromir queria ir para Minas Tirith, Aragorn também desde que o anel estivesse seguro. Porque iniciar uma discussão como essa antes do tempo? Na minha opinião pode ser por isso que ele pedia calma quando era interrogado a cerca do caminho queria avaliar a comitiva e que caminho era melhor para cada um.
     

Compartilhar