• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Planeta dos Macacos - A Origem (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Sua nota para o filme


  • Total voters
    16
Rise of the Planet of the Apes | Planeta dos Macacos


Em Rise of the Planet of the Apes, James Franco vive um cientista que trabalha na São Francisco dos dias atuais com engenharia genética para o tratamento de doenças. César (gestos de Andy Serkis) é o nome do primeiro supermacaco, resultado de experiências para combater o Mal de Alzheimer, dotado de inteligência superior e capacidade de fala. Ao ser traído pelos humanos que tentava emular, César começa uma campanha violenta para reinvindicar os direitos símios entre os homens.​

Brian Cox
faz o vilão do filme e Tom Felton, o Draco Malfoy de Harry Potter, o seu filho. John Lithgow (3rd Rock from the Sun) faz o pai doente de Franco e Freida Pinto, uma colega de trabalho do cientista.​

A WETA Digital, empresa de Peter Jackson que trabalhou na trilogia O Senhor dos Anéis, Avatar e Distrito 9, criará em Rise of the Planet of the Apes, pela primeira vez na franquia Planeta dos Macacos, macacos realistas em computação gráfica.​

Rupert Wyatt
dirige a partir de roteiro de Amanda Silver e Rick Jaffa. Rise of the Planet of the Apes estreia em 23 de novembro de 2011 nos Estados Unidos e 2 de dezembro por aqui.

[YOUTUBE]QQtZI2AwLrQ[/YOUTUBE]

Poster-14Abr2011.jpg

http://www.youtube.com/watch?v=QQtZI2AwLrQ
...............................
Pelo trailer parece ser bom!
 
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Ao contrário do que as pessoas pensam, esse filme não é prequel para Planeta dos Macacos, e sim, remake de DO FUNDO DO MAR, só que com macacos no lugar de Tubarões.

ps1: James Franco em papel de pessoa inteligente é realmente estranho.
ps2: Não me recordo, mas a trama do filme original não era mostrar que a humanidade foi destruída em uma catástrofe nuclear e que os macacos surgiram depois disso? Pq não mostrar isso em vez dessa babaquice aí?
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Olhando pelo nome do filme a primeira coisa que vem a cabeça na hora é a estória daquele classico.

Agora é esperar pra ver
 

Décimo

The Swanson Code
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Isso é uma comédia?

Franco: "Our drug allows the brain to repair itself."
*música tensa*
Franco: "Well call it... The Cure!"
*GASP*
 

Sentinela

.............
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Muito parecido com "Eu, Robô". Quer passar alguma mensagem filosófica, mas não parece nada além de um filme de ação/ficção científica.

Só tomou o nome emprestado pra chamar a atenção.
 
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Mas Eu robô é legalzinho, está longe de ser ruim. Sei lá, eu acho válido. Planeta dos Macacos tem uma porrada de filmes, a maioria antiga e ruim, que mal faz mais uma nova filmagem?
 

Kyra

I am Jack's smirking revenge.
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

ps1: James Franco em papel de pessoa inteligente é realmente estranho.
Jame Franco é hype agora, tu tá por fora.

Mas Eu robô é legalzinho, está longe de ser ruim. Sei lá, eu acho válido. Planeta dos Macacos tem uma porrada de filmes, a maioria antiga e ruim, que mal faz mais uma nova filmagem?
Eu acho que vai ser bem melhor do que muuuuita refilmagem que estão fazendo por aí...

Só de ter o Lithgow já me faz querer ir ao cinema :lol:

 

Décimo

The Swanson Code
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Só de ter o Lithgow já me faz querer ir ao cinema :lol:
Tem o Lithgow? Então vai ser mesmo uma paródia.

 
Última edição por um moderador:
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Jame Franco é hype agora, tu tá por fora.



Eu acho que vai ser bem melhor do que muuuuita refilmagem que estão fazendo por aí...

Só de ter o Lithgow já me faz querer ir ao cinema :lol:

Mas não é?
Papéis que eu lembro do James Franco:
Freeks and gekks - idiota
Homem Aranha - idiota (e corno)
Ligeiramente grávidos (ele mesmo, idiota)
Segurando as pontas - idiota
127 horas - idiota
Apresentador de oscar - idiota.
Rise of the Apes - Cientista Genial

Fui no imdb pra confirmar isso e aparentente ele vai fazer outra prequel, pra O MÁGICO DE OZ. Isso sim é que é CHUPAR um conceito (contar a origem de outros filmes, séries, livros and so on) até a última gota (centavo).
Mas o desafio mesmo seria fazer uma prequel de A CHEGADA DO TREM (não lembro o nome), dos Lumiére.
 
Última edição:

Siker

Artista Comercial / Projetista Gráfico
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Tem muita gente falando de prequel, mas Rise of the Planet of the Apes não é isso, primeiro porque não está relacionado com a primeira releitura de Planet of the Apes (que distorceu toda a história do original), e segundo porque essa história acontece em Conquest of the Planet of the Apes (1972), Rise of the Planet of the Apes é uma releitura deste de 72, e uma ÓTIMA releitura.
Quando vi o trailer já imaginei (por causa da primeira releitura de 2001) que seria um show de efeitos e nada mais, porém me surpreendi quando vi as diversas referências ao filme original, só alteraram o que precisou ser atualizado para deixar a situação mais sensata para os dias de hoje. Pra quem ainda não viu a franquia original de Planeta dos Macacos eu sugiro que vejam o quanto antes, é uma das melhores que existe, pena que alguns pontos não foram trazidos para a releitura, mas esse é outro motivo para todos verem os originais!
As referências como o nome do chimpanzé, a primeira palavra que ele disse, a organização e fuga do controle de animais, até a batalha com os humanos, tudo ficou perfeito com relação ao Conquest of the Planet of the Apes, isso é raro de se ver em remakes atuais. E a cena da ponte foi o ápice da ação, foi excelente, as sequencias ficaram perfeitas, os efeitos, como era esperado, deram um show!
O mais interessante é que as cenas não são superficiais, a relação do James Franco com Caesar e a dele com os outros macacos são bem comoventes, o filme acertou em vários niveis.
Apesar da parte cientifica não aparentar ser muito bem exata, isso se torna apenas um detalhe em meio a tantas emoções que o filme passa. Não sei como será a experiência para aqueles que não viram os originais, mas acredito que as ações dos macacos e suas expressões conseguiram representar bem a idéia principal da obra, e muitos devem se surpreender assim como eu me surpreendi e gostei.
 
Parece que me enganei duplamente ; o filme é até bem aceitável; toma seu tempo pra contar o que quer que seja e centralizar o arco principal do filme no macaco a partir de um certo ponto. Pelo menos é um blockbuster que não me irritou profundamente como praticamente todos os que eu assiste esse ano.
E sim, o personagem do James Franco é bem estúpido; então manteve a tradição.
 
Última edição:

Shantideva

Adoro elfos ruivos!
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Gostei muito do filme, apesar de ter a sensação de que ele acabou repentinamente, o final me deu a sensação de que estava faltando uma parte. Os macacos ficaram perfeitos e Serkis arrasou como Caesar. As expressões faciais e principalmente o olhar chegavam a assustar.
A mudança de personalidade que ocorre quando Caesar é levado ao abrigo de animais e sua dúvida entre permanecer ao lado da sua espécie ou voltar a vida com o humano (James Franco) é uma das melhores cenas do filme.
 

Siker

Artista Comercial / Projetista Gráfico
Eu acredito que ficou ótimo por causa da fidelidade com o original e por isso mesmo não gosto de imaginar uma sequencia para este A Origem, duvido muito que consigam repetir este feliz acidente de produzir um Planeta dos Macacos bom.
 

Shantideva

Adoro elfos ruivos!
Bom, pra mim não foi acidente. Foi competência e sensatez. Eu não duvido que haverá um próximo, então é só torcer para que eles continuem sensatos e competentes.
 

Siker

Artista Comercial / Projetista Gráfico
Concordo que são competentes, mas nem sempre sensatos; uma sequência deste provavelmente não terá um bom roteiro, mas vamos aguardar para ver se vão trazer uma boa surpresa...
 

Fingolfin

Feitiço de Áquila
O engraçado pra mim desse filme é q outro dia tava no cinema com o Bruce e o Namus e aí começou o trailer e eu falei, "Que porra é essa? Planeta dos Macacos - A Origem?" e aí no final do trailer aparece o nome do filme, Planeta dos Macacos - A Origem :lol:

Ainda não vi o filme pq bem, aqui em KL não dá pra ir no cinema, mas li uma crítica que me interessou sobre o assunto

http://antoniofarinaci.blogosfera.u...palhoes-ainda-e-o-melhor-planeta-dos-macacos/


Ainda não foi desta vez. “Planeta dos Macacos: A Origem” pode ser um sucesso de bilheteria, mas, pra mim, “O Trapalhão no Planalto dos Macacos” (1976) ainda é o melhor filme baseado na série original sobre os símios que tomam o controle do mundo. Em termos de criatividade, ousadia e, claro, senso de humor, deixa comendo poeira a lamentável versão de Tim Burton, de 2001, e este novo “prequel”.

Na paródia dos Trapalhões, Didi e Dedé são confundidos com perigosos ladrões de jóias e, ao fugir da polícia, vão parar numa terra em que os macacos escravizaram os seres humanos. Lá, Dedé é transformado em primata, mas Didi consegue roubar um antídoto para salvá-lo. Em meio a perseguições e muita confusão, ele conhece Ula, uma humana selvagem por quem se apaixona.

O clima de aventura coloca “Planalto dos Macacos” na linhagem de clássicos nacionais como “Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-rosa” (1968), mas o filme tem espaço até para uma citação a “Tubarão”, de Spielberg, lançado no ano anterior —isso só pra mostrar como os Trapalhões eram rápidos no gatilho. As máscaras de macaco e a trilha sonora são um espetáculo à parte (veja o trailer abaixo).

Em seus filmes, os Trapalhões parodiaram ainda outros sucessos internacionais. Destaque para “O Trapalhão na Guerra dos Planetas” (1978), paródia de “Star Wars”, com a participação do galã Pedrinho Aguinaga, “o homem mais bonito do Brasil”.

“O Planeta dos Macacos” (“The Planet of the Apes”, Franklin J. Schaffner), de 1968, deu origem a uma franquia de filmes para cinema e seriado de TV. Na história, um astronauta volta à Terra depois de hibernar durante séculos no espaço e descobre que os macacos estão no poder, com um governo totalitário e de opressão à raça humana. O filme original foi baseado em ficção-científica do escritor francês Pierre Boulle, autor do romance histórico “A Ponte do Rio Kwai”, também adaptado para o cinema.

 

Anexos

Última edição por um moderador:

Auditore

Usuário
Re: Planeta dos Macacos (Rise of the Planet of the Apes, 2011)

Ao contrário do que as pessoas pensam, esse filme não é prequel para Planeta dos Macacos, e sim, remake de DO FUNDO DO MAR, só que com macacos no lugar de Tubarões.

ps1: James Franco em papel de pessoa inteligente é realmente estranho.
ps2: Não me recordo, mas a trama do filme original não era mostrar que a humanidade foi destruída em uma catástrofe nuclear e que os macacos surgiram depois disso? Pq não mostrar isso em vez dessa babaquice aí?
Concordo. Mas o filme não é tão imbecil assim. Como você falou, ele se parece muito mais "Do Fundo do Mar". Mas vale lembrar que o filme não é totalmente ligado à antiga saga "O Planeta dos Macacos". E se analisarmos como um filme independente, ele é um sucesso de bilheteria. Já que nem eu colocava muita fé nele.
 

Siker

Artista Comercial / Projetista Gráfico
Ao contrário do que as pessoas pensam, esse filme não é prequel para Planeta dos Macacos, e sim, remake de DO FUNDO DO MAR, só que com macacos no lugar de Tubarões.

ps1: James Franco em papel de pessoa inteligente é realmente estranho.
ps2: Não me recordo, mas a trama do filme original não era mostrar que a humanidade foi destruída em uma catástrofe nuclear e que os macacos surgiram depois disso? Pq não mostrar isso em vez dessa babaquice aí?
Concordo. Mas o filme não é tão imbecil assim. Como você falou, ele se parece muito mais "Do Fundo do Mar". Mas vale lembrar que o filme não é totalmente ligado à antiga saga "O Planeta dos Macacos". E se analisarmos como um filme independente, ele é um sucesso de bilheteria. Já que nem eu colocava muita fé nele.
Ele não é ligado ao primeiro remake de Planeta dos Macacos, mas é uma releitura perfeita de A Conquista do Planeta dos Macacos. A única semelhança com Do Fundo do Mar (pelo o que eu li na sinopse) é a experiência com animais que aumenta a inteligência deles, e se for parar para pensar vamos nos lembrar de vários outros filmes que usam alguma substância para aumentar a inteligência ou força de algum animal ou de seres humanos, acho que na Sessão da Tarde devem existir vários cães super heróis alterados geneticamente. Mas no filme Planeta dos Macacos: A Origem esse foi um recurso (atual) usado para substituir o acontecimento do original que causou a evolução dos macacos, e se fossem para fazer igual como no original eles teriam que recriar desde o primeiro filme, pois a primeira franquia está toda interligada. Provavelmente escolheram refazer a partir de A Conquista do Planeta dos Macacos por quererem um blockbuster.
Resumindo, pode até ser clichê, mas para essa releitura ficou ótimo utilizarem experiência com animais como justificativa para o desenvolvimento dos macacos.

Como aconteceu a história no original:
Astronautas viajam para seu próprio futuro onde os macacos dominam, guerra entre macacos e humanos sobreviventes destroem todo o planeta, alguns macacos fogem para o passado, algum virus mata todos os cães e gatos, nós passamos a utilizar macacos como animais de estimação e depois para todo tipo de serviço, os macacos vão evoluindo devido ao treinamento dos humanos, o filho dos macacos que fugiram para o passado organiza uma revolução contra os humanos que exploram os macacos como escravos, os macacos tomam conta do planeta...
 
Tem muita gente falando de prequel, mas Rise of the Planet of the Apes não é isso, primeiro porque não está relacionado com a primeira releitura de Planet of the Apes (que distorceu toda a história do original), e segundo porque essa história acontece em Conquest of the Planet of the Apes (1972), Rise of the Planet of the Apes é uma releitura deste de 72, e uma ÓTIMA releitura.
Quando vi o trailer já imaginei (por causa da primeira releitura de 2001) que seria um show de efeitos e nada mais, porém me surpreendi quando vi as diversas referências ao filme original, só alteraram o que precisou ser atualizado para deixar a situação mais sensata para os dias de hoje. Pra quem ainda não viu a franquia original de Planeta dos Macacos eu sugiro que vejam o quanto antes, é uma das melhores que existe, pena que alguns pontos não foram trazidos para a releitura, mas esse é outro motivo para todos verem os originais!
As referências como o nome do chimpanzé, a primeira palavra que ele disse, a organização e fuga do controle de animais, até a batalha com os humanos, tudo ficou perfeito com relação ao Conquest of the Planet of the Apes, isso é raro de se ver em remakes atuais. E a cena da ponte foi o ápice da ação, foi excelente, as sequencias ficaram perfeitas, os efeitos, como era esperado, deram um show!
O mais interessante é que as cenas não são superficiais, a relação do James Franco com Caesar e a dele com os outros macacos são bem comoventes, o filme acertou em vários niveis.
Apesar da parte cientifica não aparentar ser muito bem exata, isso se torna apenas um detalhe em meio a tantas emoções que o filme passa. Não sei como será a experiência para aqueles que não viram os originais, mas acredito que as ações dos macacos e suas expressões conseguiram representar bem a idéia principal da obra, e muitos devem se surpreender assim como eu me surpreendi e gostei.
Eu tb me surpreendi e achei o filme ótimo. Mas eu não fiz essa comparação tão grande com a Conquista do Planeta dos Macacos (filme que eu não curto). Embora tenha semelhanças, o atual é mt melhor realizado.

Gostei muito do filme, apesar de ter a sensação de que ele acabou repentinamente, o final me deu a sensação de que estava faltando uma parte. Os macacos ficaram perfeitos e Serkis arrasou como Caesar. As expressões faciais e principalmente o olhar chegavam a assustar.
A mudança de personalidade que ocorre quando Caesar é levado ao abrigo de animais e sua dúvida entre permanecer ao lado da sua espécie ou voltar a vida com o humano (James Franco) é uma das melhores cenas do filme.
Essa cena é f***!

Eu acredito que ficou ótimo por causa da fidelidade com o original e por isso mesmo não gosto de imaginar uma sequencia para este A Origem, duvido muito que consigam repetir este feliz acidente de produzir um Planeta dos Macacos bom.
Pelo que entendi, é claro que terá uma sequência IMO.

Ele não é ligado ao primeiro remake de Planeta dos Macacos, mas é uma releitura perfeita de A Conquista do Planeta dos Macacos. A única semelhança com Do Fundo do Mar (pelo o que eu li na sinopse) é a experiência com animais que aumenta a inteligência deles, e se for parar para pensar vamos nos lembrar de vários outros filmes que usam alguma substância para aumentar a inteligência ou força de algum animal ou de seres humanos, acho que na Sessão da Tarde devem existir vários cães super heróis alterados geneticamente. Mas no filme Planeta dos Macacos: A Origem esse foi um recurso (atual) usado para substituir o acontecimento do original que causou a evolução dos macacos, e se fossem para fazer igual como no original eles teriam que recriar desde o primeiro filme, pois a primeira franquia está toda interligada. Provavelmente escolheram refazer a partir de A Conquista do Planeta dos Macacos por quererem um blockbuster.
Resumindo, pode até ser clichê, mas para essa releitura ficou ótimo utilizarem experiência com animais como justificativa para o desenvolvimento dos macacos.

Como aconteceu a história no original:
Astronautas viajam para seu próprio futuro onde os macacos dominam, guerra entre macacos e humanos sobreviventes destroem todo o planeta, alguns macacos fogem para o passado, algum virus mata todos os cães e gatos, nós passamos a utilizar macacos como animais de estimação e depois para todo tipo de serviço, os macacos vão evoluindo devido ao treinamento dos humanos, o filho dos macacos que fugiram para o passado organiza uma revolução contra os humanos que exploram os macacos como escravos, os macacos tomam conta do planeta...
Discordo, é ligado sim, tanto é que fala da nave que foi perdida no espaço do filme do Tim Burton.



Então, o filme é ótimo, mt bem realizado e os efeitos dos macacos estão ESPETACULARES! É impressionante como a tecnologia evolui nesses 10 anos, desde o Gollum. O Andy Serkins merecia um prêmio.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo