1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Pesquisa sobre as línguas criadas por tolkien!!

Tópico em 'Idiomas Tolkienianos' iniciado por Excluído034, 6 Jun 2010.

  1. Excluído034

    Excluído034 Excluído à pedido

    Equipe Valinor,

    Meu nome é Larissa Hainzenreder, estudante de gradução na faculdade de Letras na UFRGS, Rio Grande do Sul, Brasil. Estou trabalhando em um projeto de pesquisa no qual a colaboração de todos me seria de extrema ajuda. O projeto consiste no uso de línguas fictícias pela sociedade. Estou trabalhando sobre a seguinte questão: "Quais as evidências da língua fictícia na sociedade atual?" Meu projeto basea-se na análise das línguas criadas por Tolkien. Por este motivo, fiz contato com a administração do Valinor que me autorizou a ser membro do fórum para efetivar minha pesquisa. O processo envolve três questões sobre o relacionamento dos membros com o Sindarin e/ou Quenya, anexado neste tópico em formato doc, e também abaixo deste post.

    A identidade dos participantes será mencionada diretamente no corpo do trabalho. Além disso, a Equie Valinor expandirá sua identidade para dentro da universidade na qual estudo. O projeto será apresentado em uma sala com cerca de 30 presentes, sendo entregue para avaliação de meu coordenador.

    Aqueles interessados em participar, favor reenviar o arquivo contendo suas respostas para o endereço de e-mail:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    OU responder as questões como resposta ao tópico no próprio fórum, como preferir.

    Por favor, peço a colaboração da Equipe para agregar valor ao meu projeto.
    Estarei aguardando ansiosamente pela posição dos membros.

    NAME (NOME):<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" /><o:p></o:p>
    AGE (IDADE):<o:p></o:p>
    PROFESSION (PROFISSÃO):<o:p></o:p>
    NATIONALITY (NACIONALIDADE):<o:p></o:p>
    <o:p></o:p>
    <o:p></o:p>
    1) How did you get involved with Quenya and Sindarin fictional languages? (Como se deu o seu envolvimento com as línguas Sindarin e Quenya?) <o:p></o:p>
    <o:p></o:p>
    <o:p></o:p>
    2) What's your involvement with Quenya and Sindarin fictional languages? How involved are you? (Qual é o seu envolvimento com estas línguas? O quão envolvido você está?) <o:p></o:p>
    <o:p></o:p>
    <o:p></o:p>
    3) In what situations do you (or did you use to) practice the Quenya and Sindarin fictional languages? e.g. talking, reading, writing, and others... Please, be very specific in your answer for this question. (Em quais situações você pratica (ou costumava praticar) as línguas Quenya e Sindarin? Por exemplo, conversação, leitura, escrita, entre outros... Por favor, seja bastante específico em sua resposta para esta questão.)<o:p></o:p>
    <o:p></o:p>
    <o:p></o:p>
    Thank you! (Obrigada!) <o:p></o:p>
     

    Arquivos Anexados:

  2. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Que legal seu projeto, Larissa!
    Boa sorte pra você!
    Como sou pouco adepta dos idiomas tolkienianos, creio que minha participação não ajudará em muita coisa, mas espero que os membros do fórum que tenham familiaridade e interesse te ajudem mesmo!
    Quero saber do andamento das coisas, OK?
    Sucesso!
     
  3. Deriel

    Deriel Administrador

    Vou tomar a iniciativa de responder aqui mesmo no Fórum, para incentivar outros usuários a fazer o mesmo (vamos lá, pessoal!) Desculpe se usar algum termo mais obscuro. Qualquer coisa é só perguntar

    Fábio Bettega, aka Deriel
    33
    Analista de Sistemas
    Brasileiro
    O ponto básico foi, claro, a leitura das obras de Tolkien, começando por O Senhor dos Anéis (que na verdade não contém tanto élfico assim) passando depois por O Silçmarillion e principalmente a série The History of Middle-earth

    Hoje em dia um tanto menos do que eu estava algum tempo atrás, simplesmente por questões de tempo (o Arthur tá chegando!). Eu participo de uma lista de discussão de Élfico em inglês, participei da produção e publicação em português do Curso de Quenya, ajudei alguma coisa na tradução da Ardalambion para Português, fiz boa parte do Quenya Essenya estou com o MTP (Modo Tengwar-Português) em fase beta final - o qual embora não seja um idioma (é um alfabeto) está bastante interligado com o Élfico.

    Eu acho que a principal forma de treino que eu tinha do Élfico (estou usando Élfico indiscriminadamente para Quenya e Sindarin) era mesmo a criação de nomes para o Quenya Essenya. Isso fazia com que eu pesquisasse muito sobre os idiomas, palavras existentes, inventasse novas palavras e tudo mais.

    Isso e mais o Tengwar e MTP (já citado acima) do qual sempre ajudei um pouco, inclusive com palestras no EIRPG.
     
  4. Nat

    Nat Usuário

    Interessante seu tema. Assim que responder, te envio.
     

Compartilhar