1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Perdido em Marte - Andy Weir

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Erendis, 18 Ago 2015.

  1. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Sinopse: Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho.
    Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente.
    Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate.
    Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico - e um senso de humor inabalável -, ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência.
    Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá.
    Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.
    --------------------------------------------------------------------------------------------------

    Ok, eu concordo que ter sido eleito pela Revista Veja como o melhor livro de ficção científica do ano não conta muita coisa.
    MAS eu vi muita gente, algumas pessoas que eu confio numa boa em qualquer indicação de livro que fizer, falando que esse livro é demais.
    Resultado: eu, que como todo mundo sabe, não sou fã - praticamente não sou nem chegada - a ficção científica, resolvi ler o livro. Claro que teve muitos fatores que influenciaram aqui, mas mesmo assim.
    Até o momento eu só li 2 capítulos e, apesar da situação trágica e especialmente complicada em que se encontra o personagem, eu estou achando muito bacana. Até dei algumas risadas. Sim, eu ri alto de um astronauta que está preso em Marte, sem muita chance de conseguir voltar vivo pra terra. Eu sou uma pessoa ruim.
    Brincadeiras a parte, vou continuar lendo e volto pra comentar sobre o que achei.
    Mais alguém leu? Pretende ler?
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  2. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Pretendo. Já baixei no meu kobo.
     
  3. Calib

    Calib Visitante

    Pretender, até pretendo.
    Só preciso achar barato pra vender. :timido:
     
  4. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    Gente, sério. Eu sei que era pra ser meio trágico o fato do cara ficar sozinho em Marte, deixado pra trás e sem muita chance de sobrevivência.
    Mas eu estou rindo horrores com esse livro. Acho que as pessoas que me veem lendo no ônibus ou enquanto espero o ônibus devem pensar que eu sou louca. De vez em quando rola uma gargalhada.

    Acho que vai demorar um pouco pra achar mais barato, a não ser que tu ache em sebo.
    O motivo? Daqui 2 meses está pra sair o filme, e o pessoal que quiser ler antes de ver o filme vai ter que comprar no preço que está, difícil a editora baixar agora, né? Quem sabe depois que o filme estiver lançado e passar um tempo o preço diminui, por enquanto o mais barato que eu achei foi na faixa de 26 dinheiros.
     
  5. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    Ok, acabei de ler o livro. A única palavra que me vem a mente pra descrevê-lo é: sensacional!
    Bom, a maior parte do livro é focada no Mark, que é o astronauta perdido em Marte (e que na minha mente já incorporou a cara do Matt Damon :rofl:). Alguém poderia pensar "ah, mas será que não fica chato um livro inteiro focado num único personagem??" e a resposta é DE JEITO NENHUM!
    Mark é um daqueles personagens carismáticos, que te conquistam de um jeito que você chora e ri com ele durante o livro todo. E foi exatamente isso que aconteceu.
    Quando chegou lá pela metade do livro, eu comecei a ficar preocupada: E se não conseguissem resgatar o Mark? E se ele não sobrevivesse até o resgate chegar? E se ele morresse enquanto estava sendo resgatado? E se resgatassem ele e todo mundo morresse depois?
    Felizmente, o autor do livro é daqueles que gostam de um final clichê e deu tudo certo, pq eu acho que se o Mark morresse no final do livro, eu ia acabar chorando depois de rir tanto!
    Enfim, não é um livro longo e o fato de ser um livro delicioso de ler faz com que ele dure menos tempo ainda. Mas pra quem curte um livro com um toque de suspense e uma boa dose de diversão, eu recomendo MUITO.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Omykron

    Omykron far above

    como ficou em português os pirate-ninja?
     
  7. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    Piratas-ninjas :dente:
     
  8. Joe the Lion

    Joe the Lion Usuário

    "127 Horas" em Marte (sem estar com o braço preso). Meu Watney não é o Damon, é o James Franco haha
    40% do livro e estou achando bem legal.
    Só acho que o Watney podia ser mais humano. O cara manteve uma calma incrível depois de ficar sozinho em Marte, mexe com engenharia, botânica, química com muita calma e habilidade (considerando que ele está na merda). O Batman nao faria melhor. Tem outra coisa. Não sei se eu sou um garoto de rua ou o Mark que parece um padre. Alguma coisa explode e ele manda um "droga" ou "estou sem sorte hoje". (sim, estou sendo um pouco injusto. Ele também fala estou fodido ou algo parecido algumas vezes). Eu teria chutado Hab, jogado as batatas longe etc.
    S. King fala alguma coisa sobre isso no On Writing, mas eu esqueci o que foi exatamente :dente:.
    Mas o livro é realmente bem legal. O Watney é carismático e os outros personagens não ficam longe disso.
    Volto pra comentar quando terminar de ler. Só leio quando deito pra dormir, mas um dia eu termino.
     
  9. Omykron

    Omykron far above

    bom, depois do SOL 61 fica claro a psiquê do watney em relação a sobrevivencia...
    que seja, desde a primeira página ele deixa claro como vai ser a psiquê do watney
     
  10. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    Eu já entendi de forma diferente. Aquilo era tipo um diário de bordo e várias vezes ele mostra preocupação com o que as pessoas vão pensar dele quando e se lerem esse diário. Então, por isso, ele se controlou ao máximo no decorrer da escrita/gravação do diário por conta disso. Isso não significa por exemplo que ele não tenha chutado as batatas ou mandado um "vai se foder marte!" fora do momento que ele estava escrevendo/gravando os diários.
    Por outro lado, tudo no livro demonstrou que ele era um cara calmo, inclusive tem uma parte que alguém (não lembro quem) explica o porque ele foi escolhido para a missão e tudo fica mais explicado ainda, do porque de ele não ter se apavorado, etc.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. Omykron

    Omykron far above

    não mesmo. ele escreve como o diário de um homem a beira da morte. só depois
    dele resgatar e fazer uptade na pathfinder
    é que ele comenta que tem medo do que vão ler e pensar dele. talvez na tradução isso não tenha sido tão claro, mas em inglês é bem claro isso
    principalmente em SOL 38 no "Disco. God damn it, Lewis"
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  12. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Eu li semana passada. Gostei, dá pra se divertir bastante lendo. Alguns trechos bem engraçados.

    E não é uma ficção absurda, forçada. Embora futurista, tudo faz sentido.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    No final do mês finalmente irei lê-lo, pois só vi o filme.
     

Compartilhar