1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

PÁSSARO FERIDO

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Fachinni, 10 Abr 2010.

  1. Fachinni

    Fachinni Usuário

    PÁSSARO FERIDO

    Autor : Soélis Sanches

    ... Havia um certo homem que era apaixonado por pássaros, ele ficava encantado e emocionado com suas melodias.
    Todas as manhãs ele debruçava na janela de sua casa para ouvir um lindo e magnífico sabiá cantar em seu pomar.
    O canto do pássaro era tão melodioso e encantador que o homem resolveu pegá-lo e colocá-lo em uma gaiola.
    Assim, pensado, o homem armou uma arapuca e aprisionou aquele pássaro cantor.
    Todos os dias aquele sabiá recebia de seu dono todo tipo de agrado e muita ração, como prova da ingratidão daquele homem, como se isso diminuísse o sofrimento e a dor da prisão.
    Mas, infelizmente, a tristeza e a dor do lindo pássaro era tanta que ele deixou de cantar e não podia mais voar.
    Por mais que seu dono o abastecesse, sua vida havia se transformado, havia perdido sua liberdade de voar e a alegria de cantar.
    Nem sempre tudo o que nos é ofertado é suficiente para nos fazer feliz se não tivermos como “voar” nas asas da imaginação, e sentir a brisa suave tocando o coração.
    Algum tempo se passou, e o lindo sabiá não mais cantava naquela prisão, até que um dia o pássaro canoro de tristeza e muita dor morreu.
    O nosso amor é como um cantar melodioso de um pássaro, se nós tentarmos aprisioná-lo ao invés de conquistá-lo, certamente, ele irá morrer.
    Amar é aprender a viver com tudo que se tem sem desejar nada mais e, sem criar a possessão, ou seja, sem aprisionar o que conquistamos.
    Todos nós somos, corações livres e passageiros viajantes eternos do tempo, alimentados pela paixão que cria e tem criado o amor ;
    O amor só é lindo e perfeito, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser, e não no que deseja que sejamos ser.
    O amor não é uma prisão, ele é uma libertação da nossa alma, do que ela sente e tem para dar.
    Estar livre por amor e, ao mesmo tempo, sentirmos essa liberdade que nos dá alegria de viver é o melhor do mundo !
     

Compartilhar