• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Passaporte, que custa R$ 257, pode ficar mais barato com fim de monopólio?

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
passaporte-brasileiro-e-mapa-getty.xmlimage-1502390789908_v2_900x506.jpg


A Casa da Moeda é hoje a empresa pública no Brasil que produz passaportes, moedas, cédulas e selos postais e fiscais federais. Com o fim do monopólio e a concorrência de outras empresas, o governo deve reduzir seus custos com esses serviços. Será que pode ficar mais barato para o brasileiro tirar passaporte?

Atualmente, a taxa para tirar passaporte comum é de R$ 257,25. O UOL ouviu especialistas para saber se este valor pode cair para o cidadão.

Se houver redução, deve ser pequena

"A proposta é que exista um sistema de livre concorrência em que outras empresas fabriquem papel-moeda e passaporte para o Brasil. Com uma provável redução de custo [de produção], haveria, possivelmente, uma diminuição do preço final, mas ainda é tudo especulação. Tudo é muito vago, não há informações de custo", afirmou José Geraldo Soares de Mello Jr, especialista em economia monetária e professor da Faap (Faculdade Armando Alvares Penteado), em São Paulo.

Leonardo Freitas, CEO e sócio-fundador da consultoria Hayman-Woodward Global Mobility Services, especializada em internacionalização de empresas e imigração, acredita que haverá redução de preço para os brasileiros, mas pequena. "As pessoas não devem esperar uma superdiminuição do preço cobrado pelo documento, e sim uma redução razoável", afirmou.

O governo afirmou que ainda não há uma estimativa de quanto será a redução de custo, mas, segundo Freitas, especula-se que fique entre 15% e 20%.

Qual o custo para produzir um passaporte?


"A forma como hoje este documento é produzido faz com que cada passaporte emitido custe aproximadamente R$ 100 para o governo", segundo Freitas.

A reportagem questionou a Casa da Moeda e a Polícia Federal. A Casa da Moeda informou que não fornece essas informações "porque elas se referem ao contrato com a Polícia Federal, nossa cliente" e que o preço não é definido pela empresa. A Polícia Federal não respondeu.

Mudança não é para já


Soares de Mello disse que a ideia do governo é baratear os custos de produção da moeda e do passaporte, mas que esse processo deve levar um tempo.

"Não é uma coisa para já. A ideia é começar pela moeda, e a previsão para o passaporte é a partir do final de 2023", afirmou.

Não há risco, diz advogado


Para o advogado Wilton Luis da Silva Gomes, sócio do escritório Vilela, Silva Gomes & Miranda, não há risco quanto à segurança ou soberania nacional, seja na impressão de papel-moeda ou na confecção de passaportes.

"Nestes contratos, deve haver a exigência de um rigoroso protocolo de segurança, assim como hoje já existe nos contratos com a Casa da Moeda. Desde que devidamente atendidos, inexiste qualquer risco carecedor de preocupação", declarou.

https://economia.uol.com.br/noticia...passaporte-fim-do-monopolio-casa-da-moeda.htm
 

Ranza

Macaco
Primeiramente, o que determina o preço não é o custo e sim a concorrência.
Dito isso, o segundo ponto é, quantas empresas estão aptas a cumprir as exigências da produção tanto das moedas quanto dos passaportes? Quais as outras barreiras de entradas para tal e quais as perspectivas de retorno o empresário tera?

A notícia do fim do monopólio em si é muito boa, mas as consequências podem ser positivas ou até nem percebidas, afinal continua sendo um monopsônio.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Ainda que seja um documento oficial que justifique uma produção gráfica diferenciada pra evitar falsificações, acho seu custo muito caro. R$ 50,00 nisso aí já estaria bom demais.
 

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
Uma coisa de que eu senti falta é a informação de precedentes internacionais. Emissão de passaporte é uma coisa delicada, e se a flexibilização puder ser entendida como risco de segurança receio de que podem haver consequências diplomáticas, quanto a maior rigidez para imigração e visto de trabalho etc. Se já é uma prática em outros países, provavelmente não.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo