1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Para além de Arda...

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Senhor_de_Gondor, 12 Nov 2007.

  1. Senhor_de_Gondor

    Senhor_de_Gondor Usuário

    Fiquei pensando, após Arda/Eä, na visão de Tolkien, o que existiria? O Universo? O vazio? Algo além da compreenção dos Ainur? Se esta resposta já fora respondida em algum de seus escritos eu não me recordo, mas esta dúvida veio à me fazer refletir sobre o que existira, na opinião de vocês, oh senhores da Valinor, qual seria a resposta para essa pergunta?
     
  2. Luz

    Luz So what?!?!

    Das coisas que li até agora, também não me recordo se há uma resposta para essa pergunta. Mas to lendo o Silma agora, e pelo que entendi, além de Arda existiria o universo mesmo.. a morada de Eru. Mais ou menos como a crença de que Deus mora no céu, além das estrelas e galáxias.

    (Sei lá se viajei, mas é como eu vejo!! :roll:)
     
  3. Mestre Elrond Peredhil

    Mestre Elrond Peredhil Blá blá blá

    É dito que existem estrelas. Mas não diz que existem outros planetas e outros corpos. Penso da seguinte forma: existe Arda e ao seu redor uma "camada" de estrelas. Além, existe o vazio.

    Penso... :think:
     
  4. Luz

    Luz So what?!?!

    É, quanto ao que há além, tanto fico pensando.. e como eu disse, acho que bate um pouco nas crenças sobre o universo, a criação.. só teria isso, um infinito vazio?? Acho que seria um enorme desperdício de espaço. :lol:

    No caso das histórias de Tolkien, não cita nada além de Arda e as estrelas. Mas será que não existia mais nada? :think:
     
  5. Radagasth

    Radagasth Banned

    Os pensamentos de Eru cobriam Arda por interia, e depois dos Ciclos do Mundo, na minha opinião poderia sim haver uma camada de estrevas criada por Varda, e para além dos Portões da Noite o Vaziu eterno o Limbo.
     
  6. Nica Tinúviel

    Nica Tinúviel Usuário

    Sempre acreditei que poderia ter muitos deuses no universo infinito, mas acho que Tolkien nunca escreveu isto... e não sei se ele acreditava nisso...
     
  7. Peonia Cachopardo

    Peonia Cachopardo Supercalifragilisticament e

    Eu acredito que havia somente Arda. Além dela havia somente o vazio, afinal Morgoth foi mandado para o vazio.
    As estrelas que vocês estão falando são aquelas que iluminam Arda? Acho que elas não são como o nosso Sol e as outras estrelas que vemos brilhar da Terra, são colocados no céu pelos Valar.
    Lembrando que a Estrela de Eärendil era uma Silmarill e que o Sol era:
    Como eu disse, nem o Sol era uma estrelas como as nossas. Tá no Silmarillion.
     
  8. Senhor_de_Gondor

    Senhor_de_Gondor Usuário

    Concordo com você Peonia, mas apara entendermos mais além de Arda, temos que entender a própria Arda, por isso lhes faço uma pergunta: Arda era plana ou era esférica como a Terra?
     
  9. Tuor

    Tuor Usuário

    Essa foi uma questão levantada num tópico um tanto quanto antigo. Pelo que eu li e entendi lá, Arda era plana, e se tornou esférica após a queda de Númenor. Ou era após a queda de Beleriand? :think:

    Enfim, era plana e se tornou arredondada.
     
  10. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Após a queda de Numenor, a ilha no centro de arda onde foi a "primeira morte" de Saurom.
     
  11. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    É o seguinte:
    Arda é a Terra*. Além dela existe Eä, que é o Universo. Eä está dentr d'O Vazio. Ao lado de Eä, ainda dentro d'O Vazio, ficam os salões de Eru.
    A vizão da esfera brilhante que os Ainur têm após a Canção é de Eä inteira e não de Arda, porque...

    ... Arda não era uma esfera, era plana (como todos os mundos de todas as mitologias). Somente após a queda de Númenor, quando o próprio Eru interferiu no destino do mundo, é que Arda se tornou esférica e Valinor foi arrancada dos círculos do mundo.

    E nem precisa ir longe pra entender isso, tá tudo no Silmarillion.




    *Já houve gente aqui no forum dizendo que Arda não era só a Terra, mas, na verdade, o Sistema Solar inteiro. Vai saber, né?!
     
  12. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Achei esses mapas na
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    da Valinor e que explicam bem a questão de Arda ser Plana.

    Na galeria tem alguns outros desse mesmo estilo, mas muito parecido com esses 3 que estou postando.
     

    Arquivos Anexados:

    • mpsi2.jpg
      mpsi2.jpg
      Tamanho do arquivo:
      173,6 KB
      Visualizações:
      19
    • mpsi3.jpg
      mpsi3.jpg
      Tamanho do arquivo:
      192,1 KB
      Visualizações:
      16
    • mpsi4.jpg
      mpsi4.jpg
      Tamanho do arquivo:
      181,6 KB
      Visualizações:
      16
  13. DiegoFerrite

    DiegoFerrite Usuário

    Eu acho que não há explicações sobre o que a além de Arda..assim como não a explicação factível sobre tudo que há no céu da terra, e nos outros planetas. Eu acho que a obra de Tolkien reflete mto nossa realidade, não havendo explicações pra tudo.e existindo várias teorias..como o fato de Arda ser plana e depois tornar-se esférica, e o fato de antes os humanos acreditarem que a terra era plana e hoje que ela é esférica.
     
  14. Bárbara Teixeira

    Bárbara Teixeira Eu não quero mais ser um

    Será que posso dizer então que o universo é composto, para Tolkien: por Arda, o vazio, a fortaleza de Mandos?
     
  15. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Se você incluir os palácios de Eru, Tol Eressëa e Valinor, que já não mais pertencem aos círculos do mundo (e juntamente os palácios de Mandos), sim.

    Na verdade Tolkien apenas não cita outros universos, protanto não há como saber se após a criação de Arda, Eru tenha criado um novo "Mundo". (Ideia apenas, sem bases). Assim como não podemos saber se existem outras espécies simultaneamente vivas em outras galáxias tratando-se de nosso mundo real.
    E é dito das vezes que Melkor sai dos palácios de Eru que ele entra no Vazio, para tanto não haviam outros complexos de vida, ou planetas ou nada, havia o vazio.
     
  16. Senhor_de_Gondor

    Senhor_de_Gondor Usuário

    É verdade, lembro-me agora, Arda era plana e após a queda de Númenor tornou-se arredondada como a nossa ''Terra'', bem como disse o Diego, refleete na nossa realidade que pensávamos em outrora que a Terra era plana e depois concluímos que era arredondada e de também(até hoje) não compreendermos bem o que há além do nosso planeta, mas colocando desse modo: temos Arda(o mundo), depois Eä(o universo, que seria os domínios de Anar, Isil e as estrelas) e depois o vazio(estou apenas colocando, mas não tenho certeza)? Quanto aos domínio de Eru? O que seria? O paraíso talvez?
     
  17. Hellchan

    Hellchan Bad things with you...

    Deie-me apenas refrescar a memória, li o Silma faz anos, e sinceramente, não me recordo de muita coisa. To revendo aqui no site.
    Mais enfim, vou parar de enrolar, e perguntar:
    se ele criou tudo isso, da terra ser chata, do vazio, e tals. Bom, eu só queria lembrar que todas as explicações dele fogem da fisica, e ele também não fez nenhuma explicação logica pra isso, simplesmente tudo isso ta desse jeito pelo Eru?
    Só pra elucidar mais essa questão^^"""

    Bjus
     
  18. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Hellchan, é interessante essa forma de pensar, e de fato ela nos leva a várias reflexões, porém, içando o trabalho de Tolkien a uma mitologia, poderia dizer, que assim como muitos aspectos das obras, a criação do universo/espaço, se caracteriza num mito.

    E dizer a palavra Mythos é simples, mas não defini-la de forma plausível, principalmente quando contraposta com o lógos (princípio lógico).
    Para tanto poderia dizer, simplificadamente que: "o mito é o relato de uma história verdadeira, ocorrida nos tempos dos princípios, in illo tempore, quando, com a interferência de entes sobrenaturais, uma realidade passou a existir, seja uma realidade total, o cosmos, ou tão-somente um fragmento. Mito é, pois, a narrativa de uma criação conta-nos de que modo algo, que não era, começou a ser."

    E não somente "físico". O poder e o brio de um mito vai além do possível, torna-se parte de uma quase verdade que inspira e incita vibrações, das quais o ser humano depende.

    E tratando-se da mitologia, ainda mais além: a mitologia não é uma mentira; é poesia, é algo metafórico. Já se disse, e bem, que a mitologia é a penúltima verdade - penúltima por que a última não pode ser transposta em palavras.
    Está além das palavras, além das imagens, além da borda limitadora da Roda do Devir dos budistas. A mitologia lança a mente para além dessa borda, para aquilo que pode ser conhecido, mas não contado. Por isso é a penúltima verdade.

    Eis a beleza de uma obra mitológica, seja na beleza das palavras, a criação de não-verdade que ao momento da leitura nos elevam a outros patamares, ou seja apenas pela admiração. Utilizei-me de citações de Campbell e Junito Brandão para ilustrar minhas citações e defini-las de forma mais simplificadas.


    Enfim, seria errôneo tratar da idéia do primórdio para Tolkien como um erro físico, sendo que creio não ter sido essa “lógica” que ele buscou.
     

Compartilhar