1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Papagaio insulta mulher, depõe para polícia indiana e é expulso de casa

Tópico em 'Planeta Bizarro? Estranhices? Bizonhices?' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 21 Ago 2015.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Caso ocorreu na cidade indiana de Rajura.
    Dono disse que enteado ensinou palavrões para o pássaro.


    O papagaio chamado Hariyal teve que prestar depoimento à polícia da cidade indiana de Rajura, no estado de Maharashtra, após ser acusado por uma senhora de insultá-la a pedido do enteado, o que não pôde ser provado, mas acabou com o animal expulso de casa.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Papagaio insultou mulher e foi expulso de casa na Índia (Foto: Reprodução/YouTube/Oneindia Hindi)​

    Janabai Sakharkar, de 75 anos, afirmou que o enteado ensinou palavrões e insultos a Hariyal para que o animal a ofendesse sempre que ela passasse pela janela. O caso foi parar na polícia, que escutou a mulher, o enteado, um vizinho e o papagaio para entender a situação, segundo informou à Agência Efe o inspetor P.S. Dongree.

    Embora a Índia seja um país que preza pelo carinho e especial proteção aos animais, com a circulação de macacos pelo parlamento e vacas livres pelas estradas - matar uma no estado de Maharashtra pode render cinco anos de prisão -, Hariyal não foi poupado.

    Apenas na delegacia a polícia descobriu que a senhora e o enteado, grande amigo do dono de Hariyal, tinham desavenças pessoais por problemas com uma propriedade, mas nem isso evitou que a ave prestasse depoimento.

    "Pedimos ao vizinho que trouxesse com o papagaio e pedimos à senhora que falasse com ele para ver se o animal realmente a insultava", explicou Dongre ao narrar o processo de investigação.

    Após 15 minutos de tentativas, o silêncio do papagaio durante todo o tempo desmentiu a acusação de Janabai. O inspetor da polícia pediu então que o vizinho fosse embora com o papagaio, mas o homem, pressionado pelo momento, tomou a decisão de se livrar do animal.

    "O dono falou que era melhor deixar o papagaio livre porque se não a mulher continuaria a criar polêmicas desnecessárias e a polícia seria chamada várias vezes", disse o inspetor.

    Hariyal foi colocado na porta da rua, mas não voou e ficou junto ao dono, segundo o policial.

    "Tivemos que chamar os guardas florestais e entregamos o animal a eles", afirmou Dongre.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1

Compartilhar