1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Pálido Ponto Azul (Carl Sagan)

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Cantona, 10 Set 2011.

  1. Cantona

    Cantona Tudo é História

    Vendo esse vídeo, lembrei de dois livros, Iniciação à Astronomia, que ficava folheando, no tempo em que minha mãe, fã de Beatles, me levava ao barbeiro para cortar o cabelo no estilo tigela-George Harrison. Coisas do século passado. Pra se ter uma idéia, na época Plutão ainda ostentava no RG a condição de planeta. Lembro que meus preferidos eram Júpiter, por ser o maior e por ter um olho que, se diz, trata-se de uma tempestade secular e, é claro, Saturno, com aquele monte de anéis. Onde quero chegar, com esse pequeno introdutório, é que hoje, deixando a curiosidade da infância e primeira adolescência de lado, vejo que a Astronomia, além de investigar os confins do céu, nos torna mais humanos. Quanto mais longe chegamos, quanto mais de longe nos olhamos, a prepotência nos escorre. Essa coisa de que, para o Universo, o homem vale tanto quanto um besouro, não humilha, mas nos liberta das vaidades, ficando mais fácil viver e conviver. O vídeo abaixo, sobre a sonda Voyager 1, que deixou o Sistema Solar e retratou a Terra, a não sei quantos milhões de quilometros de distância - um pontinho pálido e anêmico, na imensidão negra do Cosmos - me fez pensar essas coisas enquanto tomava meu chimarrão:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Carl Sagan foi, entre outras coisas, astrônomo norte americano (mais
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ). Pálido Ponto Azul são suas reflexões sobre o planeta e a própria humanidade, vistos lá de longe, bem de longe.

    Nota: Luis Fernando Verissimo, em uma crônica, escreveu sobre o Voyager 1, lançada ao espaço em 1977. Em seu interior a sonda espacial levava um disco com várias imagens do nosso planeta, para o caso de ser encontrada pelos vizinhos do Universo. Ele gosta da idéia, mas faz uma ressalva: O pessoal vai achar que ainda usamos calça boca de sino e que Rocky, um lutador, vencedor do Oscar daquele ano, é melhor que Taxi Driver.
     
    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
  2. imported_Makinary

    imported_Makinary Cachorro novo

    É fantástico esse livro do Sagan, gosto dos livros dele.Um dos livros que estou lendo agora é O Mundo Assombrado por Demônios.
     
  3. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Eu ia postar um texto enorme aqui, mas era relacionado ao Sagan, e não ao vídeo. Pra não desviar o tópico, desisti, haha.

    Me limito a dizer que esse homem é meu ídolo. Sério. Video muito bom. Gostaria de encontrar o livro Pálido Ponto Azul para ler... (isso aí é um trecho do livro, pelo que pesquisei)

    edit: ai, ai, ai... alguém citando O Mundo Assombrado pelos Demônios... eu não vou escrever sobre ele nesse tópico, eu não vou escrever sobre ele nesse tópico.... vou resistir. =P
     
  4. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Minha internet é troll e não quer abrir o vídeo. Pois é, pois é.

    Não é para falar sobre O mundo assombrado por Demônios, né? Tá, então, não falo. Mas que fique claro que foi por causa dele que me apaixonei por Sagan. Ops! falei.
     
  5. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Foi por causa dele que virei agnóstica, só isso. Entrei numa crise existencial da qual nunca mais consegui sair lol. Nunca li a biblia, não rezava de noite, não sei nada de religião, mas dizia que acreditava em deus... sei lá, acho que era mais "cômodo"... e eu nunca tinha parado pra pensar realmente no assunto... não foi de uma hora pra outra, mas desde que li fiquei meio em dúvida sobre isso... até hoje tô em dúvida, rs.

    (ai, não consigo resistir ><)
     
  6. Cantona

    Cantona Tudo é História

    Depois dos comentários, deu vontade de ler O mundo assombrado por Demônios.

    É isso aí, a melhor propagando do livro é feita pelo leitor.

    Há braços!
     
  7. Ramalokion

    Ramalokion Mecha-de-Folha

    Bom.... o meu "O Mundo Assombrado pelos Demônios" é, literalmente, meu livro de cabeceira: fica sempre perto pde mim, e vira e mexe eu o folheio e leio alguma coisa....Já falei que deveria ser leitura obrigatória nas escolas.
     

Compartilhar