1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Palestinos avançam rumo a ingresso em agência da ONU

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 5 Out 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Os palestinos deram nesta quarta-feira mais um passo rumo ao ingresso na Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), quando seu conselho executivo respaldou o pedido de adesão plena do Estado palestino à agência da ONU. Os EUA criticaram a medida, argumentando que tal decisão é incoerente com o pedido em curso no Conselho de Segurança, que ainda está sob análise.

    A chancela da Unesco, uma das mais importantes agências das Nações Unidas, com sede em Paris, pode conceder mais peso ao pedido de ingresso palestino à ONU como Estado pleno, que atualmente está sendo discutido no Conselho de Segurança da entidade.

    O pedido foi aprovado por 40 dos 58 membros do conselho executivo da Unesco, repassando o tema para a próxima etapa --a votação pelos 193 países-membros do organismo.

    Quatro países rejeitaram a solicitação, incluindo os EUA, e 14 optaram pela abstenção, entre eles França e Espanha.

    Os palestinos têm status de observadores na Unesco desde 1974. Para ganhar status de membro pleno, os chamados "Estados" que não são membros da ONU podem ser admitidos na Unesco se forem aprovados por maioria de dois terços na Conferência Geral.

    A notícia chega no mesmo dia em que Mahmoud Abbas, o presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), chegou a Estrasburgo, na França, para um encontro com os parlamentares europeus no Conselho da Europa, onde deve pedir apoio ao pedido de ingresso à ONU como Estado pleno.

    Uma reunião com a chefe de diplomacia do bloco, Catherine Ashton, também está previsto para esta quarta-feira.

    BATALHA DIPLOMÁTICA


    O anúncio da Unesco pode ser considerado mais uma etapa da batalha diplomática que os palestinos travam para pressionar a comunidade internacional a aceitarem seu ingresso nas Nações Unidas.

    Fortemente rejeitada pelos EUA e Israel, que acusam os palestinos de quererem isolar os israelenses ao angariar apoio mundial para a criação de seu Estado, a pressão diplomática vem avançando.

    Abbas já tem em curso um pedido de ingresso à OMC (Organização Mundial do Comércio) e recebeu nesta semana o status de "parceiro" no Conselho da Europa, o principal órgão de direitos humanos do bloco europeu.

    EUA


    Washington, que declarou antecipadamente seu veto também ao pedido palestino de ingressar na ONU --EUA, Rússia, China, França e Reino Unido detém poder de veto no conselho-- mostrou indignação frente à decisão da Unesco, classificada como "incoerente".

    argumentou Victoria Nuland, porta-voz do Departamento de Estado.

    Em comunicado, o embaixador dos EUA na Unesco, David Killion, pediu a todos os delegados que se juntem aos Estados Unidos em votar "não".

    ISRAEL


    O governo israelense rejeitou o anúncio da Unesco, argumentando tratar-se de uma
    disse a Chancelaria israelense em comunicado.

    Diplomatas de Israel se mobilizam agora para tentar convencer os Estados-membros a abandonarem o pedido e
    disse o embaixador de Israel na agência da ONU, Nimrod Barkan.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  2. Almáriel

    Almáriel Die Sonne

    Mais um passo importante, ainda que saibamos que no fim os EUA vão vetar. O mundo não pode mais ficar de olhos fechados diante da situação palestina.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Ainda que sejam passos lentos graças ao estraga-prazeres EUA, ao menos as coisas estão caminhando.
     
  4. General Artigas

    General Artigas Não tá morto quem peleia

    E viva a autonomia dos povos...

    Torço pelos palestinos.
     

Compartilhar