1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Palavras que só existem na literatura

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Haleth, 20 Ago 2018.

  1. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Tive que compartilhar esse tweet aqui:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Não sei vocês, mas pra mim, isso é hilário, haha

    (Pois é @Anica, seus favoritos aparecem na minha TL...)

    Bora pôr mais palavras?

    indagou
    exclamou
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
    • LOL LOL x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  2. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Fitar é clássica! Me faz lembrar daquela velha rima:

    Não sei se é fato ou se é fita,
    Não sei se é fita ou se é fato,
    O fato é que ela me fita,
    Me fita mesmo de fato.

    Mas de volta ao assunto do tópico, não estou lembrando de alguma palavra que só é usada em livros (com certeza tem várias), mas lembrei de uma que só é usada em filmes: os tiras (para se referir à policiais).
    Sério, quem é que fala desse jeito no dia a dia?

    "Ele chamou os tiras."
    "Corre que os tiras estão chegando!"


    Hahaha!
     
  3. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Lembrei dos desenhos animados da minha época: macacos me mordam!
    :D
     
    • LOL LOL x 2
  4. Nírasolmo

    Nírasolmo Usuário

    Desjejum me lembra do Chaves :lol:
     
    • LOL LOL x 2
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Acho que esse tópico é ótimo pro @Calion Alcarinollon que ama português clássico poder nos presentear com ótimas contribuições :)
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  6. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Pois é, se formos considerar palavras de formas antigas do português que caíram em desuso aí o vocabulário seria bem vasto!
     
  7. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    eu sugeri pernóstico para o eder :dente:
     
    • LOL LOL x 2
  8. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Minha mãe usava muito essa palavra.
    Uma vez usei no trabalho e o pessoal riu da minha cara. :oops:
    Ninguém sabia o que significava.
    ==============================================

    Eu tenho uma: "soslaio"
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    uma professora minha usava, eu adorava


    --------------------------------------------------------

    menear a cabeça
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Calion Alcarinollon

    Calion Alcarinollon Filho da Santa Igreja Católica Apostólica Romana

    • Quammagnho;
    • abbundar;
    • imigo;
    • pugna;
    • imigo;
    • despois;
    • experto;
    • coser;
    • lusíada;
    • Luso;
    • sobremaneira;
    • etc.
    Hum vero literarismo é huma elocução que, por sua própria natureza, nam se pode assaz entender senão por escripto. Cousas já citadas no presente tópico, taes qual "fitar" ou "menear", nam se encaixam nessa descripção, pois podem deveras ser usadas na fala -- como de facto o sâm --, de sorte que o prognóstico preciosista nam se lhes aplica.
     
  11. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Eu adoro essa!
    Minha ex-professora de literatura era encantadora. Ela era linda, elegante, bem articulada, inteligente, tinha um humor inesperado e pro-nun-ci-a-va as pa-la-vras como se como fosse atriz de teatro. Ela usava essa palavra normalmente (principalmente em dia de prova). Na primeira vez, a gente riu; na segunda, gamou. Incorporei "soslaio" ao meu idioleto por causa dela :beam:
     
    • LOL LOL x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  12. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Sim, elas são usadas na fala, mas é incomum, e costumam aparecer bem mais na literatura, mesmo. Nem lembro quando foi a última vez que vi alguém usando as palavras fitar ou indagar na linguagem falada. :lol:
     
    Última edição: 22 Ago 2018
    • Bobo Bobo x 1
  13. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Essa atual novela das sete da Globo "O tempo não para" onde pessoas do final do século XIX após mais de 100 anos congelados acordam no tempo atual no século XXI, tá sendo um verdadeiro resgate de termos abandonados.

    Dizem que moda vem e volta, mas pena que com palavras antigas isso raramente acontece.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  14. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Gente, não sabia dessa novela. O enredo tem potencial pra ter muita coisa interessante :) É novela de comédia, tipo o Cravo e a Rosa?
     
  15. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Ponha comédia nisso!
    Ainda mais que é literalmente o enfrentamento de personagens de um vocabulário clássico antigo com o atual. Uma fictícia simulação que se fosse possível no mundo seria bem interessante.
     
    • LOL LOL x 2
  16. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Você sabe os significados das expressões cultas de "O Tempo Não Para"? Imagem: João Miguel Júnior/TV Globo/Arte UOL


    Um dos maiores destaques de “O Tempo Não Para” é seu texto. O contraponto entre as expressões antigas dos personagens congelados do século 19 e o linguajar mais despojado dos novos tempos promove algumas das situações mais cômicas das tramas, gerando também comentários nas redes sociais.

    Ao UOL, o autor da novela das 19h, Mário Teixeira, fala sobre o cuidado que tem com o texto dos personagens de época, para o qual usou como referência alguns dicionários antigos.

    "O maior cuidado é fazer com que, apesar de anacrônicos, os diálogos não soassem pomposos. Por isso a minha obsessão pelo falar das ruas, a que tive acesso na obra desses escritores, além do teatro de Martins Pena e Artur Azevedo, por exemplo. Usei basicamente dicionários mais antigos, como

    o Laudelino Freire e o Cândido de Figueiredo, mas o que me seduz mesmo é quando as palavras fogem do dicionário”, relata ele.
    Mário também conta que se inspirou em obras de época para escrever os diálogos: “Usei basicamente livros da época, o 'Quincas Borba', o 'Memorial de Aires', livros do Machado [de Assis] que têm mais a temperatura das ruas, menos intimistas que os mais conhecidos dele. Sempre com o intuito do resgate de linguagem, usei muito Aluísio Azevedo também, como o 'Mattos, Malta ou Matta', romance publicado originalmente na revista ‘A Semana’, em 1885, um ano antes do naufrágio do Albatroz. Como foi publicado em forma de folhetim, é repleto de termos e locuções da época. Também me foram úteis as cartas de Álvares de Azevedo, bem como a sua poesia jocosa, que é rica em termos coloquiais”.

    Mas, afinal, você sabe o que querem dizer alguns dos seus termos preferidos em “O Tempo Não Para”? O UOL ajuda e traduz alguns deles para os nossos tempos, para que você possa sair na rua dizendo "decerto que sim" sem medo do amanhã:

    • Biltre

      É um adjetivo pejorativo usado a se referir àqueles que se comportam de maneira vil e canalha. Um famigerado “embuste” nos dias atuais.
    • Deveras

      É um termo utilizado para enfatizar verdade, ou seja, para reforçar de algo é verdadeiro ou não. Algo na linha de “falando sério” ou “não é caô”.
    • Doidivanas

      Um indivíduo extravagante, sem muita sensatez, que não tem medo de gastar dinheiro. Aquela pessoa “aparecida”, que de vez em quando precisa de um “miga, sua louca”.
    • Finória

      Finória é aquela pessoa que aparenta ser muito boazinha, mas no fundo usa de sua perspicácia para se dar bem de forma maliciosa. Uma “sonsa” e “falsiane” em outros termos.
    • Maganão

      É um termo usado para falar de homens maliciosos, que não prezam pelo respeito. Quando conheceu Samuca (Nicolas Prattes), Marocas (Juliana Paiva) se referiu a ele como um maganão, mas também poderia ter dito que ele era um “boy lixo”.
    • Mandrião

      Nome dado a pessoas que não gostam de estudar ou de trabalhar por pura preguiça. Aquele famoso “encostado” ou “vagabundo”.
    • Messalina

      Uma palavra usada muitas vezes de forma pejorativa para se referir a uma mulher libertina, considerada sem pudor. Ou seja, seria similar ao termo “periguete”.
    • Mexeriqueira

      Uma palavra que é usada para se referir a uma pessoa que gosta de mexericos, mas não, não tem nada a ver com fruta. No caso, a palavra é utilizada para se referir a fofocas. Ou seja, aquele povo que manja de todos os “babados” e “bafões”.
    • Poltrão

      Hoje chamariam de “bundão”, uma vez que o termo é usado para se referir a uma pessoa que é covarde e medrosa.
    • Rábula

      Muita calma nessa hora, não é o que você está pensando. Rábula é uma expressão utilizada para se referir de forma não muito boa a um advogado, uma vez que trata de um profissional do Direito que não tem domínio do assunto, que fala muito, muito e não chega a lugar nenhum. Em outras palavras, aquele clássico “pedante” e “pilantra”.
     
    • LOL LOL x 1
  17. Nírasolmo

    Nírasolmo Usuário

    Deveras é um vocábulo que volta e meia uso na minha linguagem escrita...
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  18. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    É uma ótima palavra, mas não tenho o costume de usá-la. Talvez eu devesse usar mais.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  19. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Quando eu era criança, minha escola fez a gente ler "História meio ao contrário", da Ana Maria Machado. A história era super divertida, com um rei loucão que descobre que o dia acaba e quer prender os ladrões. Cheguei até a decorar (e usar!) uma fala dele: "Ladrões! Bandidos! Facínoras! Biltres! Fechem todas as saídas! Ponham barreiras em todas as estradas! Cerquem o reino inteiro!"
    Depois dizem que literatura infantil não pode ter palavra difícil XD
     
    Última edição: 24 Set 2018
    • Gostei! Gostei! x 1
    • LOL LOL x 1
  20. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Eu gostava também do termo "salteador" que aparece também em algumas literaturas.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1

Compartilhar