1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Pai mata filha de um ano influenciado por videogame"

Tópico em 'Jogos Eletrônicos' iniciado por Regente, 30 Set 2006.

  1. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Agora os anti-gamers têm mais munição para a sua "cruzada", ô beleza :neutral:
     
  2. Angelique

    Angelique Mau como pica-pau x)

    gente que horror!!
     
  3. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Pow, faltou uma coisa só pra essa noticia se enquadrar devidamente no clichê "foi culpa dos videogames": dizer que o cara era viciado em GTA e Doom.
     
  4. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Pelo menos nas próximas gerações acidentes semelhantes não acontecerão mais, pois os controles serão wireless :D
     
  5. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Exato, CS tb.



    Que mundo de merda nós vivemos hein?! ¬¬
     
  6. NightRaven

    NightRaven Banned

    era o q faltava!!! ¬¬
     
  7. Angelique

    Angelique Mau como pica-pau x)

    exato auhhuah





    mas mesmo assim, tpw se ele desse um soco ou um tapasso na criança já seria horrivel mas ainda suportavel
    agora matar sua PROPRIA filha
    jogas ela pelo quarto
    e ver a criança morta e não ter dó e continuar a jogar
    já é doença neah? ahua
     
  8. Edu

    Edu Draper Inc.

    Deprimente, ainda mais por se tratar de uma criança, morta por um motivo absurdamente banal :|
     
  9. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Ele devia amar Zelda mais do que a própria filha.
     
  10. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Já desisiti de tentar explicar para os anti-gamers que conheço que o problema não é do jogo, mas sim das pessoas que o jogam, uma vez que elas é que têm a tendência para actos violentos e irracionais, não é o jogo que as torna assim.

    Todos sabemos que os jogos electrónicos aumentam os níveis de irritação de uma pessoa; eu, por exemplo, tenho de comprar um comando de Playstation novo todos os anos porque de vez em quando atiro o meu contra a parede quando falho um golo ou outro no Pro Evolution Soccer (Winning Eleven). Mas se essa irritação chega sequer ao ponto de colocar a integridade física de outro em questão, isso já não é problema do jogo, mas das claras tendências homicidas da pessoa.

    Quanto ao pai da criança, injecção letal, já. Ou prisão-hospício, se preferirem. O homem não é normal.
     
  11. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Não vou me desviar para discussões sobre pena de morte, vou me restringir ao comentário sobre os anti-gamers.
    Esse povo que comete atrocidades por causa de um jogo as comete porque têm elas próprias problemas mentais, como falha no alter-ego ou sociopatia, afinal, digamos que 1 milhão de pessoas jogue o mesmo jogo, porque um só faz coisas como esse homem? As pessoas insistem em culpar os jogos pelos erros humanos, afinal, o jogo depende apenas da interpretação que o cérebro faz dele, o que leva a diversão, a não ser no caso de um desvio que pode levar a vício ou a casos como o dessa notícia.

    Que jogo ele estava jogando? Tetris?
     
  12. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Sem querer dar uma de psicólogo, mas esse negócio de irritar tb depende de pessoa em pessoa.
    Tem gente que adora viver nessas situações onde a frustração normalmente é comum (como as pessoas que vivem tentando bater recordes de tudo qto é jogo possível).
    Eu não sou um exemplo disso (já quebrei uma daquelas telas que se coloca na frente da tela do PC, ou pelo menos se colocava por causa de um jogo). Mas eu lembro de um amigo meu que ficava horas tentando quebrar todos os recordes das pistas de Mario Kart 64 e nunca se estressava.



    De qlq forma, esse caso me lembrou de outro na China. Mas foi menos trágico pq não terminou em morte.
    Se não me engano um garoto ganhava de seu irmão mais velho sempre e isso sempre terminava em briga. Um dia ele tentou fugir, tropeçou e caiu pela varanda de casa (se não me engano eram mais de 10 andares). O moleque milagrosamente sobreviveu.
     
  13. Idril

    Idril Usuário

    Não vou nem falar o que um ser que mata a própria filha por causa de um video game merece sofrer na vida. Vou acabar sendo censurada. Lamentável a notícia.
     
  14. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    C*... é mesmo revoltante. Não se pode chamar um demônio desses de humano.
     
  15. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    É um distúrbio mental, testado em uma situação extremamente infeliz, e que levou a uma fatalidade doentia. Graças a Deus que sou uma pessoa super tranquila. Exaltações e porradas em dispositivos eletrônicos ou em pessoas não é comigo.
    Minha única mania é dar um porradão na palma da minha mão esquerda quando jogo Championship Manager e minhas "peças" fazem golaços.

    Eu prefiro não pensar muito em fatalidades como essa, principalmente envolvendo crianças. Isso me deixa extremamente mal, e impotente diante das desgraças da vida.
     
  16. Uncle

    Uncle Sou cool

    Que triste. E o ser humano continua arranjando desculpas para seus defeitos e falhas. Lamentável. :disgusti:
     
  17. Shazan

    Shazan siscapuliu

    Não tem nem o que falar ou analisar, isso nem devia estar na parte de games. O cara é um demente e ponto final, ele mataria ela em qualquer outro momento de tensão, o videogame foi citado por cima.
     

Compartilhar