1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Padre mexicano comenta abusos de fundador do grupo Legionários de Cristo

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Roderick, 30 Abr 2010.

  1. Roderick

    Roderick Banned

    Padre mexicano comenta abusos de fundador do grupo Legionários de Cristo




    O número dois da poderosa congregação mexicana Legionários de Cristo quebrou o silêncio ao dar uma entrevista sobre o fundador do grupo, o falecido padre Marcial Maciel. Maciel teve filhos e abusou por décadas de jovens seminaristas. A entrevista vem à tona às vésperas de um encontro do Vaticano para discutir o futuro da congregação.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Padre Marcial Maciel, fundador da congregação Legionários de Cristo

    O padre Luis Garza Medina disse ao jornal italiano "La Repubblica" nesta quinta-feira que não sabia até 2006 que o padre Marcial Maciel tinha tido um filho. Ele também disse que casos de abuso sexual cometidos por padres deveriam ser julgados pela lei civil.



    Maciel morreu em 2008, aos 87 anos.



    Nesta sexta-feira, o cardeal Tarcisio Bertone, número dois do Vaticano, deve se reunir com os bispos que investigam a congregação mexicana. Trata-se da primeira reunião que será celebrada depois da investigação determinada pelo papa Bento 16 no ano passado, após vir à tona que Maciel teve uma filha, agora em seus 20 anos e vivendo na Espanha.


    O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse que não se deve esperar decisões após o encontro, mas que um comunicado será divulgado. O papa Bento 16 deve tomar uma decisão final sobre o futuro da ordem após estudar o caso, disse ele.



    Este é um dos casos mais delicados para a Igreja Católica, já atingida por uma série de escândalos de teor sexual na Europa e nos Estados Unidos. Também é um caso emblemático da falta de ação do Vaticano em relação a acusações de abuso, já que vítimas de abuso sexual tentaram, em 1990, pedir um julgamento canônico contra Maciel.





    Legionários
    A Legião, fundada no México, diz ter mais de 800 padres e 2.500 seminaristas em 22 países. O grupo controla escolas, instituições de caridade, bancas de publicações católicas, seminários para meninos, e universidades no México, Itália e Espanha, entre outros lugares.



    Garza Medina disse que só soube que as acusações contra Maciel eram verdadeiras em 2006, quando o Vaticano o sentenciou a uma "vida reservada de penitência e oração". "Parecia impossível, o comportamento do fundado parecia impecável", disse ele. "Com o fim da investigação, eu verifiquei a paternidade que foi atribuída ao padre Maciel, no momento em que ficou claro que as acusações tinham fundamento."



    Perguntado como conselheiros próximos a Maciel --incluindo ele-- puderam não se dar conta do que acontecia, ele disse: "Foi difícil entender que havia ações tão imorais e aberrantes da parte dele."



    A mídia italiano afirma que o cenário mais provável é que Bento 16 aponte um "comissário" externo com poderes totais para comandar a ordem enquanto são feitas reformas.





    "Mas uma vez o abuso de jovens....Pelo amor de Deus já está virando rotina."


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 30 Abr 2010
  2. Thatá Rose

    Thatá Rose Engel

    As notícias são recentes, mas os acontecimentos não...é impressionante quando algo é divulgado todos os outros males também surgem de forma avassaladora.

    É preciso a morte ou afastamento do padre para que alguma providência seja tomada?

    Primeiro agem como se fosse impossível ele fazer algo de errado, como citaram seu comportamento era impecável...interessante que NUNCA tenham conseguido enxergar tais acontecimentos.

    Quantos fatos como esse ainda precisa acontecer para que alguém tome uma providência cabível?!
     
  3. Roderick

    Roderick Banned


    Concordo plenamente com você, as sujeiras sempre vem depois da morte e/ou afastamento tanto de padres como de pastores, e ninguém toma providências sérias contra isso.
     
  4. Ninguém fica sabendo de crimes assim quando eles ainda estão acontecendo, são meses ou anos depois, será que não tem umas mãos amigas por ai que ajudam a encobrir tais crimes orrendos?
     
  5. Thatá Rose

    Thatá Rose Engel

    1990!!!

    Falta de ação, consideração, respeito e dignidade! Saber de determinada situação, que por sinal não é a primeira, e nada ser feito é o maior crime do Vaticano.



    Infelizmente fecham os olhos pra realidade e não sabemos quando uma providência será tomada a respeito...


    O Vaticano sabe de crimes como esse desde sempre, mas até hoje nada foi feito para mudar tal situação. Esse caso mesmo, desde 2006 estão cientes e somente agora estão ainda analisando a situação pra saber o que farão a respeito.

    Se existe alguém encobrindo os crimes são eles próprios! Depois de morto não é possível se defender e já teve fim aos abusos, isso até um novo caso ser "descoberto" e divulgado.
     
  6. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Uma coisa me ocorreu a respeito desses casos de abuso. Onde estão os pais dessa gurizada? Será qeu ninguém vai chamá-los à responsabilidade? Olha, entregar filho para outras pessoas cuidarem e se eximir de responsabilidades hoje em dia se tornou muito fácil. Confiar cegamente em estranhos, mesmo que seja um padre ou pastor é um perigo, são todos seres humanos e passíveis de erro. Fiscalização nesse tipo de caso sempre é necessária.
     
  7. Thatá Rose

    Thatá Rose Engel

    E outra, eles não notam as mudanças no comportamento das crianças?

    Sinceramente, não consigo entender como NINGUÉM, seja do Vaticano ou os próprios pais das crianças, não fazem nada a respeito no momento em que acontecem os crimes.
     
  8. Roderick

    Roderick Banned

    Sim se há alguém que encobre tais crimes é o próprio Vaticano, e depois de muito tempo, divulgam que estão investigando o caso. Já estou cansado desse povo do Vaticano, até quando vão se fazer de santos dizendo que não sabiam de nada?
     
  9. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Espero não ser crucificado aqui pelo que vou dizer. Já fui coroinha e nunca nenhum padre quiz me comer. MAS, PORÉM, CONTUDO ENTRETANTO E TODAVIA jamais aceitaria dar para um padre e pelo que me foi ensinado em casa na primeira tentativa falaria direto com meus pais. Acho que falta um dialogo básico. Entregar a educação de filhos pra outras pessoas é um perigo.
     
  10. Roderick

    Roderick Banned


    Nem os pais, nem o Vaticano e nem as "crianças" não falam nada o que será mesmo que acontece? Será algum tipo de ameaça de quem encobre (supostamente o Vaticano na minha opinião)?
     
  11. Thatá Rose

    Thatá Rose Engel

    Rodrigo, o que torna a situação repugnante é eles saberem há décadas sobre esse tipo de crime dentro da igreja e até hoje nunca nada ter sido feito.
    Não saber ou "camuflar" é uma coisa, ter total conhecimento e "fechar os olhos" é outra.


    O básico de toda educação é isso, principalmente hoje em dia sabendo que esses crimes na igreja estão se tornando cada vez mais "comum".
     
    Última edição: 30 Abr 2010
  12. Roderick

    Roderick Banned

    Por isso mesmo, eles escondem isso da população que não fica sabendo de nada e acha que está todo na santa paz quando na realidade não está, e as vezes escapa uma dessas noticias que é quando ficamos sabendo de tais barbaridades.
     
  13. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    No começo o grupo ignora o que está acontecendo, imaginando que é bobagem e brincadeira, depois, quando fica evidente a descoberta é como uma bomba silenciosa. Todas as pessoas da comunidade e da congregação poderão aparecer nas notícias de jornal ao lado da palavra "abuso sexual" de menores, entre outras coisas.

    Se for numa escola as marcas de destruição vão pelo mesmo caminho. Vítimas que são expostas, pessoas que não têm culpa feridas, a burocracia, dinheiro e tempo perdidos. As famílias devem estar efrentando uma barra.
     
  14. Frederico

    Frederico Usuário

    Os que mais sofrem mesmo são as famílias que tem que ficar correndo atrás da papelada por causa da tamanha covardia desse padre de quinta.
     
  15. Thatá Rose

    Thatá Rose Engel

    É realmente difícil "julgar", pois pra quem está de fora tudo parece sempre mais fácil e lógico. Sinceramente não sei como estão as famílias, como estão essas crianças e tantas outras que já passaram por isso. Mas é realmente muito estranho que precise acontecer com tantos para que algo seja notificado...será que os pais da primeira criança que sofreu o abuso não notou as mudanças de atitudes no filho? Nunca se preocuparam em observar como estavam agindo as outras crianças também?
    São esses detalhes que me deixam em dúvida, que me fazem questionar o motivo de tantos casos idênticos.
     

Compartilhar