1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

OVNI destrói meteorito que caiu na Rússia

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Seiko-chan, 30 Mar 2013.

  1. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    " Antes de tocar o solo e ferir mais de 1000 pessoas, um OVNI teria agido rapidamente e destruído o meteorito ainda no ar. Pelo menos é o que mostra um vídeo, publicado neste último domingo, na internet.

    O objeto parece soltar algumas partículas no ar. No entanto, no vídeo, os detalhes ficam ainda mais evidentes com a ampliação, mostrando o que parece ser um OVNI entrando no interior do meteorito e destruindo seu núcleo.

    Logo depois, ocorre a explosão do objeto, reduzindo seu tamanho e volume. Teria realmente um OVNI salvo a Rússia de uma destruição maior?"




    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    E aí, macacada...
    Já temos tecnologia que proporcione esse nível de precisão na defesa mundial, ou realmente estamos sendo assistidos/protegidos por outras civilizações em segredo? :think:

    Que comecem os jogos.
     
    • Gostei! Gostei! x 6
    • LOL LOL x 2
  2. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Os alienígenas poderiam ter feito a gentileza de explicar pq protegeram a nossa civilização, né? Pq até o momento demos poucas provas que merecemos um presente desses. :mrgreen:

    Enfim, é curioso também que o meteorito de Chelyabinsk tinha aproximadamente 20 metros de diâmetro e 10 toneladas antes de entrar na atmosfera terrestre. Qual seria o dano causado se ele não tivesse explodido no caminho? Já li estimativas que o meteoro que causou a extinção dos dinossauros devia ter de 5 a 10 km de diâmetro. Então é bem possível que o meteoro de Chelyabinsk não fosse uma ameaça à nossa civilização. Logo, os alienígenas gostam de vodka.

    De qualquer forma eu acho o vídeo muito interessante e não acho que estejamos interpretando uma sujeira no vidro do carro do russo. Pode ser outra coisa, claro.
     
    Última edição: 30 Mar 2013
    • LOL LOL x 10
    • Gostei! Gostei! x 3
  3. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    • Gostei! Gostei! x 5
  4. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Nada além da nova geração de mísseis terra-ar russos, que por sinal tem causado preocupações em Washington.

    .
     
  5. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Pergunta pertinente. Tenho outra:

    Pela lógica, se algum país fez o favor de salvar a Mãe Rússia de uma catástrofe sem precedentes, já estaria se gabando. Isso não está acontecendo. Por que?

    É só um meteoro? Sim. Mas lembremos que a tsunami da Tailândia em 2004, sozinho, foi capaz de alterar em 2,5cm a posição do eixo terrestre no Pólo Norte, o que a nível mundial significa muita coisa... Ou seja, a mãe Rússia e todos nós escapamos de uma boa chacoalhada.

    Lembrando que a definição OVNI - objeto voador não identificado - se aplica a qualquer coisa que voe e não possa ser identificada, o que vale tanto para mísseis quanto para o Homem de Ferro, quanto para naves alienígenas... Nunca saberemos. :yep:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Vídeo com o grande mestre Carl Sagan sobre o assunto. Infelizmente não encontrei vídeos legendados.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Faria sentido... Se não fosse o fato de que o vídeo mostra um objeto que emite luz (já que o negativo dele é negro) e que atravessa o meteoro e depois desaparece. I'm not saying it's aliens... but it's aliens.

    Sim, não digo que seria um impacto irrelevante. Na verdade eu gostaria de saber se alguém já viu informações sobre uma simulação dos danos se o meteoro tivesse atingido a Rússia em cheio.
     
    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 4
    • LOL LOL x 2
  7. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Tar, com todo respeito, você já viu um lançamento de míssil terra-ar? Aquilo berra mais que mulher pelada em praça pública, e até então mísseis de longo alcance (ainda mais russos) não rompem a barreira do som.

    Há também de se considerar a velocidade do suposto objeto em relação ao próprio meteoro, que vinha a estimados 54 mil km/hora. É um caso a se pensar com cuidado.
     
    • LOL LOL x 4
    • Gostei! Gostei! x 2
  8. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Assunto velho em fóruns de tecnologia militar, os mísseis nem são tanto os novos astros deste jogo, mas os novos radares que neutralizam a tecnologia stealth yankee.

    The bear is back.

    .
     
    Última edição: 30 Mar 2013
  9. Tilion

    Tilion Administrador

    Lembrem-se, crianças: Arquivo X é só uma série de ficção científica, não reality show.
     
    • LOL LOL x 5
    • Gostei! Gostei! x 3
  10. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • LOL LOL x 6
    • Gostei! Gostei! x 2
  11. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    O meteoro pode ser Morgoth. E o OVNI pode ser Manwë.

    Só mudar as perspectivas! :ahhh:
     
    • LOL LOL x 1
  12. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    A princípio fui atrás de outros vídeos de pessoas em datas diferentes da desse vídeo para confirmar o avistamento e procurar outros ângulos do impacto. As imagens na maioria das vezes são de baixa qualidade e esse foi diferente porque pegou a imagem mais próxima. O vídeo abaixo do dia 15 possui um breve clarão nos primeiros 7 segundos no que parece ser a mesma altura indicada pelo vídeo de cima. É difícil filtrar também qualquer montagem hoje em dia sabendo dos recursos da tecnologia visual, mas vou arriscar uma análise do que vi.

    (suave clarão nos primeiros 7 segundos, altura e formato semelhante ao mostrado no vídeo acima)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Hipótese Militar

    Humanamente falando um UAV (parecido com um drone) hipersônico lançado de uma plataforma orbital (em satélite militar) poderia alcançar ou superar velocidades de até 20 Mach para interceptar um objeto que já houvesse sido avistado dias antes. Com o calor provocado pela velocidade ele poderia adquirir exatamente a mesma aparência brilhante do meteoro como ocorre nesse vídeo do DARPA de um veículo a 13mil milhas por hora. Na minha análise eu observei a presença de um corpo menor (menos de 10% do tamanho do objeto celeste principal), com no mínimo 2X-3X mais velocidade que a massa principal interceptando a partir de trás do bólido.

    Contra essa hipótese existe que essa tecnologia não é barata e possui uma logística que é um pesadelo pra colocar funcionando com tanta eficiência, principalmente seguindo o que foi divulgado oficialmente que o meteoro entrou sem ninguém ver (o que sabemos que pode ser uma mentira deslavada). Se eu fosse apostar diria que é impossível para uma agência espacial comum ou escritório de marketing que é o dedo das relações públicas das forças armadas americanas igual a Nasa, os TV hosts da ciência e outros pop stars terem acesso a tecnologia, dinheiro e competência pra acertar aquilo ali naquela velocidade. O barato deles afinal é dizer só o que é inócuo.

    Também o padrão de comportamento de ufos não é como o de protótipos militares. Eles aparecem em grandes quantidades já nos anos 50 enquanto os objetos militares são testados em eventos individuais.

    DARPA HTV-2: 13,000 mph Hypersonic Glider Test Resulst Revealed
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Hipótese UFO (UFO ET ou Ufo terráqueo)

    Por outro lado, os drones aparentam ser uma imitação barata dos governos para simular a tecnologia Ufo e se protegerem, que foi o caso dos testemunhos fotográficos de militares como o Coronel Holanda na Operação Prato. Segundo os relatórios da FAB nos anos 70 as sondas Ufo já conseguiam voar, disparar raios capazes de vários efeitos entre eles sintomas diversos e anemia nas pessoas, mergulhar (saindo e entrando) na água e desaparecer em alta velocidade sem nem sequer precisar de asas ou foguetes.

    Para conseguir fotografar os movimentos dos Ufos na operação Prato era tão difícil que os militares brasileiros precisaram de um filme cedido por militares da força aérea americana. Militares que ultimamente dizem estar com problemas de interferência interna em sítios de armazenagem de armas nucleares sendo desativados por estes Ufos.

    O contato ufo é feito sempre que possível a distância e em último caso pessoalmente para preservar a integridade das missões.

    Hipótese Natural

    É possível que do conjunto de pedras que alcançou o planeta naquela semana (foram várias quedas celestes no mundo todo) existissem fragmentos viajando a velocidades e direções diversas no que aquele ponto se convergissem a rota de dois bólidos (com mudança de rota favorecida pelo atrito com a atmosfera) num encontro que é extremamente raro de acontecer. Enfim, quem encontrar outros vídeos com boa nitidez para comparar seria muito bom também.
     
    Última edição: 31 Mar 2013
    • Gostei! Gostei! x 7
    • Ótimo Ótimo x 4
  13. Cibellë

    Cibellë Usuário

    auhauhauhhua, Hoje em dia eu nem sei mais se OVNIS existem ou não !! -qq
     
  14. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O sacrifício de Bruce Willis valeu a pena.

    É raro, mas já aconteceu? Pois eles vêm do mesmo lugar, o Cinturão de Asteróides, e não imagino eles tomado direções opostas e ainda mais causando um choque.
     
  15. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    O encontro direto de dois corpos celestes é raro mas pode acontecer segundo dizem os cientistas. Essa teoria vem de uma reportagem que li que falava sobre a possibilidade de choque entre uma lua e um planeta ou entre um planeta e outro planeta. A chance de choque entre meteoros aumenta se o planeta atrair vários corpos de um vez. Se observar a superfície de uma lua as vezes uma cratera é aberta dentro de outra cratera maior ainda (significa que as rotas se cruzaram). Na reportagem o especialista falava que é possível ocorrer, mas é muito raro. Entre asteróides nós sabemos que uma parte deles saiu do cinturão e permanece vagando entre os planetas ao redor do sol e podem mudar de rota e acertar o que houver pela frente (planeta, lua, cometa ou outros asteróides).

    Algumas teorias, através de descobertas vêm apontando para a presença de um trânsito mais ativo e de uma interação maior do que se pensava de um espaço não tão parado e vazio, uma vez que estão verificando estrelas fracas em nossa vizinhança que até então eram ignoradas e uma quantidade enorme de planetas apontando para a presença de sistemas inteiros de rochas e estrelas apagadas ou moribundas, com blocos escuros vagando por aí, além de asteróides frutos de fragmentações antigas indo e vindo principalmente de fragmentos difícies de se detectar (menos de 20 metros).
     
    Última edição: 31 Mar 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
  16. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Akira, gostei muito do seu post e achei as suas explicações muito bem desenvolvidas. Os três casos ilustram possíveis formas de interceptação do meteoro, correto? A minha questão aora é a seguinte: Qual é a melhor interpretação do video postado pela Seiko e qual das três explicações se encaixa melhor para esse fato observável?

    Até o momento, eu entendo que (i) o objeto que intercepta o meteoro era "quente", (ii) viajava numa trajetória teoricamente reta (ao invés de descendente, como o meteoro) e (iii) após o encontro com o meteoro não desapareceu instantaneamente, aparecendo no video por mais alguns segundo até desaparecer subitamente.

    O ponto (i) é identificável pela imagem negativa, já que o objeto fica negro, assim como o meteoro.

    O ponto (ii) pode ser questionado por uma questão de ângulo do vídeo. Assistindo outras gravações do meteoro de Chelyabinsk, eu ainda não consegui identificar esse mesmo objeto.

    O ponto (iii) é o mais estranho. Por um lado, de acordo com a sua hipótese natural, o impacto entre esses dois objetos teria obliterado o corpo menor - E isso não é verificável no vídeo, pois há indícios que o objeto "atravessa" o meteoro. Por outro lado, o ângulo do vídeo pode nos iludir, pois talvez o objeto em destaque nunca tenha colidido com o meteoro, de modo que faz sentido que siga a sua trajetória até se desfazer na atmosfera.

    E agora, José?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Tá bom, parei com Giorgio Tsoukalos...
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  17. Glonduil

    Glonduil Quase uma forja de anão

    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
  18. Vela- o Rousoku

    Vela- o Rousoku Sirius Black

    nesse segundo vídeo o troço subindo é apenas um ponto de reflexo na lente. Observe que quando o clarão aumenta, esse ponto de luz se expande pra um grande círculo, em que fica óbvio ser da lente
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  19. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Sim, nesse caso do Japão parece ser uma lens flare mesmo. Mas a ultima parte do video, onde um objeto se move em direção ao asteróide também foi bem interessante. Mais interessante ainda é a NASA cortando a transmissão.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  20. Thor

    Thor ἀλήθεια

    Isso é 1º de abril, gente... Esse vídeo já tem quase 2 meses, e o quesito "OVNI camarada" surge convenientemente no dia 31 de março.

    O meteorito não tinha tamanho suficiente pra vencer o atrito da atmosfera, e foi por isso que ele se desintegrou no ar. Não foi pelo míssil de uma unidade não tripulada de aliens não.
     
    • Gostei! Gostei! x 2

Compartilhar