1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Ouvir música sem fone no ônibus agora dá multa de R$ 1 mil na Paraíba

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 17 Mai 2013.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Ouvir música em alto volume no transporte coletivo agora dará multa na Paraíba. A Assembleia Legislativa aprovou uma lei que proíbe escutar sons em celular, notebook, rádio, MP3 player, pendrive e outros dispositivos sem que um fone de ouvido esteja acoplado.

    A multa para quem for flagrado infringindo a lei é de R$ 1 mil. Empresas de transporte que permitirem a seus passageiros desrespeitarem a regra também serão multadas. De acordo com o jornal Correio da Paraíba, os Procons estadual e municipal irão fazer a fiscalização. Em caso de desobediência, a polícia também poderá ser acionada.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    • Gostei! Gostei! x 5
  2. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    Finalmente! Agora é só os outros estados seguirem o exemplo.
     
  3. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    É PRA APLAUDIR DE PÉ IGREJAAAAAAAAAA :ahhh:

    :lol:

    Sério gente, sempre fui a favor de que cada um escutasse seu som numa boa, sem impor a ngm!!! Eu detesto escutar minhas músicas alto, elas só competem a mim, logo, pq tem esse povo que tem de ficar incomodando os outros com som alto??

    Tem que implementar aos outros estados msm, assim quem sabe o povo pare de escutar som alto desse jeito!!
     
  4. Felagund

    Felagund Well-Known Member

    Nossa, que lei exagerada.

    Viver em sociedade é basicamente impossivel para essa geração cada vez mais e mais individualista. Prestem atenção, não estou defendendo quem ouve som alto no busão, ainda mais quando o som é funk, que eu particularmente não gosto, mas pera lá né...
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Quero ver é conseguir cobrar os R$ 1000,00.

    Por mais que eu odeie quando alguém coloque um som alto que não suporto é uma multa bem pesada.
     
  6. Lobelia SB

    Lobelia SB His name was Robert Paulson

    Eu adorei! Só não sei como será a fiscalização disso...não sei se vai funcionar mesmo...
    Quando eu era comissária ia muito para Paris e lá pegava metro para jantar e passear por lá.. E pasmem.. nem o celular fica com toque... nunca ouvi um celular tocando lá.. é tudo no vibra.
    As pessoas têm que aprender a serem mais discretas e pararem de incomodar as outras.. Achei maravilhoso! Só não sei se vai dar certo... :hihihi:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  7. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Mas é aquela velha história, né? só existe "respeito" quando pesa no bolso. :tsc:

    Achei bacana.
    Queria ver isso em SP.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Calib

    Calib Visitante

    E o que você sugere?
     
  9. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Felagund, se o povo não fosse tão folgado, não tinha precisão dessas coisas... há lugares que nem lei de trânsito existe, pq não precisa... o povo é civilizado por si só.

    Mas num lugar onde o povo não é civilizado... isso fica inviável.

    Seria uma maravilha viver em uma sociedade onde as pessoas já se comportassem de maneira minimamente respeitosa sem precisar de multas ou sanções legais, mas infelizmente não é assim...

    E dentro de um ônibus há várias pessoas, pode haver uma pessoa doente tomando condução... eu já fui doente trabalhar, imagine então se tenho que ir a viagem inteira escutando música alta?

    Qdo a pessoa está doente, nem a música que ela gosta cai bem...

    E sobre viver em sociedade e ser individualista, a pessoa que escuta som sem fone é o que? Individualista, pois não quer nem saber se as pessoas em volta querem escutar ou não o que ela está ouvindo, ela simplesmente "impõe" seu som alto aos ouvidos dos outros - problema esse facilmente resolvido com um simples fone de ouvido, que não machuca ngm.

    Havia um lava rápido do lado de onde eu trabalho que tocava um som DESGRAÇADAMENTE alto (e qdo digo DESGRAÇADAMENTE era ao ponto de as janelas de vidro tremerem) e nem queriam saber se ali do lado tinha aula ou não. Poxa, isso é o cúmulo do NÃO saber viver em sociedade!!

    E me parece que em outros posts vc disse que já foi à Europa; lá, uma vez, vi um anuncio escrito que a pessoa que acendesse um cigarro dentro do ônibus pagaria, na época, o equivalente a uns 4 mil reais. Não achei ruim; ngm é obrigado a respirar a fumaça alheia.

    Logo, a multa aqui até que tá "leve" se comparada à de outros lugares.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  10. Felagund

    Felagund Well-Known Member

    Ué, qualquer outro tipo de ação um pouco mais pensada. Uma campanah de conscientização, ou mesmo alguém levantar e falar "Porra filho da puta, desliga essa merda!". Eu mesmo já cansei de xingar cara e mandar abaixar som de carro e coisas do tipo em bares e outras coisas em SP. Claro que não precisa dar de ignorante, pode chegar e pedir com educação, agora propor multa de mil reais beira o ridiculo de tão absurdo.


    Que arroganci, quem vc pensa que é para dizer se alguém é civilizado ou não?

    Iria te incomodar, mas duvido que vc morresse por isso. Aliás, se incomodar, nada custa ir lá e mandar o cara abaixar. O problema é que tem muita gente covarde que morre d emedo de pedir para alguém parar de fazer algo que incomoda, ai fica mais facil apoiar uma medida tosca como essa do governo.

    Aliás, pior que doente é ouvir musica alta de ressaca, mas vamos continuar.

    Sim, quando digo que a sociedade é individualista não estou me referindo apenas a quem reclama do som, mas também a quem poem o celular tocando musica alto pra geral ouvir, achei que tinha ficado claro o meu post em relação a isso quando disse GERAÇÃO individualista.

    E vcs foram lá reclamar com o lava-rapido? Pq aqui em casa direto eu tenho problema com criança gritando (moro no terceiro andar), vizinho dando festa, churrasco nas casas da frente e sempre vou lá falar com os caras para abaixarem o barulho. Se depois de 1 ou 2 vezes não resolver, tem a policia para se chamar.


    Ninguém é obrigado a fumar cigrro de ninguém mesmo, Na real, o sonho de todo mundo é viver em uma bolha, isolado de qualquer tipo de contato indesejado com o outro, isso implica hoje em questõies de saúde, como cigarro, agora com questòes mais subjetivas, como música (e pq a música é, basicamente, funk, pqse entrar alguém ouvindo musica classica duvido que tanta gente iria se incomodar), e asim vai, modernidade liquida total, pós-modernidade onde ninguém suporta o outro, mas tanto faz também, nem to afim de entrar nesse tipo de debate.
     
    Última edição: 18 Mai 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
  11. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Reclamei com o lava rápido não só uma, mas VÁRIAS vezes. Com o tempo, ele fechou - não por causa das reclamações da escola, mas talvez por causa de vizinhos também, e por outros motivos como inadimplência - fiquei sabendo depois que deviam mundos e fundos e por isso fecharam. Pra completar, abandonaram um cachorrinho lá e hoje o animalzinho depende da caridade alheia pra comer. Se eu falo que eles não são civilizados, eu sei do que estou falando. São vários atos de "não-civilidade".

    Não sou ninguém para "mandar" o cara ir lá e desligar o som; mandar alguém fazer algo, sim, que é arrogante (arrogante vem de "não rogar", não pedir, e sim mandar, ser autoritário).

    Do jeito que as pessoas estão hoje em dia, matando e morrendo por causa de ninharias, é perigoso ir exigindo que Fulano de Tal abaixe som, ou faça isso ou aquilo; como as pessoas andam muito violentas, agredindo fisicamente sem motivo algum, eu penso que a intervenção do Estado é realmente a melhor medida, mesmo a uma coisa "simples" como ouvir som alto no ônibus.

    E na quinta feira da semana passada eu fui vomitando dentro do ônibus (só água, mas tudo bem... é nojento da mesma forma) e ainda pedi desculpas por atrapalhar o povo de dentro do ônibus. Isso com doença, que não é um ato voluntário, como escutar música alta e pode ser evitado.

    Agora, como uma pessoa vomitando vai pedir pro Fulano abaixar o som? Mal consegue se manter na cadeira, vai ainda pedir isso e arriscar de o Fulano ser um grosso ignorante, como muitos que vemos por aí?

    De mais a mais, pra medida ter sido tomada, é porque já houve MUITO abuso e reclamação dos transeuntes.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  12. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Nossa, que raridade. Eu concordando (mesmo que parcialmente) com o Felagund. :mrgreen:

    1) A lei é claramente "populista". Ou seja, foi pensada para agradar, mas é pouco implementável. O valor estipulado foi pensado claramente para deixar as pessoas com medo, mas é um tanto quanto irreal. Quem vai acreditar que será multado nesse valor por causa do som alto? É o tipo de lei que tenta criar um valor assustador ao invés garantir algum risco real de punição. Sim, pq as leis "colam" basicamente por dois motivos: mudança comportamental ou medo de punição. Vocês realmente acreditam que vai ter fiscal nos ônibus? E mesmo que tenha, vocês realmente acreditam que vai ter gente sendo multada? Só acredito vendo. Posso até queimar a minha lingua depois, mas não acredito.

    2) Lindoriel, esse papo de "povo civilizado" é muito relativo. Digamos que realmente a maioria das pessoas acredite que ouvir música sem fone de ouvido no ônibus é uma prova de barbárie. Se isso justificar a criação de uma lei contra esse comportamento, que outras situações também não justificarão? É qual é o limite entre o abuso e uma lei pró-civilidade? Daqui a pouco vão dizer que não podem falar alto no ônibus também - sim, pq o princípio do argumento é exatamente o mesmo, ou seja, não gerar poluição sonora "desnecessária".

    3) Felagung, nem todo mundo é covarde por não ir reclamar com o sujeito ouvindo música alta no ônibus. Até pq, honestamente, se o indivíduo está ouvindo música aos berros (e eu não concordo com isso), esse já é um sinal claro que ele está cagando e andando para a opinião alheia. Quer dizer que é covardia não querer fazer barraco no ônibus (pq é o que acontece em 99% dos casos em que alguém reclama) ou então não querer se meter numa briga desnecessária que pode descambar pra violência física? Acho que não. Aliás, esse é um dos papéis básicos do Estado, ou seja, evitar que a violência entre os indivíduos seja um mecanismo válido de resolver os conflitos. Esse é o papel básico da figura de autoridade, na realidade. Já vi alguns casos em que o motorista do ônibus tentou tirar o passageiro ou então se recusou a continuar a viagem. Nesses casos o sujeito ficou quieto rapidinho. Ou seja, não precisou de "lei" alguma.

    4) Essa conversa me lembrou de uma frase totalmente lamentável do ator Wagner Moura:

     
    Última edição: 18 Mai 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
  13. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Sobre o conversar em voz alta no ônibus: também é meio ruim, se a pessoa falar gritando (rs...) ou alto demais, mas não tem a opção "fone de ouvido" da música. De qualquer forma, a pessoa poderia conversar em tom mais baixo por estar com outras pessoas em volta.

    De qualquer forma, tirando aqueles "doidos de ônibus" (um pessoal que "alucina" e fala sozinho no ônibus), nunca vi ninguém conversar tão alto em ônibus, nem mesmo em celular. Falar falam, mas não chega nem perto de incomodar como um som alto demais sem fones.

    Afinal, qual o grande sacrifício de usar um fone de ouvido em público?
     
  14. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Logo se vê que você nunca esteve em um ônibus do meu bairro... :gotinha:



    MULTA PRA TODOS ELES!


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 18 Mai 2013
    • LOL LOL x 2
  15. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Do seu bairro não, rs... xD Mas se em seu bairro falam alto, isso deveria ser coibido tbm.
     
  16. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Muito bem-vinda essa lei. O direito ao sossego é um direito tão essencial quanto à propriedade, de ir e vir, de livre expressão, etc. A quebra desse direito não é um desentendimento qualquer, assim como o sujeito invadindo ou roubando sua casa também não é um desentendimento qualquer - há um agredido e um agressor, o limite é claro e simples. É óbvio que ele pode fazê-lo, se achar que vale a pena, mas não é um dever do que sofre a agressão ir conversar com o sujeito para que ele a interrompa. E na grande maioria das vezes não vale a pena, o sujeito é um adulto que tem noção do que está fazendo, ele simplesmente não está nem aí.

    Mas de fato duvido que essa lei terá o efeito que deseja-se dela. É algo bem análogo em Osasco, há uma multa exorbitante para carros com som alto, mas pouco é aplicada e em época de eleição essa lei é ignorada pelos próprios políticos. Mas é claro que o problema não está na existência da lei em si...
     
  17. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Acho que você anda pouco de ônibus então, Lindoriel. Em praticamente todos os ônibus do RJ você vai encontrar alguém conversando aos berros. Ouvindo funk sem fone de ouvido então, nem se fala.

    Pelo o que você já escreveu, não sei ao certo como interpretar a sua sugestão de coibir quem fala alto. Honestamente não sei se foi sério ou sarcasmo. Se for assim, vamos coibir também quem come nos ônibus, pq o cheiro de comida pode ser um incômodo. Por falar em cheiro, e a galera que não toma banho, hein? Também deveriam ser multadas. Ah, isso sem esquecer o pessoal com gases, pq se isso não é prova de barbárie, então eu não sei o que é.

    Enfim, se formos criar leis para tudo o que nos desagrada na sociedade, então será inviável viver em sociedade.

    O direito ao sossego é uma novidade pra mim. Se o seu vizinho é músico, ele não tem o direito de praticar o dia inteiro? Há vários exemplos de problemas semelhantes, todos envolvendo externalidades, ou seja, uma determinada ação que gera resultados positivos ou negativos em outros indivíduos que não tem nada a ver com o assunto.

    Enfim, mesmo se as multas forem aplicadas, o resultado mais provável é que as pessoas usem aqueles fones de ouvido bem vagabundos que deixam o som escapar. Aí vão ter que aumentar o volume e o problema continuará o mesmo. É a minha profecia.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
    • LOL LOL x 1
  18. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Ando todos os dias, rç. Mas não é no Rio (é no litoral de SP) e nas linhas que usualmente eu pego o povo não faz escândalo, ao menos nos horários que eu pego. Conversam normalmente.

    A mesma coisa pessoas ouvindo funk sem fone. Não são muitas nos horários que eu pego ônibus (talvez pq eu trabalhe fora do horário convencional de comércio? Pego õnibus à tarde e volto depois das dez da noite?), mas qdo entra um funkeiro escutando som alto... creideuspai. Dá não.

    Sobre as pessoas falando alto, não foi sarcasmo. Talvez não colocar a coisa pro Estado resolver, mas poxa, como o Haran falou, está invadindo o espaço do outro. o exemplo do vizinho músico é um que difere dos fones porque ele está na casa dele, e pressupõe-se que, mesmo usando amplificaor e etc, o som não seja TÃO ALTO quanto o de uma pessoa dentro de um ônibus colocando um "sonzasso" sem fones.
     
  19. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Você nunca teve um vizinho músico. :mrgreen:
    Eu já e nunca me incomodou, até pq era boa música que ele tocava. Mas choviam reclamações dos outros moradores.
     
  20. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Não vejo paradoxo nenhum entre o direito ao sossego e o caso do músico... O músico só tem a obrigação evidente de arcar com despesas para que não incomode os demais (simplesmente deixar o som suficientemente baixo, ou se isso não for possível, isolamento acústico, alugar ou obter um estúdio ou lugar apropriados para ensaio, etc), afinal ele não tem que se divertir ou se sustentar à custa do sossego e do espaço alheio... Algo análogo pode ser dito em relação à festas e eventos, cultos evangélicos, criação de muitos animais e por aí vai.
     
    • Gostei! Gostei! x 3

Compartilhar