• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

[OUTROS DRAGÕES] - Montanhas Cinzentas

Deriel

Administrador
Na verdade, essa imagem de dinossauros reptilianos não é mais aceita cientificamente. Atualmente se pensa em dinossauros muito mais próximos às aves do que aos répteis. Inclusive a maioria deles possuíam penas. E não eram tão grandes. Uma ou outra espécie se sobressaía pelo tamanho mas a grande maioria era de estatura bastante ordinária. As aves de hoje seriam uma evolução dos dinossauros que não foram extintos.

Por esse aspecto, as montarias aladas estão muito mais para dinossauros depenados, enquanto que os dragões sim, são reptilianos, ligados às serpentes e lagartos.

Como o Deriel já apontou, o pterodáctilo, como o próprio autor diz, é uma boa pedida.

Não o pterodáctilo exatamente pterodáctilico (adjetivo - "parecido, afim com pterodáctilo")
 

Brunus

Usuário
Só por curiosidade, o design original de Smaug nos filmes era com seis membros. Depois mudaram para quatro - e inclusive editaram o prólogo da versão estendida do primeiro filme, na cena em que aparecem as patas de Smaug avançando dentro de Erebor.

Editaram? Então, ha dois Smaugs? O da versão original e da estendida?
** Posts duplicados combinados **
Só por curiosidade, o design original de Smaug nos filmes era com seis membros. Depois mudaram para quatro - e inclusive editaram o prólogo da versão estendida do primeiro filme, na cena em que aparecem as patas de Smaug avançando dentro de Erebor.

Editaram? Então, ha dois Smaugs? O da versão original e da estendida?
 

Finarfin

Usuário
Não o pterodáctilo exatamente pterodáctilico (adjetivo - "parecido, afim com pterodáctilo")

Sim, mesmo porque, se ainda hoje em dia não se tem certeza sobre a real aparência deles, imagino que, quando Tolkien escreveu, a quantidade de gravuras representando-os de formas diferentes deveria ser enorme.
 

Thor

ἀλήθεια
Na verdade, essa imagem de dinossauros reptilianos não é mais aceita cientificamente. Atualmente se pensa em dinossauros muito mais próximos às aves do que aos répteis. Inclusive a maioria deles possuíam penas. E não eram tão grandes. Uma ou outra espécie se sobressaía pelo tamanho mas a grande maioria era de estatura bastante ordinária. As aves de hoje seriam uma evolução dos dinossauros que não foram extintos.

Pois é. Mas os dinossauros que ficam gravados na minha cabeça eram mesmo aqueles de Jurassic Park, ou das revistas que eu colecionava na década de 90. :bamf:

Mas eu acho o bicho do filme uma boa representação. Só faltou um bico um pouquinho mais definido. Não acho ele parecido com um Dragão, e nem com um Wyvern... Nem acho que dá para classificar essa coisa preta como ave ou réptil. Parece uma coisa diferente, uma besta infernal.

Mitologicamente falando, Smaug, como dragão, não era para ter aquela anatomia do filme. Ele tem uma anatomia de um serpe - duas patas e os membros superiores são asas. Como dragão, Smaug era para ter quatro patas mais as duas asas, como o Draco de Coração de Dragão.

Claro, com base na mitologia europeia.

Na mitologia e na arte os dragões são representados de várias formas diferentes. Com ou sem asas... Com as patas dianteiras separadas ou não das asas... Forma de corpo de serpente, lagarto ou até de leão, ave ou cachorro.

30-marco-polo-journals1.jpg

Só que o Tolkien definiu o Smaug como aquela visão mais popular de dragão mesmo:

bilbowithsmaug.jpg

DragonSketch.jpg


Smaug3.jpg

latest?cb=20140305142348

Nos filmes resolveram colocar as patas dianteiras anexadas às asas... Tudo bem, sem problemas. Eu achei o Smaug sensacional nos filmes. É uma adaptação de qualquer forma. E se eles acharam que fazer essa mudança ficaria melhor nas telas, era o que deveriam ter feito. Só que não deixa de ser uma mudança. O Smaug original era um lagarto quadrupede com asas extras.
 
Última edição:

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.595,99
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo