1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Oscar 2013

Tópico em 'Cinema' iniciado por Vëon, 20 Set 2012.

  1. Vëon

    Vëon Do you know what time it is?

    Mais um ano de fora.
     
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Mas dentre os concorrentes brasileiros também não havia nada muito melhor, não?


    De qualquer forma, este ano terá Intouchables, Amour, etc. Vai ser foda entrar nos 5 de qualquer jeito.
     
  3. Vëon

    Vëon Do you know what time it is?

    Oscar 2013 será apresentado por Seth Macfarlane

    O comediante Seth MacFarlane, o criador de Uma Família da Pesada e American Dad, será o apresentador do Oscar 2013.

    MacFarlane tem 38 anos e acaba de lançar o filme Ted - que ele escreveu e dirigiu. A escolha é motivada pelo talento do criador em improvisação, adquirido em programas de auditório do estilho "roast" - do Comedy Central, e sua reputação como uma das celebridades mais inteligentes da indústria de Hollywood. Formado em animação, ele começou sua carreira como roteirista de desenhos do Cartoon Network e tem em seu currículo trabalhos diversos também como dublador. É atualmente um dos roteiristas mais bem pagos da TV dos EUA.

    A 85a. edição do prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas terá seus indicados anunciados em 10 de janeiro de 2013. A premiação, diferente dos últimos anos, quando era entregue um mês após a abertura da votação, agora acontecerá em 24 de fevereiro. O sistema de votação também foi alterado. Saem as famosa cédulas de votação e entra o voto eletrônico, em estações em três cidades dos EUA.

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Ele não costuma perdoar nada nem ninguém nas piadas.
     
  4. Felagund

    Felagund Well-Known Member

    Eu não vi esse filme do Selton Mello, mas eu gostei do filme Xingu, do Cao Hamburger.
    É meio histórico demais, quase um documentário, mas eu gostei...
     
  5. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Ainda prefiro o Ricky Gervais para apresentar, mas pelo visto ele não irá apresentar nem o globo de ouro do ano que vem ...
     
  6. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Saiu a concorrencia do O Palhaço.

    Afeganistão, The Patience Stone, de Atiq Rahimi;
    África do Sul, Little One, de Darrell James Roodt;
    Albânia, Pharmakon, de Joni Shanaj;
    Alemanha, Barbara, de Christian Petzold;
    Argélia, Zabana!, de Said Ould Khelifa;
    Argentina, Infância Clandestina, de Benjamín Ávila;
    Armênia, If Only Everyone, de Natalia Belyauskene;
    Austrália, Lore, de Cate Shortland;
    Áustria, Amour, de Michael Haneke;
    Azerbaijão, Buta, de Ilgar Najaf;
    Bangladesh, Pleasure Boy Komola, de Humayun Ahmed;
    Bélgica, Our Children, de Joachim Lafosse;
    Bósnia e Herzegovina, Children of Sarajevo, de Aida Begic;
    Brasil, O Palhaço, de Selton Mello;
    Bulgária, Sneakers, de Valeri Yordanov e Ivan Vladimirov;
    Camboja, Lost Loves, de Chhay Bora;
    Canadá, War Witch, de Kim Nguyen;
    Cazaquistão, Myn Bala: Warriors of the Steppe, de Akan Satayev;
    Chile, No, de Pablo Larraín;
    China, Caught in the Web, de Chen Kaige;
    Cingapura, Already Famous, de Michelle Chong;
    Colômbia, The Snitch Cartel, de Carlos Moreno;
    Coreia do Sul, Pietá, de Kim Ki-duk;
    Croácia, Vegetarian Cannibal, de Branko Schmidt;
    Dinamarca, A Royal Affair, de Nikolaj Arcel;
    Eslovênia, A Trip, de Nejc Gazvoda;
    Espanha, Blancanieves, de Pablo Berger;
    Estônia, Mushrooming, de Toomas Hussar;
    Finlândia, Purge, de Antti J. Jokinen;
    França, Intocáveis, de Olivier Nakache e Eric Toledano;
    Geórgia, Keep Smiling, de Rusudan Chkonia;
    Grécia, Unfair World, de Filippos Tsitos;
    Groelândia, Inuk, de Mike Magidson;
    Hong Kong, Life without Principle, de Johnnie To;
    Holanda, Kauwboy, de Boudewijn Koole;
    Hungria, Just the Wind, de Bence Fliegauf;
    Islândia, The Deep, de Baltasar Kormákur;
    India, Barfi!, de Anurag Basu;
    Indonesia, The Dancer, de Ifa Isfansyah;
    Israel, Fill the Void, de Rama Burshtein;
    Itália, César Deve Morrer, de Paolo Taviani e Vittorio Taviani;
    Japão, Our Homeland, de Yang Yonghi;
    Latvia, Gulf Stream under the Iceberg, de Yevgeny Pashkevich;
    Lituânia, Ramin, de Audrius Stonys;
    Macedônia, The Third Half, de Darko Mitrevski;
    Malásia, Bunohan, de Dain Iskandar Said;
    Marrocos, Death for Sale, de Faouzi Bensaïdi;
    México, Depois de Lucia, de Michel Franco;
    Noruega, Kon-Tiki, de Joachim Rønning e Espen Sandberg;
    Palestina, When I Saw You, de Annemarie Jacir;
    Peru, The Bad Intentions, de Rosario García-Montero;
    Filipinas, Bwakaw, de Jun Robles Lana;
    Polônia, 80 Million, de Waldemar Krzystek;
    Portugal, Sangue do Meu Sangue, de João Canijo;
    Quênia, Nairobi Half Life, de David 'Tosh' Gitonga;
    Quirguistão, The Empty Home, de Nurbek Egen;
    Republica Dominicana, Jaque Mate, deJosé María Cabral;
    República Eslovaca, Made in Ash, de Iveta Grófová;
    Republica Tcheca, In the Shadow, de David Ondrícek;
    Romênia, Além das Montanhas, de Cristian Mungiu;
    Rússia, White Tiger, de Karen Shakhnazarov;
    Servia, When Day Breaks, de Goran Paskaljevic;
    Suécia, The Hypnotist, de Lasse Hallström;
    Suíça, Sister, de Ursula Meier;
    Taiwan, Touch of the Light, de Chang Jung-Chi;
    Tailândia, Headshot, de Pen-ek Ratanaruang;
    Turquia, Where the Fire Burns, de Ismail Gunes;
    Ucrânia, The Firecrosser, de Mykhailo Illienko;
    Uruguai, La Demora, de Rodrigo Plá;
    Venezuela, Rock, Paper, Scissors, de Hernán Jabes;
    Vietnã, The Scent of Burning Grass, de Nguyen Huu Muoi.


    Já era.
    Amour, Pietá, Cesar deve Morrer, Dupa Dealuri, Intouchables, Después de Lucia.
     
  7. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Pois é. Melhor notícia do ano...
     
  8. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    Academia Divulga Os Pré Indicados À Categoria De Melhor Animação

    Academia Divulga Os Pré Indicados À Categoria De Melhor Animação

    veja a lista dos indicados e trailers no
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ñ creio q entrem como indicados as continuações, como a era do gelo e madagascar, q além d ñ inovarem nos efeitos tb deixam os roteiros caírem em qualidade. e apesar da tendência d escolherem blockbusters euenses, torço seriamente p o gato do rabino, francês, politicamente incorreto q cutuca com bom humor (negro) feridas como racismo e fanatismo religioso. mas podemos ter esperança depois q persépolis perdeu pro ratatouille?

    e v6, qual animação acham q ganha?

    se quiserem conferir os ganhadores anteriores, a lista está em
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 4 Nov 2012
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Calib

    Calib Visitante

    Eu também.
    Mas ele é "too British" para Hollywood. :osigh:
     
  10. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?


    Mas Persepolis não era tecnicamente superior a Ratatouille. Tematicamente eles são bastante distintos pra se comparar, mas Ratatouille e Wall-E foram os 2 ultimos filmes da Pixar que eu realmente considero GRANDES. Tentando inovar em texturizações, física, e até flertando com um cinema live-action menos americanizado de montagem ultra-rápida.

    De qualquer forma, este ano eu assisti poucos dos desenhos mais badalados (mesmo porque os 2 que assisti me decepcionaram profundamente, apesar de já não estar esperando nada). O Gato do Rabino é interessante, mas também não empolga por ficar dando voltas demais na história. E zarafa é quase um desastre.
    Até agora só o filme do filho do Miyazaki me fez não sair como se tivesse perdido meu tempo, e mesmo assim não é uma obra que eu recomendaria tanto. Ele finalmente pegou uma pequena parte do ritmo dos filmes do pai, depois do desastre do primeiro filme dele.


    Tem 4 dessa lista que eu não tinha escutado. Espero que me surpreendam pois mais um ano em que eu meio que não tenho me empolgado com as animações. Desde 2009, na verdade. O final da década passada indicava um inicio dessa década bem melhor do que está sendo pra animações.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Com 21 inscritos, é provável que desta vez tenhamos 5 indicados a melhor animação (é o número máximo de indicações, em anos com 16 ou mais pré-candidatos). Eu chutaria:

    • Valente
    • From Up on Poppy Hill
    • Detona Ralph
    • O Gato do Rabino
    • Frankenweenie

    Dos 21, eu só vi 5: The Painting, O Gato do Rabino, From Up on Poppy Hill, Valente, Piratas Pirados!, A Era do Gelo 4 (em ordem decrescente de preferência). Também achei o ano meio fraco para animações, pelo menos dentro do que assisti. A mais interessante foi Le Tableau, que tem uma premissa muito boa, mas que não chega a desenvolvê-la tão bem quanto gostaria. Ainda assim, acho que merece ser conferido.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Vëon

    Vëon Do you know what time it is?

    Detona Ralph tá indo bem tanto em crítica quanto bilheteria, para um ano fraco como esse acho que tem chances. Mas só acho, único que assisti esse ano foi Madagascar.
     
  13. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    depois do gato, é p quem tô torcendo. esse sim tem fortes chances d ganhar.
     
  14. Vëon

    Vëon Do you know what time it is?

    Oscar 2013 | Sai a primeira lista de candidatos a melhores efeitos visuais

    A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou dez filmes que disputam as cinco vagas de finalistas ao Oscar de melhores efeitos visuais. São eles:

    O Espetacular Homem-Aranha
    A Viagem - Cloud Atlas
    Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge
    O Hobbit - Uma Jornada Inesperada
    John Carter - Entre Dois Mundos
    As Aventuras de Pi
    Os Vingadores
    Prometheus
    007 - Operação Skyfall
    Branca de Neve e o Caçador

    Omelete

    Quem será que leva? :mrgreen:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Pips

    Pips Old School.

    A Viagem - Cloud Atlas
    Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge
    O Hobbit - Uma Jornada Inesperada
    As Aventuras de Pi

    Prometheus

    Apostaria em Cloud Atlas para levar, seguido por O Hobbit e por último As Aventuras de Pi.

    Os Vingadores, Homem-Aranha-Comédia-Romântica, 007 e Branca de Neve não tem nada demais para ganhar.
     
  16. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    com exceção d o hobbit e as aventuras d pi q ainda ñ vi, o restante ñ me chamou mta atenção no quesito efeitos especiais. só pelo bambambã da estreia apostaria no hobbit.
     
  17. Vëon

    Vëon Do you know what time it is?

    Eu colocaria Cloud Atlas atrás de Pi e Hobbit. Loucura porque não assisti nenhum, mas a recepção de Cloud Atlas foi tão morna e Pi tão boa que acho que afeta na decisão. Já o Hobbit acho que é favorito, se o 48fps não atrapalhar.
     
  18. Pips

    Pips Old School.

    Vejo os 48 fps como uma vantagem para O Hobbit. Mesmo com recepção morna, Cloud Atlas pode levar essa, confio bastante.
     
  19. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Quotei o Pips porque chutaria exatamente esses 5 filmes para os indicados. :dente:

    Só que, diferente dele, não apostaria em Cloud Atlas, que talvez nem apareça na lista final (Vingadores seria aquele que poderia tomar a vaga). Vejam bem, não é uma questão da qualidade dos efeitos visuais, mas sim da bilheteria (Cloud Atlas não foi lá muito bem). De qualquer modo, mesmo que Cloud Atlas entre entre os 5, acho que a disputa será entre O Hobbit e As Aventuras de Pi. Se O Hobbit desapontar na recepção da crítica ou do público, pode ser que As Aventuras de Pi leve o prêmio (e sim, o 48 fps pode definir o jogo, não só na premiação, como no mercado mesmo, como o 3D de Avatar).


    EDIT:
    Hmm, por causa do forte elenco e da ambição do projeto? Eu realmente preferiria que Cloud Atlas ou mesmo As Aventuras de Pi levassem.
     
  20. Pips

    Pips Old School.

    Exato. Com a recepção morna pode não ser indicado nas principais categorias, mas nas técnicas pode levar alguma coisa. E vão fazer lobby pelo Rises, mas só ganha indicação mesmo - talvez vá para outra categoria como Som, etc.
     

Compartilhar