1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Os Clássicos

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Deriel, 6 Jun 2002.

  1. Deriel

    Deriel Administrador

    Muita gente discute o que é bom literatura e o que é má, quem são bons escritores e quem são escritores ruins. Claro que muitos argumentos que a decisão é subjetiva e depende de cada pessoa.

    Eu não concordo muito. Vamos falar um pouco de jogadores de futebol... sabemos claramente o que é um bom jogador e o que é um jogador ruim, só temos dúvida na hora de decidirmos quem são os melhores (depende de nosso gosto pessoal). Mesma coisa os escritores. Existem escritores bons ou ruins sim, o problema é que geralmente não somos "ensinados" a diferenciá-los dos ruins e fica parecendo que é tudo questão de gosto.

    "Tá, e daí?"

    Da mesma forma que comida ruim pode nos fazer mal, literatura ruim também pode. Detona nossos neurônios, nos dá idéias errada, nos faz esquecer como escrever corretamente, nivela todos por baixo, nubla o senso crítico e anula a capacidade crítica.

    "Mas como saber o que é bom ou ruim?"

    Sugiro começar pelos Clássicos, pelo simples e tolo motivo dele ser um clássico. Uma porcaria pode resistir alguns meses, tvz alguns anos, mas nunca décadas ou séculos. Tentem os Clássicos (de verdade mesmo, não os pseudo-clássicos atuais).
     
  2. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Ahá... agora quais clássicos seriam? :wink:

    Um dos clássicos que gosto mais são as mitologias grega e egipcia.

    Depois vem a parte difícil: selecionar clássicos dentre as diversas culturas espalhadas pelo mundo. Acho que até eu terminar, não dá tempo de ler os novos, hehe...

    Um novo clássico que gosto muito é "A praga" de Albert Camus.
     
  3. BlackBeard

    BlackBeard Usuário

    Tem um livro dele tb, O estrangeiro, é muito bom
     
  4. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Mas tem aquela coisa... não é pq é classico q é bom.. vide boa parte da nossa literatura brasileira classica...
     
  5. Gil-Galad

    Gil-Galad Wii - DS Player

    Michael Chricton escreve livros muito bons. Não os considero clássicos, a não ser Jurassic Park.
     
  6. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Eu continuo achando que eh questao de gosto. Mas nao me importo realmente com esse tipo de classificação de um escritor do mesmo modo que nao me importo com isso antes de ouvir o som de uma banda. Se eu gostar pouco me importa o que pensam ou nao.
     
  7. Fox

    Fox Visitante

    É claro, mas acho que entendi o que o ponto que o Sr. dos Coquinhos quis levantar. Ele não falou pra colocar nos seus critérios de seleção, a qualidade gramática e contextual acima do seu próprio gosto. Mas sim pra dar a essas duas primeiras caracteristicas a sua devida importância.

    Pode até ser, mas nem por isso vou deixar de apreciar a literatura "menos que boa" (Com a ruim incluída). :wink:

    Agora levanto uma questão relacionada e intrigante (pra mim pelo menos :roll: ). Quais seriam os critérios pra se definir um clássico?

    Vejamos o caso de Harry Potter. Eu curto ele pacas, acho super divertido, mas por causa do sucesso estrondoso que teve, ele é considerado um novo clássico. Eu discordo disso completamente. A série começou muito ingenua e super estereotipada. E apesar de a Rowling começar a dar mais história de vida e profundidade aos personagens e desenvolver mais as histórias (três coisas que eu gosto), a série ainda continua essencialmente simples. E sua linguagem tambem.

    Então é obvio que sucesso comercial não é um dos quesitos principais pra rotular uma obra como clássica. Difusão mundial seria mais adequada, eu acho.

    Fora esse item, quais outros vocês achariam ideias pra apontar um bom clássico?
     
  8. V

    V Saloon Keeper

    Clássicos resistem ao tempo. Essa é a característica principal.

    Um clássico nunca se torna desgastado.
     
  9. Tilion

    Tilion Administrador

    Os clássicos têm o poder de servir de referência e influência para obras posteriores; e o maior exemplo disso pra mim são a Ilíada e a Odisséia (com uma certa vantagem para a Ilíada).

    Essas duas obras basicamente fundaram a literatura ocidental, e suas marcas são sentidas até hoje nos mais diversos ramos literários.

    Homero (ou as outras pessoas que fizeram tal compilação, já que as teorias de autoria são muitas) prima em todos os aspectos possíveis que se pode esperar encontrar em uma epopéia. Seu estilo poético é absolutamente lindo.

    Na Ilíada, tudo gira em torno da ira de Aquiles (surgida do desentendimento com Agamémnone por causa de uma escrava); Aquiles se retira do cerco à Troia ofendido (já que o ego deste era diretamente proporcional à sua força) e com isso os aqueus começam a sofrer baixas imensas (feito liderado por Heitor); é necessário que seu amigo morra (Pátroclo) pelas mãos de Heitor para que Aquiles engula seu orgulho e decida engrossar as fileiras dos gregos. Daí em diante, a vantagem volta para os aqueus e continua com eles até o final da obra (culminando na queda de Tróia).

    Mas no meio de tais fatos, no decorrer da obra, temos um desenvolvimento fantástico dos personagens; cada um deles é único, com características, mentalidade próprias, e é impossível que eles se confundam.

    A profundidade com que tais aspectos (principalmente os emocionais, tanto de deuses como de humanos) são tratados e apresentados é o que faz desse livro tão belo.

    Embora o que domine o livro sejam as batalhas ininterruptas, isso não impede as mesmas de serem tocantes. Os diálogos entre os heróis antes dos confrontos propriamente ditos são prova disso.

    Eu pessoalmente sempre tive maior afinidade com Heitor (que acaba assumindo a responsabilidade de liderar os troianos para resistir ao cerco [causado pelo "descontrole" hormonal de seu irmão que raptara Helena, esposa de Menelau, irmão de Agamémnone]); sempre acabo torcendo pra ele quando releio o livro, mas isso serve apenas para me lamentar quando sua morte (injusta e inglória) chega pelas mãos de Aquiles. :(

    A palavra "clássico" foi criada para este livro. Nada pode descrevê-lo melhor...talvez apenas "colossal". :wink:
     
  10. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Concordo. Mas tem mais uma coisa que faz de um livro um clássico: é a contribuição dele para a Literatura. Por exemplo: pq Chaucer é um clássico da língua inglesa? Pq ele inovou ao ser o primeiro escritor britâncio a compor uma obra de contos, unindo em uma história maior (os viajantes na estalagem contando suas histórias). Ou ainda, pq Gil Vicente é importante em Portugal? Pq ele inovou o teatro português com seus autos.
    É por isso que concordo quando o Fox diz que não é certo classificar Harry Potter como um novo clássico. Para o comércio, a contribuição foi enorme... mas para a literatura? Nada de novo.
     
  11. Faram¡r

    Faram¡r Dr. Benway

    Todos deveriam ler os clássicos. Por que mesmo sem nós termos plena consciencia, eles ajudaram a forjar o nosso modo de pensar, de encarar a realidade.
    Por que ler os clássicos? Existem um livro com esse título, de Italo Calvino. Nunca li o livro mas sei que existem coisas que marcam um clássico. Eles sempre estão levantando discussões, promovendo releituras de si mesmo e do mundo em que vivemos. Eu sempre que posso leio os clássicos, e tenho minhas preferencias.
    Pushkine, Schiller, Gógol, Dostoievski, Camilo Castelo Branco, etc.
    Os livros que eu mais gosto são Humilhados e Ofendidos e Call of the Wild.
    privateer citou O extrangeiro, a minha irmã morre de amores por essa obra, eu adoro também. Acho uma das melhores do século XX.

    Uma coisa que eu acho dificil, é definir novos clássicos. Por que eles existem, ou vão existir em leitures futuras sobre as obras de nosso tempo. Ainda assim eu acho complicado.
     
  12. Dharma K

    Dharma K Usuário

    Mais do q isso, eles também servem de referência pra vida, pra entender melhor como funciona a mente e o espírito humanos.
    Não é inacreditável qdo lemos um texto escrito a 4.000 anos e ele continua espantosa e tristemente atual?

    Pra não falar q, uma boa estória é sempre uma boa estória, senão, olha só, lendo o post de Tilion eu lembrei q li a Iliada qdo tinha uns 10 anos! Foi uma versão infantil, da estória, lembro até hoje q era um livro de capa verde, cheio de figuras... ( e provavelmente as partes digamos assim, mais "pesadas", não apareceram nesta versão infantil).
    Q engraçado! Eu tinha lido a Iliada e não sabia! :obiggraz:

    Então acho isso também define um clássico, é uma boa estória q pode ser contada de várias maneiras, em qualquer tempo e ainda manter seu poder.
    Ninguém perguntou mas se eu tivesse q indicar clássicos pra ler (não li muitos, desculpe :oops: ) eu indicaria dois:
    Os Miseráveis . É enorme mas tem umas estórias de amor e perdão q são simplesmente maravilhosas.
    Candido do Voltaire, é tão atual q vc não acredita!
     
  13. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Eu acredito!! Está na minha lista de favoritos! se vc faz um breve resumo do livro para a pessoa, ela não entende pq é tão bom, mas eu adoro!!!
    Tem mais um autor que, quando lemos, entendemos a importância dos clássicos: Shakespeare. Como disse Dharma K, essas obras clássicas servem de referência de vida! E muitos dos que colocam o Shakespeare em primeiro quanto aos clássicos, fazem isso argumentando que nenhum autor jamais soube falar da humanidade como ele... eu concordo... é só ler Hamlet ou Macbeth para entender :wink:
     
  14. Vinci

    Vinci Usuário

    Sherlock detona!
    Sherlock sobreviveu mais ou menos um século (eu não lembro e não vou pegar uma biografia do Doyle pra ver isso) e ainda tem milhões de fãs (eu! eu inclusive acho Sherlock Holmes melhor que SdA), e mesmo os não fãs o conhecem, porque é um clássico.
    Agora, qual a diferença das pessoas que leram e as pessoas que não leram Sherlock Holmes?
    As que não leram ainda acham que o Sherlock Holmes só fala aquela frasinha:
    - É elementar, meu caro Watson.
     
  15. Morgoth

    Morgoth Stalker

    Tb gosto muito de Sherlock Holmes!!
    É ótimo!

    E em um tópico sobre clássicos não pode faltar Dom Quixote!!!!
    Esse sempre foi e sempre será um dos maiores clássicos da literatura!!!
    E o melhor livro q já li depois dos q o Tolkien escreveu,claro...se bem q ñ perde em absolutamente nada pra nenhum deles.
    Mas aí entra aquela história de "gosto"...e eu gosto mais do Silmarillion e do Sr. dos Anéis.
     
  16. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Um dos melhores clássicos que eu já li foi o "Memórias Póstumas de Brás Cubas"
    Tá certo que eu prefiro livros mais felizes, que fujam mais da realidade e num vou com a cara do Realismo, mas esse livro aponta coisas de uma sociedade do século XIX que a gente vê acontecerem direto na nossa. Foi escrito há uns 140 anos, mas mostra que o ser humano nunca muda. Só de endereço.
    Outro mto bom é o "Senhora", pois mistura romantismo e uma história de amor que acaba bem sem deixar de lado a crítica social e aquela coisa de tudo ser mto irrealmente como um mar de rosas, como ocorre na maior parte dos romances românticos. Lá mostra um comportamento inicial ruim até mesmo com o "herói" da história. É um romance bem maduro e bem legal, eu gostei pacas.
     
  17. Liurom

    Liurom Usuário

    Acabei de ler semana passada "O Idiota" de Dostoiévski. Normalmente as pessoas consideram clássicos aqueles livros rebuscados e enfadonhos. "O Idiota", como os verdadeiros clássicos, não são nada disso!
    É muito difícil definir um clássico. A característica que mais chamou minha atenção nesses livros são sua atemporalidade. Os clássicos que li, e aqui incluo algumas peças de Shakespeare, tem situações que poderiam ter se passado atualmente. Falam da alma humana, que não se alterou tanto assim durante a história. Os livros menores não são assim. Eles estão muito ligados ao seu tempo, às circunstâncias histórias em que foram criados.
    Essa é a minha opinião, mas não tenho certeza...
     
  18. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário

    O Senhor dos Anéis é considerado um clássico pela crítica?
     
  19. Liurom

    Liurom Usuário

    Não sei se um homem como Harold Bloom (que escreveu "O Cânone Ocidental") consideraria "O Senhor dos Anéis" um clássico. Veja bem: não estou dizendo que não consideraria, apenas não sei responder. Entretanto, eu acho que "O Senhor dos Anéis" provavelmente não seria considerado um clássico pela crítica mais conservadora por um motivo simples: é uma relativamente recente. :(

    Por outro lado, eu vi faz mais ou menos um mês no site "theonering.net" que o "O Senhor dos Anéis" foi escolhido pela crítica americana especializada como o principal livro de fantasia/ficção científica do século XX. Em segundo lugar ficou Duna (Frank Herbert) e em terceiro a trilogia Fundação (Asimov). Então, ao menos para a crítica especializada em fantasia e ficção científica, não há sombra de dúvida: "O Senhor dos Anéis" é um clássico, provavelmente o maior clássico do gênero.

    Não sei se vocês concordam com a minha opinião...
     
  20. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário

    Que o senhor dos anéis é um clássico do gênero não há dúvida... mas valeu, clareou um pouco há dúvida...
     

Compartilhar