1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

originalidade é plágio não detectado? a.k.a. JESUS CRISTO

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Sister Jack, 15 Set 2003.

  1. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Horus of Egypt
    The stories of Jesus and Horus are very similar and the legends of Horus go back thousands of years and he shares the following in common with Jesus:

    ~ Horus was born of the virgin Isis-Meri on December 25th in a cave/manger, with his birth being announced by a star in the East and attended by three wise men.
    ~ He was a child teacher in the Temple and was baptized when he was 30 years old.
    ~ Horus was also baptized by "Anup the Baptizer," who becomes "John the Baptist."
    ~ He had 12 disciples.
    ~ He performed miracles and raised one man, El-Azar-us, from the dead.
    ~ He walked on water.
    ~ Horus was transfigured on the Mount.
    ~ He was crucified, buried in a tomb and resurrected.
    ~ He was also the "Way, the Truth, the Light, the Messiah, God's Anointed Son, the Son of Man, the Good Shepherd, the Lamb of God, the Word" etc.
    ~ He was "the Fisher," and was associated with the Lamb, Lion and Fish ("Ichthys").
    ~ Horus's personal epithet was "Iusa," the "ever-becoming son" of "Ptah," the "Father."
    ~ Horus was called "the KRST," or "Anointed One," long before the Christians duplicated the story.
    ~ In fact, in the catacombs at Rome are pictures of the baby Horus being held by the virgin mother Isis - the original "Madonna and Child"


    e,

    Buddha circa 500 BCE
    The Buddha shares the following with Christ:


    ~ Buddha was born of the virgin Maya, who was considered the "Queen of Heaven."


    ~ He was of royal descent.


    ~ He crushed a serpent's head.


    ~ He had 12 disciples.


    ~ He performed miracles and wonders, healed the sick, fed 500 men from a "small basket of cakes," and walked on water.


    ~ He abolished idolatry, was a "sower of the word," and preached "the establishment of a kingdom of righteousness."


    ~ He taught chastity, temperance, tolerance, compassion, love, and the equality of all.


    ~ He was transfigured on a mount.


    ~ Sakya Buddha was crucified in a sin-atonement, suffered for three days in hell, and was resurrected.


    ~ He ascended to Nirvana or "heaven."


    ~ Buddha was considered the "Good Shepherd"the "Carpenter", the "Infinite and Everlasting."

    ~ He was called the "Savior of the World" and the "Light of the World."


    e,

    Mithra, Sungod of Persia

    The Vatican itself is built upon the papacy of Mithra, who shares many qualities with Jesus. He was regarded as a deity long before the upstart Jesus arrived on the scene. The Christian hierarchy is a vitual copy of the Mithraic version it replaced. Virtually all of the elements of the Catholic ritual, from miter to wafer to water to altar to doxology, are directly lifted from earlier pagan mystery religions.

    The story of Mithra precedes the Christian fable by at least 600 years and has the following in common with the Christ character:

    ~ Mithra was born on December 25th.
    ~ He was considered a great teacher and master.
    ~ He had 12 companions or disciples.
    ~ He is said to have performed miracles.
    ~ He was buried in a tomb.
    ~ After three days he rose again.
    ~ His resurrection was celebrated every year.
    ~ Mithra was called "the Good Shepherd."
    ~ He was considered "the Way, the Truth and the Light, the Redeemer, the Savior, the Messiah."
    ~ He was identified with both the Lion and the Lamb.
    ~ His sacred day was Sunday, "the Lord's Day," hundreds of years before the appearance of Christ.
    ~ Mithra had his principal festival on what was later to become Easter, at which time he was resurrected.
    ~ His religion had a Eucharist or "Lord's Supper."


    e,

    Krishna of India

    There are many striking similarities between the Christian Jesus and the Indian Krishna an a common earlier English spelling of Krishna was "Christna," which reveals its relation to '"Christ."

    Also, like the Jewish version, many people have believed in a historical Krishna.

    ~ Krishna was born of the Virgin Devaki ("Divine One")
    ~ His father was a carpenter.
    ~ His birth was attended by angels, wise men and shepherds, and he was presented with gold, frankincense and myrrh.
    ~ He was persecuted by a tyrant who ordered the slaughter of thousands of infants.
    ~ He was of royal descent.
    ~ He was baptized in the River Ganges.
    ~ He worked miracles and wonders.
    ~ He raised the dead and healed lepers, the deaf and the blind.
    ~ Krishna used parables to teach the people about charity and love.
    ~ He lived poor and he loved the poor."
    ~ He was transfigured in front of his disciples. In some traditions he died on a tree or was crucified between two thieves.
    ~ He rose from the dead and ascended to heaven.
    ~ Krishna is called the "Shepherd God" and "Lord of lords," and was considered "the Redeemer, Firstborn, Sin Bearer, Liberator, Universal Word."
    ~ He is the second person of the Trinity, and proclaimed himself the "Resurrection" and the "way to the Father.
    ~ He was considered the "Beginning, the Middle and the End," "Alpha and Omega", as well as being omniscient, omnipresent and omnipotent.
    ~ His disciples bestowed upon him the title "Jezeus," meaning "pure essence."
    ~ Krishna is to return to do battle with the "Prince of Evil," who will desolate the earth.


    e,

    Prometheus of Greece
    ~ The Greek god Prometheus has been claimed to have come from Egypt, but his story took place in the Caucasus mountains. Prometheus, just like Krishna, shares a number of striking similarities with Jesus.
    ~ Prometheus descended from heaven as God incarnate as a man, to save mankind.
    ~ He was crucified, suffered and rose from the dead.
    ~ He was called the Logos or Word.
    ~ Five centuries before the Christian era, esteemed Greek poet Aeschylus wrote Prometheus Bound, which, according to Taylor, was presented in the theatre in Athens.
    ~ Tradition holds that Prometheus was crucified on a rock, another legend states he was crucified on a tree and that Christians muddled the story or mutilated the text, as they did with the works of so many ancient authors. The sun hiding in darkness parallels the Christian fable of the darkness descending when Jesus was crucified.


    --------------------------------------------------------------------

    Links:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ---------------------------------------------------------------------

    Eu não tenho paciência para traduzir isso tudo, então se alguém estiver disposto... É bastante interessante e informativo.

    * Como vocês acham que o fato da Bíblia ser uma mistura e cópia de várias outras religiões/mitologias passadas pode afetar a religião em si?

    * Qual é a resposta de um cristão para isso?

    * Qual é a resposta de uma pessoa de outra religião para isso?

    * Qual é a resposta de um ateu para isso?

    * Não é verdade que o fato de existirem várias religiões com histórias parecidas e (aparentemente) copiadas ressalta o fato da mitologia e valor moral da religião ser mais importante que a verdadeira crença no sobrenatural em si?

    Etc.
     
  2. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Bom, vou dar a minha visão da coisa toda.

    Eu acho que tudo o que envolve religião deriva de uma mesma fonte, apenas com nomes diferentes. Deus é um só, não importa o nome que dêem pra ele (Deus, Allah, Ilúvatar, etc).

    Ou o cara lá de cima espalhou alguns discípulos, até por saber que nas épocas em que surgiram a disseminação da "Palavra" seria difícil (na época não existiam correntes de e-mail), e, também, impossível de ser aceita/compreendida por diferentes culturas.

    Assim, a maneira que o pessoal da administração achou de disseminar a sua mensagem foi largar um messias em cada canto...

    Ou tudo o que eu falei ali em cima foi uma tremenda bobagem...
     
  3. kilson Viegas

    kilson Viegas Usuário

    Minha opnião e que o ser humano simplesmente não tem lá muita criatividade Folco Gamgee .
    O fato das religiões terem historias parecidas talvez tenha a ver que elas derivem de uma unica religião primordial, originada no começo da origem da humanidade em suas primeiras tribos. Antes de se espalharem pelo mundo.
    Tambem pode ser que esse fato se deva que as religiões surgiram para explicar fenômenos naturais e todas tenham seguido um caminho parecido... :twisted:
     
  4. Balbo

    Balbo Usuário

    Re: originalidade é plágio não detectado? a.k.a. JESUS CRIST

    Na verdade as comparações foram todas retiradas do link do meio, certo?

    Interessante, informativo e muito forçado em várias partes. Eu não sei até que ponto posso confiar no que está escrito aí, porque eu não sou um estudioso desses "deuses" mas percebi que o autor do texto manipula algumas informações pra impressionar mais do que poderia.

    Por exemplo, ele repete incansavelmente coisas do tipo:

    ~ He was considered a great teacher and master.
    ~ He was considered "the Way, the Truth and the Light, the Redeemer, the Savior, the Messiah".
    ~ He is said to have performed miracles.


    Esses aparecerem em várias das listas. Pra quem ainda não entendeu o que eu quero dizer: é óbvio que todos são considerados "mestres", é óbvio que todos são considerados "o caminho para a verdade", é óbvio que todos teriam feito "milagres" (essa palavra tem um significado muito vago, e o autor pode ter se aproveitado disso), visto que são todo-poderosos.

    Fora os casos mais isolados, por exemplo:

    ~ Krishna is to return to do battle with the "Prince of Evil," who will desolate the earth.
    ~ He lived poor and he loved the poor.
    ~ His resurrection was celebrated every year.


    Tem vários mais que isso. Coisas óbvias ou totalmente esperadas pelo assunto ser "deus".

    Mas a página também apresenta vários dados coincidentes "demais", o que me desperta realmente o interesse pelo assunto. Não fosse a tentativa de abusar da minha inteligência, eu poderia ter dado mais credibilidade ao que está escrito lá.

    Até o presente momento eu não acredito nisso (eu sou cristão, seja lá o que isso signifique). Pelo que li acho que pode realmente ter sido influenciada pelas mitologias/crenças apresentadas, mas não uma história inventada.

    Pra mim isso não é nenhum choque, visto que eu acredito na bíblia como um livro essencialmente alegórico. Outras pessoas eu não sei.

    Eu acho que sim.
     
  5. Muot-Hart

    Muot-Hart Usuário

    Jura que só agora você foi sacar que a Bíblia ama pilhar os trabalhos alheios? =P
    A Bíblia é uma colcha de retalhos heheh, não é só o caso de Jesus Cristo não, é quase tudo. Cultura egípcia, Babilônica, Grega, Fenícia, Persa, Romana, tá tudo lá.

    As historinhas da Bíblia em geral não valem nada, são os salmos que fazem valer a pena.
     
  6. Stein

    Stein Usuário

    Balbo, as citações que o Folco postou são bem conhecidas. O culto de Mitra também expõe várias semelhanças entre o que é retratado de Jesus e os 12 apóstolos.

    O Cristianismo está longe de ser uma religião original. De ponta à ponta, é um rocambole de citações e incorporações mitológicas, como é o caso do Gilgamesh babilônico que supostamente inspirou o mito do dilúvio universal descrito no Gênesis.

    Os evangelhos que descrevem a vida de Joshua foram construídos para serem meio de difusão da religião. Na minha opinião, como provável inspiração da história se encontra um mártir hebreu que possivelmente pode ter feito algo ousado como ter invadido o templo de Jerusalém e posteriormente, recebeu a execução destinada à ralé no Império Romano: cruficicação.

    Claro que tudo isso é especulação, visto que não existe evidência nenhuma da existência de um Jesus histórico.

    Finalizando, recomendo o site sobre as origens pagãs do Cristianismo:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  7. Heruost

    Heruost Banned

    Tipo, eu sou católico e isso não me afeta nem um pouco.... Como disse o Balbo, muitas caracteristicas são as mesmas pq são um tanto quanto obvias quando se fala de um figura divina bondosa.... E quanto ao dia 25 de dezembro, bem, embora a igreja não fale isso oficialmente, a verdade é que a data precisa do nascimento de Cristo é desconhecida, assim, adotou-se o dia 25, dia do culto pagão do Sol....
     
  8. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Acho que sim. Os outros eu coloquei mais para leitura extra no assunto, mas basicamente falam da mesma coisa.

    Sim, ele manipula de certa forma. O objetivo é impressionar e talvez forçar a acreditar exagerando um pouco em alguns aspectos. MAS não quer dizer que aquelas coisas eram mentiras. Acredito que se você fizer pesquisas mais sérias nas religiões citadas vai encontrar as mesmas semelhanças do texto para a sua livre interpretação.

    Sim, é óbvio que as figuras religiosas eram todos mestres, amavam e viviam com os pobres, ressureições celebradas, faziam milagres, etc. Mas isso, por mais generalizado que seja, já não é uma semelhança comum demais?

    Mas muitos dos cristãos levam ao pé da letra todas as informações da Bíblia, como se fossem fatos históricos.

    Não, eu só decidi criar o tópico agora.

    Depois eu vou fazer mais algumas pesquisas, mas muitos autores, teólogos e etc acreditam que Jesus tenha existido como um verdadeiro revolucionário e não um santo, e encontraram citações confiáveis e externas a Bíblia sobre a possível vida de Jesus.

    Que faz surgir mais dúvidas... Se Jesus existiu, a história relatada na Bíblia é uma adaptação de sua vida para os cenários mitológicos ou alguma armação pré-planejada do próprio Jesus numa tentativa de utilizar a Bíblia como uma ferramente política para conquistar o seu povo?

    Existem teorias de que foi em Março o nascimento dele.
     
  9. Stein

    Stein Usuário

    Até onde eu saiba, nenhuma das ditas evidências extra-bíblicas dão credibilidade. Agora minha posição foi esta; acho provável a existência de um Jesus histórico meramente como líder de revoltas, cuja história foi totalmente distorcida em prol da Bíblia.

    Se Jesus era hebreu, tinha grande chance de ser instruído o suficiente, mesmo sendo filho de carpinteiro, porém eu não cogitaria essa hipótese do "esquema armado".

    Isso fica com os escritores dos evangelhos sinóticos e com São Paulo ( Saulo ).
     
  10. Urd Sama

    Urd Sama I can't contain myself anymore

    Bom, tem akele lance de "Consciente Coletivo" tb, naum sei se vcs já ouviram falar a respeito...

    Por exemplo: a mitologia nordica é extremamente no geral com a mitologia Grego/ romana...

    Uma nunca teve contato com a outra no entanto, saum bastante parecidas, embora cada uma na sua cultura...

    A Bíblia naum é necessáriamente uma "cópia"... mas pode ser sim, a adaptação, com o tempo e a necessidade um agregado de elementos de outras religiões, mas naum exatamente uma cópia, vc pega akilo q te convém e coloca ali... pode realmente parecer uma cópia, mas isso naum significa q tenha sido proposital....
     
  11. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Gente, dizem que Moisés morou no Egito, tendo então acesso à biblioteca de Alexandria e outras grandes fontes de conhecimento, sendo assim, ele teve contato com todos escritos e talvez eles tenham sido uma base para ele escrever a Biblia... É minha visão de Ateu e não é tão absurda... É? ^^

    Anyway, como houve sincretismo religioso por demais vezes nesta região, é muito fácil compreender que logo os povos se misturaram e junto com eles as crenças.


    Criatividade é ordenar os fatos e seu passado psicológico, junto à todas informações que você tem, de um modo diferente. Ninguém "cria", as pessoas reorganizam. Pelo menos é o mais lógico. Sendo assim, foi de modo criativo que quem quer que tenha escrito a Biblia (eu como Ateu acho que foi um ou mais homens) organizou todo o conhecimento religioso que ele tinha. Você tem que concordar comigo que se não fosse criativo não haveria tanta gente que acredita no que está escrito lá... ^^
     
  12. Balbo

    Balbo Usuário

    Eu não disse mentiras, eu disse algo como "verdades contadas de um jeito que favoreça o objetivo do texto", que é impressionar em detrimento da consideração que alguns poderiam ter por ele.

    É claro. Não poderia ser diferente. Você vê alguma outra possibilidade pra características de um "messias"? Como eu já disse, alguns pontos são mesmo intrigantes, mas a maioria é só pra fazer volume mesmo.

    Foi aí que o autor perdeu. Podia ter feito uma coisa mais curta, mais confiável, mais aprofundada, mas preferiu o caminho do sensacionalismo.

    Possivelmente, várias partes sofreram essa influência.

    Não, aí também já é forçar a barra demais. É mais fácil acreditar que o Windows não trava nunca.

    Acho que não entendi esse "em prol da bíblia" direito. O que você quis dizer, que quando a bíblia foi escrita já existia a intenção de usá-la como "instrumento de dominação em massa"?

    E "Jesus meramente como líder de revoltas" também achei meio sem fundamentos. Na verdade eu não vejo fundamento nenhum, mas pode ser porque eu não conheço a história de Jesus muito bem.

    Mesmo assim, você não acha que um líder de revoltas é coisa muito pouca coisa pra alguém que dois mil anos depois de morrer ainda influencia boa parte do mundo?

    Pior ainda, você não acha que um personagem aparentemente terráqueo inventado seria capaz de ser citado verbalmente por gerações e gerações, até finalmente ter sua história escrita?

    Bem, pra mim é mais do que óbvio que Jesus existiu. Dane-se se não encontraram um filme dele fazendo milagres, e 4 testemunhas do ocorrido pra dar a confirmação.
     
  13. Stein

    Stein Usuário

    A Bíblia não é nada homogênea; logo, dizer que ela como um todo foi um "instrumento de dominação das massas" estaria incorreto.

    No que se refere aos evangelhos onde Jesus é descrito, sim, a função desses é de divulgar a religião cristã. E foram bem muito bem sucedidos.

    A "história" de Jesus se resume aos evangelhos compilados entre 45 e 65 d.C. ( João é excessão, foi escrito posteriormente ), muitos apresentando as alegorias duvidosas encontradas em todo o livro.

    Se ele existiu, eu seria igualmente ser capaz de afirmar que todos os eventos retratados acerca do próprio de forma alguma poderiam ser de magnitude tão grande; se fosse, teria sido documentado apropriadamente.

    Portanto, acho que o mais provável que tenha ocorrido foi um fanático que fez algo memorável, digno de ser relembrado, e essa tradição oral teria inspirado os evangelhos.

    Ora, posso citar inúmeras personagens fictícias dentro da Bíblia que tiveram suas proezas passadas por gerações e gerações até que seus feitos fossem escritos... Um grande e complexo telefone-sem-fio.

    Bem, é fé de sua parte. Eu sendo ateu em relação ao Deus Judaico-Cristão e cético, não posso afirmar que Jesus existiu sem provas e evidências históricas.
     
  14. Balbo

    Balbo Usuário

    Mas então isso não significa que as possíveis distorções foram necessariamente ruins.

    Então cite um exemplo, só pra eu ter uma idéia mesmo, por favor?

    A não ser que você esteja falando de coisas repassadas como são as lendas do nosso folclores, ou estórias de contos de fadas, não estou sabendo disso.

    Eu não chamo isso de fé. Pra mim existem muito mais evidências de que ele realmente existiu, e no meu papel de pessoa pensante capaz de raciocinar por conta própria, tiro minhas próprias conclusões das coisas. Não preciso que me digam certas coisas nem que comprovem pra eu saber que é verdade.
     
  15. Stein

    Stein Usuário

    Não, de forma alguma.

    Sem, Jafé, Cam, Moisés.

    Abraão e o Rei David aparentemente tem alguns indícios históricos, agora naturalmente nada parecido com o retratado pelas diversas escrituras sagradas, incluindo a Bíblia.

    Qual seria o delimitador para que algo seja considerado folclore? Adão, Matusalém e Noé?

    Eu não conheço nenhuma.

    Como é uma conclusão pessoal, pode estar equivocada.
     
  16. Super Novato

    Super Novato Usuário

    Bem, a História explica isso (pelo menos tenta explicar)

    No caso bíblico, é um pouco óbvio que existem essa relação com a cultura dos outros povos, que não judeus, é só observar o pentateuco que veremos parte do Código de Hamurabi, que foi utilizado muito tempo antes...

    ...assim como várias passagens de Absalão II!!!
     
  17. Gwindor

    Gwindor Usuário

    Bom... Eu por mim acredito que Jejus era um revolucionario, que tinha a intenção de jogar os povos contra o império romano. Ele falava em nome de deus porque isso funcionava como meio de manipulação, para o "bem", mais manipulação mesmo assim... depois de alguns massacres o proprio imperio adotou essa como a religião principal, ai sim com fins lucrativos, provavelmente a igreja sabia que jejus não passava de um farsante, mais para conseguir amedrontar e manipular as pessoas ela transformou jejus em messias (junto com tantas outras histórias), obviamente criatividade se esgota e muitas coisas foram retiradas de outras culturas (podemos citar por exemplo a Ragnarock/Armageddon), entre essas coisas havia tambem muitas invenções que tornariam jejus um santo, e isso entrou no inconciente coletivo, até hoje

    Há varios exemplos de coisas como essa, tal como o Lobisomem: Até hoje existem pessoas que acreditam neles, geralmente o povo mais ignorante. Mas de fato eles não passavam de Bersekers nordicos, só que isso foi sendo aumentado até ser o que é hoje
     
  18. Fosco

    Fosco Usuário

    Na verdade, é quase certa a existência de Jesus, por meio de documentos romanos encontrados.
    Mas é claro que é mais provável que ele fosse visto mais como um revolucionário do que como um santo.
     
  19. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Não, não é quase certo. Ainda existe muitas dúvidas e poucas pistas para que se possa tirar qualquer conclusão. O material que menciona Jesus fora da Bíblia é pouco, e nada que não possa ter sido influenciado. Eu acho que exagerei falando "confiáveis". Então o assunto ainda está bem aberto, não tem nada remotamente certo.
     
  20. Stein

    Stein Usuário

    Documentos romanos encontrados? Até onde eu saiba, nada disso existe.

    Poste suas fontes.
     

Compartilhar