1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Origem dos Hobbits

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por xelvisgomesx, 11 Dez 2015.

  1. xelvisgomesx

    xelvisgomesx Usuário

    É dito no ainulindalle, que os elfos e homens fazem parte da musica de Eru, por outro lado os ents fazem parte da musica Yvanna, quanto que os anões fazem parte da musica de Aule, os balrogs e dragoes pertecem a musica de Melkor

    e Quanto aos hobbits, eles fazem parte da musica de qual valar?
     
  2. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Hobbits eram considerados como sendo parte do mesmo ato criativo que deu origem aos homens, estando muito próximos e dentro da mesma família:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sabe-se que os homens despertaram (prontos) em Hildórien (ao sul do mundo) enquanto os elfos despertaram em Cuiviénen (ao norte do mundo).

    Todavia, do ponto de vista musical, considera-se que a vinda dos filhos seja um ato exclusivo da parte de Eru porque eles eram um plano dele desde o começo. Aos Valar lhes competia providenciar manutenção e sustento à casa (Hroa) dos filhos. Uma alma sem casa é um fantasma e uma casa sem alma é um cadáver.
     
  3. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Eu não me lembro bem, mas no SDA é dito a região da origem dos Hobbits mas não o período especificamente do seu surgimento.
     
  4. Elrohir Vardamir

    Elrohir Vardamir Usuário

    Nos apêndices do terceiro volume do SDA tem um certo indício da origem dos Hobbits, que ocorre na guerra entre Arnor que pertencia aos herdeiros de Isildur e Angmar terra do Rei dos Bruxos.
     
  5. Eferos Masopias

    Eferos Masopias Senhor dos Pastéis

    A pergunta do tópico é sobre a música e os hobbits, não necessariamente sobre quando ou onde surgiram na Terra-Média, e isso já foi respondido. Inclusive o HoME assegura que Hobbits são da raça dos homens, por isso faz todo o sentido o que disse o Akira. Em Bree, por exemplo, homens e hobbits vivem juntos "de boa". Mas como começamos a falar de origem em termos geográficos, a origem parece ser incerta, como disse Tolkien em carta. Incerta até para Hobbits. Parece que o primeiro registro da existência deles se dá quando migram para as bordas de Mirkwood. Depois com o passar dos séculos continuaram migrando em direção ao oeste. Por fim, chegaram a Bree e depois fundaram o condado.
     
  6. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Xelvis, é preciso fazer algumas correções na sua pergunta.
    Não é dito nada disso no Ainulindallë. Com exceção, talvez, das plantas e alguns animais, nenhum outro ser vivo estava presente na Canção dos Ainur.
    Eru nem mesmo participa da canção, ele apenas sugere o tema e rege a sinfonia. A intenção da Canção era criar a morada para os Filhos de Eru (elfos e humanos).
    Yavanna só criou os Ents muito tempo depois da criação do mundo, para que eles pudessem pastoriar e proteger as árvores (já que estas não tinham nenhum meio de proteção contra Melkor).
    Os anões nunca poderiam estar presentes na Canção. Aulë só os criou muito tempo depois da criação do mundo, em desobediência ao próprio Eru.
    Balrogs e dragões não estavam presentes também. Melkor nunca "criou" nada. Ele apenas deturpou aquilo que já existia.

    Apenas Yavanna se dedicou à vida em sua canção e, mesmo assim, isso não fica claro.

    Com relação aos hobbits, eles são um ramo da evolução dos seres humanos. Não estavam presentes no momento do despertar dos filhos de Eru, mas são filhos de humanos (Darwin explica).
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  7. xelvisgomesx

    xelvisgomesx Usuário

    De fato usei a palavra errada, "criar" foi a palavra que me veio a mente, pois lembrei do momento da criação onde deus diz: Façamos o homem a nossa imagem. É evidente que só deus tem o poder criar, mas havia outra entidade presente. O mesmo ocorreu no ainulindalle, illuvatar sugeriu o tema, os valar cantavam e então illuvatar dava vida a musica.
    Porem não me ocorre que palavra eu deveria usar.
     
  8. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    A questão não é nem apenas a palavra criar, mas o momento em que as coisas acontecem. Quem criou os anões foi Aulë, realmente, mas eles não estavam presentes na Canção. Da mesma forma, nenhuma outra criação que você citou (nem mesmo humanos e elfos) estavam presentes na Canção dos Ainur.
     
  9. Jaques N. Cavalcante

    Jaques N. Cavalcante Em nome da minha Senhora Varda Elbereth...

    Um mês depois e olha eu colocando minha opinião. (Se me permitem)
    O terceiro tema da canção não foi cantado pelos Ainur, ele se levantou em meio a tormenta criada no primeiro e segundo tema. Neste continha os primogênitos e os segundos filhos. Com relação aos Ents posso estar muito enganado mas eles estavam nas canções de Yavanna( canções no plural pelo pressuposto que todos os Ainur cantaram os dois temas). Já os anões não lembro deles serem ditos como já presentes na canção, o que se passa é que Eru dá vida a eles pois nem um outro senão Ele pode dar vida as coisas...
    Me desculpem caso esteja equivocado.
     
  10. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Penso que Aulë ilustra bem a forma pela qual as vontades estavam destinadas a se entremearem umas com as outras a partir do momento que deixassem o ponto de partida ou origem. Afinal, no Silma se diz que Ilúvatar era a fonte remota de todas as coisas e que havia uma participação Dele como autor direto em certos elementos e em co-autor em outras obras.

    Que de fato a existência dos espíritos (também os espíritos dos Ents) viria da criação exclusiva de Eru, mas que a aparência e forma da casa do espírito viria por meio dos Valar e que por causa disso Aulë se lembrou o bastante dos filhos para desenhar seres que se assemelhassem a eles, os quais foram chamados anões.

    De modo que Yavanna parece ter preparado um lugar em seu reino para que fosse habitado por espíritos convocados de longe, para que adentrassem e possuíssem formas arvorescas segundo a vontade de Eru num processo que é alcançado também por Aulë ainda que a ele tenha sido fruto da expansão da vontade de Eru ao invés da recordação daquilo que os Valar já começavam a se esquecer, como foi o caso de Yavanna.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. xelvisgomesx

    xelvisgomesx Usuário

    Sim, é a isso que me refiro. Toda a criação tem como fonte Eru, porem as canções foram a base da criação, somente os filhos foram criados exclusivamente por Eru na terceira canção. Pode-se notar que Manwe diz que os ents faziam parte da musica, ainda que Yavanna não se lembrasse disto. Naquilo que eu li não vi hobbits sendo citados como fazendo parte do tema de nenhum valar.

    Pode ser que a musica mesmo que tocada por eles não pudesse ser plenamente impedida, daí o motivo pela qual Yavanna não sabia do surgimento do msm.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  12. Jaques N. Cavalcante

    Jaques N. Cavalcante Em nome da minha Senhora Varda Elbereth...

    Uma coisa interessante é que tanto nos livros do Senhor dos Anéis como nos filmes os homens que moram longe de Bree não conhecem ou pouco sabem sobre os hobbits.
    Outra coisa é que pelo menos no filme eles são chamados, pelos homens, de pequenos elfos. E na caracterização deles vista nos filmes estes tem orelhas em formato de folha, é claro menos elegante que a dos elfos...
     
  13. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Aparentemente, o livro SdA toca muito levemente no tema, e fala muito menos do que poderíamos querer saber para além de colocá-los como membros mortais dos filho de Eru, talvez para pretender manter o clima.

    De certo há quem diga que os hobbits sejam produto que bebe de mais de uma fonte de inspiração (uma colagem de várias lendas), incluindo neles boatos do próprio universo Tolkieniano que circulava no meio do povo do condado de eles existirem por causa de seres que teriam natureza mágica conforme as lendas misteriosas que os hobbits contavam.

    Pessoalmente, por mais que o cruzamento entre fada e hobbit seja só mentira do folclore hobbitesco infantil considero que a diferenciação em relação ao povo grande não pareça ser um acontecimento comum e esteja mais próximo das forças do destino (magia portanto) que apenas de escolhas de moradia.

    De certo houve períodos de mente fértil em Tolkien quando ele flertou livremente com criaturas mágicas nas obras e é possível testemunhar esses elementos mágicos na origem do conceito dos hobbits por mais que se diga no livro que sua habilidade de se esconder seja normal.

    Certamente não era normal. O condado se apresenta como terra protegida e estranhamente oculta até dos propósitos de Sauron e Saruman, habitantes de uma "ilha de paz" forjada por pioneiros que se instalavam a beira de cursos de água quando o mundo ainda tinha magia correndo pelos rios e cursos fluviais.

    E sabem qual a melhor parte? O conceito de "magia" valorizado pelos homens, que era uma idealização errônea na opinião dos elfos em relação ao poder subcriativo sobre a natureza que os homens temiam dava ampla cobertura para que eles habitassem naturalmente como seres comuns, porém em outra frequência ou região da natureza, sem deixarem de serem atani (filhos mais novos), apenas desejando usufruir das benesses dos Valar como foi com Númenor (outra terra protegida). Ou seja, difíceis de serem encontrados e conhecidos.

    E para o povo de Rohan era como se lendas brotassem do capim. Esse documentário aqui é bem legal quando mostra o tipo de ser que podia andar na mente de Tolkien em certo período criativo:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 15 Fev 2016
  14. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Apenas uma questão sobre as orelhas, que me lembro de já termos discutido aqui no forum há muito tempo: Tolkien nunca descreveu (pelo menos não me lembro disso) como eram as orelhas dos elfos. Essa caracterização dos filmes (bem como todas as ilustrações anteriores aos filmes) é baseada no conhecimento popular sobre os elfos, gnomos leprechaun e fadas dos folclores e mitos europeus.
    E o mesmo vale para as orelhas dos hobbits.
    Não me lembro de nenhum momento em que Tolkien tenha descrito características exclusivas de elfos e humanos. Apenas falava de altura, força, beleza - e dizia que os númenoreanos ultrapassaram os elfos nesses quesitos.
     
    • Gostei! Gostei! x 2

Compartilhar