1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Oliver Sacks

Tópico em 'Autores Estrangeiros' iniciado por Pips, 15 Abr 2009.

  1. Pips

    Pips Old School.

    Oliver Wolf Sacks, CBE (Londres, 9 de julho de 1933) é um neurologista britânico que também escreveu alguns livros sobre seus pacientes que se tornaram best-sellers da literatura. Bacharelou-se em medicina no ano de 1958, na Universidade de Oxford.

    Conheci Oliver Sacks através de uma amiga lingüista. Ela me mostrou algumas entrevistas dele no Roda Viva da TV Cultural* (onde entre outras coisas que é relatado, ele fala sobre a harmonia do corpo com os sons do ambiente como uma grande orquestra).

    Depois dessa introdução eu li "Tempo de Despertar" baseado em um dos casos que marcaram sua vida, quando o Dr. Sacks testou uma nova droga para a famosa doença do sono e assim descobriu novas facetas da mente humano.

    O livro foi adaptado em 1990 com Robin Williams e Robert De Niro (indicado para 3 Oscars).

    Oliver Sacks dá depoimentos sobre visão (tanto pelo lado científico quanto filosófico, aliás Sacks cria ótimas metáforas para explicar o funcionamento do cérebro humano) no documentário brasileiro "Janela da Alma" (outros entrevistados desse ilustra documentário: José Saramago, Manoel de Barros, Hermeto Pascoal, Hanna Schygulla, Evgen Bavcar, o fotógrafo cego, entre outros).

    Outras obras:

    Enxaqueca (Migraine, 1970)
    Tempo de despertar (Awakenings, 1973)
    Com uma perna só (A leg to stand on, 1984)
    O homem que confundiu sua mulher com um chapéu (The man who mistook his wife for a hat, 1985)
    Vendo vozes: Uma viagem ao mundo dos surdos (Seeing voices: A journey into the land of the deaf, 1989)
    Um antropólogo em Marte (An Anthropologist on Mars, 1995)
    A ilha dos daltônicos (The Island of the Colorblind, 1997)
    Tio Tungstênio: Memórias de uma infância química (Uncle Tungsten: Memories of a chemical boyhood, 2001)
    Oaxaca Journal (2002)
    Alucinações Musicais (Musicophilia, 2007)

    *inclusive na Livraria Cultura é possível achar esse programa na íntegra em DVD
     
  2. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Que legal, há duas semanas comprei "Um Antropólogo em Marte" e comecei a ler no domingo passado.
    Ele escreve de uma maneira que leigos (como eu) conseguem entender, apesar de achar que ele detalha demais algumas coisas que, eu pelo menos, não achei interessantes.
    Até agora só li o primeiro caso, de um artista gráfico que, após um acidente, só enxerga em preto e branco.
    Pode até parecer bobagem que alguém possa sofrer por causa disso, mas o texto cria uma empatia tão grande com o paciente do Dr Oliver que acabei por sentir como deve ser horrível a situação do homem, principalmente sendo um artista que trabalha com cores!

    Assisti o filme "Tempo de Despertar" (aliás o único filme com o Robin Willians que assistiria de novo :sim: ) é muito lindo, mas muito triste.
    Parece que o Dr Oliver Sacks foi consultor do filme, pelo menos sei que ele acompanhou as filmagens e numa entrevista disse que a atuação do Robert de Niro foi tão convincente que ele (o Dr Sacks) em alguns momentos chegou a pensar se o Robert de Niro não estava mesmo doente! :lol:

    Lembro de há muito tempo ter ouvido falar desse documentário "Janelas da alma" mas, não lembro porque, acabei não assistindo.
    Que pena.
     

Compartilhar