1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <p align="justify">
    <a href="http://www.valinor.com.br/images/stories/personalidades/tolkien_ultima_foto.jpg" title="&Uacute;ltima foto de J. R. R. Tolkien" class="jcebox"><img src="http://www.valinor.com.br/images/stories/personalidades/thumbnails/thumb_tolkien_ultima_foto.jpg" alt="&Uacute;ltima foto de J. R. R. Tolkien" style="border: 0px solid #000000; margin: 5px; float: left; width: 200px; height: 151px" title="&Uacute;ltima foto de J. R. R. Tolkien" height="151" width="200" /></a>
    <b>J. R. R. Tolkien morreu aos 81 anos; Escreveu &ldquo;O Senhor dos An&eacute;is&rdquo;<br />
    3 de Setembro de 1973<br />
    Pelo &ldquo;The New York Times&rdquo;
    </b>
    </p>
    <div align="justify">
    </div>
    <p align="justify">
    <i>Londres, 2 de Setembro</i> &ndash; J. R. R. Tolkien, ling&uuml;ista, acad&ecirc;mico e autor
    de &ldquo;O Senhor dos An&eacute;is&rdquo;, morreu hoje em Bournemouth. Ele tinha 81 anos
    de idade. Deixou para tr&aacute;s tr&ecirc;s filhos e uma filha.
    </p>
    <p align="justify">
    &nbsp;
    </p>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    Última edição por um moderador: 15 Fev 2008
  2. Guga_theOld

    Guga_theOld Excluído a pedido

    Parabéns Thá, a sua tradução ficou ótima.

    Ficou muito boa. :D
     
  3. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Super bacana essa tradução do The New York Time.
    Achei interessante o jornal traçar um perfil do Tolkien da forma como foi.

    Parabéns!
     
  4. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    grande professor!

    sempre que leio algo sobre ele me dá vontade de chorar...

    um humano de alma hobbit e mente élfica!
     
  5. *Artanis*

    *Artanis* Siga as borboletas!

    Também achei que o artigo ficou muito bom contando um pouco da vida dele.

    Nossa, deve ter sido tristíssimo ler a notícia da morte dele na época. :(
     
  6. Mas detratores, entre eles o crítico Edmund Wilson, citaram “O Senhor dos Anéis”, a mais famosa e mais séria fantasia de Tolkien, como um “livro infantil que de alguma forma fugiu do controle”. Um crítico do Observatório de Londres o condenou em 1961 como “pura literatura escapista... enfadonho, mal escrito e excêntrico” e expressou o desejo de que o trabalho de Tolkien passasse logo ao “misericordioso esquecimento”.

    Apesar da matéria ser longa, o Professor Tolkien já se encontrava doente, e então infelizmente, não foi nenhum alvoroço sua morte.

    Até porque, como vocês podem ler acima, a sua obra ainda não havia sido bem recebida. Só mesmo depois de sua morte, é que sua obra recebeu o devido cuidado. E ele era mais conhecido por seus trabalhos acadêmicos, principalmente na organização de um dicionário em inglês, que até hoje é usado para o entendimento do inglês anglo-saxão antigo.

    Que Tolkien descanse em paz, sabendo que nós, todos nós, o amamos...!
     
  7. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Comentário infeliz é pouco pra classificar o que esse sujeito disse :lol:

    Excelente o artigo, muito bom mesmo =)
     
  8. Deriel

    Deriel Administrador

    O melhor que se pode dizer hoje em dia é "Edmund quem?" :lol:

    O teste da história é implacável.
     
  9. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Nunca acreditem num crítico. Por acaso já viram uma estátua de um crítico em homenagem ao seus serviços prestados à humanidade?

    Essa matéria lembra o meu vô, que todo dia pegava o jornal e olhava o obituário, pra ver se tinha algum conhecido.
     
  10. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    "Tolkien insistia, no entanto, que não ela não fora planejada como uma alegoria. "Eu não gosto de alegorias. Eu nunca gostei de Hans Christian Andersen porque eu sabia que ele estava sempre se insinuando a mim", disse.

    A trilogia foi escrita, ele lembrou, para ilustrar uma aula sua de 1938 na Universidade de Glasgow sobre contos de fadas. Ele admitiu que contos de fadas eram algo como uma fuga, mas não via por que não poderia ser uma fuga do mundo de fábricas, metralhadoras e bombas."

    Além de tudo super humilde e que professor dedicado 8-O
     
  11. madalena

    madalena Uma Rosa Para

    é um ótimo texto, para nós que admiramos Tolkien !!
    mas sempre tem uma bactéria no meio de coisas boas, como é o caso desses críticos :blah:
    mas foi legal saber mais um pouco da vida do Grande Mestre Tolkien!!:grinlove:
     
  12. *Loira_suu*

    *Loira_suu* Usuário

    Nooossssaaaa.... eu queria uma prova c/ um rascunho de hobbit hehehehehehehe!!!!

    :D
     
  13. Luz

    Luz So what?!?!

    Realmente tem artigos muito interessantes no New York Time.
    Foi publicado na Valinor mais uma ou duas traduções minhas que tirei do mesmo arquivo.
    Vale a pena ler!! Tem coisas bem legais!! :D

    Aliás.. preciso terminar algumas outras que estão por aqui!! :roll:
     
  14. Éomer

    Éomer Well-Known Member


    Uma das maiores provas do Talento de Tolkien é que o nome dele é conhecido e lembrado até hoje. E quem hoje em dia lembra do nome destes críticos?
     
  15. Rogério Magno

    Rogério Magno Guarda da Cidadela

    É, críticos de toda a forma desaparecem entre as névoas da história, pois a única fama e valor que tem, é enquanto estão criticando e enquanto há alguém sobre quem construir sua fama momentanea. Felizmente, nem mil deles seriam capazes de compor algum argumento que desvalorizasse a obra de Tolkien. Mesmo porque, eles exemplificam exatamente um tipo de ser que conhecemos muito bem (das páginas d'O Simarillion), seres que não tem a capacidade de criar e que portanto ocupam-se de destruir o que é de criação dos outros, como que tentando roubar descaradamente a glória alheia, vide Melkor. (Não querendo ofender bons críticos, que mais que destruírem fazem análises construtivas e proveitosas para que escritores evoluam com estas).:puke:

    No mais pessoas assim desaparecem mesmo da história da humanidade, alias todos sabem quem foi Napoleão, mas pode-se contar nos dedos os que sabem quem foi o Almirante Nelson.:yep:
     
  16. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Pois é, acontcomo o Deriel disse...

    Mas nota-se que mesmo não sendo um sucesso total, as obras de Tolkien o fizeram famoso.
    Muitas bandas nessa altura do campeonato já se inspiravam nele, muitos escritores, pintores, artistas em geral.
     
  17. moriel

    moriel Banned

    Ót
    Ótimo nada, afinal é um obituário :(
     
  18. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Foi realmente um ótimo artigo, mas eu queria ler o que aqueles criticos da época disseram, só para analisa o que, como e por que asssas criticas.
     
  19. Fimbrethil

    Fimbrethil Esse chato é um

    Bom resumo da vida de Tolkien, mas se eu puder ser um pouquinho chata...:oops:não foi o Lewis que recomendou ao Tolkien publicar o Hobbit, foi uma moça que trabalhava na Allen&Unwyn, que leu o manuscrito que Tolkien enviou a ela quando estava doente (não lembro direito por que, se ela era mãe de um amigo dos filhos dele ou algo assim), e ela gostou tanto que pediu pra mostrar pros editores e ele concordou.

    Isso tem em uma das cartas, não briguem comigo :superupa:
     
  20. Grahan

    Grahan Sim, eu me divérto

    Muito bem Deriel! É isso mesmo! E o melhor de Tolkien é que ele ignorava essas coisas, ele diz no Prólogo do Senhor dos Anéis algo como "muitas pessoas consideraram a obra enfadonha [entre outras coisas], mas eu tenho opinião parecida com o trabalho dessas pessoas".
    Até para respostas o professor era original!
     

Compartilhar