1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Obama diz que excesso de provas torna a educação 'muito chata'

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 29 Mar 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Presidente dos EUA quer menos testes de avaliação nas escolas.
    'Não se aprende sobre o mundo, só se aprende como passar na prova', diz.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Barack Obama no encontro com pais e estudantes
    (Foto: AP)


    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse em uma conferência para estudantes, em Washington, que os alunos deveriam fazer menos testes padronizados e o desempenho escolar deveria ser medido não somente pelos resultados das provas.
    disse Obama. A reunião aconteceu na noite desta segunda-feira (28)..

    afirmou o presidente em uma reunião com alunos e pais na Bell High School Multicultural, em Washington.

    Obama defende uma reformulação nas leis de educação. Para ele, os legisladores deveriam devem encontrar um teste que
    e ser promovido em um período maior do que anualmente. O presidente considera ainda que as escolas deveriam ser avaliadas não apenas pelo desempenho de seus alunos, mas também pela frequência às aulas.

    disse o presidente.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Obama defende mudanças na lei de educação dos Estados Unidos (Foto: AP)

    O presidente aprova a realização esporádicas de testes padronizados para determinar uma "base" de habilidade dos alunos. Ele disse que suas filhas Sasha, de 9 anos, e Malia, de 12, recentemente fizeram um teste que não exigia preparação prévia e servia para diagnosticar os seus pontos fortes e fracos. As meninas estudam na escola privada Sidwell Friends, em Washington.

    Obama manifestou ainda a preocupação pelo fato de muitas escolas norte-americanas não conseguirem atender aos padrões de proficiência anual do programa “No Child Left Behind”, que tem como objetivo obter 100% de alunos proficientes em leitura, matemática e ciência até 2014.

    O presidente fez promessa de trabalhar para aprovar a lei que garante o direito aos filhos de imigrantes ilegais serem matriculados nas faculdades. A legislação foi aprovada pela Câmara, mas fracassou no Senado em dezembro.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar