1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Verdadeiro poder do Um Anel

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Dungeon Master, 28 Set 2007.

  1. Dungeon Master

    Dungeon Master Usuário

    Qual seria o verdadeiro poder deste artefato que moveu toda a terra média em guerra? Afinal o anel além de dominar os outros possui outros poderes próprios, quando foi destruido em Orodruin não só Sauron foi destruido, Barad Dur e também a boca ferrada e entre outras construções de Mordor, afinal quais seriam todos os poderes do Um Anel?

    O mundo está dividido entre aqueles que leram O Hobbit e O Senhor Dos Anéis e aqueles que não leram.
     
  2. Tuor

    Tuor Usuário

    Acho que além de dominar os outros Anéis, acho que os poderes que o Um tinha eram os mesmos poderes de Sauron. Tanto é que quando Sauron foi derrotado e o Anel não fora destruído, Sauron ainda permanecia. É como se um irmão gêmeo.
     
  3. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Ele mantinha as construções de saurom de modo que el quisesse assim como os aneis elficos mantinhama beleza das coisas.
     
  4. Varnon

    Varnon Cavaleiro de Dol Amroth

    O anel dava amplitude aos poderes de Sauron...os aumentava a outros patamares. Poder do anel em si, acho que seriam poucos, acredito que conceder invisibilidade era o mais expressivo deles. Pelo menos no sentido de poder que vocês perguntam.
    Poderes não sobrenaturais, mas de força psicológica, o anel era cheio.
     
  5. Dungeon Master

    Dungeon Master Usuário

    Quanto aos poderes do Anel creio que o melhor é dar a Sauron imortalidade mesmo que como uma sombra, e claro o Anel tem vontade própria e destroi a vontade dos outros, O Um Anel para todos trazer e na escuridão aprisiona-los.
     
  6. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    O poder do Um Anel era o poder de Sauron, nele depositado.

    Sauron com o Um era pleno. Sem o Um, incompleto. O Anel foi feito com o intuito de dominar os demais Anéis, além de servir, como já mencionei, como um "depósito de poder". E não só poder, mas também força vital. Por isso que Sauron persistiu, mesmo após ter sido derrotado na Guerra da Última Aliança e na Queda de Númenor.

    Portanto, Sauron era realmente imortal enquanto o Anel existisse. Por outro lado, ele estava confiando sua existência na existência do objeto, o que, de certa forma, é um risco.

    Após a destruição do Um as construções de Sauron ruíram pois elas foram erguidas com o poder dele, que estava no Um. Quando esse poder cessou de existir, as construções vieram abaixo.
     
  7. Bárbara Teixeira

    Bárbara Teixeira Eu não quero mais ser um

    Bem, para mim, o poder tanto de Sauron quanto do seu Um Anel estam intimamente ligados, sendo um dependente do outro.

    Porém coloco aqui uma outra dúvida: Qual a relação entre eles? Sauron foi derrotado mas o anel continuou, o anel foi destruido e a "alma" de Sauron continuou a vagar pela TM. Na realidade então, a dependencia existe: ambos subsistem separadamente porém não alcançam todo o seu potencial se não em conjunto. Seria isso?
     
  8. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Bem, vamos relatar alguns acontecimentos para buscar mais compreensão.

    Na 1ª vez que ele (Sauron) morreu, o corpo dele era um Fána, que é o corpo dos Ainur. Sem seu Fána, mas com seu poder ainda existindo, Sauron pôde conseguir um novo corpo. Dessa vez, porém, ele conseguiu para apenas um Hröa, o corpo dos demais filhos de Eru, uma vez que um novo Fána só poderia ser concedido pelo próprio Eru.

    Quando esse Hröa foi morto na Guerra da Última Aliança, aconteceu a mesma coisa de antes. Seu Fëa (espírito) ficou "por aí", esperando reunir poder e conseguir um novo corpo.

    No fim, quando o Anel é destruído, então todo o poder de Sauron contido no Anel desaparece. Seu próprio corpo é destruído, e seu Fëa volta a vagar por aí. Porém dessa vez ele não possui capacidade de reconstruir algum corpo, uma vez que todo seu poder, sua capacidade de sub-criação, se foram com a destruição do Um.

    Assim, podemos dizer o seguinte: Sauron existia de qualquer forma, com ou sem Anel. Porém, sem o Anel, ele não poderia existir "materialmente", possuir um corpo. Ele seria só espírito, que não pode ser destruído. E o Anel também existia sem (o corpo de) Sauron.

    Quanto a "alcançar todo o potencial", é mais ou menos como você disse, mas vale ressaltar que o verdadeiro "potencial" do Um era controlar os demais Anéis. Sem usar o Um, Sauron continua a ter acesso ao seu poder original, sáo não consegue exercer domínio sobre os demais Anéis.
    E o Um sem Sauron, não realiza seu propósito de dominação.
    Mesmo que outro indivíduo o portasse, certamente não causaria tanto efeito quando na posse de Sauron.

    Enrolei um monte, mas espero ter esclarecido. =]
     
  9. Ulmo- o grande

    Ulmo- o grande Não quero + passear com esse

    Se eu entendi bem, entao nao só parte dos poderes de Sauron estavam no Um anel, mas tambem parte de suas habilidades. Uma coisa ainda me ficou obscura: como Sauron pode reunir poder para reconstruir sau hröa depois de sua segunda destruiçao pela Ultima Aliança (lembrando qu enessa ocasiao ele estava sem o Um anel) e nao pode faze-lo depois da terceira destruiçao, quando o Um foi destruido?? Pois veja, se le nao tinha acesso ao poder armazenado no Um em nenhum dos dois momentos, o que poderia diferencia-los??Nao exestiria uma maneira de Sauron recuperar seus poderes, como ja havia feito???


    Ufa, acho que sao essas as duvidas...^^
    Abraços a todos
     
  10. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Sauron não precisava usar o Um para pode desfrutar de parte de seus poderes.
    Claro que, usando o Um, ele têm acesso à esse poder de maneira completa. Mas enquanto o Anel existir, ainda que distante de Sauron, o mesmo manterá uma conexão com ele, podendo desfrutar de seu poder lá armazenado, ainda que não em um nível de 100%.
     
  11. Bárbara Teixeira

    Bárbara Teixeira Eu não quero mais ser um

    Logo há dependência de Sauron ao Um.
    Bastante esclarecedor Fëanor! rs

    Obrigada!
     
  12. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    O ato de depositar em um artefato (o Um Anel) todo seu poder, nos mostra o momento no qual Sauron fora completamente dominado pelo poder de seu Mestre, que estava atuante em Arda. No momento da criação do Um, e do intento de dominar todos os povos, Sauron se despe de sua crença, e passa a um estágio quase puramente niilista, como Melkor o fizera antes. E assim como Melkor, encontrou seu fim após este ato.

    Sendo mais claro; Sauron manteve-se por mais tempo efetivo em seus planos (de acordo com Tolkien) por manter viva sua crença. É uma questão moral aplicada mesmo a um "vilão".
    Melkor encontra um estágio puramente niilista, e crê apenas em si mesmo e em sua transformação de Arda; que de fato ocorre (não podemos deixar de "dar créditos" a Melkor). No entanto, Sauron segue, até a Terceira Era, crendo em seu Mestre como um ídolo, uma divindade. Mesmo aparentemente pregando o "ateísmo", Sauron tenta, ao fim ao cabo, suplantar a crença panteísta dos humanos, e a crença em Eru dos elfo, pela crença em Melkor.
    Para Tolkien, o que manteve Sauron efetivo por mais tempo, foi justamente sua crença, que ainda era um resquício de valor moral.

    Quando Sauron lança mão de seu maior intento de dominação, ele chega ao último instante de servidão, ao instante-mor, quando passa a fielmente imitar seu Mestre.
    Como Tolkien nos esclarece, analogamente a Sauron, Melkor teve seu "Anel", porém, onde ele depositara todo seu poder, de forma a fazer parte de cada ser microscópico ali existente, fora Arda. Toda Arda era o "Anel" de Melkor, e assim ele dominou os povos livres.

    Sauron tenta imitá-lo em seu âmago, e como coloca Tolkien, neste momento sofre suas maiores quedas, até sua efetiva destruição.
    O Anel nada mais é que a "forma" dos desejos de Sauron, e uma difusão de seu poder, que como bem explicou Fëanor, poderia dar uma certa "imortalide-forçada" a Sauron, que poderia reconstruir-se sem voltar a Mandos por consequência de uma morte corpórea (seja fána, seja hröa); sendo assim, o Anel nada mais faz que seguir a vontade, os desejos de seu criador.

    Creio que fui um tanto quanto "cansativo" nesta explicação, mas, já que estavamos tratando desta questão a fundo, achei necessário uma colocação clara do que "é" e não "é" o Um Anel, ele não é um artefato de invisibilidade, nem um artefato de criar "espectros", ele simplesmente segue a vontade de seu criador, nada mais.
    Seja como for, usado como for, ou por quem for, ele estará reproduzindo e dando forma a vontade de Sauron.

    Abraços.
     

Compartilhar