1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Senhor dos Anéis: insignificante frente ao Silmarillion?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Olórin of Lórien, 5 Fev 2004.

  1. Estou ainda terminando de ler O Silmarillion (estou no fim da Akallabêth), mas já foi possível formar algumas impressões.

    Uma delas é de que todos os grandes eventos que eu lera meses atrás em O Senhor dos Anéis parecem ser insignificantes perante os acontecimentos das eras anteriores narrados n'O Silmarillion.

    Pergunto: Esse meu sentimento procede? Alguém mais também teve essa sensação?
     
  2. Knight

    Knight Rider On The Storm

    Eu também tive essa impressão, no Silmarillion tudo é mais grandioso. Na verdade tudo na primeira era era mais grandioso, da primeira até a terceira houve uma queda de poder muito grande nos povos da Terra Média. Os homens por exemplo, eram mais fracos, apenas os descendentes da raça de Númenor tinham vestígios da força antiga dos homens. Os elfos, os Noldor estavam praticamente todos já em Valinor, a maioria que se mantinha na Terra Média eram os elfos que não tinham vistos a luz das árvores, que não tinham tido nenhum contato com os Valar, e que também por esses motivos eram menos poderosos.
     
  3. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Acho que, pela própria natureza do Silmarillion, ele já deve ter essa essência mais magnífica. Afinal, é um livro mitológico, que realmente mostra como os acontecimentos narrados em O Senhor dos Anéis pode ser considerado pequeno se comparado a outros.

    Eu digo "considerado" porque a derrocada final de Sauron não pode ser vista como algo pequeno de fato.

    Acontece que, o que parece uma batalha nos campos de Pelennor se comparada a Nirnaeth Arnoediad? O que foi a Guerra do Anel se comparada à Guerra das Gemas? E todo esse sentido de atitudes e personagens inefáveis demonstram uma grandiosidade absurda que a gente não vê n'O Senhor dos Anéis.

    Acho que principalmente pelos tipos de narrativa e as essências; o Silmarillion tem a visão élfica, e O Livro Vermelho tem a visão dos hobbits; mas principalmente o fator do Silmarillion narrar toda uma mitologia e a história dos Dias Antigos, enquanto o Senhor dos Anéis narra uma aventura onde os tais Dias Antigos são meras lendas. Enquanto o SdA é praticamente um relato, o Silmarillion é uma lenda.

    É mais ou menos algo assim. :roll:

    PS: Tópico interessante! :D
     
  4. Metz

    Metz ...

    Eu tbm achei o Silmarillion um pouco mais grandioso que o SDA, pelo tamanho das batalhas, O melkor ser mais poderoso que o Sauron e O destino que levaria cada história (se o Sauron vencesse ele dominaria a TM, mas se o Melkor tivesse ganhado ele dominaria TUDO). Mas insigificantes os fatos do SDA tbm não são perto destes.
     
  5. Nandorë

    Nandorë Usuário

    O Silmarillion narra fatos bem mais grandiosos do que o Senhor dos Anéis. Como disse alguém, até pela diferença de ter sido contado a partir da visão dos elfos, enquanto SdA tem a visão dos hobbits. O poder do Melkor é muitíssimo maior que o do Sauron e as conseqüências dos seus atos também.
    Ele tem uma capacidade enorme de mentir e convencer os outros das suas mentiras. Foi capaz de coisas muito maiores, como criar os trolls e os dragões. Nem dá pra comparar o Rei Bruxo com o Glaurung, por exemplo.

    Mas também não acho que se possa dizer que SdA é insignificante perto do Silmarillion. Acho que é uma maneira de mostrar que todas as guerras e batalhas das eras anteriores serviram para que pudessem existir povos simples como os hobbits e que eles pudessem viver em paz. E também que, quando fosse necessário, até mesmo essas pequenas pessoas teriam a capacidade de tomar decisões e ter parte em grandes feitos para defender suas terras.
     
  6. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    É como eu digo sempre, são duas escalas e ordens de grandeza distintas. Os protagonistas de SDA são coadjuvantes na sua maioria em O Silmarillion. É um relato mais pendendo pro épico, alude para o tempo em que os ainur (deuses) andavam junto aos filhos de Eru e por Arda antes da terra mudar e muita coisa se perder. Fala do zênite dos eldar em Beleriand, o que por si só já coloca a coisa em um plano superior, e sobre o tempo em que Sauron era tão somente um assistente de um vilão maior, o ainur que assendia em poder, Melkor.

    E por aí vai. A Terceira Era é o fim de um tempo, que teve seu apogeu nos tempos e contos narrados no Silmarilion.
     
  7. Não acho que se deva comprar esses dois livros...
    Primeiro que o Sillmarillion conta a história de uma era inteira... E não só de uma! Ele conta a hisória de diversas eras, ate o fim dos elfos! Sim, as coisas eram mais grandiosas na primeira era, mas não é por isso que o que acontece no "Senhor dos anéis" vai ser insignificante... Acho que foi muito significante para o destino da terra-média o que aconteceu e pode ser considerado o maior fato da terceira era...

    Beijos

    Lu
     
  8. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Acho que um grande problema aqui é que não temos nem nunca teremos uma versão final do Silmarillion de Tolkien.

    Temos que nos contentar com a versão menos verossímel, mas ainda fantástica do Christopher.

    Talvez se Tolkien tivesse escrito tivessemos uma visão um tanto diferenciada deste livro e ele seria com certeza muito mais maravilhoso.
     
  9. Elrond Meio-Elfo

    Elrond Meio-Elfo Usuário

    É tudo a mesma história, é tudo a mesma mitologia. A diferença é que apenas um pequeno evento dessa mitologia foi escolhido por Tolkien para o desenvolvimento de um conto mais detalhado e voltado para os personagens. É claro que a mitologia como um todo é incomparavelmente superior a algum evento em especial isolado.

    A Guerra da Ira por exemplo parece ter sido uma 'simples' batalha fenomenalmente grande aonde a única coisa que importava era a quantidade de elfos para fazer frente à quantidade de orcs. Não envolveu nenhuma tática ou plano de batalha, mas apenas ir marchando até Angband e escurraçar Melkor do buraco onde ele se enfiava. Já a Guerra do Anel teve toda uma tática de persuasão e distração dos seres do bem contra toda uma tática de expansão e corrupção e sedução por parte de Sauron. A Guerra do Anel foi um jogo de xadrez entre 'pequenos' enquanto a Guerra da Ira foi um vale-tudo entre 'gigantes'. Assim, a Guerra do Anel parece ter sido muito mais complexa que a Guerra da Ira e, embora envolvia poderes menores, foi tão crucial para a história do mundo quanto esta.

    Mas se Tolkien tivesse tido tempo de relatar mais detalhadamente a Guerra da Ira, em uma história com diálogos e desenvolvimente de personagens, etc... poderia surgir uma história como a de O Senhor dos Anéis, isoladamente pareceria pequena em comparação com toda a mitologia da Terra-Média.
     
  10. Dernhelm

    Dernhelm Usuário

    Sou meio suspeita pra falar do Silma, não consigo me "envolver" lendo o silma como me envolvo com o SDA, pra mim Pelennor é muito mais emocionante de se ler que qualquer batalha do Silma... É fato que os acontecimentos do Silma são em sí "maiores".
    Mais o esforço que foi empregado na guerra do anél não foi menor que o da guerra das gemas...
    Acho que pra o povo da TM na 3º Era foi tão sofrido ganhar de Sauron e não menos grandioso pra mim do que o povo da 1º Era enfrentando Morgoth. Pra mim o SDA é tão ou mais grandioso que o Silma.
     
  11. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    Acho q tem uma outra questão aí q ninguém levantou.

    O SdA teria sido escrito por pessoas q viveram a guerra, q tavam lá, e portanto seria mais realista.

    Já o Silma seria contado por elfos mais de 5000 anos depois. Pouco q de fato presenciaram os fatos ainda estariam na TM... Depois de tanto tempo, as coisas viram lenda, e tudo fica mais grandioso, mais maravilhoso. Por isso essa diferença entre os dois livros.
     
  12. Estë

    Estë the Gentle

    Concordo com Lu-thien, não dá pra comparar duas narrativas tão diferentes... o enfoque dado a cada livro é único e não, o Senhor dos Anéis não é insignificante frente ao Silmarillion. Acredito que nenhuma das obras de Tolkien sobre a Terra Média deveria ser vista isoladamente, pois cada uma delas mostra uma faceta diferente desse grandioso mito criado por Tolkien. Se Tolkien tivesse concluído sua obra então cada livro complementaria o outro e veríamos com mais clareza o mundo criado por ele.
     
  13. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    A partir do momento em que o que entra em discussão é gosto, é possível comparar. Diferentes são sim, e vão agradar mais a uns do que a outros. No entanto nada é insignificante em uma obra encadeada.
     
  14. °Arien°

    °Arien° Usuário

    dizer que SdA é insignificante é pecado :lol: , mas eu entendo totalmente o q vc quer dizer. Por exemplo, eu adorei SdA, mais do que eu achava que poderia gostar de qualquer livro, e planejava comprar logo (qdo eu li era alugado), e ler novamente muitas vzs, mas aí muito tempo se passou, e o Silmarillion acabou entrando na minha vida :obiggraz: , e ocupando todo o espaço dedicado aos livros (mas se ñ fosse SdA esse espaço nem existiria).. ñ teve jeito: SdA virou segunda opção.. :| agora eu to lendo o Silmarillion pela 2ª vz :mrpurple:, mas isso é uma coisa de opinião mesmo, tem gente que gosta mais de SdA, acho que porque tem um caráter mais pessoal, é "alcançável"(nossa :gotinha: ), qdo o Silmarillion parece mais distante :)
     
  15. =|Andúril|=

    =|Andúril|= Usuário

    HUm... esse negocio de o Sda parecer "menor" q o Silma eh verdade... pelo menos pra mim... só dando um exemplo bem simples (ainda to no comeco do Quenta) a Nimloth, que eh tipo, A Arvore branca do reino de gOndor, eu eh O reino na terceira era.. eh soh uma muda da muda da muda da Telperion.... ou seja.. o q eh importante no Sda eh soh um detalhe no Silma (nao q a Nimloth seja tao importante, foi soh um exemplo).
     
  16. Proview

    Proview Go

    Quando a gente le o Silma. pensa logo q é uma explicação detalhada de uma mitologia... Tipo lá tem origens, histórias, árvores genealogicas, terras novas q se foram e terras q existem, mas q foram modificadas...
    Enquanto o SdA trata apenas de uma história dessa mitologia...
    Eu adoro SdA, mas sempre axei menos abrangente com relação a histórias q o Silma. Sem contar q o Silma ainda trata de dúvidas a respeito de SdA...

    Eu pelo menos gosto mais do Silma por considera-lo mais completo com relação a explicação histórica e envolvimento do q se passa no mundo...
    Mas cada um tem suas razões eu axo...
     
  17. THE PASSOLARGO

    THE PASSOLARGO Usuário

    Também gostei mais do Silmarillion...Sei lá ele mostra como tudo começou, o início...Não sei explicar direito, mas gostei mais, até porque sempre gostei de saber mais sobre o que aconteceu antes do que fala em Sda, até procurei umas explicações na internet, mas depois comprei o Silmarillion...Em resumo, não é que GOSTEI mais, mas achei mais interessante...
    Ps.:Acabei de ler o Silmarillion, quinta-feira...
     
  18. Só pra me explicar um pouco: eu usei o termo "insignificante" de propósito, para causar uma boa discussão e colocar um "temperinho" na mesma.

    Mas quero deixar bem claro que estou muito longe de menosprezar O Senhor dos Anéis. Ainda mais agora que já terminei de ler O Silmarillion e, portanto, já li Dos anéis de poder e da Terceira Era.

    Porém, o que eu quero que notem é que fatos, datas, personagens e povos que eram importantíssimos no SdA, tornaram-se meras passagens e coadjuvantes no Silma.

    Por exemplo, Legolas. Todos sabem a importância dele no SdA. Agora, observem onde ele é sitado no Silmarillion:

    (Glossário, pág. 442)

    Thranduil Elfo sindarin, Rei dos elfos-silvestres no norte da Grande Floresta Verde (Floresta das Trevas; pai de Legolas, que pertenceu à Sociedade do Anel. 381

    Percebem? Isso pra não falar de Frodo (citado umas duas vezes), Sam (citado como criado de Frodo), Merry, Pippin, Gimli (nem sequer citados) e até mesmo Gandalf, que aparece em no máximo oito páginas. Muito menos que, por exemplo, Maeglin, que tem até um capítulo só pra ele.

    Aliás, me ocorre agora algo que foi citado por alguns acima, acho que a Nandorë e o Barlach, e ajuda a explicar muito essa forma de tratamento dos fatos: O Silmarillion é feito com a visão élfica.

    O Silmarillion, sobre a ótica humana, provavelmente seria bem diferente. Possivelmente ele só começaria a partir do Cap. XII ("Dos homens"), pois enquanto os elfos faziam festinhas periódicas com os Valar, os homens não podiam nem chegar perto dos mesmos, e portanto não tinham como saber da formação do mundo. Mas isso é outra história.

    Acho que me alonguei demais. Tomara que eu não os tenha deixado perdidos. :mrgreen:
     
  19. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    Era isso q eu queria dizer.

    Com certeza se elfos tivessem escrito o SdA, ele seria diferente. Conteria no mínimo toda a origem dos anéis e como ele levou à destruição de Númenor. Mas tudo isso passava longe dos pensamentos dos hobbits q escreveram o livro.
     
  20. Heceldamar

    Heceldamar Usuário

    Entendo o que você quer dizer com os poucos méritos dados a Sociedade, mas Legolas nunca foi tão importante assim. Nas palavras do própio Tolkien, ele foi o menos que fez na guerra. Quem deu essa ar "super elfo" a ele foi o PJ. De um modo mais grosso e direto, Legolas foi o mais inútil na Sociedade. :wink:
     

Compartilhar