• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

D&D 3.5 O Segredo da Colina Prateada - [ON]

Felarhix

Usuário
[roll0]

Rafur percebe que Andariel está utilizando uma magia de defesa para logo em seguida poder atacar. O anão então entende a estratégia e tenta ajudar melhorando ainda mais as chances de não levarem dano e poderem atacar com mais tranquilidade.

Ele pendura seu martelo e escudo e então com suas mãos cruzadas tocando seus próprios ombros ele pronuncia palavras sagradas de proteção e um brilho prateado, como um flash emana do anão.

-Não se afastem de mim. E que Moradim nos proteja, e que nada que não seja bom possa se aproximar daqueles que possuem um coração claro como o céu e a vontade de fazer o bem. Que assim seja. Dizendo só para que a velha e a recepcionista ouvissem.

Ele então retira sua varinha e prepara-se para o ataque.
 
Última edição:

Al Dimeneira

Dungeon Master
A GUILDA DOS MAGOS

Sierra abriu mais uma porta e encontrou uma sala pequena e circular. Na sala não havia absolutamente nada, apenas um globo de luz que brilhava com a intensidade de uma tocha e flutuava no ar a uns 2 metros de altura.

A LIVRARIA SABEDORIA ARCANA

O monstro sem forma avançou na direção dos aventureiros, ma parou quando atingiu o círculo mágico de Rafur. A criatura ficou se debatendo alguns instantes sem entender o que se passava.

Os encapuzados viram o grupo desaparecer dentro do refúgio conjurado por andariel. Um deles rapidamente fica invisível, enquanto o outro apanha um pequeno saco no bolso e profere algumas palavras de poder. Logo uma poeira fina e dourada sai voando e rodopiando de dentro do saco, tal e qual um redemoinho. A poeira avança na direção dos aventureiros e invade o refúgio conjurado por Andariel grudando no corpo dos aventureiros entrando por dentro das roupas e principalmente dos olhos.

Os aventureiros devem rolar um teste de resistência de vontade contra CD 15 para resistir à poeira ofuscante. Os que fracassarem estarão temporáriamente cegos.
 

Lyvio

Usuário
Andariel observa o mago conjurar uma magia e lançara contra eles, essa magia atravessa tanto o pequeno refúgio como o circulo mágico e atinge-a junto com Rafur, a velha sente seus olhos coçarem e logo identifica a magia ela usa toda sua vontade para resistir ao encanto, pois caso falhe ficará cega o que praticamente a neutralizará e poderia ser seu fim.

Vontade:

[roll0]
 

Lyvio

Usuário
A magia não tem efeito em Andariel, mas ele poderia usar outros truques temendo não resistir na próxima vez a velha decide neutraliza-lo o quanto antes, a velha começa a pronunciar algumas palavas de poder e num comando aponta usa mão para o conjurador.

-Acho que você precisa dormir um pouco!

Mecânica:

Andariel conjura a magia sono sob o conjurador ( Vontade contra CD 16) para não cair no sono profundo.
 

Náring

Mad Hatter
Sierra observa o globo brilhante por um momento.

"Normalmente, eu investigaria, mas preciso encontrar Garudius logo, e o histórico de coisas dentro dessas jaulas não é exatamente positivo."

A maga continua a observar o globo um pouco, se ele não manifestar qualqluer ação ou manifestar uma hostil, ela fecha a porta.
 

Felarhix

Usuário
Um dos conjuradores manda uma poeira em Rafur e em Andariel, fazendo com que seus olhos comecem a coçar e lacrimejarem. O anão tenta então resistir a magia:

[roll0]

Logo em seguida usa a varinha conjurando fora do círculo um vagalume gigante para atacar o monstro:

-Vamos mostrar que o bem vai prevalecer.

O vaga-lume gigante celestial então tenta morder o monstro.

[roll1]

[roll2]
 

Lyvio

Usuário
OFF: Esqueci do teste do Fuxo OFF

A magia faz os olhos do corvo também arder e muito:

-Arrrrgh...meus olhos meus olhos...

Ele balança a cabeça de um lado para o outro e passa suas asas sobre seus olhos na tentativa de evitar ser afetado também pela magia.

Vontade

[roll0]

Fuxo não consegue resistir a magia e fica temporariamente cego

-Arrrrgh, não vejoooo, não vejooo, Andariellll, Andarielllll!

A bruxa então tenta acalmar o corvo:

-Você está do meu lado Fuxo fique calmo e parado ai no chão como já estava, isso vai passar.

A velha respira fundo e completa:

-Detesto combater conjuradores...
 
Última edição:

Al Dimeneira

Dungeon Master
A GUILDA DOS MAGOS

Sierra fechou a porta rapidamente e deixou o estranho globo de luz lá dentro. Restam 5 portas, a CD do teste agora é 80.

A LIVRARIA SABEDORIA ARCANA

Andariel tenta conjurar uma magia de sono, mas o encapuzado resiste ao seu poder.

Rafur conjura um Vaga-lume celestial que ataca o monstro e abre uma ferida em sua carne nojenta.

O homem de capuz saca uma adaga e caminha até o velho que se contorcia no chão, ele agarra o velho pelos cabelos e levanta seu rosto. A expressão no rosto de Musgatt era do mais terrível desespero. Era possível imaginar que ele havia sido submetido a muitas horas de tortura e agonia ate chegar ao ponto em que se encontrava. Lágrimas e sangue se misturavam em seu rosto, ele tentava tapar os ouvidos com as mãos, mas seus dedos haviam sido esmagados. Ele gritava de dor de forma perturbadora, da forma em que as pessoas gritam quando estão dispostas à tudo para interromper seu sofrimento.

O encapuzado encostou a adaga na garganta de Musgatt, que parecia completamente indefeso, e gritou:

"- MAIS UM MOVIMENTO E ELE MORRERÁ! SE ENTREGUEM AGORA E POUPAREMOS A VIDA DO VELHO."
 

Felarhix

Usuário
Rafur respira fundo vendo a situação que eles se encontravam. Aquilo não seria fácil mas eles precisavam tentar resgatar Musgatt sem se entregarem, porque caso isso ocorresse todos seriam mortos com certeza.

-Olha senhores! Não sei se entenderam mas se matarem o velho Musgatt teremos que entrar em combate e provavelmente vocês morrerão, então podemos fazer o seguinte. Entreguem Musgatt que deixaremos vocês vivos aqui e sairemos, ninguém mais se machuca. O que fizemos até agora foi apenas uma demonstração, pensem bem, acredito que seja uma ótima oferta para ambos os lados.

[roll0]

O anão precisava conversar com eles e tentar alguma coisa. Mas a sensação era de que a batalha seria inevitável. Ele rogava a Moradim para iluminar a mente dos pobres e aceitar sua oferta, afinal era verdade o que ele planejava. O que não impediria de depois voltarem e acabarem com todos aqueles servos do mal.
 

Lyvio

Usuário
A velha reforça Rafur:

-Eu tenho experiência suficiente para perceber que você não libertará Musggatt mesmo que nos entreguemos, o barão nos chamou apenas para resgatar Aleina e Musggat, só nos resta resgatar o Mussagatt agora, entregue-o que vamos embora com nossa missão cumprida, o que quer que vocês queiram fazer mais para frente já não é mais problema nosso e sim do Barão. Apenas nos entregue ele e como o anão falou ficamos todos em paz sem derramamento de sangue.

Blefar

[roll0]

Diplomacia

[roll1]
 

Arthen

Usuário
Lyed pragueja com a dor da flecha em sua perna. Ele olha para trás e vê que Kayto já havia liberado a escada e poderia ajudá-lo contra os ratos.

- "Kayto! Vai ficar aí só olhando?"

O malandro se volta para os ratos. Ele quer acabar logo com isso.

Ataque [roll0]
Dano [roll1]

Kayto, que parecia estar muito distante dali, acorda de repente com o grito de Lyed. Assumindo uma postura defensiva, o rapaz avança contra o rato 3, sempre tomando cuidado com os estrepes.

Ataque [roll2]
Dano [roll3]

off - como o lord também sumiu, assumi o perso dele por enquanto. o lyed e o kayto estão lutando defensivamente, e o lyed ainda está usando esquiva contra o rato 4./off
 

Al Dimeneira

Dungeon Master
A LIVRARIA SABEDORIA ARCANA

Andariel e Rafur tentam negociar a libertação de Musgatt com o conjurador encapuzado. O homem solta uma risada doentia e responde:

"- Ninguém pode salvar Musgatt! Ninguém pode ajudar o barão! O portal vai se abrir e nosso mestre vai chegar! Vocês devem abandonar toda a esperança, pois já está feito. Ele já vai chegar! O sangue de Musgatt vai ajudar a abrir o portal!"

O Conjurador negro puxa a adaga e corta a garganta de Musgatt.

"- VOCÊS PERDERAM! VOCÊS PERDERAM! HÁ, HÁ, HÁ, HÁ...."

O sangue salta em abundância do corte profundo e tinge o chão da sala de vermelho vivo.

Vocês tem apenas 3 rodadas até que Musgatt chegue a -10PVs e esteja morto.

Algumas palavras nefastas ecoam dentro da sala e o conjurador invisível aparece bem diante do refúgio conjurado por Andariel. Da ponta dos seus dedos um cone de chamas explode na direção dos aventureiros.

Mãos flamejantes: [roll0]
 

Lyvio

Usuário
No Momento que o encapuzado corta a Garganta de Musggat o conjurador que estava invisivel aparece e pronunciando palavras obscuras de poder aponta para Andriel e Rafur um cone de fogo, a velha tenta evitar o ataque utilizando-se de seus reflexos já debilitados pela idade e a falta de treino que um ranger ou ladino teriam focado em sua agilidade. E que um feiticeiro ou mago não fariam.

-Voe fuxo!

Gritava a velha tentando salvar a pele de seu familiar.

Reflexos

[roll0]>>>-2 da falha + 2 do circulo Mágico, ou seja dá no mesmo.
 
Última edição:

Lyvio

Usuário
Andariel Não consegue evitar ser atingida pela magia do conjurador e leva todo o dano dela, várias queimaduras marcam seu corpo e suas vestes, mas o orgulho da velha evite que ela se rebaixe a gritar.

Ela então tenta Contra-atacar com suas magias, ela começa a pronunciar algumas palavras de poder e numa palavra tenebrosa de comando ela aponta para o conjurador de imediato ele sente sua visão escurecer e voltar por varias vezes em poucos segundos.

-Salve Musggat Rafur!

Gritava a velha desesperada.


Mecânica:

Andariel conjura a magia Cegueira sobre o conjurador, ele deve passar num teste de frtitude contra CD 17 senão ficará cego. Permanentemente.

Dimena o fuxo cego tem direito a teste de relexo? Vou jogar o teste dele aqui, caso não tenha ignore e contabilize o dano.

Reflexo fuxo:

[roll0]
 
Última edição:

Felarhix

Usuário
Rafur vê o que acontece com Musgatt e diz à Andariel:

Precisamos chegar até ele. Vou tentar avançar para tentar trazê-lo para dentro.

[roll0]

(caso seja possível, porque não entendi direito a dinâmica desta magia)
Rafur então olha para o conjurador maligno e rogando a moradim ele pronuncia palavras sagradas e tenta tocar o braço estendido do conjurador que atacou, utilizando a magia ferimentos moderados.

[roll1]

[roll2]

(Só vou usar a magia caso consiga tocar no conjurador.)
 
Última edição:

Náring

Mad Hatter
Sierra, dentro das catacumbas, começa a duvidar da eficácia de suas tentativas.
"Isso claramente não está me levando a lugar algum, e eu sóe stou piorando o que o guerreiro começou. Acho que seria melhor se eu apenas procurasse alguém e explicasse o ocorrido. Na pior das hipoteses, o grandalhão é preso, o que não é exatamente algo que ele não mereça... não me parece algo muito cert, mas é melhor que continuar a causar danos..."

Sierra respira fundo. Ela não sabia se era o melhor movimento, mas as ações impensadas do guerreiro haviam causado aquilo, e as reações impensadas dela haviam continuado. Em algum ponto alguém teria que consertar a coisa toda, melhor que fosse ela. A elfa começa a sair do calabouço e da torre, ela pretendia retornar à casa do barão e lhe explicar o ocorrido, e torcer para que isso não piorasse nada. A perspectiva nãolhe parecia exatamente agradável, mas tinha de ser feito.
 

Lyvio

Usuário
OFF Ação de movimento de Andariel que eu não fiz, a não ser atacar o conjurdor. OFF

Após lançar sua magia sob o conjurador, a velha bruxa enfia a mão em um de seus bolsos e pega um frasco de cor transparente, ela segura-o firme e e estende sua mão para Rafur.

-É uma poção de invisibilidade, Beba e Salve Musggat.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo