1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O que era tão atraente no Um?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Tis, 15 Jan 2009.

  1. Tis

    Tis There and back again...

    Bem, sabemos que o Um Anel ilude seu "hospedeiro" com visões de poder, transforma desejos em premonições e atribui tais conquistas futuras ao seu uso.

    Mas antes de o Anel ir parar no dedo de alguém, o que ele faz para atrair?
    Alguns seres da TM podem se atrair pelo poder do Anel por saber que se trata dO Anel, por saber que ele é tão procurado pelo senhor do escuro, por saber que ele retarda o envelhecimento etc. Mas e quem não sabia com o que estava brincando, como Gollum, por exemplo?

    O tópico não é só pra discutir sobre o Gollum, gostaria que discutíssemos também o que atrai ao Anel os povos em geral, cada raça ou indivíduo. Será que essa atração toda se deve a apenas inveja de Sauron, ambição, desejo de fazer o bem...?
     
  2. Excluído038

    Excluído038 Excluído a pedido

    Uhn, quando Sauron criou o Um, ele incutiu nele grande parte de seu poder, por isso que quando aconteceu a última grande aliança, ele levou tanto tempo para se recuperar. Mas, assim como seu poder o senhor do escuro também impertrou no Anel grande parte de sua personalidade, o que fazia como se ele tivesse vontade própria e fosse um mini-mim do Sauron, entende?
    Assim, como sauron era um cara com uma grande lábia, e conseguia se utilizar das fraquezas dos outros, o Anel também podia fazer isso, ele podia se utilizar das fraquezas alheias revertendo elas a seu favor.
    Por exemplo: Gollum ja era um tanto quanto mau caráter e ambicioso, por isso foi tão fácil seduzi-lo. Frodo, só queria salvar o condado, mesmo que precisasse de poder para tanto, por isso que levou tanto tempo para que o Anel fizesse total efeito nele. Já Bilbo, era um cara que só queria paz depois da aventura, por isso que o hobbit não enloqueceu e conseguiu abrir mão do Anel, ele não tinha porque te-lo realmente. Boromir, precisava do Anel....e assim por diante.
    E, isso me leva ao ápice da minha teoria, de que depende da personalidade do ser para que o Anel possa agir. Tom Bombadill. Ele não queria o Anel, era feliz, tinha tudo o que poderia querer plantando seu limo com Fruta D' Ouro, portanto o Anel não conseguia atingi-lo ao ponto de sua magia não surtir efeito em Tom, tanto que ele nem desapareceu.
    Em suma, o Anel assim como Sauron age nas fraquezas dos seres, buscando aquilo o que pode usar, mesmo que o Anel seja um objeto, ele tem um poder próprio, uma espécie de vontade própria, que mesmo que dependa de Sauron, consegue agir por suas proprias "pernas" de tão maligno que é e de tanto que deseja por seu mestre.
     
  3. A cor chama a atenção, ouro é sinônimo de riqueza, e para qualquer um q cre nisso, o Um seria tentador. Então ao ver aquele anel dourado brilhando, a pessoa logo devia se imaginar rica, poderosa e dona de todo o mundo, o senhor do universo, fazendo-a pegá-lo.
     
  4. Thalion

    Thalion Mas que puxa!

    Bem... Antes de mais nada, não podemos esquecer que o Um era um anel de ouro puro o que, para muita gente, é motivo mais que suficiente para desejá-lo com todas suas forças.
    Isso aliado às falsas promessas de poder, glória e riquezas e, dependendo da ocasião, à "vontade" do Anel, fazia com que aqueles que o vissem sentissem um imenso desejo por ele.
     
  5. Chuck Norris

    Chuck Norris Usuário

    Pro Sméagol, inclusive, o que mais chamou atenção de início foi o fato de o anel ser belo, de ouro; como ele próprio faz questão de dizer várias vezes, precioso. O "vício" vem só depois, quando ele passa a usar.
     
  6. My

    My Usuário

    O fato de o Anel ser de ouro maçiço já é, em si, por demais atraente. O desejo de riqueza é algo que está presente na grande maioria dos seres (principalmente os homens).

    Além disso, o Anel era tomado de Poder em "estado bruto", vindo diretamente de seu Senhor. Mesmo que o Portador não tivesse esse conhecimento, ele podia sentir. Isso era forte. Isso era atraente. E só por ter, "possuir" o Anel, a pessoa se sentia mais poderosa, mais forte, e mais protegida também. Vide a história de Frodo com o Anel, que mesmo sabendo o que era e tal, mesmo assim ele o colocava, em seus momentos mais tensos, mais medrosos e mais fragéis, tentando se sentir protegido pelo poder do Anel e escondido, de alguma forma. Mas, com o passar do tempo, depois que ele foi se "acostumando" com o Anel e sua influência maligna, ele passou a controlar, ou pelo menos tentar controlar, o desejo de usá-lo.
     
  7. ARABAEL

    ARABAEL Ema Infame e

    Como a maioria citou já, primeiro de tudo, vamos avaliar, vejo um anel de ouro, bonito e reluzente, qual a primeira coisa que vou fazer? Vou pegá-lo, literalmente para "ver com as mãos", como o Um era mágico com poderes e tal, vai variar de um ser ou pessoa para outra, seu perfil (se á ambicioso, mau, etc) ou se é um Santo, sábio, forte de espírito, um ilumonado, vai variar daí. O anel tinha o poder de atrair tinha, mas acredito que foi mais a sua aparência e a sensação de ter um anel tão bonito e se sentir poderoso ou poderosa e isso acontece na realidade, o que vem depois é consequência.
     
  8. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    O Um Anel apesar de ser simples na aparência atraía as pessoas justamente por isso:

    Era simples, sem enfeites e era bonito, além de possuir um poder mágico embutido pelo próprio Sauron.

    A simplicidade e o poder "mágico" atribuia o interesse em possuí-lo.
     
  9. Café

    Café O importante é o que importa

    Bom o Um Anel....era uma extensão de seu dono Sauron....então o Anel transcendia á inveja, cobiça e desejo, todos sentimentos que seu dono prezava. Para cada pessoa o Anel tinha uma influência e poderes(se usado) diferentes, para Tom por exemplo, o Anel não era atraente em nenhum sentido. Mas acho que o que mais poderia te-lo atraido seria a sua simplicidade......simples e poderoso.
     
  10. Roger

    Roger HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!!!!!

    Poder!
    alem de ser de ouro, o anel tinha quase que vontade propria... estando impregnado pelo poder de sauron...
    a atração dele deveria ser muito forte. ate mesmo gandalf temia guarda-lo.
     
  11. Tis

    Tis There and back again...

    Aham.. interessante.
    Então, encontramos um anel de ouro e o colocamos no dedo, é praticamente instinto, nisso eu concordo.
    Mas o que o Roger citou me deixou curiosa. Gandalf temia guardá-lo para não cair na tentação de usá-lo. Será que o medo de Gandalf era ser persuadido pelo Anel ou seu real medo era da sua própria curiosidade? :think:
    O que quero dizer com esse tópico é... será que era realmente o Anel o culpado pelas reações dos personagens? Até Gandalf poderia perder o controle sobre si e colocar o Anel.
    Condenaram Isildur por não ter se livrado do Anel quando teve a chance, e por isso condenaram os humanos a serem chamados de fracos, mas se a culpa é do Anel... :sacou:
     
  12. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Pois é, mas fica claro que os elfos também tinham vontade de usar, eles eram "loucos" pelo Um Anel, só não usavam pelo grande perigo que corriam, mas tinham vontade sim. :yep::yep::yep:
     
  13. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Tanto tinham vontade que Galadriel quis se testar... passou no teste, mas duvido que outros mais jovens e menos sábios passariam....
    O anel era lindo... como ja falaram, ouro atrai...
    O anel era poderoso, e o poder por si só já corrompe e isso é fato...
    O anel era maligno... ele foi feito apra ser apenas de um ser e continha em sua formação todo o mal dele... Sauron era mal e Sauron "estava" no UM.... o mal é que o forjou.
    Poder por si só já corrompe, imaginem um poder maligno... Sauron queria destruir e governar... sendo o anel quase uma parte de si, o anel tinha esse mesmo desejo... destruir e governar... não era vontade própria, era uma parte maligna de sauron contida ali.

    Acredito que qualquer um se tentaria... todos aqueles que ainda tivessem algo para almejar, desejar e sonhar seriam corrompidos. Mesmo os puros de coração... não acredito que dependia de carater ou de bondade, acredito que dependia da plenitude de cada ser.
    Se o ser era pleno e feliz em sua vida, não precisava de nada, não anciava por nada e o que tinha já lhe era pra lá de suficiente... então, nada do que o anel fingisse oferecer o afetaria por ele ser pleno. (Creio que era o que acontecia ao Tom... ele já estava completo, não precisava de poder nem de nada mais para ser feliz).
    Gandalf queria a paz.... era um desejo que se fazia distante e árduo... o anel poderia ajudá-lo a alcançar mais rápido e "talvez ele pudesse usá-lo para o bem" (sonho vão)
    Frodo queria desesperadamente se livrar do Um e voltar a ser feliz no seu cantinho... mas talvez tendo o UM ele conseguisse fazer mais e melhor... Isso cabe ao Sam tbém...
    Bilbo queria aventuras, viver sua vida em paz, conhecer e explorar... o UM lhe dava juventude e força para ser assim...
    Creio que nenhum enlouqueceu por seus corações serem puros, mas todos foram atraídos e "corrompidos" por pequena parte por desejarem mais e acharem que o Anel seria a saída....

    Gollum era ambicioso, possessivo... não tinha o coração mal, mas era egoista e só pensava em si... de repente lhe cai em mãos algo lindo, valoroso... que é só seu... é seu tesouro finalmente algo valioso pra ele... E isso o corrompeu por completo... ganância, egoísmo, e o fato de saber que ele era poderoso e inacessível com aquele belo objeto... sua ruína q ele achava ser sua única salvação...

    Enfim... o problema do anel era ter em si a própria maldade, ganãncia e fome de poder de Sauron...
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  14. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Uma palavra simples e marcante que eu acho que era tão atraente no Um era essa: "Poder"

    De tudo que ele era, lindo, brilhante, bonito, porém o que indignava e que mais fascinava seus portadores era o poder que ele continha.

    E é claro, quando colocado no Fogo, com o aquecimento fornecido pelas chamas ele emanava um brilho junto com suas escrituras que fascinava qualquer um também.
     
  15. eowathiel

    eowathiel dançando lambada com um

    As suas curvas deixam qualquer um de queixo caido... :lol: brincadeira.

    Acho que acima de tudo a sua aparência chamava logo à atenção... Depois talvez a questão de saberem que o anel tinha poder. Isso deixava-os logo interessados no anel! Até eu ficaria... Tipo se me mostrassem um anel brilhante e dissessem: "tem poderes podes fazer tudo o que quiseres" eu não ia dizer que não...

    Por exemplo se o anel não fosse de ouro secalhar não chamaria tanto à atenção... Imaginem se fosse de algum metal não polido? Não era brilhante logo não chamava à atenção!
     
  16. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Acho que ele tinha mais medo de ser persuadido pelo Anel.
    Para falar a verdade, não creio que o fato de ele ser de ouro seja o mais iimportante na atração que o anel exige sobre as pessoas. Vou fazer uma analogia meio porca, mas acho que ela representa bem o que eu penso. Imagina que você vê uma mulher. As vezes ela nem é tão bonita... mas tem alguma coisa nela que te chama, que te provoca, que te atrai. Você não sabe o porquê disso, simplesmente você quer a mulher pra você. Aí, se você consegue, ela é daquelas mulheres das quais você tem ciúmes, que você quer só pra você. Sem motivo nenhum, ela é simplesmente assim e ela te faz ser assim.
    Creio eu que é justamente assim com o anel.
    E no caso do Gandalf, seria aquela mulher que você sabe que é problema, mas você sabe que se não tomar cuidado, vai acabar encantado por ela.

    Analogia porca, mas realmente acho que o anel atrai por um instinto desse tipo.
     
  17. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Importante lembrar o contexto de sua fabricação. Logo depois do bate-papo com Eonwe Sauron percebe que os Valar vão ficar uns tempos de olho nele e decide se tornar o mais sedutor possível.

    Decidido a deixar suas coisas sedutoras ele une seus conhecimentos às habilidades dos
    Noldor (povo de Feanor) que tinha mais habilidades que ele em certos aspectos e que possivelmente transferiram uma parte da tecnologia usada nas próprias Silmarils na confecção dos anéis. As Silmarils que eram tão sedutoras a ponto de derrubar reinos e tão belas como os mais belos elfos apenas conseguiriam fazer. Nesse ponto o poder do anel se assemelha a primeira combinação de poder entre elfos da luz e maiar, que foi Lúthien. Essas combinações eram extremamente raras nos trabalhos dos homens (lembro apenas de Númenor).
     
  18. Laurelin

    Laurelin Voltei a ser um

    O que a maioria falou: "Poder"
    Isso resume quase todo o seu aspécto. E ele tinha vontade própria. Algo emanava dele, algo ruim; cobiça, inveja e qualquer outro sentimento negativo somado ao poder que ele poderia oferecer, poderia fazer com que um homem ou criatura se sentisse tentado a possuí-lo, a usa-lo.

    O interessante é que Bilbo não ficou tão "transformado" como Isiuldur ou Gollum. Talvez seja por que os hobbits sejam mais simples de coração e isso não atingia eles diretamente?
     
  19. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Não se esqueçam também do contexto dos Anéis na Terra-Média. Desde que Celebrimbor forjou os Três, ao longo do tempo disseminou-se uma certa imagem meio "mítica" dos anéis, que conferiam poder aos seus usuários.

    Ainda que um indivíduo não soubesse que aquele era o Um, ou mesmo pudesse testar seus poderes pelo contato, ele muito provavelmente já teria ouvido falar sobre anéis mágicos, e isso já era motivo suficiente para levá-lo ao desejo de possuir o Anel.

    O resto, é história.
     
  20. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Até concordo, mas se formos seguir essa lógica então teríamos que afirmar que os anéis e seus respectivos formatos eram de notório conhecimento, pois isso explicaria o desejo de possuí-los só de vê-los ou de ouvir falar neles...
    O que não creio que acontecia... independentemente deles existirem, existiam outros anéis, e não acho que a "imagems dos anéis de poder circulavam por aí para quem quisesse vê-los" ou seja, para qualquer outro, até segunda ordem eram meros anéis (lindos).
    O UM mais parecia uma aliança exagerada de casamento até que alguém tacasse no fogo, o que ninguém faria se tivesse amor ao ouro... só se tomava conhecimento do poder que eles possuíam ao colocá-los no dedo!
    Por isso que alimento a idéia de que o que tornava atraente o anel era sua beleza como ouro que era e a maldade de sauron dentro dele... afinal, se não me engano quando o anel quis ser encontrado pelo amiguinho estranho do Sméagol (q me foge o nome), ele se fez brilhar mais forte para atrair sua presa... Ou seja, sua belesa se intensificou com a maldade que dele emanava para atrair quem o descobrisse e o fizesse chegar onde almejava.

    "O que era tão atraente no Um?" Sauron! Ele era o "Q" que fazia com que o um brilhasse, que fazia com que o UM desse um jeito de passar de mãos para chegar no destino...
     

Compartilhar