• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

O que diferencia um homem de um elfo?

Avastgard

Alwaystanding
No Silma eles comentam quando falam que o Matham foi o unico elfo a desenvolver antes do terceiro ciclo. Depois contam como característica do Círdan na terceira era. Ele era provavelmente o elfo mais velho na Terra-Média, além da Galadriel é claro, mas ninguem gostaria de vê-la com barba né? :lol:

Caramba, eu já li todo O Simlarillion e não me lembro desta parte...

pra mim o ponto mais forte é o poder do OLHAR dos elfos

É o que parece mais acertado, de acordo com o que eu já li. O olhar parece ser o ponto que mais distingue os elfos dos homens.
 

LeOoOzin

Usuário
Acho que o ponto que mais diferencia são os olhos mesmo, como os olhos dos elfos são mais profundos que os dos homens. Assim como os dos Ents são muito mais profundos
 
Acho que a maior diferença entre um Eldar e um Edain, isso de acordo somente com o que está escrito, e não de acordo com nosso imaginário, seria a ausência de barba no primeiro. Um Edain de uns 25 anos com a barba raspada e um elfo de mil anos não diferenciariam muito na aparência.


Bem, eu acho que alguém com uma barba raspada e alguém sem barba nenhuma tem diferença sim, é só prestar atenção na rua. E também, quase todos os humanos tinham barba e se não me engano, não tinham o costume de raspa-la muito seguido:mrgreen:.
E também, os elfos geralmente tinham expressões mais serenas que os homens. Me corrijam se estiver errada :D.
 

Galad

O último dos Noldor
Claro, a profundidade dos olhos dos elfos realmente é uma diferença a se considerar, mas não a única.
Lembrem-se que, em Caradras, enquanto toda a comitiva estava tendo dificuldade para atravessar a neve, Legolas a atravessou facilmente, quase sem deixar pegadas.
Esse fato também pode ser evidenciado quando os Uruk sequestram Merry e Pippin e são seguidos por Aragorn, Gimly e Legolas, onde o elfo diz algo sobre os a "profundidade" dos passos dos Uruks, dizendo que eles machucavam a terra por onde passavam.
Portanto, posso concluir que, além de serem mais hábeis que os humanos, os elfos também são mais leves, o que pode ser útil em diversas situações.
 
Última edição:

Galad

O último dos Noldor
PS: me desculpem caso minha observação esteja equivocada, pois é o meu primeiro post XP
 
Não sei, mas cada vez que eu me recordo das descrições dos elfos nas histórias, é como se eles emanassem um brilho próprio, uma aura de mistério, ou sabedoria ficaria melhor, e na minha interpretação isso não era difícil de reconhecer, até porque na narrativa, muitos homens nobres, inclusive o próprio Aragorn, foram comparados a Senhores Élficos na hora de esplendor e glória, pelo porte, pela sabedoria e beleza. Por isso eu acho que os elfos eram sim identificados facilmente, talvez não tanto, mas existia algo que os diferenciava notavelmente dos mortais na aparência
 

Fringway

Andarilho do Norte (187)
Não sei, mas cada vez que eu me recordo das descrições dos elfos nas histórias, é como se eles emanassem um brilho próprio, uma aura de mistério, ou sabedoria ficaria melhor, e na minha interpretação isso não era difícil de reconhecer, até porque na narrativa, muitos homens nobres, inclusive o próprio Aragorn, foram comparados a Senhores Élficos na hora de esplendor e glória, pelo porte, pela sabedoria e beleza. Por isso eu acho que os elfos eram sim identificados facilmente, talvez não tanto, mas existia algo que os diferenciava notavelmente dos mortais na aparência

Ao mesmo tempo eu acho que eles carregam uma tristeza profunda, de quem está sentindo o peso do mundo... o peso do conhecimento.
Pelo fato de terem vivido tanto tempo, eles sabem que no mundo existem maldades, que existem problemas muito maiores do que aqueles do cotidiano. Ao mesmo tempo que eles têm a felicidade da eternidade, essa mesma eternidade pesa neles por neles despertar uma auto-consciência difícil de encontrar seres de outra raça, ainda mais nos Edain. Aqueles que são comparados aos elfos são, também, de alguma forma, conscientes desse mundo. Por isso, a alma dos elfos, por mais brilhante e viva que seja, carrega uma certa coisa indefinível, de certa forma melancólica, que pesa neles e que é aparente para quase todos.
 

Avastgard

Alwaystanding
Fringway, agora que li seu post, veio-me algo à cabeça. Apesar de eu ter dito nos primeiros tópicos que desejava saber das diferenças físicas entre Elfos e Homens, o assunto tem rendido mais com relação às outras diferenças entre eles. E aqui vai uma observação sobre isso:

Ao mesmo tempo eu acho que eles carregam uma tristeza profunda, de quem está sentindo o peso do mundo... o peso do conhecimento.
Pelo fato de terem vivido tanto tempo, eles sabem que no mundo existem maldades, que existem problemas muito maiores do que aqueles do cotidiano. Ao mesmo tempo que eles têm a felicidade da eternidade, essa mesma eternidade pesa neles por neles despertar uma auto-consciência difícil de encontrar seres de outra raça, ainda mais nos Edain. Aqueles que são comparados aos elfos são, também, de alguma forma, conscientes desse mundo. Por isso, a alma dos elfos, por mais brilhante e viva que seja, carrega uma certa coisa indefinível, de certa forma melancólica, que pesa neles e que é aparente para quase todos.

Além da sua brilhante observação acerca dessa "melancolia" dos elfos, gostaria de chamar a atenção para uma coisa: muita gente (eu mesmo incluo-me aí) costuma criticar os noldor pela série de burradas que fizeram ao longo da história. As minhas críticas também se estendem aos outros elfos que ao longo de suas vidas demostraram ser extremamente invejosos, corruptos, materialistas, avarentos, etc. Acho que o principal exemplo disso é Fëanor, que dispensa comentários. Veja Thingol, por exemplo: morto por ter se apegado demais ao Nauglamír, um colar de ouro com pedras preciosas.

Contudo, eu passei a pensar em uma coisa: imaginem viver toda a vida de um elfo sem ser corrompido por nada. Tá certo que muitos eldar fizeram isso e foram "bonzinhos" para sempre, mas imagine viver seis mil anos vendo tudo ao seu redor perecer (exceto os outros elfos, é claro). Como não se apegar a coisas que não se deterioram (como as jóias, por exemplo), ou como não nutrir ódio por alguém que tem sido uma pedra no seu sapato por milênios a fio? Ser eldar tem essas desvantagens, ao que tudo indica: essa "saturação" que muitos deles parecem sofrer com o tempo, cansados de ver todas as coisas o mesmo tempo.

Enfim, este é o meu delírio. Gostaria que vocês dissessem o que acham sobre isso.
 

wsnjr

Sir Auron
Não me lembro das citações diretas as orelhas, e para nós é dificil saber já que elfos com orelhas já são parte de nosso imaginário.

Mas talvez, mesmo com as concepções "erradas" de elfos as quais Tolkien repudiava já ouvesse menção as diferenças nas orelhas, e como o Deriel indicou no inicio do tópico é algo que aparece pelo menos subjetivamente.

É... essa questão das orelhas não é mesmo muito citada ( só percebi isso depois que comecei esse tópico :doh: ) mas acho que Tolkien quis descrever os elfos mais como os meio - elfos do D&D ou seja: eles têm diferenças físicas sim,mas é uma coisa bem mais sutil.

E tem essa questão da "aura" élfica também que deve ser o modo mais fácil de diferenciar um elfo de um homem (principalmente num lugar escuro :dente:)
 
T

Tarik Khalil

Visitante
É... essa questão das orelhas não é mesmo muito citada ( só percebi isso depois que comecei esse tópico :doh: ) mas acho que Tolkien quis descrever os elfos mais como os meio - elfos do D&D ou seja: eles têm diferenças físicas sim,mas é uma coisa bem mais sutil.

E tem essa questão da "aura" élfica também que deve ser o modo mais fácil de diferenciar um elfo de um homem (principalmente num lugar escuro :dente:)


Não acho que elfos brilhem como purpurina no escuro, aura élfica é forma de falar, é algo "nos olhos", "na face" e só.

E no caso do D&D é o contrário, meios elfos de D&D que parecem elfos clássicos de SDA.
 

Arveleg

Men of The West
Acho que além das orelhas, a barba! Em algum lugar da obra de Tolkien lembro-me de ter lido que os Elfos não tinham barba, com excessão de Círdan, se não me engano. Se pensarmos que tudo se passava em uma época do tipo medieval, onde os homens em sua maioria (ou quase totalidade) eram cabeludos e barbudos (afinal não tinha philishave nem prestobarba naquela época), esta seria com certeza uma característica bem marcante.
 
T

Tarik Khalil

Visitante
Acho que além das orelhas, a barba! Em algum lugar da obra de Tolkien lembro-me de ter lido que os Elfos não tinham barba, com excessão de Círdan, se não me engano. Se pensarmos que tudo se passava em uma época do tipo medieval, onde os homens em sua maioria (ou quase totalidade) eram cabeludos e barbudos (afinal não tinha philishave nem prestobarba naquela época), esta seria com certeza uma característica bem marcante.

Matham sogro de Feänor também era barbado... comentamos sobre isso alguns posts atrás.
 

Fringway

Andarilho do Norte (187)
Contudo, eu passei a pensar em uma coisa: imaginem viver toda a vida de um elfo sem ser corrompido por nada. Tá certo que muitos eldar fizeram isso e foram "bonzinhos" para sempre, mas imagine viver seis mil anos vendo tudo ao seu redor perecer (exceto os outros elfos, é claro). Como não se apegar a coisas que não se deterioram (como as jóias, por exemplo), ou como não nutrir ódio por alguém que tem sido uma pedra no seu sapato por milênios a fio? Ser eldar tem essas desvantagens, ao que tudo indica: essa "saturação" que muitos deles parecem sofrer com o tempo, cansados de ver todas as coisas o mesmo tempo.

Enfim, este é o meu delírio. Gostaria que vocês dissessem o que acham sobre isso.

Obrigado, Avastgard.
Eu não tinha reparado nesse aspecto quando eu escrevi meu post, mas ele é realmente importante. Eu só tinha pensado no peso que o conhecimento pode trazer.
Mas realmente uma vida eterna e longa pode ter essas conseqüências: ao longo de milênios, as relações com algumas pessoas vão se desgastando, o que cria um ódio mais forte do que qualquer ódio possível de se imaginar. Ao mesmo tempo, ver várias coisas lindas perecerem, como, por exemplo, as duas árvores, leva a uma necessidade de se apegar a coisas que são eternas.
Até nós gostamos de comprar coisas que vão durar muito tempo, imagina os elfos que, devido à longevidade perderam tudo.
Realmente a eternidade élfica tem uma enorme importância na formação de sua personalidade.
Muito bem reparada esse aspecto da obra:wink:
 

Avastgard

Alwaystanding
Obrigado, Fringway. Quando atentei para isso, vi que de fato parecia ser um aspecto bastante relevante da obra. Gostaria de desenvolvê-lo um pouco mais...
 

Luu_

Usuário
fora todas as diferenças de resisitencia,vitalidade e etc., os elfos tem as orelhas pontudas e olhos mais 'profundos', sem falar na aparencia mais leve. Os elfos nao fazem barulho algum quando andam ;]
se nao me engano os elfos tb costumam ser um pouco mais altos,ms nao estou tão certa sobre isso....
tb tem uma visao e audiçao muito aguçada,mas isso nao é exatamente físico,então...^^
 

Luu_

Usuário
Claro, a profundidade dos olhos dos elfos realmente é uma diferença a se considerar, mas não a única.
Lembrem-se que, em Caradras, enquanto toda a comitiva estava tendo dificuldade para atravessar a neve, Legolas a atravessou facilmente, quase sem deixar pegadas.
Esse fato também pode ser evidenciado quando os Uruk sequestram Merry e Pippin e são seguidos por Aragorn, Gimly e Legolas, onde o elfo diz algo sobre os a "profundidade" dos passos dos Uruks, dizendo que eles machucavam a terra por onde passavam.
Portanto, posso concluir que, além de serem mais hábeis que os humanos, os elfos também são mais leves, o que pode ser útil em diversas situações.

ée,também lembrei dessa parte pra postar!:mrgreen:

Elfos mais leves? Boa teoria, talvez seja por isso que não se fala em elfos obesos.

hauhauha,bem lembrado! ée,acho q Tolkien nao cita mesmo em momento algum elfos com 'exesso de peso'... :lol:
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo