1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

As Sete Maravilhas de Arda O Portão de Mordor e Carchost e Narchost

Tópico em 'De Fã Para Fã' iniciado por Erundur, 22 Fev 2008.

Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. Erundur

    Erundur Usuário

    Morannon, Carchost e Narchost

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    É a principal entrada para Mordor. O Portão Negro localizava-se no canto noroeste de Mordor. Cruzava Cirith Gorgor, A Passagem Assombrada, no ponto onde as Montanhas de Cinza (Ered Lithui) se encontram com as Montanhas da Sombra (Ephel Dúath). Atrás do Portão Negro estava o vale de Udûn, que levava ao Planalto de Gorgoroth.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O Portão Negro era feito de ferro, sendo composto por duas grandes portas¹ e se estendia entre os altos penhascos que findavam cada uma das cadeias montanhosas que protegiam Barad-dûr das forças ocidentais. Os Portões de Mordor eram flanqueados por duas grandes construções anexas, As Torres das Presas, Narchost – “Fortaleza do Fogo” no oeste e Carchost – “Fortaleza da Presa” no leste. “Fortaleza da Presa”, as duas torres eram bastante fortes, tendo sido construídas pelos Gondorianos após a derrota de Sauron, no fim da Segunda Era. Entre Narchost e Carchost, existia extensa alameda, que encimava o Portão Negro, constantemente patrulhada por sentinelas.

    Os Grandes Portões de Mordo olhavam para a Desolação do Morannon, um lúgubre e árido local onde não crescia vegetação alguma. Dois grandes montes estavam de frente para o Portão Negro além de charcos de lama e líquido oleoso que se se estendiam ante o Morannon, como um fosso. Atrás da Desolação do Morannon estava Dagorlad, a grande Planície de Batalha.

    Três estradas convergiam ao Portão Negro. Uma rota vinha do norte através de Dagorlad. Outra vinha do leste ao longo das Montanhas de Cinza. E a terceira vinha da Estrada de Harad, que saía do Portão Negro, através Ithilien e então nas terras de Harad, no sul.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Não há registros que definam a data de construção do Portão Negro, mas o Akallabêth no diz que Sauron fortificou Mordor e construiu Barad-dûr, o que se deu entre os anos de 1000 e 1600 da S.E., sendo razoável concluir que foram edificados nesse período. Possivelmente tendo ultrapassado 2/3 da Segunda era, já que é mencionado nos registros Guerra da Última Aliança. Em 3434 S.E., a Última Aliança iniciou o ataque que originou a Batalha de Dagorlad na planície em frente aos Portãos. Os homens e elfos da Última Aliança derrotaram as forças de Sauron e atacaram o Portão Negro. Sauron se retirou para Barad-dûr, e o exército da Última Aliança controlou a sua entrada. O Sítio à Barad-dûr durou sete anos até 3441 S.E., quando Sauron foi finalmente derrotado.

    Não se sabe ao certo o que aconteceu com o Morannon após a queda de Sauron da Segunda Era, é possível que tenha sido destruído pela Últoma Aliança, como é possível que Gondor o tenha utilizado para reforçar sua vigilância. O conto da “Batalha do Acampamento”, por volta de 1944 T.E., o menciona diversas vezes, o que torna a segunda hipótese, de que o Portão permaneceu de pé durante toda a Terceira Era, a mais provável. Tendo Sauron o reconstruído ou não, é fato que ele estava sob seu controle à época da Guerra do Anel.

    A vigilância em Mordor começou a decair após a Grande Praga em 1636 que matou muitos homens de Gondor. Mas o Portão Negro permaneceu sob o controle de Gondor até pelo menos 1944 T.E. Naquele ano, o Rei Ondoher de Gondor fora morto em batalha contra os Carroceiros em frente ao Portão Negro. As Torres Vigias do Portão Negro foram abandonadas pelos homens de Gondor algum tempo depois – provavelmente antes de 1980 T.E., permanecendo inabitada por mais de 900 anos, até o retorno de Sauron.

    Sauron voltou a Mordor em 2942 T.E., e o Portão Negro estava novamente sob seu controle. Exércitos de povos do Leste e Haradrim vieram pelas estradas ao Portão Negro para elevar o número das forças de Sauron. Em 5 de Março de 3019 T.E., Frodo Bolseiro e Sam Gamgi foram levados ao Portão Negro por Gollum. Os Hobbits perceberam que o Portão Negro era impenetrável; então Gollum lhes ofereceu levá-los pela passagem de Cirith Ungol sobre as Montanhas da Sombra, a cerca de 100 milhas (aproximadamente 160 km) ao sul. Em 10 de Março, um exército vindo do Portão Negro tomou Cair Andros e cruzou o Anduin chegando a Anórien, a norte de Minas Tirith.

    Sauron reuniu suas forças em Udûn, atrás do Portão Negro, em preparação para o ataque final contra as forças de Gondor e Rohan. No interior de Mordor, Sam e Frodo haviam sido pegos por uma tropa de orcs, que marchava em direção a Udûn; mas conseguiram escapar.

    Aragorn liderou um exército do oeste para o Portão Negro, para dar tempo a Frodo para que este pudesse completar sua missão de destruir o Anel. Enquanto vinham para a Desolação do Morannon, muitos dos homens estavam com tanto medo de continuar, que Aragorn os dispensou para que tomassem Cair Andros.

    Em 25 de Março, esse exército do oeste veio ante o Portão Negro, e Aragorn posicionou suas tropas nos montes altos em frente ao Portão. O Boca de Sauron saiu de Mordor pelo Portão para oferecer condições para se renderem, mas Gandalf os rejeitou.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Então as duas portas do Portão Negro se abriram, e um grande exército saiu, vindos de Udûn e dos seus penhascos. As forças de Sauron lutaram contra o exército vindo do oeste na Batalha do Morannon.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Quando o Anel foi destruído na Montanha da Perdição, Sauron fora derrotado, e seu exército fugiu ou se rendeu. Mordor caiu às ruínas, e o Portão Negro foi lançado ao chão e quebrado.
    ___________
    1 - Algumas edições anteriores de O Senhor dos Anéis descrevem o Portão Negro como tendo três portas, mas isso foi corrigido em edições atuais.

    Nome

    O Sindarin para Portão Negro é Morannon, de “mor” (negro, preto, escuro), e “annon” (grande porta ou portão).

    Outros nomes

    Portões de Mordor

    Videos

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , no filme O Retorno do Rei

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , na versão estendida de O Retorno do Rei

    Organizadores

    Alisson - Texto e imagens.
    O 10º membro da Sociedade - Imagens.
    Erundur – Texto e revisão final.
     

    Arquivos Anexados:

Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Compartilhar