1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"O Perfume - A história de um assassino" (Das Parfum, Patrick Süskind)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Gilraen, 25 Ago 2008.

  1. Gilraen

    Gilraen Speak, friend, and enter.

    Não sei se já foi aqui discutido...
    Mas gostava muito de saber a vossa opinião acerca de "O perfume - A história de um assassino", do escritor alemão Patrick Suskind.

    Pessoalmente, adorei o livro. A história fazia-me sempre querer continuar a ler, e não foi do tipo de histórias bobas sobre amor não correspondido, problemas de adolescentes, etc...

    Achei que o filme, de Tom Tykwer estava igualmente chamativo e com muitos pormenores.

    Foi um dos melhores livros que já li, e penso que dificilmente alguém vai conseguir escrever uma ficção sobre obcessão, crime, procura e egocentrismo como Patrick conseguiu.

    Contudo, ao perguntar outras opiniões, reparei que são poucas as que concordam comigo. E a maior parte das pessoas acha o livro muito violento e obsceno e não reparam no transtorno de que a personagem principal sofre.

    Qual é a vossa opinião acerca do livro/filme e sua história?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Verdandi

    Verdandi Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Bom o livro nunca li, apenas vi o filme...e o cinema é beeem diferente né..então eu achei o filme meio tosco pra fala da história de um cara que mata as virgens pra recolher o perfume...mas olhando pelo lado psicológico eu fiquei meio assustada,pq é estranho um ser humano com essa obsessão horrível. O cara é totalmente transtornado.
     
  3. Hamfast

    Hamfast Melodia e distorção

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Genial, a melhor estória de serial killer que eu já li. Além do conflito do personagem principal, que é o ponto alto do livro, o autor nos envolve em todo um contexto de aromas e cenários, causando sentimentos dos mais variados. Òtima leitura, recomendo.
     
  4. Daewen

    Daewen Elener

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Ainda naum tive o prazer de ler o livro, mas farei em breve. Do filme gostei mto mesmo. Me chamou a atenção. Tenho certeza que o livro deve ser melhor ainda...como quase sempre acontece nesses casos.
     
  5. Raphael S

    Raphael S Desperto

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    O filme te prende até o final, mas o final você chega a dar uma engasgada por ser difícil de engolir... Mas aí após pensar um pouco você entende que o filme foi genial.

    By Raphael S
     
  6. Anjo_Carnal

    Anjo_Carnal Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Foi interessante ler este livro. Como fiz Criminologia, tive que analisar o perfil criminológico do perfumista. Então me ative a detalhes impressionantes da trama. A bem da verdade a professora tinha mandado ver o filme, mas não resisti e comprei o livro em um sebo...
     
  7. zannah

    zannah The Red

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    "O Perfume" é um dos melhores livros que já li, pois conseguiu prender minha atenção do princípio ao fim... Mas o filme :think: não posso opinar sobre algo que ainda não vi...
     
  8. Ben Kenobi

    Ben Kenobi Aprendendo com um

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Não li o livro.Mas o filme é legal...(sem nada pra concluir,agora)
     
  9. Amani

    Amani Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Caraaamba!
    O Perfume é simplesmente fantástico! :D

    Um livro que realmente mexeu comigo, me fez pensar pra caramba!

    Eu não consigo dizer se a personagem principal, Grenouille, é sensível ou insensível demais. Também não vou concordar se alguém disser que ele é extremamente egoísta e um "assassino cruel" como já me falaram.
    Admiro profundamente Patrick pelo livro. É ótimo! :cool:

    Alguém já ouviu a trilha do filme??? :grinlove:
    É linda, perfeita..

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  10. *Loira_suu*

    *Loira_suu* Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Eu so vi o filme... gostei bastante!!!!

    Adooro serial killer hehehehehehe!!!! Vou procurar ler o livro...

    :abraco:
     
  11. Amani

    Amani Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Voce o acha um serial killer? 8-O
    Por que?
     
  12. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    bom, de certa maneira ele tem um padrão na escolha das vítimas, não? :eh:
     
  13. Anjo_Carnal

    Anjo_Carnal Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Jean-Baptiste Grenouille tem um padrão de escolha de vítimas sim. E um padrão com um fim que apenas faz sentido para ele, então enquadra-se no perfil sociopático de um assassino serial. Um assassino serial não mata ao acaso, escolhe suas vítima, elabora um plano "perfeito" e depois o executa.
    Pode-se notar que quando ele matou a menina que limpava nectarinas não foi uma morte dentro de seu padrão serial, foi descuidada, ao acaso, impensada.... agiu ele apenas por impulso. As demais não, foram escolhidas por serem a perfeita composição de seu perfume, e assim, agiu ele dentro de um padrão de escolha de vítimas e cuidado na execução de seu plano.
     
  14. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    foi bem o que eu pensei :yep:
    pode não ser tão óbvio quanto alguns assassinos seriais mais famosos, mas ainda assim a ação dele apresenta um padrão =D
     
  15. Anjo_Carnal

    Anjo_Carnal Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Que bom que estamos com o pensamento afinado.
     
  16. *Loira_suu*

    *Loira_suu* Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    REspondeu por mim hehehehehehe!!!!

    :abraco:
     
  17. Amani

    Amani Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Eu sempre o achei diferente de outros assassinos e tal..
    Na verdade, não consigo vê-lo como um assassino.. :think:
    E não consigo explicar direito..
     
  18. Melimë Úndomiel

    Melimë Úndomiel Just freak out, let it go!!!

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    Apesar de ter visto o filme a algum tempo e de lembrar muito pouco, sei que adorei o filme e também não consigo ver Jean como um assassino....ou ele era um assassino diferente, acho que ele matava sem saber que estava matando, ou coisa do tipo.
     
  19. Derfel Cadarn

    Derfel Cadarn Usuário

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    O rapaz Grenouille é um assassino sim, o que ele pode ter é um conceito de moral um tanto quanto diferente. Ele não via a vida como um valor supremo e tal, mas matava.

    De qualquer forma, não foi este o ponto central do livro, para mim. Fiquei fascinado com a tentativa de passar um mundo aromático, ao invés de um mundo visual. A forma como João Batista Grenouille vê e se insere no mundo é, no mínimo, muito curiosa, interessante, já que o olfato é um dos sentidos menos prezados por nós. E é curioso também reparar que, mesmo dentro desta proposta aromática, o autor não consegue se libertar dos padrões visuais. Grenouille "cheira" o alto, o louro, a distância, características por demais presas a uma concepção de mundo que privilegia a visão. A questão não é a imperícia do autor, mas justamente como fugir disto, como representar um mundo aromático através de uma linguagem e de conceitos feitos por e para um mundo visual?
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  20. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Re: "O Perfume - A história de um assassino"

    A partir do momento que ele mata pessoas, ele é um assassino. Não vê-lo como tal dá a sensação que a leitura se perdeu em algum canto. E, somando ao que o Derfel falou (ótimo post, aliás), eu acredito que é um dos pontos altos do livro, porque o leitor tem que lidar não só com um universo de cheiros, mas também com o fato de que o protagonista não tem nada de 'mocinho'.
     

Compartilhar