1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Parágrafo Sumiu!, Parte 1 - Onde está o Anel de Saruman?

Tópico em 'Comunicados, Tutoriais e Demais Valinorices' iniciado por Deriel, 15 Mar 2004.

  1. Deriel

    Deriel Administrador

    Alguns dias atrás estávamos discutindo sobre o Anel de Saruman, na lista de discussão
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , o que causou uma certa confusão. Uma citação feita por mim da edição em inglês do SdA não foi encontrada de forma alguma na edição nacional. Hoje, em uma verdadeira força tarefa, vasculhamos todas as edições nacionais já lançadas da obras - com a exceção da edição pirata da Artenova, de 1976 - à procura do texto perdido. E de fato, o danado não se encontrava lá. Que fique registrado que a maior responsável por tal descoberta foi a Mel da lista Valinor Obras.

    Segue abaixo a descrição do parágrafo sumido e como ficaria uma possível tradução em português. E registro que a discussão e descoberta foi obra de um grupo de pessoas da lista, da qual eu tive participação meramente marginal e de "juntar os caquinhos". Foram eles: Mel (descobridora original do parágrafo faltante), Lasgalen, Ricardo Bittencourt e Ispaine.

    Ler texto completo
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    pow beleza então deriel, resolvido o problema...
    dá pra discutir agora q tipo de poderes o frutacor saruman conseguiu com seu anel...
    hehe :wink:


    lordpas
     
  3. Felippe

    Felippe Usuário

    Sinceramente eu acho q ele não fez...
    No início do livro Tolkien comenta que CASO ele tivesse feito o livro se baseando na guerra real, Saruman TERIA feito um anel para si... mas seu livro não se baseia na guerra real, como ele mesmo diz.
    Quanto a esta parte do livro, não sei direito o que penso, talvez fosse somente um anel comum... ou algo que o fizesse sentir mais forte.


    Felippe Travaglia Magnago
     
  4. Deriel

    Deriel Administrador

    Logo abaixo Saruman se proclama o "Fazedor de Anéis". Sim, Saruman fez um anelzinho pra ele... com quais poderes? No mínimo discutível, mas comandar uma exército imenso de Orcs deve estar dentre eles.
     
  5. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    Caramba!!! :lol:

    Isso é uma das coisas que cada vez mais dá credibilidade e faz o site ser referência em Tolkien :obiggraz:
     
  6. Deriel

    Deriel Administrador

  7. TT1

    TT1 Dilbert

    Que isso, efeito dominó ? :roll:
     
  8. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    é moçada lá vai nós de novo... que tal uma cartinha pra martins fontes da valinor? sei q essas coisas não dão muito resultado, mas daqui a pouco o q mais vamos descobrir?

    olha Deriel q a Las vai ter q se mudar pruma ilha mesmo daqui a pouco...

    lordpas
     
  9. Link

    Link The Hero of Time

    Bela descoberta. Eu acompanhei no Valinor Obras, mas nunca falo nada lá. Então Saruman tinha um anel, que provavelmente ajudou a controlar os orcs.
     
  10. Epa! Agora as coisas fazem mais sentido! Saruman o fazedor de anéis! Parece ridículo ams eu nunca entendi porque akilo aparecia no livro! Caraca, mas que mancada do pessoal da Martins Fontes publicar um livro desse gabarito sem dar uma excelente revisada na tradução! Eu já tinha notado que no começo da sociedade do anel (bem, não tão no começo assim) eles chama o Elrond de semi elfo! :lol: Como associei que em inglês devia estar half elf entendi que a tradutora não sabia que a idéia era ser "meio elfo", mas pô, simplesmente jgar um parágrafo INTEIRo fora é fogo! Isso certamente me deixou com dúvidas sobre a fidelidade da tradução... Ai, ai, ai... Tenho q melhorar meu inglês pra poder ler o original e não ter q me preocupar com esses tradutores descuidados... :|
     
  11. Burzum

    Burzum Usuário

    Parabens Deriel e toda aquela galera citada. Legal esse Valinor obras ( nao participo por nao me julgar um profundo conhecedor). Mas que coisa hein? Tsc tsc tsc pra Sra. Lenita Maria Rimoli Esteves. Na boa nunca pensei que um paragrafo inteirinho pudesse sumir. Eu me pergunto: E sera que tem mais " pedaços desaparecidos" da obra em portugues?

    Valeu pela traduçao tambem, se tivesse jeito eu faria um upgrade no livro e incluiria o paragrafo.

    falow
     
  12. Deriel

    Deriel Administrador

    Bomba! 8O

    A nossa colega de lista localizou mais dois parágrafos faltantes na tradução nacional além de outro erro de tradução. Somado com o erro da tradução que encontrei sobre Círdan, temos a incrível marca de 3 parágrafos sumidos e 2 erros sérios de tradução encontrados em 24 horas.

    Nós da Valinor Obras estaremos compilando uma errata não-oficial da tradução e disponibilizando na Valinor para que todo mundo possa ter acesso.

    Ainda estou estupefacto!
     
  13. Estë

    Estë the Gentle

    OK... erros de tradução, temos que admitir, são uma coisa comum. Mas parágrafos inteiros ignorados!!! 8O

    Sinceramente, precisamos de uma edição revisada e logo.

    Ainda bem que temos um grande grupo de leitores dedicados pra encontrar esse tipo de coisa. :D
    (Eu pessoalmente, mesmo que lesse as obras em inglês, jamais me daria conta dessas omissões :oops: )
     
  14. TT1

    TT1 Dilbert

    8O

    O negócio tá ficando sério... mas tenho aqui as minhas dúvidas se foi a tradutora quem esqueceu os parágrafos... isso não é comum. Deve ser erro de compilação, na formatação do livro. Isso tira toda a credibilidade da MF nas obras.

    Repito: Bizonho
     
  15. Cristiano

    Cristiano Usuário

    Até que ponto a tradução da versão brasileira é confiável?
     
  16. Gente, isso realmente não me surpreende....
    É fato que as traduções nacionais de livros estrangeiros são fraquíssimas.... e em todos os âmbitos.
    Particularmente sempre preferi ler os livros originais. No caso do Senhor dos Aneis optei por ler a coleção publicada pela Europa-América, em português de Portugal. Muito boa mesmo! Recomendo, não só pela qualidade da edição como também pela qualidade da tradução. Ão contrário daqui eles não traduzem os nomes próprios...respeitando assim os nomes originais... Vcs não vão enconrtar por exemplo Gandalfo, Bilbo Bolseiro, Elrond Semi-Elfo, Laracna entre outras pérolas....

    Com relação a esse episódio do desaparecimento dos trechos, vou olhar nas minhas edições e ver se estão faltando também...

    Namárië :wink:
     
  17. Tilion

    Tilion Administrador

    Esse tipo de coisa (infelizmente) também acontece em pelo menos um trecho do Silmarillion da MF, traduzido por Waldéa Barcellos, pelo que me recordo agora. É um erro de tradução, no capítulo IX, "Da fuga dos Noldor".

    Na página 88 da primeira edição brasileira do Silmarillion (dezembro de 1999), há esse trecho dito por Fëanor:

    No original, temos:

    O negrito é meu.

    O verbo to slay foi traduzido erroneamente, causando uma ambigüidade, pois o significado desse verbo é matar, assassinar, e não morrer de alguma forma natural (brecha que o texto em português deixa em aberto para outras interpretações que não aquela da palavra original.

    Fëanor disse então "serei morto/assassinado", algo que tem implicações de significados bem mais profundas do que "serei o primeiro a morrer", além do fato de não ser dúbio.

    Fora a importância semântica da palavra, há ainda a do contexto da história, pois na mesma página, logo após essa última frase de Fëanor, Mandos diz: "Não o primeiro", ou seja, ele não seria o primeiro Elda a ser assassinado em Aman, em referência ao assassinato de Finwë por Morgoth; porém, pela versão nacional, essa afirmação de Mandos leva a referência não para Finwë, e sim para Míriel, mãe de Fëanor, essa sim tendo sido a primeira dos Eldar a morrer em Aman, mas de forma natural, de livre e espontânea vontade.

    Um belo de um equívoco, que compromete a compreensão da história dos Eldar e suas mortes.
     
  18. Deriel

    Deriel Administrador

    Quanto à tradução de nomes próprios é "cavalo morto" e os méritos ficam com a edição brasileira, uma vez que Tolkien fortemente aconselhava a a tradução de nomes próprios inclusive deixando um manual, o Tolkien Compass, da melhor maneiro de fazer as traduções :D

    Quanto à tradução nacional, a omissão de parágrafos, se foss um só, até que eu diria que é questão da tradutora, mas três parágrafos? Há que se falar com a tradutora e verificar se não é erro de editoração gráfica :think:
     
  19. Glorwendel

    Glorwendel Usuário

    8O

    Agora tudo faz mais sentido. Só quero ver os próximos erros a serem publicados na Valinor...
    Bem que a tradutora tinha dito que a parte de Orthanc foi a que ela menos gostou de traduzir. :gotinha:
     
  20. Cildraemoth

    Cildraemoth Usuário

    Não sei se isso já foi notado, mas na parte em que a comitiva atravessa Moria, uma ou duas frases simplesmente sumiram na tradução da Martins Fontes. Trata-se daquela parte onde Gandalf comenta sobre a armadura de Mithril que Bilbo ganhara, e quando ele diz que ela provavelmente valia mais que todo o Condado inteiro. Caso essa omissão ainda não esteja na lista de "probleminhas" da Valinor, posso ver a citação exata e postar aqui ou em algum lugar apropriado.
     

Compartilhar