1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Nome da Rosa - Umberto Eco

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Anica, 4 Out 2008.

  1. Anica

    Anica Usuário

    [align=justify]“No princípio era o Verbo e o Verbo estava junto a Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio junto a Deus e o dever do monge fiel seria repetir cada dia com salmodiante humildade o único evento imodificável do qual se pode confirmar a incontrovertível verdade.”

    Assim começa O Nome da Rosa, livro que tornou o italiano Umberto Eco um autor reconhecido no mundo todo. Publicado originalmente em 1980, a obra retrata a vida em uma abadia no norte da Itália em meio a assassinatos, enigmas e divergências teológicas e políticas.[/align]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    gostei muito desse livro. e li depois do código da vinci. romances policiais de época com guias culturais. um estilo um tanto velho, por sinal. me espanto de ninguém ter respondido a esse tópico. literatura é questão de marketing mesmo. ouvi falar desse livro por um professor de geografia, quando eu estava no ensino fundamental. ele só contou o final, esse estraga prazeres. o que não impede de se gostar do livro. a inquisição é mesmo dos diabos!
     
  3. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Conheci pelo filme no ensino médio - do qual não me lembro de nada, rs.

    Li o livro por indicação de um amigo da faculdade no final do ano passado e gostei muito. Porém, é bem cansativo em algumas partes, especialmente o começo e alguns trechos no meio que falam de religião... não é um livro que eu indicaria a um leitor de o código da vinci, de jeito nenhum.

    E como comentei em algum lugar antes do apagão, a biblioteca me lembrou imediatamente o conto do Borges A Biblioteca de Babel... é uma referência clara, principalmente depois que você lê até o final do livro e descobre que

    Jorge de Burgos(reparem no nome), além de cego,(como Borges) ainda foi bibliotecário
     
  4. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    só as partes em latim é q atrapalham um pouco...
     
  5. Aline Guiotti.

    Aline Guiotti. Usuário

    Caramba. Eu amo o filme O Nome da Rosa e acabei de descobrir que o filme foi baseado em um livro? Como assim? XD Vou ter que comprar esse livro mesmo mesmo!
     
  6. Chyz

    Chyz Usuário

    Concordo que o latim atrapalha (além de cansar!!¬¬)

    Mas o livro é ótimo! Recomendo..XD
     
  7. Ramalokion

    Ramalokion Mecha-de-Folha

    Esse é Top 5 na minha lista "Livros Fodões"; engraçado que li antes de saber que tinha um filme... faz teeeeempo.
     
  8. Aline Guiotti.

    Aline Guiotti. Usuário

    Na verdade, quem gosta muito desse filme é meu pai, então desde que eu era pequena, de tempos em tempos ele locava ele. Daí, no começo eu nem entendia, e com o tempo fui pegando todas as críticas do filme e me apaixonei. Saber agora que ele foi baseado num livro... nossa! Só consagra a minha tese de que os melhores e piores filmes são sempre baseados em livros!
     
  9. Taí um livro que pretendo reler. Não simplesmente pelo fato de ter gostado, mas pelo fato de tê-lo lido com uns 13 ou 14 anos (quando nutria a ilusão de ser um grande detentor de cultura...) e de ter passado batido por diversos diálagos impregnados de filosofia, história e cultura. Por isso, só consegui apreender bem superficialmente parte da mensagem que o livro traz. Eis o motivo maior da minha vontade de reler a obra...

    Como parte do pessoal, conheci o livro através do filme, que acabei revendo para trabalhos da escola e universidade.
     
  10. Lilian Sinfronio

    Lilian Sinfronio Usuário

    Engraçado como as mesmas coisas acontecem com os membros do meia :sim:

    Quando era "filhote" :calado: li O nome da rosa e livros como o machadão (primo basilio) e ainda nao tinha capacidade de compreendê-los na plenitude...

    Agora é hora de retomar...

    Estou tão feliz com o forum :rofl: pq tenho me identificado muito XD

    O livro tá ali na minha estante me olhando... dizendo: Vem, vem... sei que vc terminou ontem aquele livro e tá sem fazer nada... deixa pra estudar pra prova amanhã, ela não é importante mesmo (esse livro sabe das coisas :calado:)
     

Compartilhar