1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Navio do Destino (Rosine de Dijn)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 11 Jun 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    "Rio de Janeiro - Lisboa - Nova York, 1942"

    Todos já ouvimos falar dos horrores da Segunda Guerra Mundial, da perseguição aos judeus, dos campos de concentração. "O Navio do Destino" fala de um outro lado da história. A história de teuto-brasileiros ansiosos por se unir à sua "pátria" e aos nazistas, e a dos judeus que conseguiram escapar. Partindo das viagens do navio Serpa Pinto, de bandeira portuguesa, Rosine de Dijn acompanha a viagem que levou brasileiros e alemães saídos do Sul do Brasil em direção à Europa em guerra e, alguns dias mais tarde, a viagem de judeus belgas, alemães, franceses e holandeses rumo à liberdade em Nova York.

    Mais do que a história do navio, e de sua viagem, Rosine se concentra na história de seus passageiros. O navio que levou Marcel Duchamp e o inventor do LED - e mais de 5.000 refugiados judeus - a uma terra segura foi testemunha das ilusões e dos horrores da guerra. Os protagonistas desta empreitada são: Américo dos Santos, o corajoso capitão do Serpa Pinto; Johann Albert Spieweck; Gustav Buchholtz; Nuna Krüger; Hans Henning von Cossel; Irène Van Leeuwen e Jacques Padawer. São suas memórias que fazem desta uma história especial.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar