1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O mundo está dividido entre quem leu Tolkien e quem não leu?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Eriadan, 15 Dez 2005.

  1. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Meus amigos que nunca leram nem SdA nem qualquer outra obra de Tolkien dizem q isso é pura besteira e sensacionalismo; a maioria dos meus amigos que leram defendem essa teoria do The Sunday Times veementemente. Eu me divido: acredito que minha vida e idéias mudaram completamente depois que comecei a conhecer a mitologia tolkieniana, mas tenho dúvidas quanto a essa "divisão".

    Vocês acham que tal "fronteira" é tão ampla assim?
     
  2. Erulasto

    Erulasto Equipe Valinor

    Acho muito amplo para se fazer essa divisão. Primeiro, porque teríamos vários "divisores de águas", não apenas Tolkien (os comunistas de plantão citariam Marx, os cristãos citariam a Bíblia, os islamitas o Alcorão e assim por diante), seria infindável e teríamos que calcular as interseções entre esses conjuntos, coeficiente de correlação e outras análises estatísticas :(

    Quanto à sua percepção do mundo ter mudado após a leitura de Tolkien, realmente é interessante, mas eu, particularmente, vejo que todos os grupos que citei acima poderiam dizer a mesma coisa. Veja também que Tolkien detestava alegorias, mas não precisaria delas para transmitir para sua obra suas convicções pessoais e sua forma de enxergar o mundo, como efetivamente o fez. Muitos desses conceitos podem ser partilhados por outras culturas humanas que nem mesmo têm conhecimento da obra. Além disso, eu diria que a obra é muito recente para que seja tomada como um divisor.

    Por outro lado, acredito que todos aqui concordam que a obra é fantástica e que deveria ser cuidadosamente lida e estudada por todos :)
     
  3. Thais Tûk

    Thais Tûk (avulsa)

    Eu concordo com o Erulasto. Nós podemos dividir o mundo em qualquer coisa.
     
  4. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Mas a "divisão" a que me refiro não é uma forma de "segregação", como parece q vcs interpretaram. Minha questão é a seguinte, posta de forma mais clara: há uma grande diferença na ideologia e sabedoria, por assim, dizer, daqueles que já leram os livros tolkienianos e aqueles q não lhe tiveram sequer contato?
     
  5. Erulasto

    Erulasto Equipe Valinor

    Eriadorion, eu não havia interpretado como segregação, minha interpretação foi exatamente baseada nesse questionamento que você fez: a obra de Tolkien traz muita coisa que é, digamos, comum à humanidade, eu não vejo como mudaria a percepção do mundo que as pessoas possuem. Existem alguns pontos que eu diria que a obra ajudaria e deixar mais nítida e evidente (como as pequenas mãos girando as rodas do mundo, ou seja, não são os grandes que fazem as coisas acontecer, mas os anônimos), talvez com palavras mais artísticas ou selecionadas cuidadosamente para dar um ar maior de sabedoria.
     
  6. Calendula

    Calendula Usuário

    :ahn?:

    Cara...
    essa separação nao seria um tanto que preconceituosa?
    As pessoas que nao tiveram a oportunidade/ou nao quiseram de ler Tok. tá pra lá e quem leu tá pra cá...
     
  7. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Entendi, Erulasto ;) Valeu pela opinião.

    Mas acho que foi a Calendula quem interpretou como eu imaginara: como uma segregação... Não é uma "divisão", Cal, é uma diferença entre ideologias, tipo isso, a que me refiro...
     
  8. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    :eek:

    Há uma "divisão" mais interessante a meu ver. Entre as pessoas que leram Tolkien e passaram a ler outras coisas (se antes liam aventura ou ação tradicional, passaram a aprender a ler coisas não tão fast-junk-food, coisas onde é necessário paciência para entender o que está havendo), e as que encontraram novo nicho onde estagnar (ler somente fantasia, quando antes liam só novela).

    O primeiro "nicho" não necessariamente é um problema, apenas é um passo a mais. Aprendendo a gostar de ler, pode se aventurar em ler O Capital (e entender e nao fingir que entendeu para posar de jovem revolucionário), Fitzgerald, Camus, peças de teatro não-mastigados, etc..

    O segundo nicho é interessante: se antes havia uma culpa por não pensar em outras coisas (só novelinha, romancezinho, coisa simplezinha), esse pessoal meio que se sente justificado hoje em manter-se no novo nicho. Não raro, vejo muita gente somente dizendo ler fantasia porque há dragões e castelos e elfos, quando na verdade, o enredo não é nada fantástico, apenas o mesmo arroz com feijão usando nomes de personagens diferentes. Não há fantasia por assim dizer, apenas personagens imaginários. (a exceção abro para T. Prachett e outros que realmente escrevem fantasia e não pura e simplesmente romance barato com personagens irreais)

    Neste ponto tal quando falamos sobre uma divisão no molde do tópico (ou daquele sobre amigos que odeiam Tolkien), meio que estas pessoas com falta de imaginação se sentem justificadas em manter-se assim. Quem percebe gosta da obra e a percebe com boa sanidade mental nunca pensa muito em ficar se justificando para o resto do mundo.
     
  9. Excluído028

    Excluído028 Excluído a pedido

    Eu acho pretensão demais essa frase do The Sunday Times.
     
  10. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Aiya,
    Perdoem caso esteja dizendo algo que já foi dito,mas para o Eriadorion que abriu o tópico gostaria de dizer, não acho que as pessoas possam ser divididas entre aquelas que leram as obras e as que não leram, mas entre as que leram há uma grande separação entre as que conseguem e não conseguem entendê-las!
    No seu caso percebo um grande entendimento meu caro amigo.
    Namárië.
     
  11. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Ufs, parece que alguém enfim me entendeu! :D Pessoal, por favor, não é divisão física, não é um apartheid, tampouco é um sistema de exclusão social ou algo para nos elevar acima do outros. Vou reformular a pergunta uma vez mais, desta vez de uma forma que, mais clara, impossível:

    Vocês acham que somos diferentes, em qualquer sentido, pela leitura das obras tolkienianas?
     
  12. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Eriadorion,
    Acho que não são todos que depois que lêem as obras mudam seu jeito de pensar...É difícil achar pessoas que se sintam verdadeiramente tocadas e mudadas.
    Mas as que sentem o verdadeiro sentido da obra são diferenciadas de todos (pelo menos a meu ver).
    Namárië nildonya!
     
  13. N'liärien

    N'liärien Banned

    Cavalheiros e damas, creio que o mundo está dividido entre as pessoas que têm uma imaginação desperta e as que não a tem {os modernos especialistas da psiquê humana têm dito que a imaginação é tão importante quanto a inteligência, ou mesmo mais do que esta...}.

    Assim, julgo que o mundo está dividido não entre as pessoas que leram ou não Tolkiem, mas entre as que são capazes de, lendo suas obras, "verem" o que ele está querendo dizer, sobretudo por trás das palavras...

    Na entrega do Oscar para O Retorno do Rei, P. Jackson agradeceu à Academia por "ter sido capaz de ver mais do que elfos, orcs e hobbits" e, assim, por premiar um filme de fantasia...
     
  14. lomendil

    lomendil Usuário

    Não sei desvendar o pensamento do homem mortal, mas sei que muitas coisas que esão escritas pode o homem não acreditar mas é uma realidade.

    Eu como mortal não consigo com todas clareza dizer sobre as ~coisas escritas se é uma realidade ou não.

    Mas eu digo que nas obras eu acredito.
     
  15. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Sim, o que disse foi discutido por mim e pelo Eriadorion, porém ao invés de imaginação usamos o entendimento =].

    O que disseste sobre as entrelinhas, também é uma verdade, muitas pessoas se preocupam com o que o autor pensava a respeito de tal coisa, mas esquecem que muito do que ele achava, ele deixou subentendido em suas obras, podendo ele não dizer isso claramente, em entrevistas ou em cartas.
    Podendo assim haver os que consigam ou não capturar estas mensagens.

    [Ei Lomendil...Esse "nas obras eu acredito" está no tópico errado meu caro, por que não foi participar das nossas brigas no outro tópico!:obiggraz: ]

    Namárië nildonyar!
     
  16. Bem,acho que aqueles que têm o privilégio de ler as obras de Tolkien e entender o que ele realmente queria dizer acabam se diferenciando dos demais!
    Antes de ler,ou antes de sequer conhecer as obras de Tolkien eu posso dizer que via as coisas de outra maneira...
    Depois de conhecer meus atuais amigos que leram e até mesmo se aprofundaram nas obras tolkenianas,com certeza um novo mundo se descortinou à minha frente!!!
    No meu aniversário tinha ganhado da pessoa que mais amo nesse mundo, "O HOBBIT" e agora no Natal ele mesmo me deu a trilogia!Não preciso dizer quão feliz fiquei!
    E ao ganhá-los,ele me disse que era importante que eu lesse,e conhecesse os princípios nas quais ele acredita e segue (e podem ter certeza,ele segue!)!
    Não que Tolkien tenha criado princípios,mas ele os ressalta em suas obras...
    A amizade,a coragem,a bravura,a nobreza de espírito,de caráter!
    E quem consegue,ao ler,visualizar tais coisas que não são visíveis a qualquer pessoa,ou a qualquer simples olhadela nas obras de Tolkien com certeza jamais será a mesma pessoa!
    Qdo se vê além disso,com certeza,acaba se diferenciando e deixa de ser mais um na multidão!!!
    Me sinto feliz por ter conhecido e hoje possuir algumas dessas obras!!!Elas me tocam mui profundamente!!!
     
  17. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Foi exatamente isso que eu disse, minha cara Sacerdotisa de Avalon, concordo com você, e comigo foi o mesmo, após ter lido várias vezes e após a ajuda de meu Mestre, eu também encherguei o mundo de outra forma é muito interessante como as coisas mudam né?! e eu também descobri este maravilhoso mundo atravéz da pessoa que mais amo :grinlove: , e foi realmente maravilhoso poder olhar o mundo de outra forma.


    (Hantalë melmenya ar heru Aracáno.)
     
  18. Gosb

    Gosb Visitante

    É, não diria dividido, mas sim a parcela que leu Tolkien tem um pensamento diferente, agora dividido o mundo pode ser de infinitas maneiras.

    PS.: Eu tambem ganhei de uma das pessoas que mais amo :joy:


    Abraços!
     
  19. De certa forma está dividido. E é estranho a capacidade que eu adquiri de ver quem conhece os livros do Tolkien e quem não conhece. Muitos amigos meus também afirmam que é besteira e até mesmo que eu sou idiota por gostar de SdA e companhia. Porém, eu acredito que quem conhece os livros do Tolkien não só expandem o vocabulário e ganham conhecimento sobre a trilogia de filmes brilhante, mas também passam a fazer parte de um novo mundo, visto de forma totalmente diferente da forma que vemos hoje, onde a amizade tem um valor muito significativo e o amor é prezado em todas as suas formas. :grinlove:
     
  20. Antigo Istari

    Antigo Istari Usuário

    Eu posso dizer que sou um "bom leitor", tive a oportunidade de ter contato com livros desde muito pequeno e nunca os deixei, muitos mudaram meu ponto de vista sobre muitas coisas e me influenciaram, muitos me ajudaram a criar um "senso crítico" e acho realmente difícil pensar em livros que tenham me acrescentado mais do que as obras de Tolkien, mas...

    Somos todos diferentes sobre esta terra, cada qual tem a sua visão e sua compreensão do mundo que nos cerca, para alguns, como eu, Tolkien foi um "Mestre", pois seus livros ensinaram muito, lições que carregamos por toda a vida, para outros pode ter sido apenas uma diversão sem profundidade e estes podem ter encontrado AS MESMAS LIÇÕES em um outro livro ou outra coisa completamente diferente que não me agradaria, porém, eu pelo menos, nunca poderei dizer que SÓ Tolkien me "influenciou", por assim dizer, mas cada um dos livros que li e coisas que conheci deixou sua marca e me fez sim, diferente de antes (me "dividiu" de outros no mundo:D).

    É assim que eu penso...
     

Compartilhar